Caixa do Galaxy Buds 2 ao lado dos fones em fundo de madeira com selo do Testamos

Galaxy Buds 2: design confortável e som de qualidade

Testamos o Galaxy Buds 2. Novo fone da Samsung, que ainda não está à venda no Brasil, tem bom conjunto

Aline BatistaRedatora

Publicado e atualizado 12 min. de leitura.

Compartilhe:

O Galaxy Buds 2 é o novo fone de ouvido sem fio da Samsung. O modelo se destaca pelo design ergonômico, com disponibilidade de quatro cores, e pelo áudio imersivo, com alto-falantes AKG. Além disso, o produto conta com cancelamento de ruído (ANC) e modo ambiente. Ele também é compatível com um aplicativo para celular por onde o usuário pode fazer diversos ajustes. Ou seja, é uma opção bem completa de fone true wireless, totalmente sem fio.

O Buds 2 não é um substituto do Galaxy Buds Pro, lançado em janeiro. Ele chegou para completar a família de fones, que também tem o Galaxy Buds Live. Além disso, seu preço é mais baixo do que o Pro e ele tem a proposta de levar um som de qualidade para todos os usuários.

O fone chegou ao Brasil em setembro de 2021, e nós recebemos o produto da Samsung para testar com exclusividade por alguns dias antes do lançamento. Vamos contar todas as nossas impressões do Galaxy Buds 2 neste review. Assim, na hora de decidir se deve comprá-lo, você já vai saber se é ou não uma boa opção. Para esta análise, levamos em consideração design, qualidade de áudio, bateria e conectividade, recursos extras e custo-benefício. Se quiser entender melhor os nossos critérios, veja como avaliamos fones de ouvido.

Caixa do Galaxy Buds 2 aberta em fundo de madeira
Galaxy Buds 2 é o novo fone de ouvido Bluetooth da Samsung (Foto: Aline Batista)

Prós e contras do Galaxy Buds 2

Lista de prós e contras do Galaxy Buds 2

Prós

De forma geral, o Galaxy Buds 2 é um fone bem completo. Um dos seus principais destaques é o design ergonômico. Esse é o modelo mais leve da linha, e cada fone tem apenas 5 gramas. Por isso, é bastante confortável de usar, além de oferecer um bom encaixe na orelha.

Outro ponto positivo é a qualidade de som. O fone equilibra bem graves e agudos, sem deixá-los exagerados. Ele é um bom dispositivo para ouvir diferentes tipos de música. Além disso, o Samsung Galaxy Buds 2 é compatível com o aplicativo Galaxy Wearable, que oferece diversos recursos e ajustes extras.

O fone também é uma ótima opção para quem já tem um celular Galaxy. Isso porque ele oferece um integração perfeita com os modelos da marca. O pareamento, inclusive, é praticamente automático.

Contras

Durante os nossos testes, a principal decepção com o Galaxy Buds 2 foi o recurso de cancelamento de ruído ativo. Ele não chega a ser ruim, mas a qualidade é inferior à do Galaxy Buds Pro. No caso do Buds 2, o aparelho não isola completamente e você ainda ouve alguns barulhos do ambiente.

Outro ponto que vale ressaltar é a certificação IPX2. O modelo não é resistente à água, somente a alguns respingos. Por isso, é preciso tomar cuidado ao usar o acessório durante a prática de atividades físicas ou na chuva, por exemplo.

O que vem na caixa

O Galaxy Buds 2 vem com três pares de ponteiras de silicone, com tamanhos diferentes. O acessório é interessante para ajudar o usuário a encontrar o melhor encaixe no ouvido. As ponteiras médias já vêm instaladas no fone, enquanto as grandes e pequenas vêm na caixa, junto com o cabo carregador.

Além do fone, a caixa do Galaxy Buds 2 traz:

  • Três pares de ponteiras de silicone
  • Cabo USB-C para USB-A
  • Manual do usuário
Galaxy Buds 2 apoiado em uma mesa de madeira ao lado do fone e das ponteiras
Acessórios que acompanham o Galaxy Buds 2 (Foto: Aline Batista)

Ficha técnica

Arte com a ficha técnica do Galaxy Buds 2

Design

Visualmente, o Galaxy Buds 2 é bastante semelhante ao Buds Pro. O fone é do tipo intra-auricular, daquele que entra no canal auditivo. Normalmente, esses modelos proporcionam um encaixe melhor do que os fones auriculares.

Um dos principais destaques do design do Samsung Galaxy Buds 2 é seu peso. Cada lado do fone tem apenas 5 gramas, sendo esse o modelo mais leve da linha Galaxy Buds. Na prática, a experiência com o dispositivo é bastante agradável. Ele não incomoda em nada e você consegue usá-lo por longos períodos.

Outro ponto positivo são as ponteiras com tamanhos diferentes. Assim, o usuário pode encontrar aquela que melhor encaixa no ouvido. Por falar em encaixe, o Galaxy Buds 2 fica bem firme na orelha e não tem facilidade para cair, mesmo se você estiver em movimento. O dispositivo ainda oferece um teste de encaixe pelo aplicativo Galaxy Wearable para que o usuário tenha certeza de que escolheu a melhor ponteira.

A parte externa do fone é sensível ao toque, permitindo executar algumas ações. Pelo aplicativo, você consegue configurar os ajustes, mas, normalmente, ele funciona assim: um toque pausa ou reproduz a música; toque duplo avança para a próxima faixa; toque triplo volta para a música anterior; e manter pressionado alterna entre os modos ambiente ou cancelamento de ruído.

Mão segurando um fone Galaxy Buds 2 na cor branca
Galaxy Buds 2 tem superfície touch que permite executar funções (Foto: Aline Batista)

De forma geral, o controle por toque é bem preciso. O principal problema é que, se você mexer no fone para melhorar o encaixe, pode acabar realizando alguma ação acidentalmente. A mais comum é pausar a música ao ajustá-lo à orelha. Por outro lado, é possível tirar esse recurso pelo aplicativo. Então, se isso for um problema para você, vale remover a configuração.

Assim como outros fones true wireless, o Galaxy Buds 2 vem com uma case carregadora. Apesar de a caixinha ser bem parecida com a dos modelos anteriores, nesta geração, todas as cases são brancas por fora e têm o interior na mesma cor do fone.

Como nós testamos o modelo na cor branca, o estojo todo era branco. Entretanto, nos fones preto, verde e violeta, esse detalhe contribui para um visual mais moderno. O estojo tem acabamento em plástico brilhoso, sendo leve e pequeno. Por isso, é ótimo para carregar no bolso, sem ocupar muito espaço. Quando está no ouvido, o fone Buds 2 é discreto e passa despercebido facilmente em pessoas de cabelo longo.

Falando de dimensões, cada fone tem 20,9 mm de altura, 17 mm de largura e 21,1 mm de profundidade, com peso de 5 gramas. Já a caixinha tem 27,8 mm de altura, 50 mm de largura e 50,2 mm de profundidade, com 41,2 gramas.

Um ponto de atenção em relação ao design é a certificação IPX2. Ao contrário do Buds Pro, que é resistente à água, com proteção IPX7, o Galaxy Buds 2 não tem essa característica. Quem costuma usar o fone durante a prática de atividades físicas deve ficar atento para não causar danos ao dispositivo.

Caixa do Galaxy Buds 2 ao lado do Galaxy Buds 2 com a case aberta
Galaxy Buds 2 tem certificação IPX2 e não é resistente à água (Foto: Aline Batista)

Qualidade de áudio

Áudio de qualidade é sempre uma característica importante em fones de ouvido. Nesse sentido, o Galaxy Buds 2 não decepciona. A Samsung não revela muitos detalhes das especificações de som, mas diz que o dispositivo tem dois drivers, sendo um tweeter, para agudos, e um woofer, para graves. Os alto-falantes são produzidos pela AKG, empresa que é referência no segmento de áudio.

Na prática, a experiência de ouvir músicas é muito agradável. O som é equilibrado, com graves potentes e agudos bem definidos, mas sem exageros. Além disso, você pode fazer alterações no áudio pelo aplicativo Galaxy Wearable. Dá para priorizar graves, agudos ou manter um som mais suave, por exemplo. Ou seja, o dispositivo é bem versátil. Por isso, o som do Galaxy Buds 2 deve agradar à maioria dos usuários, até os mais exigentes.

O fone também é muito bom para fazer ligações, assistir a filmes ou jogar. Durante as chamadas, você ouve com clareza o que a outra pessoa está falando. Em games ou reprodução de filmes, é possível sentir uma sensação de imersão e não percebemos atrasos na transmissão do áudio.

Dois fones Galaxy Buds 2 apoiado em uma mesa de madeira
Galaxy Buds 2 tem dois alto-falantes e garante som de qualidade (Foto: Aline Batista)

O Galaxy Buds 2 também tem três microfones, sendo dois externos e um interno, que se saem bem durante as chamadas e em gravações de vídeo. O modelo oferece tecnologia baseada em aprendizado de máquina para reduzir os ruídos nas ligações.

Bateria e conectividade

A Samsung promete uma boa autonomia de bateria para o Galaxy Buds 2. Segundo a fabricante, o fone aguenta até 5 horas com cancelamento de ruído ativo ligado e até 7,5 horas com o recurso desligado. Em chamadas, o modelo funciona por até 3,5 horas. Essa autonomia, inclusive, é maior do que a do Galaxy Buds Pro, modelo premium da marca.

Em nossos testes, com o cancelamento de ruído ativo ligado, o fone durou menos do que o prometido, ficando na faixa de 4h e 45min de uso. Aqui, vale ressaltar dois pontos. O primeiro é que esse tempo é muito relativo e varia conforme diversos fatores, como volume da música e a qualidade de conexão. Além disso, pode acontecer de a bateria de um lado do fone acabar antes do outro, nem sempre os dois acabam juntos.

Como nosso período com o Galaxy Buds 2 foi curto, não conseguimos testar a autonomia da caixinha carregadora. De qualquer forma, a Samsung promete até 22 horas com o recurso de cancelamento de ruído ativo ligado e até 29 horas com o ANC desligado. De acordo com reviews de sites especializados da imprensa internacional, o fone fica bem próximo disso mesmo.

Case do Galaxy Buds 2 ao lado dos fones em uma mesa de madeira
Galaxy Buds 2 promete bateria para até 29 horas, dependendo do tipo de uso (Foto: Aline Batista)

Você deve estar se perguntando se essa autonomia é boa. A resposta é: depende. Isso porque, se você for considerar um dia inteiro, cinco horas de uso é pouco. Por exemplo, quem gosta de trabalhar ouvindo música, provavelmente, não conseguirá usar o fone direto por um dia inteiro. Por outro lado, o valor está dentro dos padrões para os fones TWS atuais. Então, podemos dizer que a bateria do Buds 2 é adequada.

Um recurso interessante é a possibilidade de conferir todos os detalhes do nível de bateria no aplicativo Galaxy Wearable, tanto dos fones como da caixinha. Assim, você tem uma noção se terá ou não bateria para o dia todo.

O Samsung Galaxy Buds 2 também tem carregamento rápido. Com apenas 5 minutos dentro da case, o fone garante bateria para uma hora de reprodução de música. Já o estojo pode ser carregado com o cabo USB-C, que vem na caixa, ou usando o carregamento sem fio. Nessa caso, basta encostar em algum carregador sem fio para que a transferência de energia aconteça. Vale ressaltar que o fone não vem com o adaptador de tomada, apenas com o cabo USB-C para USB-A.

Falando de conectividade, o Galaxy Buds 2 tem Bluetooth 5.2. A conexão é estável, mesmo se o fone não estiver perto do smartphone. Além disso, a compatibilidade com smartphones da Samsung é muito boa. Basta abrir a caixinha que o celular já reconhece o fone por perto e faz a conexão.

Com aparelhos Android de outras marcas, o processo para parear os dispositivos também é fácil. O mesmo podemos dizer de computadores com Windows. Já no caso de iPhone, a conexão via Bluetooth é boa. Entretanto, o aplicativo Galaxy Wearable não funciona com o celular da Apple, o que atrapalha para fazer os ajustes.

Caixa do Galaxy Buds 2 ao lado dos fones e das ponteiras em uma mesa de madeira
Galaxy Buds 2 tem Bluetooth 5.2 e conecta rapidamente com smartphones Samsung (Foto: Aline Batista)

Recursos extras

O Galaxy Buds 2 tem uma boa variedade de recursos extras. Os principais são o cancelamento de ruído ativo e o modo ambiente. No caso do cancelamento de ruído ativo, o dispositivo é capaz de filtrar os ruídos externos. A função é útil para ajudar o usuário a se concentrar naquilo que está ouvindo.

Em nossos testes, o recurso decepcionou um pouco, porque o isolamento não era total. Se considerarmos que o Galaxy Buds 2 deve ser um produto mais acessível na linha Galaxy Buds, é compreensível que ele tenha um nível mais baixo. Entretanto, quem já ouviu música com o ANC do Galaxy Buds Pro, certamente, vai sentir a diferença no Buds 2.

Já o modo ambiente funciona de forma oposta. O fone utiliza seus microfones para captar o áudio externo, de forma que o usuário consiga ouvir o que se passa ao redor. Nesse caso, o recurso funciona muito bem. Ele é útil quando você quer conversar com alguém sem tirar o fone ou para andar na rua prestando atenção no que está acontecendo.

Case do Galaxy Buds 2 ao lado do fone e de um celular com o app Galaxy Wearable
Galaxy Buds 2 funciona junto com o aplicativo Galaxy Wearable (Foto: Aline Batista)

Além disso, como já dissemos, o fone é compatível com o aplicativo Galaxy Wearable para smartphones. O app permite fazer diversos ajustes no fone e é bastante proveitoso. Você pode, por exemplo, ver o nível de bateria, ajustar os controles de toque, fazer alterações na qualidade de áudio, alternar entre o ANC e o modo ambiente, entre outros recursos.

Com o app Galaxy Wearable, você também consegue fazer o teste de encaixe do Buds 2 e emitir um alerta sonoro para encontrar seus fones, em caso de perda. Enfim, o software é bem completo. Vale ressaltar que é preciso baixar a extensão específica do Galaxy Buds 2 dentro do aplicativo.

Para os usuários de iPhone, vale ficar atento à falta de compatibilidade com o app. Embora seja possível parear o fone com o smartphone via Bluetooth, não dá para aproveitar os recursos em sua totalidade, já que o aplicativo não funciona. Por isso, o Galaxy Buds 2 não é a melhor opção para donos de celulares da Apple.

Por fim, o Galaxy Buds 2 também é compatível com a Bixby, assistente de voz da própria Samsung. Seria interessante que ele funcionasse pelo menos com a Google Assistente, que é universal em aparelhos Android. De qualquer forma, você pode usar comandos de voz em português para acionar algumas funções. Aliás, a integração com smartphones Galaxy é perfeita, desde a hora de conectar o aparelho até o momento de interagir com a Bixby.

Case do Galaxy Buds 2 aberta ao lado dos fones em uma mesa de madeira
Galaxy Buds 2 é compatível com a assistente de voz da Samsung, a Bixby (Foto: Aline Batista)

Galaxy Buds 2: preço e custo-benefício

Podemos dizer que o Galaxy Buds 2 é um dispositivo focado em custo-benefício. Nos Estados Unidos, o modelo teve preço de lançamento de US$ 149 (cerca de R$ 780, em conversão direta, de acordo com a cotação atual), em agosto de 2021. Aqui no Brasil, ele chegou em setembro por R$ 899.

Em ambos os casos, é uma opção mais barata do que o Galaxy Buds Pro, a versão mais avançada da linha. Na ocasião dos lançamentos global e nacional, a Samsung apresentou o Buds 2 como mais uma opção para a família Buds, que já conta com o Pro e o Live. Além disso, a fabricante prometeu som com qualidade premium para todos, colocando-o nessa posição de um fone mais acessível.

Case do Galaxy Buds 2 fechada em uma mesa de madeira
Galaxy Buds 2 chegou mais barato do que o Buds Pro nos EUA (Foto: Aline Batista)

De maneira geral, o fone é muito bom e vale a pena. O design é confortável e proporciona um bom encaixe no ouvido. Além disso, o áudio tem excelente qualidade e o produto traz variedade recursos, graças à compatibilidade com o app Galaxy Wearable. O cancelamento de ruído não é dos melhores, mas é interessante que ele esteja presente em um fone mais acessível. Outro ponto de atenção é a baixa resistência à água.

Produtos similares

Caso deseja continuar buscando por fones de ouvido, nossa dica é conhecer modelos parecidos. Por isso, vale dar uma olhada em outros fones da linha Galaxy Buds. Os produtos têm ótima integração com os smartphones da marca e oferecem variedade de recursos.

O Galaxy Buds Live, por exemplo, tem design diferenciado, que proporciona ótimo encaixe, e áudio de qualidade. Já o Galaxy Buds Pro é a opção para quem busca o melhor som e cancelamento de ruído perfeito. Aproveite para conferir o review do Galaxy Buds Live e as nossas impressões do Galaxy Buds Pro.

No e-commerce, ainda é possível encontrar o modelo Galaxy Buds Plus, que é mais antigo, mas já está mais barato.

Para quem tem iPhone, os AirPods 2 e AirPods Pro são as melhores opções, já que oferecem uma boa integração com o aparelho da Apple. Veja o review do AirPods Pro para saber tudo sobre o fone.

Por fim, para quem quer economizar, é possível encontrar outros modelos de fone true wireless mais baratos, como o Redmi AirDots 2 e o Edifier TWS1. Se você tiver dúvidas, dê uma olhada na nossa lista de fones de ouvido Bluetooth e na seleção de melhores fones TWS.

Conclusão

Arte com a nota 9 do Galaxy Buds 2

Em uma escala de 5 a 10 (onde 5 representa aparelhos medíocres, em que não vale a pena investir, e 10 significa um ótimo fone de ouvido, sem pontos negativos), nossa nota final para o Galaxy Buds 2 é 9. Nessa gradação, encontram-se os melhores modelos, com bom desempenho e poucos problemas. Dependendo das características que você procura em um fone de ouvido e do quanto está disposto a pagar, o produto pode valer a pena.

De forma geral, o Galaxy Buds 2 é um ótimo fone de ouvido. O modelo chama atenção com um design elegante, mas que também é confortável. Além disso, ele tem áudio de qualidade, conexão estável e integração com aplicativo de celular. Por mais que o cancelamento de ruído não seja tão eficiente, o modelo é bem completo, considerando que se trata de uma opção mais acessível.

Aproveite para conferir outros reviews de produtos Samsung que nós testamos: