Entenda antes de comprar em Celular e Smartphone

O que é eSIM?

Tecnologia traz chip de dados integrado à placa-mãe do celular.

eSIM
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

A sigla eSIM, em inglês, significa Embed Subscriber Identity Module, em português, módulo embutido de identidade do assinante.

Assim como o chip comum, que você já conhece, é um pequeno cartão que contém as informações de identificação do usuário, permite a comunicação entre dispositivos, armazena dados como agenda, informações de planos e preferências.

A diferença é que o eSIM, como o próprio nome explica, é embutido no aparelho celular. Ou seja, soldado diretamente na placa-mãe do dispositivo e não é possível retira-lo.

Leia também: PowerShare: conheça o recurso de carregamento reverso do Galaxy S10

As vantagens dessa nova tecnologia, é que por ser acoplado ao celular, torna-se mais confiável e menos propenso a sofrer falhas. Por seu tamanho reduzido, cerca de 6 x 5 x 1 mm, também é facilmente inserido em dispositivos menores.

Além disso, com a evolução da tecnologia no mercado, o eSIM facilitaria a portabilidade tornando-a mais fácil, rápida e conveniente sem restrições entre operadoras e até mesmo sem a necessidade de ir até uma loja física; permitiria o uso de mais números no mesmo dispositivo e em uma viagem ao exterior não seria necessária a compra de um novo cartão SIM, bastando contratar um plano em uma operadora local, evitando também taxas de roaming; e em caso de roubo de um aparelho, também impossibilita a retirada do chip para inibir localizadores.

eSIMDiferenças de tamanho dos chips Micro SIM, Nano SIM e eSIM – Foto: Reprodução/Shutterstock

As desvantagens, no momento, são que o eSIM ainda não está disponível em todos os aparelhos. A tecnologia já está presente nos iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max, da Apple, mesmo assim nem todos os usuários podem usufruir do novo recurso. Isso porque para utilizar o eSIM é necessário que a operadora tenha suporte para este tipo de SIM card e atualmente poucos países têm a tecnologia habilitada.

Alemanha, Áustria, Canadá, Croácia, Hungria, Índia, Reino Unido e República Tcheca são alguns deles. A China também já possui suporte eSIM, mas em apenas algumas localidades. Nos Estados Unidos essa cobertura está disponível apenas para algumas operadoras. E na Espanha apenas a Vodafone oferece o serviço.

iPhone XSiPhone XS conta com eSIM – Foto: Reprodução/Shutterstock

Ou seja, mesmo que você compre um iPhone com a tecnologia, no Brasil, ainda será necessário inserir o SIM comum no slot para utilizar o aparelho e assim o modelo suporta apenas um chip. Ou você pode contratar uma operadora virtual de fora do país.

Mas a expectativa é que, com o interesse de outras fabricantes na tecnologia e a evolução das coberturas das operadoras, logo o eSIM ganhe o mercado e só traga vantagens.

Veja as melhores ofertas para o iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max no Zoom:

 

 

 

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone