Zoom indica em Celular e Smartphone

Review Galaxy S10 Plus: Samsung brilha com 5 câmeras e tela AMOLED Dinâmica

Veja a análise completa sobre a câmera, o leitor de digitais ultrassônico, o compartilhamento de bateria e muito mais!

review galaxy s10 plus
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

Testamos o Samsung Galaxy S10 Plus, o tal do “smartphone de futuro”. O celular se destaca não só pela ficha técnica de respeito, recheada de tecnologias que parecem saídas dos livros de Dan Brown, mas pelo design – ainda mais elegante e funcional – com tela que ocupa praticamente toda a parte frontal do aparelho.

O smartphone foi apresentado em fevereiro de 2019, arrancando muitos elogios mundo a fora, e desembarcou no Brasil no dia 12 de março com um preço nada baixo: a partir de R$ 5,5 mil.

Mas será que vale o investimento? Para descobrir, conferia a análise completa no nosso review.

Leia também: Galaxy S10 Plus vs iPhone XS Max: qual é o melhor celular premium?

 Tela AMOLED dinâmica Galaxy S10 Plus

Galaxy S10 Plus tem tela AMOLED Dinâmica - Foto: Ana Marques/Zoom

Um celular sofisticado que não cabe em qualquer bolso

O Galaxy S10 Plus tem um visual de tirar o fôlego de qualquer um, especialmente na versão branco prisma, a qual pude usar durante o período de testes. Construído em vidro e metal, o celular passa aquela sensação de smartphone caro, chamando bastante atenção por onde passa.

As bordas ao redor do display estão ainda mais finas devido ao padrão Infinity-O, que traz um furo na tela para abrigar a câmera frontal dupla. A solução foi uma forma de a Samsung fugir do polêmico notch, popularizado pela Apple – e deu bastante certo!

Por diversas vezes você acaba esquecendo que há um furo no painel. E, dependendo do plano de fundo escolhido, o recorte das câmeras ganha um charme a mais.

Galaxy S10 Plus tem câmera dupla frontal

Galaxy S10 Plus tem câmera frontal dupla dentro da tela - Foto: Ana Marques/Zoom

A Samsung imprime toda a sua personalidade na parte da frente, com as bordas curvas, e atrás com a câmera tripla disposta em formato horizontal (em contraponto aos diversos lançamentos com câmeras “em pé”).

Esse é um celular grande, com o mesmo tamanho de tela do Galaxy Note 9 (6,4 polegadas), porém menor nas dimensões totais, e mais leve do que o smartphone de 2018.

Outra boa notícia: os riscos acidentais não deverão ser problema para o Galaxy S10 Plus, já que ele conta com a proteção Gorilla Glass 6, além trazer película protetora de fábrica. Um cuidado necessário e muito bem-vindo já que a tela ocupa 89% da área frontal do smartphone.

Tela AMOLED dinâmica é colírio para os olhos

A Samsung acertou em cheio com a tela AMOLED dinâmica da linha Galaxy S10. A gama de cores é ainda maior com a nova tecnologia, o que proporciona mais detalhes às imagens. O resultado é uma riqueza nunca vista antes, e uma ótima experiência na reprodução de jogos e filmes.

Ah! E se você é usuário de um smartphone com display Super AMOLED, certamente irá notar de cara os tons mais sóbrios ao pegar o Galaxy S10 Plus pela primeira vez – o aparelho vem de fábrica configurado com o modo “Natural”, que tem tons mais frios.

Dá só uma olhada na diferença entre o Galaxy S8 e o S10 Plus, ambos com as configurações de fábrica:

Galaxy S10 Plus vs Galaxy S8

Galaxy S8 com modo “Exibição adaptável” (esq.) / Galaxy S10 Plus com modo “Natural” (dir.) - Foto: Ana Marques/Zoom

Mas você mudar isso e voltar para ons tons super saturados tradicionais. Basta ir em “Config.” > “Visor” > “Modo de tela”.

A resolução chega a WQHD+ (3040 x 1440 pixels), mas o celular vem configurado com Full HD+ (2280 x 1080 pixels). É importante saber que ao alterar para a capacidade máxima, o smartphone também deverá consumir mais bateria.

Um benefício da nova tecnologia é o maior conforto para os olhos devido a redução de emissão de luz azul por padrão. Por isso, ao aplicar o filtro que tradicionalmente deixa a tela do celular amarelada, a mudança de cor é bem menos acentuada nesse tipo de display.

Câmera tripla para ótimas fotos de muito longe ou muito perto

A câmera traseira do Galaxy S10 Plus chegou empatando com a de dois celulares da Huawei no posto de “a melhor do mundo em um smartphone”, mas o reinado durou pouco – apenas até o lançamento do Huawei P30 Pro, que assumiu a liderança há poucos dias.

Ainda assim, o vice-campeonato faz desse conjunto uma excelente opção para criadores de conteúdo ou outros usuários que lidem com fotos e estejam à procura de um smartphone para conseguir resultados semelhantes aos de câmeras profissionais.

Ao todo, são cinco câmeras: três na traseira e uma câmera dupla frontal (que ainda ocupa o primeiro lugar no questio selfie). Mas, vamos ver tudo em detalhes:

Sensor 1: resolução de 12 MP e lente grande angular com abertura variável (f/1.5-2/4). Essa configuração já tinha aparecido antes, no Galaxy S9, e retorna para agregar alta qualidade às fotos tiradas de dia ou à noite, proporcionando mais detalhes em ambientes muito iluminados e menor nível de ruído quando há pouca luz.

Modo Retrato Galaxy S10 Plus

Captura com lente grande-angular traseira do Galaxy S10 Plus sem Modo Retrato (esq.) / com Modo Retrato (dir.) - Foto: Ana Marques/Zoom

Sensor 2: resolução de 12 MP e lente teleobjetiva com abertura f/2.4. Permite alcançar objetos a distâncias maiores com bom nível de detalhes. Em conjunto com a câmera grande-angular mapeia a profundidade de campo para aplicar o efeito bokeh.

Lente telefoto Galaxy S10 Plus

Foto tirada com a lente teleobjetiva do Galaxy S10 Plus - Foto: Ana Marques/Zoom

Sensor 3: resolução de 16 MP e lente ultrawide (ou ultra grande angular, de 123º) com abertura f/2.2. A nova aposta da Samsung é ideal para enquadrar toda uma paisagem ou bastante gente em uma foto.

Lente ultrawide Galaxy S10 Plus

Lente ultrawide do Galaxy S10 Plus permite enquadrar paisagens com maior facilidade - Foto: Ana Marques/Zoom

Já na câmera frontal, o grande trunfo é o benefício de um Modo Retrato mais preciso, resultado do trabalho em conjunto dos dois sensores de 10 MP e 8 MP.

Algo muito interessante é a iluminação que aparece ao redor da câmera quando você aciona o disparo por gestos – esse recurso atrai a atenção para a câmera, que é posicionada à direita da tela, e evita olhares perdidos nas fotos.

Modo Retrato Galaxy S10 Plus câmera frontal

Captura com lente câmera frontal do Galaxy S10 Plus sem Modo Retrato (esq.) / com Modo retrato (dir.) - Foto: Ana Marques/Zoom

Recursos de câmera: identificação de cena e Modo Instagram tornam as coisas mais fáceis

A câmera inteligente do Galaxy S10 Plus deixa a captura de fotos mais fácil. O celular reconhece automaticamente quando você aponta para um prato, um copo, uma paisagem ou um animal. São, ao todo, 30 assuntos que o smartphone é capaz de identificar para entregar a melhor foto.

 Modo de Cena Galaxy S10 Plus

Câmera do Galaxy S10 Plus é capaz de reconhecer o tipo de cena para otimizar a captura - Foto: Ana Marques/Zoom

O Modo Instagram, como o nome indica, é a jogada da Samsung para atrair criadores de conteúdo da famosa rede social de fotos e vídeos instantâneos. A função permite filmar ou fotografar em melhor qualidade e enviar a mídia diretamente para o app do Instagram, onde você pode finalizar a ação com os filtros e stickers disponíveis.

O recurso funciona bem e, comigo, não apresentou travamentos durante o período de testes. No entanto, cabe a ressalva de que o processamento de imagem feito pelo app do Instagram para Android ainda não é tão otimizado quanto o do software para iOS, o que ainda deixa os iPhones com uma vantagem na hora de publicar Stories ou posts no feed da rede social.

 Galaxy S10 Plus com Modo Instagram

Galaxy S10 Plus tem Modo Instagram - Foto: Ana Marques/Zoom

Desempenho fluido e muita velocidade

Se você procura um smartphone que não trava na hora de executar aplicativos pesados, cheios de recursos de realidade aumentada, ou ao rodar games com gráficos mais complexos, não irá se decepcionar com o Galaxy S10 Plus.

Durante os meus testes, o celular aguentou muito bem os aplicativos em segundo plano e rodou PUBG Mobile na qualidade máxima sem qualquer tipo de engasgo.

Nota-se perfeitamente o efeito da memória RAM de 8 GB aliada ao processador Exynos 9820, que apesar de não ser mais poderoso que o Snapdragon 855 da versão americana, faz um belo trabalho.

Memória RAM Galaxy S10 Plus

Galaxy S10 Plus com memória RAM de 12 GB - Foto: Ana Marques/Zoom

A versão de testes que eu usei tinha armazenamento de 128 GB, o que é muito espaço mesmo para mim, que acumulo normalmente dezenas de fotos e vídeos por dia no smartphone. Ainda assim, se você quiser mais, a Samsung também tem opções com 512 GB e – acredite – 1 TB de memória interna. O celular também permite expansão via microSD de até 512 GB.

Sensor de digitais ultrassônico: rápido, mas não muito

A linha Galaxy S10 teve algumas mudanças no que diz respeito à biometria. Dessa vez, a fabricante optou por aposentar o scanner de íris, visto pela primeira vez no Galaxy Note 7 (que foi descontinuado após os problemas com explosão de bateria).

O recurso esteve presente nos Galaxy S8, Note 8, Galaxy S9 e Note 9, com promessa de maior segurança e praticidade para o desbloqueio de tela e apps, mas não aparece nessa nova leva de smartphones. Como alguém que testou o recurso, vale dizer: eu sempre o mantinha desligado para economizar bateria.

O S10 Plus traz o reconhecimento facial mais aprimorado e realmente veloz. Enquanto o software tenta ler os traços do seu rosto, há uma luz em volta da câmera dupla frontal que indica para onde olhar.

Leitor de digitais ultrassônico do Galaxy S10 Plus

Galaxy S10 Plus tem leitor de digitais ultrassônico sob a tela - Foto: Ana Marques/Zoom

Mas a grande novidade é o leitor de impressões digitais, que agora está na parte da frente, debaixo da tela do aparelho. Desse modo, ele não interfere no espaço ocupado pelo display e aparece somente quando necessário.

Se você tinha alguma dúvida sobre o funcionamento do recurso, vale ressaltar: ele só está presente em uma determinada área do painel e não na tela inteira. Quando acionado, ele mostra uma imagem para guiar o usuário. A resposta é rápida, mas não tão rápida quanto a de sensores tradicionais, como o da traseira do S9.

Bateria e carregamento reverso (PowerShare)

O Galaxy S10 Plus tem capacidade para até 4.100 mAh, o que não é tanto pensando na quantidade de recursos super-poderosos que demandam energia desse smartphone. No entanto, é o suficiente para aguentar com tranquilidade a uma jornada de trabalho, com uso moderado.

A minha análise, nesse quesito, consistiu em utilizar o celular como se fosse meu durante alguns dias, anotando o tempo que o celular demorava para descarregar, partindo de 100%, e quais apps eram usados.

O resultado foi que com o uso moderado de apps de mensagens (Telegram/WhatsApp), redes sociais (Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn), streaming (Spotify, Netflix e YouTube), câmera para fotos e vídeos curtos, o Galaxy S10 Plus aguentou um total de 20 horas e 40 minutos ligado, considerando um período de repouso (hora de dormir) de 8 horas.

Já o teste de carregamento rápido com fio rendeu os seguintes números: partindo do zero, o celular conseguiu 20% de bateria em 16 minutos, 50% de bateria em 35 minutos e 100% em cerca de 1 hora e 50 minutos.

Entradas USB-C e P2 do Galaxy S10 Plus

Entrada USB-C do Galaxy S10 Plus - Foto: Ana Marques/Zoom

Um destaque bem legal do S10 Plus é o recurso de carregamento reverso (PowerShare), que permite compartilhar a bateria do próprio smartphone ao encostá-lo (pela traseira) em outro dispositivo compatível com carregamento sem fio padrão Qi.

Mas é importante dizer que essa função é mais para caráter emergencial, já que o S10 Plus não tem tanta capacidade de carga assim para servir como um power bank ambulante.

Para finalizar o tópico sobre bateria: a Samsung acertou novamente ao investir em um upgrade no carregamento sem fio dos novos modelos. Agora eles são compatíveis com a recarga wireless 2.0, que fornece maior velocidade e comodidade ao usuário que tem rotina agitada.

Android 9 Pie com a Samsung One UI: fluidez na medida certa

A linha Galaxy S10 chega de “roupa” nova, com as modificações da Samsung One UI, uma interface mais limpa inspirada no Android “Puro”. O layout é bastante agradável e dá fácil acesso à maioria das opções do Android 9 Pie, basta um pouco de costume. Ele é pensado para celulares de tela grande, facilitando o manuseio com uma mão só nesses painéis.

Com a versão mais recente do sistema operacional, os usuários podem experimentar a navegação por gestos e os recursos do Bem-estar Digital, que ajuda a combater o vício em estar sempre conectado.

Preço do Galaxy S10 Plus

O Galaxy S10 Plus entrou em pré-venda no Brasil no dia 12 de março e chega efetivamente às lojas brasileiras no dia 05 de abril. O modelo mais básico, com 128 GB e 8 GB de RAM, tem preço inicial de R$ 5,5 mil no site oficial da Samsung, mas é encontrado em ofertas a partir de R$ 4.950 aqui, no Zoom.

O S10 Plus de 512 GB custa R$ 6,7 mil e o modelo mais robusto, com nada menos que 1 TB de memória interna, tem preço sugerido de incríveis R$ 9 mil. Apple, é você?

Afinal, vale a pena comprar o Galaxy S10 Plus?

Traseira do Galaxy S10 Plus

Traseira do Galaxy S10 Plus na cor branca - Foto: Ana Marques/Zoom

Com certeza. Diferentemente do Galaxy S9, que chegou sem mudanças expressivas em relação ao antecessor, a linha Galaxy S10 tem inovações interessantes que justificam um upgrade. Usuários do Galaxy S8, um celular com processador de dois anos atrás e metade da quantidade de memória RAM, devem sentir facilmente a diferença que os 8 GB de RAM e o Exynos 9820 fazem na execução das tarefas, desde as do dia a dia até na reprodução de jogos mais exigentes.

Além disso, os apaixonados por fotos têm no Galaxy S10 Plus uma opção difícil de ser superada, com o total de 5 câmeras que fazem capturas de altíssima qualidade nas mais diversas situações.

A nova tela e o design elegante são a cereja do bolo, tornando o Galaxy S10 Plus uma das melhores opções – se não a melhor – no mercado de smartphones em 2019.

Ficha técnica do Galaxy S10 Plus:

  • Tela Dinâmica AMOLED de 6,4 polegadas (19:9) Quad HD+ (3040 x 1440 pixels)
  • Infinity-O display
  • Processador Exynos 9820
  • Memória RAM de 8 GB ou 12 GB
  • Armazenamento de 128 GB, 512 GB ou 1 TB
  • Câmera traseira tripla de 12 MP (f/2.4) telefoto e OIS + 12 MP (f/1.5-2.4) grande angular e OIS + 16 MP (f/2.2) ultra wide.
  • Câmera frontal dupla de 10 MP (f/1.9) + 8 MP (f/2.2)
  • Bateria de 4.100 mAh
  • Leitor de digitais ultrassônico sob a tela
  • Reconhecimento facial
  • SEM leitor de íris
  • Carregamento sem fio rápido
  • Android 9 Pie (Samsung One UI)
  • Cores: Branco, azul, preto e cerâmica preta

Avaliação do Zoom:

Avaliação geral do Galaxy S10 Plus

Pontos fortes:

  • Tela AMOLED dinâmica tem altíssima resolução, maior riqueza de cores e reduz emissão de luz azul
  • Visual sofisticado
  • Processamento veloz
  • Ótimas câmeras
  • Bateria para um dia inteiro
  • Carregamento reverso
  • Resistente à água (IP68)

Pontos fracos:

  • Leitor de digitais ultrassônico não é tão rápido
  • Preço alto

Encontre as melhores ofertas para o Galaxy S10 Plus no Zoom:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone