PS5 Pro? Console pode receber versão mais poderosa, segundo rumor

Patente registrada pela Sony mostra que a fabricante pode estar desenvolvendo um hardware ainda mais potente para o PS5.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

Quem conhece o mercado de consoles há um tempo, sabe que é normal a prática das fabricantes lançarem um console e, anos depois, lançarem uma versão “atualizada” deles, geralmente mais potentes e com novos recursos. Ao que alguns rumores indicam, isso deve continuar na próxima geração, inclusive com a Sony já tendo planos para um possível PlayStation 5 (PS5) Pro.

Usuários acharam uma patente registrada ainda em 2019 pela Sony, mas só divulgada agora no site Free Patents Online. Ela indica a ideia da criação de um hardware high end, que teria mais memória e seria capaz de executar os jogos por computação na nuvem. Além disso, a empresa também aborda a ideia de usar múltiplas GPUs, ao invés de usar apenas uma, como acontecerá no PS5 mostrado até o momento.

Veja também: PS5: Sony revela ficha técnica e retrocompatibilidade do videogame

Duas versões do PS5 anunciadas e todos seus acessórios. (Foto: Divulgação/Sony)
Duas versões do PS5 anunciadas e todos seus acessórios. (Foto: Divulgação/Sony)

Múltiplas GPUs e otimização com tecnologia de nuvem

O conceito mais abordado em toda a patente é o uso de múltiplas GPUs para deixar o aparelho que usará esse hardware ainda mais poderoso. Logo no início do documento, a empresa faz um pequeno resumo em que fala um pouco sobre o uso de duas GPUs em um console.

“Em um ambiente de simulação, o gerenciamento de buffer de quadros pode ser implementado por várias GPUs, renderizando os respectivos quadros de vídeo ou renderizando partes respectivas de cada quadro de vídeo. Uma das GPUs controla a saída do quadro HDMI por virtude de receber informações de outra GPU e ainda lê quadros completos através de uma porta de saída HDMI fisicamente conectada”.

Assim que a patente começa a falar mais profundamente sobre a ideia de ser usar duas GPUs, é citado que um console “light”, como é chamado na patente, poderia usar um único SoC (sistema em um chip), enquanto a versão “high end” poderia ter vários SoCs. Esse também teria mais memória RAM e um sistema de otimização em nuvem, o tornando um console mais potente. É válido ressaltar que o Playstation 5 terá um SoC único de 7 nn da AMD, junto a uma CPU Zen 2.

Descrição de como as múltiplas GPUs podem funcionar. (Foto:FreePatentsOnline/Sony)
Descrição de como as múltiplas GPUs podem funcionar. (Foto:FreePatentsOnline/Sony)

A patente descreve de forma detalhada todas as possibilidades que a empresa considera para criar este tipo de hardware com múltiplas GPUs, desde implementar dois SoCs físicos até a ideia de se usar uma segunda GPU na nuvem, semelhante ao que o Google Stadia ou NVIDIA GeForce Now fazem.

Por enquanto o Playstation 5 será lançado em duas versões diferentes, uma com o leitor de discos e outra “digital”, ou seja, sem esse leitor. Apesar da patente registrada, ela não significa que a Sony já esteja produzindo tudo o que foi descrito, nem sequer que esse hardware é propriamente para um possível Playstation 5 Pro. A empresa ainda não comentou sobre os rumores.

Data de lançamento e preço do PS5

O PS5 ainda não teve sua data de lançamento ou preço divulgados, mas está programado para chegar ao mercado no final do ano. Alguns rumores indicam que ele possa estar disponível em novembro de 2020.

Fonte: ScreenRant

Enquanto o PS5 não chega, veja os melhores preços do PS4:

Leia também: