Mulher em cima de uma bicicleta elétrica

Bicicleta elétrica: comprar vale a pena? É mais sustentável?

A bicicleta elétrica pode ser uma ótima alternativa para o transporte e deslocamento diário - mas ela é mesmo sustentável? A gente te explica!

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

As bicicletas são uma ótima opção para cuidar da saúde e realizar o deslocamento no dia a dia. Não dá pra negar que elas são soluções perfeitas para quem quer substituir o carro, moto ou ônibus para ir ao trabalho, por exemplo. Mas você já parou para pensar que a bike também pode ser uma aliada do meio ambiente? Aliás, há tipos de bicicletas, como a bicicleta elétrica, que são bem modernos, mas não deixam de lado sua contribuição com a natureza.

Por não usar nenhum tipo de combustível fóssil, a bike elétrica não libera monóxido de carbono na atmosfera, preservando o planeta. Assim, em comparação com o uso de carros e motos, ela acaba sendo uma opção de transporte sustentável e rápido para curtas e médias distâncias no dia a dia. Mas será que vale a pena comprar? E ela é mesmo tão ecológica assim?

Convidamos o personal Lucas Moreira para ajudar a responder essas e outras perguntas que passam na cabeça dos usuários ao procurar por uma bicicleta elétrica barata e sustentável. Veja só a matéria aqui embaixo.

Está em busca da melhor bicicleta elétrica de 2021? Veja aqui nossa lista com 5 modelos para comprar!

Homem parando bicicleta na rua
A bicicleta elétrica pode substituir meios de transporte convencionais para ir ao trabalho (Foto: Reprodução/Shutterstock)

Bicicleta elétrica: essa opção de transporte é mesmo sustentável?

A bicicleta elétrica é considerada uma solução de transporte inteligente e barata - se você for comparar com um carro ou uma moto. No dia a dia, ela ajuda na diminuição dos constantes engarrafamentos nas grandes cidades, assim como também colabora com a redução da poluição sonora e ambiental.

Isso porque, além de silenciosa, a bike elétrica não utiliza combustível fóssil para se locomover, nem mesmo na partida, e assim não libera aquela famosa fumaça tóxica na atmosfera. O motor instalado na roda traseira é alimentado por uma bateria que trabalha com energia elétrica e pode ser recarregada em qualquer lugar, pois é removível. Além disso, ela não utiliza óleo ou e fluídos hidráulicos, o que significa menos toxinas na rede de água e esgoto.

No entanto, se a sua ideia for uma opção realmente sustentável, o personal trainer lembra que as bikes tradicionais ainda ganham a disputa. Embora elas exijam mais esforço do usuário no dia a dia e sejam mais simples, elas são também os modelos mais sustentáveis possíveis.

"Mesmo não utilizando combustível, a bicicleta elétrica, como o nome já diz, necessita de energia elétrica para funcionar. E a produção de energia elétrica também traz danos ao meio ambiente, portanto a bicicleta tradicional, por ser movida apenas pela tração mecânica de quem pedala, é a mais ecológica", destaca Lucas.
Uma bicicleta elétrica desenhada no asfalto
A bicicleta elétrica ajuda a economizar e cuidar da saúde (Foto: Reprodução/Shutterstock)

Quais são as vantagens da bicicleta elétrica?

Pesquisando dá para ver que uma bicicleta elétrica barata gira em torno de 2 mil reais - enquanto os modelos mais robustos e completos podem chegar (ou passar) de 10 mil. Tudo isso para dizer que, sim, uma bike elétrica é um investimento. Mas ela pode ser um investimento vantajoso.

Se você quer trocar meios de transporte convencionais por essa opção, a maior vantagem da bicicleta elétrica é o custo. Ou seja, é a opção ideal para os motoristas preocupados com o aumento do preço dos combustíveis. A bike elétrica gasta em torno de R$0,02 por quilômetro rodado. Alguns modelos, os que utilizam baterias de lítio, podem percorrer até 40 quilômetros sem precisar de recarga.

"Estamos falando de uma economia financeira, já que ela é bem mais barata que motos e carros, e não usam gasolina, que está tão cara atualmente", destaca Lucas.

Além disso, outras vantagens são mais conhecidas: é uma opção saudável (afinal, mesmo com um motor, a bicicleta elétrica não elimina a necessidade de pedalar), oferece mais mobilidade e facilidade para estacionar e, bom, custam bem menos do que um carro novo, não é mesmo? Por fim, Lucas Moreira ainda reforça sobre a qualidade de vida.

"Vale destacar principalmente a economia de tempo, já que não vai ficar preso em engarrafamentos e vai se deslocar mais rápido em comparação com as bicicletas comuns. Além de não se desgastar tanto como quando tem que pedalar", destaca.

O que pensar antes de comprar uma bicicleta elétrica?

Mas, para ter uma bike elétrica, é preciso ter cuidado. Utilize sempre capacete e acessórios de segurança, como sinaleiras, farol e retrovisores para evitar acidentes. É preciso também prestar atenção à velocidade, já que ela pode atingir até 25 km/h. Alguns modelos, quando percebem que a velocidade máxima foi ultrapassada, desligam o motor e o passeio passa a ser controlado pelo condutor.

A bateria, após não aguentar mais cargas, pode ser reciclada. Além disso, nem a bateria e nem o motor liberam odores ou barulhos durante e após o uso. Enfim, tanta tecnologia e vantagens ecológicas fazem da bicicleta elétrica um meio de transporte adequado a muitas pessoas.

E aqui ainda vai uma grande dica: esteja por dentro das leis de trânsito e não se esqueça de que a bicicleta elétrica precisa ser usada com total segurança, tanto para você quanto para pedestres e outros meios de transporte que estão nas ruas. Sendo assim, se você quiser comprar uma bike desse tipo, veja no órgão da sua cidade como é a regulamentação da bicicleta elétrica, para você andar por aí numa boa.

Mulher empurrando a bicicleta elétrica na faixa de pedestres
Entenda como escolher uma bicicleta elétrica para uso no dia a dia (Foto: Reprodução/Shutterstock)

Qual bicicleta elétrica escolher?

Diversas marcas investem em bicicletas elétricas, e aqui no site você pode conferir diversos modelos como, por exemplo, umaSousa Motors Aro 24 ou uma Caloi E-Vibe Easy Rider Aro 27.5. Na hora de decidir pela bike, no entanto, vale lembrar da dica do personal.

"É importante considerar detalhes como o tipo de motor (com pedelec ou acelerador embutido), autonomia e tempo de carga da bateria. Também é bom que tenha um painel com mostrador de nível de bateria e velocidade, além de garantia do fabricante", lembra Lucas.

Se tiver algum problema na hora de escolher o tamanho da bicicleta elétrica, a dica é tirar as dúvidas neste link aqui e descobrir qual bike é ideal para a sua altura. Agora é só você comprar uma dessas e garantir que a sua locomoção pela cidade seja ainda uma aliada do meio ambiente.