Cancelamento de ruído ativo: entenda a tecnologia presente em fones de ouvido

Recurso promete maior imersão auditiva. O Zoom explica como ele funciona.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Usar um fone de ouvido com cancelamento de ruído ativo pode ser a solução ideal para muitas pessoas que vivem ou trabalham em ambientes barulhentos. Os fones over-ear, que são aqueles que cobrem toda a orelha, já conseguem bloquear um pouco do ruído externo de forma natural, mas se você quer paz e tranquilidade total para ouvir suas músicas ou podcasts favoritos, precisa optar por dispositivos que tragam uma tecnologia própria.

Fones com esse recurso ainda são mais caros quando comparados aos modelos convencionais, mas eles vêm ganhando popularidade. Hoje, no Brasil, já é possível encontrar modelos intermediários, com preços mais acessíveis, que trazem o cancelamento de ruído ativo, e até fones intra-auriculares true wireless, bem pequenos e discretos, que conseguem bloquear ruídos externos. A seguir, entenda como funciona essa tecnologia.

Guia: Os 8 melhores modelos de fone com cancelamento de ruído em 2020

AirPods Pro, da Apple, são um exemplo de fones true wireless com cancelamento de ruído ativo. (Imagem: Hadrian/Shutterstock)
AirPods Pro, da Apple, são um exemplo de fones true wireless com cancelamento de ruído ativo. (Imagem: Hadrian/Shutterstock)

O que é e como funciona o cancelamento de ruído ativo

O cancelamento de ruído ativo nada mais é que uma função que faz o cancelamento de todos os sons externos ao fone, tudo isso usando um software e processador que estão embutidos no dispositivo. Quando o recurso está ativado, o som ambiente é captado por um microfone adicional, que serve apenas para esse intuito. Mas como o software consegue cancelar esses ruídos externos?

Qualquer tipo de som viaja em ondas, e uma forma de deixar essas elas inaudíveis é criando outras ondas, com a mesma frequência e amplitude, e emiti-las em uma fase oposta, ou seja, de forma “espelhada”. Assim, toda vez que as duas ondas se encontram, elas se anulam. Pode parecer um pouco confuso, mas funciona parecido com a matemática, se você tem 1 e -1, quando esses valores se encontram eles viram zero.

Esquema mostra o cancelamento de ondas sonoras que promovem cancelamento de ruído ativo. (Imagem: Zoom)
Esquema mostra o cancelamento de ondas sonoras que promovem cancelamento de ruído ativo. (Imagem: Zoom)

Como já dissemos anteriormente, os fones com essa tecnologia possuem um microfone que serve apenas para essa captar todo o som a sua volta e transferir para o processador. A partir daí o software cria ondas exatamente iguais e as emite praticamente ao mesmo tempo, só que em uma fase oposta, causando o cancelamento dos ruídos indesejados e deixando apenas o que você quer ouvir.

O cancelamento de ruído ativo bloqueia todos os barulhos externos?

Depende do tipo de barulho e da qualidade do fone. Sons que forem contínuos são mais fáceis de serem cancelados quase que completamente, mas barulhos repentinos não são evitados com efetividade. Isso acontece porque existe um pequeno atraso para o sistema do fone gerar as ondas que vão cancelar os ruídos, então ele precisa “adivinhar” como o ruído será produzido, e com um tipo de som constante, é mais fácil fazer isso.

Os fones over-ear, que cobrem toda a orelha, são os que melhor isolam ruídos devido ao cancelamento passivo. (Imagem: Daniel Explores/Shutterstock)
Os fones over-ear, que cobrem toda a orelha, são os que melhor isolam ruídos devido ao cancelamento passivo. (Imagem: Daniel Explores/Shutterstock)

A maior parte dos fones usa o cancelamento passivo em conjunto com o ativo para gerar um bom resultado. O bloqueio passivo nada mais é que todo o trabalho que o dispositivo faz unicamente com o seu tipo de construção, formato e material usado, para te isolar dos barulhos externos sem nenhum tipo de uso de software. Resumindo: todos os sons que o fone consegue bloquear de maneira natural, já quando você o coloca na orelha, estão atribuídos ao cancelamento passivo.

Desvantagens do cancelamento de ruído ativo

Bem, as vantagens do cancelamento de ruído ativo ficaram bem claras, mas nem tudo são flores. O primeiro ponto negativo é que os fones com esse recurso são mais caros que o normal, então mesmo os mais “básicos” em termos de qualidade sonora, tamanho dos drivers e conforto, ainda custarão um valor acima da média do mercado, principalmente aqui no Brasil.

Os fones que possuem essa tecnologia são, em grande parte, sem fio, então como você deve imaginar que o recurso gasta muita bateria. Em alguns casos, o dispositivo chega a dobrar o consumo de bateria quando a função está ligada, então se o modelo entrega 10 horas de autonomia, com o cancelamento de ruído ativo sempre habilitado esse tempo pode cair para 5 horas facilmente.

Em muitos fones, basta tocar em um botão para que o modo ambiente seja ativado e você escute os sons externos. (Imagem: Divulgação/Sony)
Em muitos fones, basta tocar em um botão para que o modo ambiente seja ativado e você escute os sons externos. (Imagem: Divulgação/Sony)

Em certos momentos ficar “imersivo” demais pode ser perigoso – por exemplo: quando você está andando na rua e precisa prestar atenção nos sons a sua volta –, por isso, é importante saber quando dá pra usar e quando é melhor deixá-lo desativado. Geralmente os fones com essa tecnologia também têm o “modo ambiente”, que usa o mesmo microfone externo para fazer o efeito contrário, ou seja, captar o som e repassá-lo para o usuário. Assim, você não precisa tirar os fones para dar atenção a alguém ou a alguma situação específica.

Melhor fone com cancelamento de ruído ativo

Um dos melhores fones com essa função e que está a venda no Brasil é o Sony WH-1000XM3. Ele é o carro chefe da Sony neste segmento e conta com um diferencial em cima dos concorrentes, pois possui um cancelamento de ruído ativo adaptável, que leva em consideração a forma com que o fone está encaixado na sua cabeça para calcular o quanto de cancelamento deve fazer. Além disso, é um modelo com um áudio excelente e bateria que pode durar até 30 horas.

No entanto, se você precisa economizar, uma opção mais barata é o JBL Tune 600 BT NC, que tem integração com assistentes de voz e bateria para até 22 horas.

Por fim, se você busca por um modelo true wireless, mais discreto e bem leve, pode encontrar uma boa opção nos AirPods Pro, da Apple. Além terem cancelamento de ruído ativo, eles são resistentes a suor e se integram especialmente bem a outros produtos com a marca da maçã, como o iPhone e o Apple Watch.