A vida não está nada fácil para a Huawei. Recentemente, a empresa entrou para a lista negra do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, e como consequência empresas como Google, Microsoft, Intel, Qualcomm e Arm cortaram relações com a gigante chinesa. Mas como nada é tão ruim que não possa piorar, a onda de banimentos continua.

E agora A WiFi Alliance suspendeu o certificado da tecnologia wireless para a gigante chinesa.

Leia também: Caso Huawei: chinesa pode já ter um nome para o seu novo sistema operacional

Huawei

Interface da Huawei com base no Android pode ser substituída em breve - Foto: Ana Marques/Zoom

“A WiFi Alliance cumpre integralmente a recente ordem do Departamento de Comércio dos Estados Unidos sem revogar a associação à Huawei Technologies. A WiFi Alliance restringiu temporariamente a participação da Huawei Technologies em suas atividades, de acordo com o pedido”, diz a companhia, em comunicado, segundo o Nikkei Asian Review.

A Huawei pode continuar usando a tecnologia wireless, porém, temporariamente não conta com a certificação da WiFi Alliance, que é a responsável por testar e assegurar que os aparelhos funcionem no padrão estabelecido.

Suporte a cartões microSD também é suspenso

microSD Huawei

Suporte a cartões microSD também foi cortado nos celulares Huawei - Foto: Reprodução/Shutterstock

Outra empresa que se posicionou foi a SD Association, que é uma organização sem fins lucrativos e define os padrões de cartão de memória SD. Com essa restrição, a Huawei não pode ter mais essa tecnologia em seus aparelhos.

Algo que pode tranquilizar, dentro do possível, os consumidores da marca, é que chinesa já vem trabalhando em soluções para expansão de memória com o NM card. No entanto, ainda não é claro como a decisão pode afetar o desenvolvimento desta tecnologia.

Huawei no Brasil

O momento dessa crise não poderia ser pior para a Huawei, que acaba de voltar ao mercado nacional de celulares. Por aqui, a companhia comercializa os modelos P30 Pro e P30 Lite, oferecendo call center 24 horas e assistência técnica oficial, além de garantia estendida para o P30 Pro.

A notícia das restrições impostas pelo governo Trump à marca chinesa assustou alguns clientes, o que ocasionou desistências, segundo um report feito pelo TechTudo.

Em nota, a Huawei Mobile Brasil esclarece que “continuará a fornecer atualizações de segurança e serviços de pós-vendas para todos os produtos Huawei existentes no portfólio”. O perfil oficial Huawei Mobile BR também respondeu um usuário no Twitter afirmando que os produtos já vendidos e os disponíveis para a venda atualmente não serão afetados pela sanção dos EUA.

Leia também: