SSD para notebook: como escolher o modelo certo

Entenda as diferenças entre modelos de SSD com entrada SATA e NVMe

SSD para notebook: como escolher o modelo certo
Ricardo BergherEditor(a)

Publicado e atualizado 2 min. de leitura.

Instalar um SSD em um notebook pode garantir bastante velocidade e desempenho para o computador. Os Solid State Drivers consegue ler e gravar dados mais rapidamente do que um HD comum. Contudo, eles ainda são um pouco mais caros e têm espaço de armazenamento reduzido.

Outro ponto que é preciso prestar atenção é o tipo da conexão. Os notebooks têm diferentes compatibilidades para SSD. Os SATA têm tamanho maior e normalmente substituem os HDs, por isso são mais comuns. Já os NVMe são chips menores que podem ser instalados ao mesmo tempo que outros armazenamentos, mas usam uma entrada PCIe do notebook. Confira, a seguir, como escolher o modelo certo de SSD para o seu laptop.

Leia também: Notebook com SSD: veja os melhores modelos para comprar em 2020

O que é um SSD?

Os SSDs chegaram no mercado como uma opção mais eficiente aos HDs comuns. Assim, se você utiliza um SSD em seu notebook, o tempo de espera ao ligar vai diminuir consideravelmente e um jogo que demora quase 1 minuto para carregar vai abrir em poucos segundos.

Outra vantagem da tecnologia de armazenamento em SSD é que o disco é silencioso e não vibra, além de gravar os arquivos com maior velocidade. O lado negativo em relação aos antigos HDs é o preço, que é mais caro. Porém, o ganho em desempenho e velocidade pode compensar.

Compare preços de SSD aqui no Zoom!

Tipos de SSD: SSD SATA e SSD NVMe

Você pode optar por um dos dois tipos mais comum de SSD: SSD SATA ou SSD NVMe. Para a maioria dos usuários, a velocidade do SSD SATA já é mais do que suficiente, chegando a 6 GB/s.

Nesse sentido, só vale a pena você comprar um SSD NVMe, que são bem mais caros, se você for utilizar sua máquina para rodar programas que exijam uma capacidade de leitura e gravação muito rápidas, como para renderização de vídeos em ultra HD em tempo real. A velocidade de um SSD NVMe é de 32 GB/s, aproximadamente 5x mais rápido que o SSD SATA.

Além disso, se você optar por um SSD SATA, com certeza a placa mãe do seu notebook será compatível com ele. Porém, no caso dos SSD NVMe, nem toda placa mãe será compatível, então é preciso verificar antes essa compatibilidade. Por fim, o SSD NVMe ainda vai ocupar uma porta PCI-e do seu notebook.

Isso ocorre pois o SSD SATA utiliza a porta ou barramento SATA, que alcança uma velocidade de 6GB/s. Essas portas são como se fossem um caminho virtual que os dados fazem no PC. Assim, o barramento SATA é mais comum entre os modelos disponíveis no mercado.

Já o SSD NMMe utiliza o barramento PCIe, mais moderno e que chega a uma velocidade de 32 GB/s. Porém, esse tipo de barramento, além de ser incompatível com o SATA, não é compatível com algumas placas mãe.

Qual vale a pena eu comprar?

No final das contas, para a maioria dos usuários um notebook com SSD SATA vai atender perfeitamente. Isso porque o preço é bem mais em conta e a compatibilidade com a placa mãe do seu notebook será mais fácil. Por outro lado, um notebook com SSD NVMe só se justifica se você for um usuário que exige muito da capacidade de leitura do seu SSD. Até mesmo para jogos pesados, o SSD SATA continua sendo a melhor opção.

Leia também: