Celular Moto G9 Power em fundo cinza

Moto G9 Power: um celular Motorola de tela grande com ótima bateria

O Zoom testou o intermediário da Motorola que é focado no quesito bateria. Veja o que achamos do Moto G9 Power.

Gabriel FrickeEditor

Publicado e atualizado 16 min. de leitura.

Compartilhe:

O Moto G9 Power é um celular da Motorola que chegou ao mercado em dezembro de 2020. Nessa linha, a marca trouxe o G9 Play (básico), o Power (intermediário com foco em bateria) e o Plus (avançado). O destaque desse aparelho é a promessa de uma super bateria: são 6.000 mAh, algo que chama a atenção para um modelo nessa faixa, e que ainda tem carregamento rápido com o carregador TurboPower de 20W que vem na caixa. Nesse quesito, a fabricante acertou em cheio e cumpre o que promete. Vale lembrar que o Moto G9 convencional foi lançado na Índia em agosto de 2020, mas não chegou aqui no Brasil.

Além disso, o Moto G9 Power é um modelo que chama a atenção por sua tela grande. Trata-se de um display HD+, chamado de Max Vision pela Motorola. O problema é que nem sempre tamanho é o que mais importa: a resolução é um pouco baixa para as 6,8 polegadas (1640 x 720 pixels e 264 ppi), o que, por vezes, atrapalha na experiência. Fica a sensação de que poderia ser um pouco mais. O design é bem bonito, o acabamento é bom, e o conjunto triplo de câmeras na traseira entrega fotos boas para o dia a dia.

Nós, do Zoom, testamos o Moto G9 Power e, nesse review, trazemos para você nossas impressões sobre o celular da Motorola. Analisamos design e acabamento, a tela, o áudio, as câmeras, a bateria, e o desempenho do aparelho. É preciso levar em consideração que se trata de um modelo intermediário. É a chamada faixa do custo-benefício. Dependendo do seu uso e necessidade, esse pode ser o aparelho ideal para você. Dê um Zoom e confira abaixo nosso artigo completo.

Leia mais: Como avaliamos celulares? Entenda em detalhes nossos critérios para reviews

Moto G9 Power: celular da Motorola tem tela grande, mas resolução poderia ser melhor (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: celular da Motorola tem tela grande, mas resolução poderia ser melhor (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Se quiser dar uma olhadinha em outros celulares com bom custo-benefício, veja aqui! Há boas opções baratas também entre celulares da Motorola e smartphones da Samsung. Fizemos também uma lista bacana de intermediários (leia nesse link) e, por fim, de melhores de 2021 para comprar no Brasil. Caso busque bons preços, nossa matéria com os melhores de 2020 pode servir para você, já que muitos modelos estão mais barato e ainda são boas opções de compra.

Moto G9 Power: celular Motorola tem conjunto triplo de câmeras (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: celular Motorola tem conjunto triplo de câmeras (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Prós e contras do Moto G9 Power

Celular Motorola chama a atenção com ótima bateria

Prós: A linha Power tem como principal característica a bateria de longa duração. Nesse sentido, o Moto G9 Power, de fato, cumpre o que promete. O celular tem um componente de 6.000 mAh e vem com carregador de 20W (na caixa), além de oferecer modo de carregamento rápido eficaz. Outro ponto positivo está na tela grande, de 6,8 polegadas, que facilita a visualização de diversos tipos de conteúdos, desde filmes a redes sociais.

Considerando que é um smartphone intermediário, o G9 Power também chama atenção pelo design. O smartphone apresenta visual elegante e com bom acabamento. A câmera também está entre os pontos fortes do aparelho, que consegue produzir boas fotos para o dia a dia.

Moto G9 Power: testamos o aparelho da Motorola com bateria de 6.000 mAh (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: testamos o aparelho da Motorola com bateria de 6.000 mAh (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Contras: A tela grande do Moto G9 Power é uma das suas características positivas. No entanto, o aparelho deixa a desejar na resolução baixa (HD+), que acaba prejudicando a qualidade de alguns conteúdos. Com um display tão grande, a Motorola poderia ter investido em uma resolução maior. Além disso, o celular é pesado, provavelmente, por conta da bateria poderosa. Isso acaba deixando a pegada para quem tem mãos pequenas desconfortável.

Outro ponto que poderia ser melhorado é a qualidade de som, visto que o aparelho vem com áudio mono e acompanha um fone de ouvido bem básico. Os usuários mais audiófilos certamente vão sentir falta de um áudio estéreo e possivelmente terão que comprar um fone de ouvido por fora para melhorar a experiência.

Veja as melhores ofertas do Moto G9 Power no Zoom:

Review em vídeo

Veja também nosso Review em 1 Minuto no canal do YouTube para conhecer mais detalhes do Moto G9 Power:

O que vem na caixa do Moto G9 Power

Celular Motorola traz boa quantidade de acessórios

O Moto G9 Power traz alguns acessórios, como carregador, fone de ouvido e até capinha de silicone, que ajuda a proteger o aparelho. Veja o que vem na caixa do smartphone:

  • Carregador TurboPower de 20W;
  • Cabo USB-C;
  • Fone de ouvido;
  • Capa protetora;
  • Ferramenta de remoção de chip;
  • Kit de manuais.
Moto G9 Power: entre os acessórios, está carregador Turbo Power de 20W (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: entre os acessórios, está carregador Turbo Power de 20W (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Ficha técnica do Moto G9 Power

Veja abaixo as especificações do celular Motorola

Gosta dos celulares da Motorola? Conheça os melhores modelos para comprar atualmente e os mais baratos da marca.

Design e acabamento do Moto G9 Power

Acabamento em plástico, mas celular Motorola tem design bonito

O Moto G9 Power tem um acabamento em plástico, algo bem comum na faixa dos intermediários, contudo, a fabricante teve bastante cuidado com o design. É um aparelho bem bonito: as cores disponíveis são bacanas (o Zoom recebeu o verde pacífico que, além de bem elegante, foge do comum). A câmera frontal é bem discreta no canto da tela, ou seja, garante um bom aproveitamento juntamente com as bordas finas.

Moto G9 Power: design e acabamento do Motorola são bons (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: design e acabamento do Motorola são bons (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Chama a atenção a traseira do celular, que tem o conjunto triplo de câmeras e o flash LED no canto dentro de um quadrado, fora a marca da Motorola em um círculo central com o leitor de digitais (algo clássico da fabricante), e linhas que, dependendo de como a luz bate no smartphone, criam reflexos interessantes. Ele ficou bem parecido com o Moto G9 Plus, avançado dessa linha (veja ofertas abaixo).

Para quem tem mãos pequenas, o celular pode ser grande demais com seus 174,2 mm (altura) x 76,8 mm (largura) x 9,7 mm (profundidade). Segurá-lo na horizontal, por exemplo, para jogar, pode ser uma experiência um pouco desconfortável tanto pelo tamanho quanto pelo peso (221g, bem pesado em comparação com outros modelos). Além disso, se o bolso da calça ou da bermuda não for profundo, o Moto G9 Power certamente ficará para fora. A pegada vertical também pode ser um pouco incômoda, mas esse tamanho também passa a impressão de ser um celular top.

Moto G9 Power é um aparelho para quem curte celular grande (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power é um aparelho para quem curte celular grande (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Do lado direito, o Moto G9 Power conta com botões de aumentar/diminuir volume, além de um para bloqueio/desbloqueio de tela que, se for pressionado por alguns segundos, desliga o aparelho. Na esquerda, está a bandeja de SIM card e cartão de memória e, logo abaixo, um botão que ativa o Google Assistente (saiba mais sobre ele), algo que consideramos ser bem bacana. Na parte inferior, tem uma entrada USB Tipo-C, fora o alto-falante mono. No topo, uma entrada 3.5 mm para o fone de ouvido. Nesse local, há também um microfone.

Tela do Moto G9 Power

Celular Motorola possui display de 6,8 polegadas

A tela do Moto G9 Power é enorme: são 6,8 polegadas. Em comparação com o iPhone 12 Pro, um dos tops de linha da Apple, por exemplo, que tem 6,06 polegadas, é uma diferença grande (veja na foto abaixo). Chegamos a compará-lo, por exemplo, com um e-reader Kindle Paperwhite, e o Motorola consegue ser maior. Para quem deseja um telão, é, sem dúvidas, um celular indicado. Entretanto, não se mede a qualidade de uma tela somente pelo tamanho. E é nisso que o Motorola deixa um pouco a desejar.

Moto G9 Power ao lado do e-reader Kindle Paperwhite (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power ao lado do e-reader Kindle Paperwhite (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Esse display é o Max Vision, um IPS LCD. Em modelos intermediários, já dá para encontrar AMOLED, LED ou OLED, por exemplo. Essa característica o aproxima de celulares básicos. A ideia por trás disso é para priorizar a principal característica do celular: gastar menos bateria.

De um lado, o Motorola Moto G9 Power. Do outro, o iPhone 12 Pro (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
De um lado, o Motorola Moto G9 Power. Do outro, o iPhone 12 Pro (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Por se tratar de um telão, a resolução poderia ser maior, até para oferecer uma experiência melhor para assistir vídeos, ver filmes e jogar. Uma crítica se dá pelo fato de que o modelo anterior, o Moto G8 Power, tinha uma tela Full HD+, ou seja, a Motorola regrediu nesse aspecto no aparelho que testamos. Particularmente, seria interessante rodar vídeos em 1080p (1920 x 1080 pixels).

Moto G9 Power: resolução da tela poderia ser maior (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: resolução da tela poderia ser maior (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Ao menos, o tamanho compensa a experiência, e o padrão 20:9 dá uma experiência de cinema: se você rodar um vídeo ultra-wide, as bordas pretas serão quase mínimas, então ele ocupará quase todo o espaço da tela. A câmera frontal, bem discreta, fica com o vídeo rodando por trás também, ou seja, as "fronteiras" dela não impossibilitam que as imagens fiquem expandidas até o cantinho dele, e isso é bacana. Em termos de brilho, ele é satisfatório à noite, mas, em dias com sol mais forte, fica um pouquinho abaixo do esperado, e a visualização não é tão boa com luz solar em cima.

Moto G9 Power: um celular com tela gigante (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: um celular com tela gigante (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Câmeras do Moto G9 Power

Celular Motorola entrega fotos satisfatórias para o dia a dia

Mesmo não sendo um celular focado em fotos, o Moto G9 Power não faz feio nesse quesito. A conclusão durante nossos testes é de que o celular da Motorola entrega de maneira satisfatória em fotos do dia a dia, usadas para postar em redes sociais, por exemplo. E isso mesmo em condições onde a luz não é das melhores.

Moto G9 Power: fotos à luz do dia são satisfatórias (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: fotos à luz do dia são satisfatórias (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Durante o dia, o smartphone que tem câmera tripla de até 64 MP, proporciona cores bem destacadas e boa definição nas imagens. O Quad Pixel (que une 4 pixels em um e, consequentemente, registra cliques mais nítidos), certamente ajuda.

Moto G9 Power: lente macro traz resultados bons (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: lente macro traz resultados bons (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: lente macro tira registros de objetos bem de perto (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: lente macro tira registros de objetos bem de perto (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Um destaque vai para a lente macro de 2 MP, usada para fazer cliques de objetos que estão muito próximos. Sentimos falta de uma lente ultra-wide que pudesse dar um campo maior para os cliques, e que é algo comum em outros intermediários, mas, dependendo do seu uso, isso não será um problema.

Moto G9 Power: foto com zoom perde qualidade (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: foto com zoom perde qualidade (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Como ponto negativo nas fotos durante o dia, está o zoom. Em 2x, as imagens já ficaram pixeladas demais. Acima disso, as fotos ficaram praticamente sem nitidez. Além disso, em ambientes internos com luz artificial o resultado não é o mesmo também. Por outro lado, há que se elogiar o Modo Retrato, que desfoca o fundo das fotos e tem um resultado bem bacana. Existe também a possibilidade de tirar foto panorâmica. O resultado foi mediano em luz diurna, com o fundo um pouquinho estourado, mas a ferramenta em si é boa e fácil de usar.

Moto G9 Power: Modo Retrato desfoca o fundo e é bem bacana (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: Modo Retrato desfoca o fundo e é bem bacana (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

À noite, há duas experiências contrastantes: com o Modo Noturno e sem ele. Ao optar por tirar fotos sem esse recurso ativado, o que se tem são imagens ruins, bem granuladas. O Modo Noturno, por outro lado, compensa a falta de luz e entrega imagens bonitas, amenizando os ruídos. Se há algo a falar sobre essa função é que é preciso manter as mãos estáveis por muito tempo até que o clique seja feito (cerca de 8 segundos nos testes realizados), o que pode ser incômodo para alguns.

Moto G9 Power: foto sem Modo Noturno (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: foto sem Modo Noturno (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: fotos como Modo Noturno ganham qualidade na luz baixa (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: fotos como Modo Noturno ganham qualidade na luz baixa (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Mesmo não entregando a mesma qualidade que as fotos com as câmeras frontais em termos de nitidez, o Modo Noturno para selfies ameniza um pouco o granulado e clareia a imagem em um bom nível. Algo legal com a câmera frontal, aliás, é que ela fica com uma bolinha em seu entorno na tela para que a pessoa saiba para onde olhar.

Moto G9 Power: Modo Noturno clareia selfies à noite amenizando os ruídos (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: Modo Noturno clareia selfies à noite amenizando os ruídos (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Levando em conta que ela é muito discreta, isso foi um recurso bem pensado pela fabricante. Outra ferramenta interessante é a Google Lens, um aplicativo de reconhecimento de imagem desenvolvido pela Google e disponível nesse aparelho que disponibiliza informações sobre o que é visto na foto, como, por exemplo, uma cadeira.

Moto G9 Power tem recurso Google Lens (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power tem recurso Google Lens (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Voltando às fotos à noite, o único problema é que, mesmo tendo sido tiradas no Modo Noturno, o pós-processamento da Motorola saturou demais os resultados dos cliques. Registros feitos à noite, muitas vezes ficaram parecendo que tinham sido tirados no fim da tarde. O céu, por exemplo, clareou demais. Consideramos que, apesar de não ser um aparelho focado em fotografia, o Moto G9 Power conta com um bom conjunto de câmeras que, somado às funções existentes, tem entrega satisfatória.

Moto G9 Power: foto no modo normal em dia nublado (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: foto no modo normal em dia nublado (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Leia mais: Melhor câmera de celular em 2021: 7 opções de celular bom para tirar fotos

Bateria do Moto G9 Power

Celular Motorola tem 6.000 mAh

Da linha G8 para a G9, foi um salto de 1.000 mAh. Ou seja, é bateria para ninguém botar defeito. Esse é, certamente, o maior trunfo do Moto G9 Power. A Motorola prometeu 60h para "usuário regular em um perfil de uso misto, que inclui tempo de uso e de espera, em condições ótimas de rede".

A própria fabricante afirma que isso pode variar. Mas, para utilização mais básica em tarefas diárias, apps como redes sociais e para ver alguns vídeos, de fato, ele consegue segurar muito tempo. Além disso, se precisar ser carregado, demorará poucas horas de 0 a 100, principalmente por conta do modo rápido de carregamento e do carregador de 20W Turbo Power.

Moto G9 Power: bateria gigante é destaque (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power: bateria gigante é destaque (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Em nossos testes, percebemos que a bateria realmente entrega o que promete. Foram 12h com vídeos rodando sem interrupção, além do Wi-Fi e do Bluetooth ligados e da tela em brilho máximo. Em uso moderado (redes sociais, e-mail e brilho alto), foram pouco mais de dois dias longe das tomadas. Chamou a atenção também o carregamento rápido: de 0 a 100% em cerca de 2h. Ou seja, a bateria é realmente o diferencial do Moto G9 Power.

Em busca de um celular com bateria poderosa? Veja os modelos com maior autonomia e os intermediários com boa bateria.

Desempenho do Moto G9 Power

Celular Motorola é equipado com Snapdragon 662

O processador desse celular é um Snapdragon 662 (saiba mais sobre isso). O octa-core até 2 GHz é condizente com um aparelho intermediário. Poderia ser de uma série superior para obter mais desempenho, mas, novamente, o celular cumpre sua proposta de foco em bateria. Certamente, se apostasse em um mais avançado, aumentaria também seu consumo de energia, o que fugiria de seu objetivo.

Moto G9 Power não foi mal com jogos (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power não foi mal com jogos (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Confira também: Qual o melhor processador para celular?

Testamos o celular primeiro rodando o "Asphalt 9 Legends", jogo de carros, pede pelo menos 2 GB RAM e, levando em conta os 4GB de memória RAM do Moto G9 Power e seu chipset, o game fluiu bem, sem travamentos. Após o Asphalt 9 Legends, resolvemos passar para o Call of Duty. A experiência não foi tão fluida quanto no jogo anterior: as telas de carregamento demoraram um pouco. A inicialização do próprio aplicativo também. E, nas cenas pré-jogo, aconteceram alguns engasgos. Mas no jogo em si, tudo ok. Foi possível jogar sem travamentos.

Moto G9 Power tem um bom desempenho em tarefas diárias e é bem bonito (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power tem um bom desempenho em tarefas diárias e é bem bonito (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

Na hora de inicializar aplicativos e fechar várias janelas abertas, o Motorola foi bem rápido também. O sistema Android 10 fluiu bem, e a fabricante ainda promete que esse aparelho terá suporte para atualização para Android 11. Ou seja, um outro ponto positivo.

Algo bacana é o armazenamento interno de 128 GB, o suficiente para guardar muitas fotos, muitos vídeos e atualizar seus aplicativos com tranquilidade por muito tempo. Além disso, ele também tem suporte para uso de cartão de até 512 GB caso você precise de mais espaço. Esse quesito, com certeza, pesa a favor do Moto G9 Power, sobretudo porque é comum encontrar intermediários com 64 GB. Um ponto negativo desse aparelho é a falta de NFC, ou seja, não dá para fazer pagamentos por aproximação usando apps como Google Pay.

Áudio do Moto G9 Power

Celular Motorola não possui alto-falantes estéreos

Na parte de áudio, para um intermediário, esperava-se que o Moto G9 Power tivesse ao menos alto-falantes estéreos. Contudo, o que se encontra nele é um mono. O som não chega a ser um grande problema, mas não é tão cristalino ao ver vídeos, por exemplo. Sem o uso de fones de ouvido e no som máximo, as canções podem ficar um tanto quanto estouradas.

Moto G9 Power não tem uma experiência de áudio de alta qualidade (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)
Moto G9 Power não tem uma experiência de áudio de alta qualidade (Foto: Gabriel Fricke / Zoom)

O acessório que vem na caixa é bem básico (lembrando que a entrada de 3,5mm fica em cima). Ou seja, está longe de ser o melhor aparelho para quem deseja reproduzir músicas. Se você deseja esse tipo de uso, pode complementar a compra de seu celular Moto G9 Power com um fone de ouvido para celular (leia nosso artigo) ou headphone Bluetooth (clique aqui para ver nossa lista).

Custo-benefício do Moto G9 Power

O Moto G9 Power chegou ao Brasil com um valor em torno de R$ 1.900. Nas ofertas do Zoom colhidas no dia 29 de março, o melhor preço é R$ 1.394,10. Se em seu lançamento em dezembro de 2020 o valor era extremamente alto para um aparelho focado somente em entregar uma ótima bateria, atualmente trata-se de um modelo com um custo-benefício relativamente bom para um intermediário. Mas há opções com valores próximos que, no geral, são melhores.

Acessórios disponíveis

Como já explicamos, o fone que acompanha o Moto G9 Power não é muito bom. Por isso, provavelmente, você vai ter que comprar um fone de ouvido por fora. A gente recomenda que você dê uma olhada nessa lista com os melhores fones para usar no celular. Para quem prefere um dispositivo com Bluetooth, a dica é conferir as seleções com os melhores fones e headphones.

Embora já venha com capa, outro acessório fundamental para manter o Moto G9 Power protegido é uma boa película. Por isso, vale a pena das uma olhada nos melhores modelos à venda aqui no Zoom. Se você quiser uma case personalizada, confira as capinhas mais bonitas para o aparelho. Outra dica é comprar uma capa à prova d'água para usar o celular na praia ou piscina, visto que ele não tem certificação IP.

Produtos similares

Caso você esteja em busca de um celular que entregue fotos de alta qualidade, pode dar uma olhada no Galaxy A51. É preciso levar em conta que o aparelho da Samsung custa um pouco mais que o Motorola – cerca de R$ 200 – mas apresenta um conjunto quádruplo de câmeras traseiras, bons recursos como o Live Focus (usuário pode ajustar o desfoque antes de tirar a foto), faz gravações em 4K e conta com câmera frontal de 32 MP (16 a mais que o Moto G9 Power).

Se a questão da bateria é realmente importante para você, pode optar também pelo Galaxy M31, que também tem 6.000 mAh de bateria (e carregamento turbo com carregador de 15W), mas possui câmera quádrupla, além de uma tela com resolução Full HD+ de qualidade AMOLED. Outra vantagem é a memória RAM, de 6 GB, ou seja, 2 GB a mais que o Moto G9 Power. Ou seja, nossa conclusão é de que só vale apostar no Motorola caso não seja possível investir um pouco mais em outro modelo para ter um melhor retorno em desempenho, fotos e qualidade de tela.

Conclusão

Em uma escala de 5 a 10 (onde 5 representa aparelhos em que não vale a pena investir, e 10 significa um smartphone incrível, sem pontos negativos), a nota final do Zoom para o Moto G9 Power é 8.00. Nessa gradação, encontram-se modelos muito bons, com mais pontos positivos que negativos. Ou seja, vale a pena!

O Moto G9 Power é um bom celular intermediário, principalmente, para quem busca bateria de longa duração. Além disso, ele chama atenção pelo design elegante e tela grande, apesar da resolução baixa. O desempenho é satisfatório para rodar aplicativos do dia a dia, assim como as fotos produzidas pela câmera tripla. Considerando a queda de preço que o smartphone já teve desde seu lançamento, consideramos que a compra vale a pena.

Notícias relacionadas ao Moto G9 Power

Está em busca de um celular? Crie um Alerta de Preço e receba notificações quando o aparelho chegar ao valor que deseja pagar. Veja como fazer no nosso canal do YouTube abaixo:

Leia também: