PS5: Sony revela ficha técnica e retrocompatibilidade do videogame

Veja toda a ficha técnica do PS5, além das novidades em retrocompatibilidade e recursos de armazenamento em SSD.

PS5: Sony revela ficha técnica e retrocompatibilidade do videogame
Ricardo BergherEditor(a)

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

O PlayStation 5 (PS5) recebeu uma ficha técnica completa nesta quarta-feira (18). Após meses de espera, a Sony revelou detalhes sobre o próximo console, que tem data de lançamento marcada para o final de 2020. O novo videogame da empresa chegará para disputar o mercado com o Xbox Series X, representante da Microsoft no segmento. O preço, assim como o design do aparelho e do controle ainda não foram divulgados.

Como já era esperado, o PS5 trará um grande poder de processamento em seus jogos. Com uma nova CPU, o console agora conta com 10,28 teraflops de processamento, que é mais que o dobro do PS4 Pro, por exemplo. Ele também terá tecnologia de boost, armazenamento em SSD e um sistema de áudio em 3D para maior fidelidade e imersão de som. A Sony também falou sobre a retrocompatibilidade com jogos do PlayStation 4 (PS4). Confira as novidades, a seguir.

Leia também: Xbox Series X: ficha técnica completa é revelada pela Microsoft

Ficha técnica do PS5
CPUOcta-core Zen 2 a 3,5 GHz (frequência pode variar)
GPU10,28 TFLOPs, 36 CUs a 2,23GHz (frequência pode variar)
Arquitetura do processadorRDNA 2 customizada
Memória16 GB GDDR6
Largura de Banda448 GB/s
Armazenamento interno825 GB de SSD customizado
Velocidade IO5.5 GB/s (raw), 8-9 GB/s (comprimida)
Memória ExpansívelSim, com slot USB para SSD NVMe
Armazenamento externoSuporte a HD externo
Drive Óptico4K UHD Blu-Ray
Performance4K a 60 FPS até 120 FPS

De acordo com a Sony, o PS5 terá um processador da AMD customizado para o console que alcança um desempenho muito além quando comparado ao PS4 Pro. Em nível de comparação, o processador do PS4 trabalha a 1,6 GHz, enquanto que o do Pro trabalha a 2,12 GHz. Já o PS5 contará com uma CPU rodando a 3,5 GHz. A memória também aumentou, sendo de 16 GB agora, mesma quantidade do Xbox Series X.

O desempenho da GPU também teve um grande salto. Enquanto o PS4 Slim possui 1,84 teraflops e a versão Pro conta com 8,4 teraflops, o PS5 chega com 10,28, valor que ainda é abaixo dos 12 teraflops que estarão presentes do Xbox Series X. O novo console da Sony terá 36 unidades de computação que estarão rodando a frequências de até 2,23 Ghz.

Design do PS5 pensado por uma empresa que se baseou na patente registrada pela Sony em 2019. (Foto: Reprodução/Let’s Go Digital)
Design do PS5 pensado por uma empresa que se baseou na patente registrada pela Sony em 2019. (Foto: Reprodução/Let’s Go Digital)

Recursos extras do PS5: SSD e modo “boost”

Entre as novidades está o uso de armazenamento SSD para a nova geração, recurso que fará com que o desempenho do videogame melhore bastante. Diferente do Xbox, que usará um SSD NVMe, o PS5 terá uma versão customizada. Ele também terá suporte a Ray Tracing por meio da intersection Engine, tecnologia que é baseada na que é usada em GPUs da AMD para computadores.

Outro recurso é o modo “boost” que o console terá, mas que trabalhará de forma diferente. Em boosts que vemos em computadores, por exemplo, o recurso é ligado à fatores térmicos. Ou seja, se o seu dispositivo estiver com uma temperatura alta demais, o ganho acaba sendo menor.

No caso do PS5, essa “alavancada” será a mesma independente da temperatura, pois o processador não irá trabalhar com uma frequência constante. Sendo assim, a energia irá variar de acordo com a carga de trabalho do videogame. Com a ajuda de um monitor interno, a carga de trabalho será monitorada e terá suas frequências ajustadas de acordo com o que o console precisa para aquela situação.

A empresa também deu atenção especial para o áudio, que utilizará a Tempest Engine. A tecnologia fará com que os jogadores tenham um nível máximo de imersão dentro dos jogos. O áudio surround e 3D será uma das grandes características do novo console da Sony.

Também foi anunciado que os principais jogos do PS4 serão compatíveis com o novo console. De acordo com Mark Cerny, arquiteto da Sony, a empresa analisou os 100 jogos mais jogados do PS4 e quer torná-los compatíveis com o PS5 já em seu lançamento. Detalhes sobre retrocompatibilidade com jogos de videogames mais antigos, como o PlayStation 3 (PS3), não foram revelados.

God of War, de 2018, pode chegar ao PS5 pela retrocompatibilidade. (Foto: Divulgação/Sony)
God of War, de 2018, pode chegar ao PS5 pela retrocompatibilidade. (Foto: Divulgação/Sony)

Data de lançamento e preços

A maior parte dos detalhes revelados foram sobre a arquitetura do novo console. O PS5 ainda não tem datas precisas para lançamento, mas assim como o Xbox, está programado para chegar ao mercado no final do ano. Alguns rumores indicam que ele possa chegar em novembro de 2020.

O preço também é um mistério, mas o Brasil pode esperar um console bem caro. O PS4 Pro, atual videogame da Sony, está custando em média R$ 2.229 reais no momento da publicação desta matéria.

Fonte: Eurogamer

Confira ofertas do PS4 e PS4 Pro no Zoom!

Leia também: