Zoom indica em Celular e Smartphone

Os 10 celulares mais vendidos em setembro de 2019: Xiaomi ganha território

Redmi Note 7 lidera ranking de smartphones mais buscados no Zoom pelo terceiro mês consecutivo.

Celular
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

O Xiaomi Redmi Note 7 é, novamente, o celular mais vendido do mês, de acordo com os dados do serviço comparador de preços do Zoom. No topo do ranking desde julho deste ano, o smartphone chinês ganha companhia de mais dois modelos Xiaomi em setembro de 2019: o Mi 9T, com câmera pop-up, e o Redmi 7, um aparelho mais básico da fabricante.

As outras marcas no Top 10 dos smartphones mais buscados são Samsung – que além da nova linha Galaxy A, emplaca também o top de linha do ano passado, Galaxy S9 – e Motorola, com o mais básico Moto G7 Play.

Leia também: Redmi Note 7 vale a pena? Conheça ficha técnica e preço do celular Xiaomi

Os 10 celulares mais vendidos em setembro de 2019
Modelo Média do menor preço (período: 01/09/2019 a 30/09/2019)
1. Xiaomi Redmi Note 7 R$ 943,35
2. Samsung Galaxy A30 R$ 926,00
3. Samsung Galaxy A50 R$ 1.239,20
4. Samsung Galaxy A20 R$ 740,90
5. Samsung Galaxy A10 R$ 399,90
6. Samsung Galaxy A70 R$ 1.699,10
7. Moto G7 Play R$ 615,00
8. Xiaomi Mi 9T R$ 1.628,57
9. Xiaomi Redmi 7 R$ 893,00
10. Samsung Galaxy S9 R$ 1.945,65

 

Redmi Note 7 XiaomiFoto: Redmi Note 7 é o celular mais buscado em setembro. Créditos: Reprodução/Shutterstock

Xiaomi ultrapassa Motorola e é a segunda marca mais buscada no Zoom

Enquanto a Samsung se mantém sólida como a marca mais buscada no ranking dos 10 celulares mais vendidos no Zoom, a Motorola perde espaço para a Xiaomi. A movimentação representa a guinada da marca chinesa na preferência dos brasileiros que procuram bons celulares a um preço mais em conta (perfil dos consumidores que comparam preços antes de comprar um novo aparelho).

A Motorola, em 2019, emplacou nada menos que oito smartphones que contemplam os segmentos de entrada, intermediário e intermediário premium. Sem celulares avançados para brigar com os topo de linha da Samsung, Xiaomi e Apple, a marca ainda foca em se manter como referência no mercado de aparelhos com custo mais acessível, mas se arrisca também ao lançar modelos por R$ 2 mil ou mais com a linha MotorolaOne.

 

G7 PlayFoto: Moto G7 Play é o modelo mais básico da família Moto G7. Créditos: Ana Marques/Zoom

 

A Xiaomi, por sua vez, retornou ao Brasil em maio por meio da parceria com a DL Eletrônicos. A volta da marca ao país aqueceu também a venda de produtos importados (com melhor custo-benefício), que já era significativa antes do anúncio, mas tomou proporções ainda maiores ao longo do ano. Os riscos de comprar esses produtos, no entanto, é mais alto. Entenda: Celular importado: dicas e cuidados antes de comprar e usar no Brasil

Considerando o panorama geral do mercado nacional, a Xiaomi é a quinta fabricante que mais vende no Brasil em setembro (com share de 4,22%), atrás de Samsung (44,23%), Motorola (22,94%), Apple (13,79%) e LG (7,66%). As informações são do serviço de análise StatCounter.

Em detalhes: conheça os celulares mais vendidos em setembro de 2019, no Zoom

1. Xiaomi Redmi Note 7 é o celular mais vendido em setembro de 2019

Desempenho avançado, câmera dupla com inteligência artificial e bateria para um dia inteiro: o Redmi Note 7 reúne tudo isso a um visual moderno, com notch em forma de gota e revestimento sofisticado. O preço médio de R$ 943,35 para a versão com 64 GB de armazenamento é um dos maiores atrativos do comércio eletrônico, especialmente movimentado pelas lojas de marketplace. As versões nacionais, no entanto, custam mais caro.

Vale o alerta: a garantia e a assistência técnica dos produtos Xiaomi no Brasil é restrita aos aparelhos trazidos para o mercado nacional pela DL Eletrônicos. Antes de comprar, peça a Nota Fiscal e comprove a homologação do smartphone.

Ficha técnica do Redmi Note 7:

  • Tela de 6,3 polegadas Full HD+ (2340 x 1080 pixels) (19,5:9)
  • Processador octa-core de até 2,2 GHz (Snapdragon 660)
  • Memória RAM de 3 GB ou 4 GB
  • Armazenamento de 32 GB, 64 GB ou 128 GB expansível via microSD de até 256 GB
  • Câmera traseira dupla de 48 MP (f/1.8) + 5 MP (f/2.2)
  • Câmera frontal de 13 MP (f/2.0)
  • Internet 4G, 3G e Wi-Fi
  • Dual chip
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Android 9.0 Pie

Voltar ao índice

2. Samsung Galaxy A30: tela Full HD+ e TV Digital

O Galaxy A30 é um intermediário da Samsung que faz parte da estratégia para substituir a antiga (e popular) linha Galaxy J. Ele tem tela grande, de 6,4 polegadas, e resolução Full HD+, além de TV digital integrada, que permite assistir à sua programação favorita dos canais de TV aberta em qualquer lugar, e sem consumir o pacote de dados móveis da sua operadora.

Além disso, a bateria de 4.000 mAh promete não te deixar na mão antes do final do dia. O desempenho deve dar conta das tarefas do dia a dia e até rodar alguns jogos dos jogos mais populares da Google Play Store (basta não abusar na hora de escolher as configurações).

Ficha técnica do Galaxy A30:

  • Tela de 6,4” Full HD+ (2340 x 1080 pixels) Super AMOLED
  • Processador octa-core de até 1,8 GHz
  • Memória RAM de 4 GB
  • Armazenamento de 64 GB expansível via microSD de até 512 GB
  • Câmera dupla traseira de 16 MP (f/1.7) + 5 MP (f/2.2)
  • Câmera frontal de 16 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Sistema operacional: Android 9 Pie
  • Leitor de digitais

Voltar ao índice

3. Samsung Galaxy A50: o melhor custo-benefício entre os celulares intermediários da marca

Processador veloz e eficiente, memória RAM de 4 GB, bateria de longa duração, câmera tripla e preço acessível fazem do Galaxy A50 o melhor intermediário da Samsung no quesito custo-benefício. O smartphone também traz TV Digital e conta com leitor de digitais sob a tela, que alia praticidade e segurança para o desbloqueio.

O display Super AMOLED Full HD+ permite uma visualização imersiva, com cores vivas e alto nível de detalhes, que promete agradar aos amantes de filmes, séries e jogos. Veja o nosso review completo do Galaxy A50.

Ficha técnica do Galaxy A50:

  • Tela de 6,4” Full HD+ (2340 x 1080 pixels) Super AMOLED
  • Processador octa-core de até 2,3 GHz
  • Memória RAM de 4 GB
  • Armazenamento de 64 GB expansível via microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira tripla de 25 MP (f/1.7) + 5 MP (f/2.2) + 8 MP (f/2.2)
  • Câmera frontal de 25 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Sistema operacional Android 9 Pie
  • Leitor de impressão digital sob a tela

Voltar ao índice

4. Samsung Galaxy A20: celular básico com tela Super AMOLED

A tela Super AMOLED do Galaxy A20 tem cores vivas e contraste intensos,além de ser mais econômica do que modelos IPS, porém a resolução HD+ adotada pela Samsung acaba deixando a desejar para usuários mais exigentes com reprodução de vídeos e jogos. Como a tela é grande, é fácil perceber a baixa resolução, que pode se traduzir em serrilhados e imagens menos nítidas do que a de modelos como Galaxy A30 e A50.

Vale a ressalva: com processador octa-core de até 1,6 GHz e memória RAM de 3 GB, esse não é o melhor modelo para quem curte games mobile ou usuários que costumam trabalhar com multitarefa. No entanto, a bateria deve aguentar um dia inteiro longe das tomadas, o que é uma boa notícia para quem passa muito tempo fora de casa.

Ficha técnica do Galaxy A20:

  • Tela de 6,4 polegadas HD+ (1560 x 720 pixels) Super AMOLED
  • Processador octa-core de até 1,6 GHZ
  • Memória RAM de 3 GB
  • Armazenamento de 32 GB expansível via microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira dupla de 13 MP (f/1.9) + 5 MP ultrawide (f/2.2)
  • Câmera frontal de 8 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Sistema operacional: Android 9 Pie
  • Leitor de digitais
  • Reconhecimento facial

Voltar ao índice

5. Samsung Galaxy A10: o “basicão” da Samsung

O Galaxy A10 não segue a tendência de câmeras múltiplas. Com apenas 13 MP na traseira e 5 MP na frontal, esse celular básico é para quem não tem muitas exigências em relação a fotos e recursos de câmera. Ele promete atender às necessidades básicas de usuários que usam o smartphone para navegar nas redes sociais, trocar e-mails e conversar via WhatsApp.

Sem leitor de digitais, o reconhecimento facial é o método biométrico escolhido pela Samsung para o modelo. Vale lembrar, porém, que o recurso é menos seguro do que o reconhecimento facial de celulares mais avançados, e também fica atrás do sensor de digitais nesse quesito.

Ficha técnica do Galaxy A10:

  • Tela de 6,2 polegadas HD+ (1520 x 720 pixels) TFT
  • Processador octa-core de até 1,6 GHz
  • Memória RAM de 2 GB
  • Armazenamento de 32 GB expansível via microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira de 13 MP (f/1.9)
  • Câmera frontal de 5 MP (f/2.0)
  • Bateria de 3.400 mAh
  • Reconhecimento facial
  • Sistema operacional: Android 9 Pie

Voltar ao índice

6. Samsung Galaxy A70: tela ‘gigante’ e vídeos em 4K

A tela de 6,7 polegadas fica atrás apenas do Galaxy Note 10 Plus em termos de tamanho. A tecnologia Super AMOLED do display e proporção próxima ao cinema (20:9) é uma boa pedida para quem gosta de assistir vídeos pelo celular, mas cabe a ressalva: a pegada de uma tela tão grande não é das melhores. O Galaxy A70 tem sensor de impressões digitais sob o display, porém o desbloqueio do aparelho não é tão veloz como no Galaxy S10.

O processador octa-core de 2 GHz e a memória RAM de 6 GB formam um ótimo conjunto para rodar até mesmo os jogos mais pesados da Play Store em alta qualidade. Além disso, esse é um modelo da linha Galaxy A que permite fazer gravações em 4K a 30 quadros por segundo, o que resulta em vídeos com alto nível de detalhes.

Ficha técnica do Galaxy A70:

  • Tela de 6,7” Full HD+ (2400 x 1080 pixels) Super AMOLED
  • Processador octa-core de até 2 GHz
  • Memória RAM de 6 GB
  • Armazenamento de 128 GB expansível via microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira tripla de 32 MP (f/1.7) + 5 MP (f/2.2) + 8 MP (f/2.2)
  • Câmera frontal de 32 MP (f/2.0)
  • Vídeo: 4K (2160p) @ 30fps
  • Bateria de 4.500 mAh
  • Sistema operacional Android 9 Pie
  • Reconhecimento facial
  • Leitor de impressão digital sob a tela

Voltar ao índice

7. Moto G7 Play: o melhor desempenho entre os ‘baratinhos’

Se você precisa economizar, mas ainda assim não abre mão de uma boa performance para jogatinas moderadas no dia a dia, o Moto G7 Play pode ser uma boa opção. Seu processador Snapdragon 632 octa-core de até 1,8 GHz é o mesmo presente na versão convencional do Moto G7.

No uso de apps pesados ou em multitarefa, é possível que você testemunhe mais engasgos, já que a memória RAM é de apenas 2 GB. A bateria do Moto G7 Play é de 3.000 mAh, o que indica que o celular deve resistir a uma jornada de trabalho longe das tomadas, mas sem muito fôlego além disso.

Ficha técnica do Moto G7 Play:

  • Tela de 5,7 polegadas HD+ Max Vision (19:9)
  • Processador Qualcomm Snapdragon 632 (octa-core de até 1,8 GHz)
  • Memória RAM de 2 GB
  • Armazenamento de 32 GB (expansível via microSD)
  • Câmera frontal de 8 MP (f/2.2)
  • Câmera traseira de 13 MP (f/2.0)
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Android 9.0 Pie
  • Leitor de digitais

Voltar ao índice

8. Xiaomi Mi 9T: celular Xiaomi com câmera pop-up

Esse celular é uma variante da linha Mi 9 com processador menos potente do que o top de linha da marca. Ainda assim, promete um ótimo desempenho em tarefas exigentes. O grande destaque fica por conta da câmera frontal pop-up de 20 MP, que fica escondida sob a tela, proporcionando maior aproveitamento do display, e aparece apenas quando a o modo de selfies é acionado.

Outros pontos positivos são a tela AMOLED Full HD+ com leitor de digitais embutido e a bateria de 4.000 mAh, que promete bom fôlego para uma jornada de trabalho longe das tomadas.

Ficha técnica do Xiaomi Mi 9T

  • Tela AMOLED de 6,39 polegadas Full HD+
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 730 (octa-core de até 2,2 GHz)
  • Memória RAM de 6 GB
  • Armazenamento de 64 GB ou 128 GB
  • Câmera frontal: 20 MP
  • Câmera traseira tripla:
    - Sensor principal de 48 MP
    - Lente grande-angular com sensor de 13 MP
    - Lente teleobjetiva com sensor de 8 MP
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Android 9.0 Pie
  • Leitor de impressões digitais

Voltar ao índice

9. Xiaomi Redmi 7, mas não confunda com o Note

Não é difícil confundir o Redmi 7 com o nosso primeiro colocado, o Redmi Note 7. Além do visual semelhante, para os mais desatentos, ambos têm câmera dupla. No entanto, o Redmi 7 é um celular menos avançado da Xiaomi que concorre na categoria do Moto G7 Play.

Alguns destaques ficam por conta da inteligência artificial para fotografias e da bateria de longa duração, com capacidade para 4.000 mAh. A tela tem resolução HD+ no formato 19:9, o que pode acabar resultado em imagens com serrilhados e pouco nítidas.

Ficha técnica do Redmi 7:

  • Tela de 6,26 polegadas HD+ (19:9)
  • Processador Qualcomm Snapdragon 632 (octa-core de até 1,8 GHz)
  • Memória RAM de 2 GB ou 3 GB
  • Armazenamento de 16 GB, 32 GB ou 64 GB
  • Vídeo: Full HD (1080p) @ 60 fps
  • Câmera frontal de 8 MP (f/2.0)
  • Câmera traseira de 12 MP (f/2.2) + 2 MP
  • Leitor de digitais
  • Reconhecimento facial
  • Bateria de 4.000 mAh

Voltar ao índice

10. Samsung Galaxy S9: o celular top de linha da Samsung em 2018

Apesar de ter sido lançado em 2018, o Galaxy S9 é um verdadeiro “mostro” em termos de desempenho, capaz de rodar qualquer aplicativo da Play Store sem nenhum problema. Além disso, esse smartphone manda muito bem nas fotos, mesmo com uma câmera única na traseira. A abertura de lente variável permite ter uma boa taxa de entrada de luz em ambientes claros ou escuros, favorecendo o resultado da captura em qualquer ambiente.

Ainda que sem notch ou outro recurso para aumentar o aproveitamento da tela, a tecnologia Super AMOLED, a resolução Quad HD+ e as bordas curvas entregam uma excelente experiência para filmes e jogos. Esse é um smartphone com ótimo encaixe nas mãos e design sofisticado.

Ficha técnica do Samsung Galaxy S9:

  • Tela de 5,8 polegadas Quad HD+ (2960 x 1440 pixels)
  • Processador Snapdragon 845 (octa-core de até 2,8 GHz)
  • Memória RAM de 4 GB
  • Armazenamento de 64 GB, 128 GB ou 256 GB
  • Câmera traseira de 12 MP (f/1.5-2.4)
  • Câmera frontal de 8 MP (f/1.7)
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Sistema operacional de fábrica: Android 8.0 Oreo, com atualização para Android 9 Pie
  • Leitor de digitais
  • Reconhecimento facial
  • Scanner de íris

Voltar ao índice

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone