Galaxy S10 5G: Samsung entra na corrida pela quinta geração de redes móveis

Versão do celular foi anunciada durante evento em São Francisco, mas ainda não tem preço revelado.

Galaxy S10 5G: Samsung entra na corrida pela quinta geração de redes móveis
Ricardo BergherEditor(a)

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

A Samsung anunciou seu primeiro smartphone compatível com a quinta geração de redes móveis na última quarta-feira (20), em São Francisco, Califórnia. O Galaxy S10 5G chegou ao lado de mais três membros da linha S10 – porém, diferentemente dos outros celulares, o Galaxy S10 5G ainda não tem preço ou data de lançamento.

Isso porque a internet 5G não é realidade na maioria dos países e, mesmo nos Estados Unidos, é uma tecnologia incipiente. Basicamente, a Samsung depende de que as operadoras disponibilizem as redes mais rápidas prontas para suportar o uso em celulares, algo que nem a Verizon (empresa americana parceira da Samsung no lançamento) tem ainda.

Linha Galaxy S10 tem quatro modelos

Lançamento do Galaxy Fold: Samsung anuncia seu primeiro celular dobrável

Além disso, existem controvérsias em relação a quando, de fato, as redes mais rápidas devem chegar aos consumidores. Enquanto a Samsung promete que o S10 5G será vendido ainda na primeira metade de 2019, a Verizon já comentou que tem planos de disponibilizar a tecnologia para 30 cidades americanas até o fim do ano.

Os impasses de comprar um celular compatível com 5G antes da chegada das redes 5G

Antes de tudo, é preciso reforçar que o Galaxy S10 5G que o Galaxy S10 5G será utilizável mesmo sem as redes 5G. Assim como acontece com o 4G atualmente, na ausência das redes mais rápidas, o celular é capaz de se conectar à geração anterior. Ou seja: você poderá continuar usando o padrão atual sem grandes problemas até que a internet mais rápida chegue à sua região.

Porém, quando falamos em mercado, a lógica é um pouco mais complexa do que isso. Em primeiro lugar: é pouco provável que a Samsung esteja disposta a vender o Galaxy S10 5G com um preço semelhante aos demais modelos da linha – afinal, em breve (mesmo que não tão breve) os outros aparelhos estarão definitivamente defasados.

Diante disso, a sul-coreana tem um grande desafio: vender sua nova linha Galaxy S10 sem 5G e, ao mesmo tempo, convencer o consumidor de que já é a hora de ter um celular 5G (possivelmente mais caro).

Lançamento da linha Galaxy S10

Internet 5G no Brasil

No Brasil, estamos ainda mais distantes desses problemas. Não é exatamente uma surpresa não haver previsão de chegada do Galaxy S10 5G por aqui. Ainda em 2018, quando começaram a surgir os burburinhos a respeito da nova geração de internet móvel, as operadoras brasileiras já manifestaram suas previsões de que, no nosso país, o 5G é um assunto para 2021, no mínimo.

Especificações do Galaxy S10 5G: um celular poderoso, no fim das contas

Apesar de todas as implicações a respeito da conectividade, o Galaxy S10 5G tem configurações de respeito. O celular traz tela AMOLED dinâmica de 6,7 polegadas e a maior bateria já vista em um smartphone da linha Galaxy S: 4.500 mAh, com carregador rápido de 25 W.

O poder de fogo também não decepciona: memória RAM de 8 GB e processador octa-core de 2,8 GHz ou 2,7 GHz, a depender do mercado. Já o armazenamento fica em 256 GB, sem a possibilidade de expansão via microSD.

As câmeras traseira e frontal ganham sensor de profundidade 3D que irão contribuir para um melhor aproveitamento de apps com recursos de Realidade Aumentada.

Confira as melhores ofertas para celulares Samsung no Zoom:

Leia também: