O 802.11ax ou Wi-Fi 6 é o nome dado à próxima geração de conexões de internet sem fios. O novo padrão tem o mesmo objetivo: conectar dispositivos a internet, só que agora com mais velocidade e sem comprometer o desempenho quando muitos aparelhos estiverem conectados.

Vantagens do Wi-Fi 6

1. Velocidade

Em comparação direta com o Wi-Fi 5, versão anterior, o Wi-Fi 6 consegue ser até 40% mais rápido. Isso porque, a nova tecnologia tem uma codificação de dados mais eficiente, que resulta em um desempenho melhor.

2. Economia de bateria

Quando um dispositivo está conectado a um ponto de acesso, há uma troca. No Wi-Fi 5 e versões anteriores essa troca é constante, causando um uso a mais de energia por parte do aparelho. Agora com o Wi-Fi 6 foi implementado um novo recurso: o Target Wake Time, que tem a função de comunicar ao aparelho conectado quando ele deve receber a transmissão ou ficar em repouso. Isso na prática fará com que o aparelho use menos bateria, já que ele ficará mais tempo em repouso.

3. Mais dispositivos utilizando a rede

Você já deve ter notado que ao tentar utilizar o Wi-Fi em locais onde há grande concentração de pessoas, a utilização é sempre mais lenta, não é mesmo? Isso acontece porque na versão anterior não há uma distribuição igualitária. Um roteador com o Wi-Fi 5 não foi projetado para suportar tantas conexões. Os roteadores que utilizarem o novo padrão Wi-Fi 6 partem da ideia de que um grande número de pessoas estarão conectadas à rede.

Na prática isso quer dizer que em uma mesma rede, uma pessoa que estiver jogando online, outra utilizando o instagram, e outra utilizando o Skype terão uma mesma conexão estável, sem grandes oscilações.

Quando vou poder começar a utilizar o Wi-Fi 6?

Essa é uma tecnologia recente, e que ainda está em desenvolvimento. E para que possa ser utilizada em massa, é preciso que as fabricantes adicionem o Wi-Fi 6 em seus dispositivos.

No entanto, já há alguns aparelhos com suporte a nova tecnologia, como o recém lançado Samsung Galaxy S10, e também a nova linha de roteadores da TP-Link, que foi apresentada na CES 2019 e chega esse ano ao mercado.

Leia também:

PowerShare: conheça o recurso de carregamento reverso do Galaxy S10