Zoom indica em Celular e Smartphone

As baterias dos celulares ainda viciam?

Entenda se a bateria de celular vicia e saiba como usá-la corretamente para aproveitar seu celular ao máximo.

Bateria do celular

Antigamente era comum alguém afirmar: sim, a bateria de celular vicia. Muitas pessoas tinham duas baterias, para não ficarem na mão, na hora que a carga acabasse. Mas esses problemas ficaram no passado.

Hoje, os celulares têm baterias de Li-Ion. Elas são capazes de armazenar mais energia e não necessitam tanto de recarga. Outra vantagem é que essa bateria de celular é mais leve, o que possibilita ter modelos mais modernos, e celulares cada vez mais finos.

Contudo, muita gente ainda se pergunta: a bateria de celular vicia, ainda? Preparamos uma explicação rápida para você entender como isso funciona.

Os primeiros celulares tinham baterias de níquel cádmio (NiCd). Ela foi o primeiro modelo de pilha ou bateria recarregável a ser desenvolvida. Muita evolução para a época. Mas, logo a insatisfação tomou conta, e ela saiu de linha, dando lugar à bateria de níquel (NiMH). Essa segunda era um pouco melhor, mas as duas sofriam de um problema conhecido como "efeito memória", em que a bateria viciava: ela perdia a carga depois de passar por várias recargas incompletas. Isso acontecia quando, por falta de tempo e paciência, colocava-se o aparelho na tomada, sem a bateria de celular estar totalmente descarregada.

A bateria ideal para seu celular

Sem tempo a perder, o consumidor exigente ganhou uma bateria de celular que atende às necessidades de uma vida corrida, sem espaço para falhas. Foi aí que chegou ao mercado as baterias de lítio (Li-Ion).

Smartphones com bateria de lítio

Essa bateria para celular não sofre com o "efeito memória", e pode ser recarregada a qualquer hora, sem precisar esperar pela carga total. É raro encontrar modelos novos com baterias NiCd, mas ainda acontece. No entanto, alguns smartphones bem conhecidos no mercado, como um Samsung Galaxy ou um iPhone, possuem baterias de lítio.

Mesmo com as baterias de lítio é aconselhável seguir alguns cuidados para prolongar o tempo de vida útil. O ideal é fazer ciclos reguláveis de carga e descarga. Porém, não existe mais a necessidade da primeira recarga da bateria para celular durar 24h. Essa regra era usada para as baterias de NiCd. As de lítio fogem dessa prática. Mas, é sempre bom conferir no manual do aparelho o que o fabricante sugere.

Outro ponto importante é sobre os smartphones. Como os recursos desses aparelhos aumentaram muito, com internet, jogos, vídeos em alta definição e muitos aplicativos, é normal que a bateria do celular dure menos. Os smartphones mais avançados do mercado, como por exemplo um smartphone 3G ou um smartphone 4G, possuem baterias com duração média de 1 dia de uso. Algumas dicas são importantes, como ligar a internet somente quando for usar ou desligar as notificações constantes das redes sociais. De qualquer forma, vale lembrar que qualquer bateria de smartphone tem uma duração que não é muito longa.

Bom, se você é daqueles que passa bom tempo do dia usando um smartphone, já sabe como é chato quando a bateria do celular deixa a gente na mão. Mas, se você não abre mão de ter um aparelho cheio de recursos, certamente reconhece o quanto um smartphone é bastante útil no dia a dia.

Top 5 em celular e smartphone