Entenda antes de comprar em Celular e Smartphone

O que é Inteligência Artificial?

Saiba como a Inteligência Artificial trabalha nos smartphones.

Inteligência Artificial
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

Você já pode ter reparado que muitos smartphones e aplicativos falam em Inteligência Artificial, um recurso que deixa a navegação do celular e o uso de suas funcionalidades mais intuitivos. Mas o que é a Inteligência Artificial e como ela trabalha nos celulares?

A Inteligência Artificial, também chamada de IA ou AI pelas fabricantes, faz com que as máquinas possam trabalhar e reagir seguindo uma linha de pensamento próxima ao cérebro humano, tomando decisões com base nas informações aprendidas.

Assistentes pessoais e buscas inteligentes

Não é só com os celulares que a Inteligência Artificial faz parte do nosso dia a dia, mas, sem dúvidas, é por meio desses aparelhos que vemos sua ação mais de perto.

Em resumo, o objetivo é que os smartphones aprendam com seus hábitos e padrões de navegação para ajudar na previsão e no planejamento das próximas ações e na solução de problemas. É por isso que, quanto mais você usa um smartphone com AI, mais “inteligente” ele fica, ou seja, melhor é a capacidade do aparelho em antecipar suas necessidades (aprendizado de máquina).

Por exemplo, o uso das assistentes pessoais virtuais, como a famosa Siri da Apple e a Google Assistente, é todo baseado em Inteligência Artificial, tecnologia que permite que os softwares reconheçam os comandos de voz e busquem respostas ou ações equivalentes ao que você pediu.

Se, atualmente, essas assistentes podem contar piadas ou te falar “quais os filmes com a Julia Roberts” ou “a última música da Lady Gaga”, é porque seu sistema já foi alimentado com todas essas informações.

Outro exemplo é o próprio sistema de buscas do Google, que pode prever a resposta que você procura ao lembrar quais os resultados mais eficientes para buscas parecidas, seja no uso geral do buscador ou no seu uso pessoal, quando logado na sua conta Google.

Para ilustrar melhor: se você quer saber como está a conversão de Euro para Reais, é só você digitar “conversão euro real” e, antes de qualquer link, o Google vai te mostrar essa informação.

Gerenciamento de bateria e arquivos

Mas a Inteligência Artificial vai muito além de facilitar as buscas, já que pode atuar em todo o funcionamento dos smartphones, inclusive na otimização do desempenho e da bateria.

Por exemplo, o Asus Zenfone 5Z tem o recurso AI Boost, que usa a Inteligência Artificial para reconhecer quais tarefas exigem mais potência do processador e oferecer esse desempenho extra só quando é necessário.

A organização de arquivos também tem a ganhar com a Inteligência Artificial, como acontece no aplicativo Google Fotos, que reconhece pessoas, locais e outros detalhes das suas imagens para organizar seus álbuns. Esse sistema de reconhecimento funciona até nas buscas, exibindo fotos correspondentes ao termo “cachorro”, por exemplo.

Já no gerenciamento da bateria, a Inteligência Artificial reconhece quais os aplicativos mais usados no smartphone ou até mesmo quando eles são mais usados. Ao perceber que a bateria está ficando mais fraca, o próprio aparelho desativa os aplicativos que não são essenciais para você, inclusive seu funcionamento em segundo plano. Dessa forma, a energia restante é gasta apenas nos recursos que você realmente precisa.

Essa é apenas uma das funcionalidades baseadas em Inteligência Artificial do Android 9 (Pie), mas os smartphones que rodam esse sistema operacional prometem muitas outras vantagens nesse sentido.

Inteligência Artificial no Android 9 (Pie)

Além do gerenciamento de bateria, o Android 9 (Pie) também promete reduzir a intensidade de notificações recebidas. A lógica seguida é a mesma: o sistema vai reconhecer como você responde às notificações recebidas e exibir apenas aquelas com as quais você interage, por exemplo, mensagens e e-mails. Como é baseada nas suas ações, a precisão da ferramenta fica melhor depois de certo tempo de uso do aparelho.

O mesmo vale para as sugestões de ações e aplicativos que o Android 9 (Pie) oferece. Por exemplo, ao clicar em um aplicativo, o sistema já pode te levar direto para uma ação específica dentro daquela funcionalidade. Ou então, pode aparecer um aviso na tela relacionado aos seus hábitos de uso, como “Ligar para João” ao reconhecer uma chamada perdida.

Alguns smartphones com Android 9 que já estão no Brasil são os modelos da linha Moto G7 e o Motorola One.

Câmeras com Inteligência Artificial

Talvez esse seja, atualmente, o recurso mais acessível da Inteligência Artificial nos smartphones. Ao ser aplicada nas câmeras, a AI pode melhorar os resultados das suas fotos, fazendo os ajustes de modo de captura e reconhecimento de cena necessários.

Assim, mesmo que você não tenha feito as fotos com as configurações de câmeras ideais para aquele ambiente ou cenário, a Inteligência Artificial reconhece quais as mudanças necessárias e trabalha no processamento das imagens.

Entre os smartphones que investiram em câmeras com Inteligência Artificial estão o Asus Zenfone 5, o LG G7 ThinQ, o Xiaomi Mi 8 e o Google Pixel 3, sendo que os dois últimos estão entre os mais avançados nesse sentido.

 

Mais um uso da Inteligência Artificial nas câmeras é deixar a foto com efeito Modo Retrato (ou bokeh) ao reconhecer o que é o objeto principal e o que é o fundo da foto, mesmo sem a lente dupla. Esse recurso é muito usado em câmeras frontais, mas também é visto em alguns modelos que abriram mão da câmera traseira dupla, como o próprio Google Pixel 3 e o iPhone XR. Entre os modelos intermediários, estão o Moto G6 e Moto G6 Plus.

Além dos recursos de imagem, os celulares avançados da Samsung, Galaxy S9 e Galaxy S9 Plus ajudam até na comunicação em viagens, ao usar a câmera e a Inteligência Artificial para fazerem traduções em tempo real de placas e outras imagens com textos.

Apple e a Inteligência Artificial

A Apple é famosa por lançar aparelhos com algumas tecnologias ainda não tão conhecidas e já em melhor estado de desenvolvimento, o que também aconteceu com a Inteligência Artificial. Um dos primeiros modelos a investir alto no recurso foi o iPhone X, mas ela chegou ainda melhor com a geração seguinte, iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max.

Nesses modelos, a Inteligência Artificial da Apple atua nas mais diversas frentes, como otimização do desempenho, o reconhecimento facial do Face ID e a criação dos Memojis e Animojis, os emojis personalizados da Apple. Sem esquecer da Siri, que fica cada vez mais natural e com mais respostas para todas as suas dúvidas, ou quase todas.

 

AnTuTu desenvolve teste para Inteligência Artificial

Os recursos de AI ganharam uma dimensão tão essencial nos smartphones mais recentes, que o AnTUTU, um dos mais famosos testes de benchmark disponíveis, desenvolveu uma ferramenta exclusiva para avaliar essa tecnologia.

O objetivo é saber quais smartphones realmente trabalham com Inteligência Artificial e quais apenas “simulam” os seus recursos. Entre os quesitos analisados estarão a velocidade de respostas oferecidas pela AI e a precisão no reconhecimento de objetos.

 

Com informações de Techopedia, TechRadar e VentureBeat

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone