Produtos e novidades em Celular e Smartphone

Meizu 16th: celular chega ao Brasil com 8 GB de RAM e preço competitivo

Lançado na China em 2018, celular desembarca no mercado nacional em parceria com a Vi.

Celular
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

A fabricante chinesa Meizu traz ao Brasil mais um celular de seu portfólio, o Meizu 16th. A ficha técnica do smartphone chama atenção pelo processador Snapdragon 845 (o mais avançado da Qualcomm na época do lançamento, no último ano) e memória RAM de 8 GB, que deve garantir fluidez no uso de apps em segundo planos e na execução de tarefas pesadas.

O preço inicial do Meizu 16th no mercado brasileiro é de R$ 1.999, mesmo valor sugerido no lançamento de celulares intermediários premium deste ano, como Motorola One Vision e Samsung Galaxy A50. Vale ressaltar que o Meizeu 16th foi anunciado na China em 2018, mas só agora desembarca em solo nacional por meio da parceria com a distribuidora Vi.

Leia também: Os Melhores Celulares Chineses em 2019

Meizu 16thMeizu 16th tem leitor de digitais sob a tela - Foto: Divulgação/Meizu


As especificações do Meizu 16th ainda contam com tela de 6 polegadas Full HD+ (2160 x 1080 pixels), armazenamento de 128 GB e bateria de 3.010 mAh, quantidade que deve ser o suficiente para uma jornada de trabalho longe das tomadas.

O conjunto de câmeras promete bons resultados com câmera dupla traseira de 20 MP (f/2.6) + 12 MP (f/1.8) com estabilização óptica de imagem (OIS) – o que evita que os seus registros não saiam tremidos acidentalmente – e câmera frontal de 20 MP (f/2.0).

Ficha técnica do Meizu 16th:

  • Tela de 6 polegadas com resolução Full HD+
  • Processador Snapdragon 845 octa-core
  • 8 GB de memória RAM
  • 128 GB de armazenamento interno
  • Câmera dupla traseira de 12 MP (f/1.8) + 20 MP (f/2.6)
  • Câmera frontal de 20 MP (f/2.0)
  • Leitor de impressões digitais sob a tela
  • Bateria de 3.010 mAh
  • Android 8.1 Oreo

Polêmica entre Meizu e Anatel; entenda o caso

Os leitores mais ávidos pelo noticiário de tecnologia podem ter se deparado com a informação de que a Meizu se envolveu recentemente em uma polêmica por vender smartphones no Brasil sem homologação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De acordo com uma nota da distribuidora Vi enviada à imprensa, alguns celulares da fabricante chinesa ainda estão em processo de certificação junto à agência regulatória. Já a Anatel informa que apenas os modelos Meizu 5 Note e Meizu M5C estão devidamente homologados.

Segundo a Lei Geral de Telecomunicações (Lei nº 9.472/1997, art. 162), eletrônicos que acessem a rede celular não podem ser vendidos legalmente no Brasil sem a certificação da Anatel. O órgão é responsável por testes que garantem segurança e bom funcionamento dos aparelhos no território nacional. Celulares comercializados sem o selo da Anatel podem oferecer riscos à saúde do usuário ou mesmo deixar de funcionar com as redes de telefonia e tecnologias do país.

Na prática, é difícil encontrar celulares de marcas mais populares, como Xiaomi, Huawei e até a Meizu, bloqueados por não terem o selo da Anatel (com exceção de aparelhos piratas e/ou roubados). No entanto, cabe a ressalva de que comprar, vender ou usar eletrônicos não homologados configura um descumprimento da regulamentação e pode render multa de R$ 100 a R$ 3 milhões, a depender da natureza da infração.

 

Com informações: Anatel e Governo Federal


Leia também: Os Melhores Celulares Xiaomi em 2019

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone