A forma como as pessoas consumiam música mudou completamente após o dia 01 de julho de 1979. Há 40 anos, nessa data, chegava a prateleira das lojas o icônico Walkman; primeiro reprodutor de músicas portátil desenvolvido pela Sony.

Se a geração de hoje é ávida por consumir conteúdos multimídia em um smartphone, em 79 o desejo dos jovens era ter um Walkman, colocar seus fones e escutar suas músicas aonde fossem.

O Walkman foi um daqueles produtos revolucionários, responsáveis por criar um antes/depois. O produto ficou tão popular que o nome Walkman acabou virando sinônimo para qualquer modelo de toca-fitas portátil criado na época.

Leia também: Sony lança primeiro fone Extra Bass com cancelamento de ruído no Brasil

Walkman

Walkman mudou a lógica de consumo de música nos anos 80 - Foto: Reprodução/Shutterstock

O nascimento do Walkman

A ideia veio de um dos fundadores da Sony, Masaru Ibuka, que desejava escutar músicas por meio de fones de ouvido durante suas viagens de negócio ao exterior. Com isso em mente, solicitou ao seu time de desenvolvimento que criassem um aparelho portátil capaz de reproduzir fitas cassetes, com base no gravador portátil da Sony TC-D5, o que veio a se tornar o protótipo do Walkman.

Foi lançado então em 1º de Julho de 1979, no Japão, o primeiro reprodutor portátil de músicas: o Walkman TPS-L2. Já de cara o aparelho se tornou uma febre e passou a ser comercializado de forma global.

O player portátil fabricado pela Sony revolucionou o mercado de áudio, que antes era ocupado por aparelhos fixos com caixas de som e que em sua maioria funcionavam apenas com LPs. Devido a sua portabilidade, o Walkman também ajudou a popularizar as fitas cassetes.

Ao longo dos anos 80, época em que o aparelho reinou, a Sony lançou diversos modelos, como WM-2, WM-20 e a evolução deste aparelho, o WM-109, que acumulou mais de 20 milhões de unidades vendidas.

Referência para gerações futuras

A invenção do Walkman foi o início da era dos dispositivos pessoais de áudio portáteis, já que tornou possível as pessoas escutarem suas músicas aonde quer que estivessem e a qualquer hora.

No final da década de 80, a fita cassete entrou em declínio graças à ascensão do CD, foi quando a Sony lançou o Discman D-20 e, em 1922, introduziu o MiniDisc como um novo formato de áudio com o MZ-1 MD Walkman.

Discman

Discman é evolução do Walkman - Foto: Reprodução/Shutterstock

Por ser o pai dos players portáteis, podemos dizer que todo aparelho que surgiu com o mesmo objetivo, teve influência direta no Walkman, como o iPod da Apple, por exemplo.

Mais do que um simples tocador de músicas portátil, o Walkman foi o símbolo responsável por popularizar a música e torná-la mais acessível. A forma como consumimos música hoje  não seria possível sem a sua invenção. Parabéns, Walkman!

Leia também: