Mulher morena de costas lavando os cabelos longos e castanhos no banho

Cronograma capilar: por que você deve montar o seu?

Só hidratação nos cabelos não é suficiente! Entenda como o cronograma capilar é importante para a saúde dos fios

Raquel CarlettoRedatora

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

Cronograma capilar para cabelos cacheados, danificados, lisos, loiros... é bem provável que você, assim como eu, já tenha sido impactado com essas opções de tratamento para os fios. No meu caso, só passei a entender (e ver na prática!) as maravilhas que o cronograma capilar completo pode oferecer quando fiz luzes. Essa história eu conto melhor aqui embaixo.

A questão é que, antes, minha pergunta sempre foi "por que eu deveria montar a minha agenda de cuidados com os cabelos?". Até que eu finalmente aprendi que hidratação, apenas, não era suficiente. E agora que eu já sei a resposta, quero falar sobre o que é, como funciona e - o mais importante - por que todos devem apostar no cronograma capilar. Vem comigo!

Primeiro, já sabe que é e como funciona o cronograma capilar?

Mulher de cabelos loiros e cacheados segurando creme de cabelo
Foto: Reprodução Shutterstock

O cronograma capilar é uma agenda de tratamento intercalada para recuperar a saúde dos fios. Esses tratamentos são feitos separadamente e se intercalam entre hidratação, nutrição e reconstrução - que são, no caso, as três maiores necessidades dos nossos cabelos. E isso vale para absolutamente todos os tipos de fio, sejam lisos ou crespos, tingidos ou naturais, curtos ou longos.

No entanto, embora todos os fios precisem dessa agenda de triplo-cuidado, o cronograma capilar não é o mesmo para cada tipo de cabelo. Dependendo da necessidade das madeixas, é preciso intensificar ou atenuar um dos três cuidados. É por isso que existem diferentes cronogramas: aqueles específicos para cabelos com química, com foco maior em reconstrução; outros voltados para fios cacheados, mais concentrados em nutrição, e por aí vai.

Para ficar mais claro, vou explicar brevemente o que as três fases do cronograma fazem pelos fios:

  • Hidratação repõe a água na fibra capilar, dando maciez aos fios;
  • Nutrição devolve os nutrientes aos cabelos, dando aparência mais brilhosa e definição nas madeixas;
  • Reconstrução repõe as proteínas, aminoácidos e queratina dos fios para retomar a estrutura e força dos cabelos.

Sim, todos nós precisamos de um cronograma capilar

Mulher morena de cabelos lisos e pretos penteando os fios no espelho
Foto: Reprodução Shutterstock

Repetindo pra não ter erro: todos os tipos de cabelo precisam de um cronograma capilar. No entanto, se o seu fio tem contato com químicas alisadoras, coloração, cloro, sal, sol ou poluição, ele precisa ainda mais desses cuidados. Eu descobri isso na prática quando fiz luzes, por exemplo (como citei ali em cima). Quem descolore os cabelos sabe bem como é: na primeira lavagem dá para sentir os fios nitidamente mais elásticos, finos e precisando de cuidados. E não foi diferente comigo.

Mas, a questão é que, embora eu só tenha me atentado à importância de combinar nutrição, restauração e hidratação nessa ocasião, não é preciso esperar um momento tão drástico para iniciar o cronograma capilar. A verdade é que até mesmo um fio saudável precisa ter uma agenda específica de cuidados - podendo ser mais intensa ou generalista. Ou seja, todos podem (e devem) criar uma rotina de beleza com os fios.

Por que a hidratação capilar não é suficiente?

Mulher ruiva de cabelos longos passando a mão nos fios
Foto: Reprodução Shutterstock

E isso nos leva à pergunta: por que montar um cronograma capilar? A hidratação não é suficiente? A resposta é: embora seja bem importante, apenas hidratar os fios não é o bastante. Por ser um passo comum a todos os tipos de cabelo e não ter 'efeitos colaterais', a hidratação se popularizou mais do que os outros passos do cronograma. Foi aí que muita gente entendeu que cuidar do cabelo significava apenas hidratá-lo.

Só que o cronograma capilar completo, indo além da hidratação, é a única maneira devolver aos fios tudo o que eles precisam para se manterem fortes e saudáveis. Especialmente para restaurar os danos causados por procedimentos químicos ou por agentes externos (água quente no banho, sol, poluição, coloração, secador ou chapinha). Para ficar ainda mais claro, uma vez li que só hidratar o cabelo é como dar apenas água para uma pessoa com fome. Ou seja: ajuda, mas não é suficiente.

E eu vi isso na prática, viu? Foi só depois que eu criei uma rotina de cuidado com os cabelos descoloridos que pude me livrar da opacidade, dos fios elásticos e das pontas ressecadas. E o melhor: eu (e todos podemos) fazer tudo em casa, com produtos que cabem no orçamento e na hora que for mais conveniente. Democrático e prático, perfeito para quem não consegue ir no salão com tanta frequência.

Como criar o cronograma capilar para o seu cabelo

Para criar o cronograma capilar, meu primeiro passo (e o mais indicado) foi fazer um teste de porosidade capilar. Ele é feito com um fio de cabelo e um copo transparente com água, tudo bem simples. O processo é o seguinte: coloque um ou mais fios de cabelo em um copo meio cheio de água. Depois, observe o copo e veja:

  • Se o fio boiar, você precisa de mais hidratação;
  • Se o fio não afundar, nem boiar, você precisa de nutrição;
  • Se o fio afundar, você precisa de restauração.

Para ficar mais claro, explico aqui como seria os cuidados em cada caso:

Cronograma capilar para fios que boiam - mais hidratação

Se o seu fio boiou, ele tem baixa porosidade e é considerado saudável. Mas, para que ele se mantenha assim, vale a pena criar uma rotina de cuidados por um mês com foco em hidratação. Seguindo a regra abaixo:

  • 1ª semana: hidratação - hidratação - nutrição
  • 2ª semana: hidratação - nutrição - hidratação
  • 3ª semana: hidratação - hidratação - nutrição
  • 4ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

Vale destacar que todos os fios precisam de reconstrução pelo menos 1x ao mês, mas nada de abusar dela. Produtos com essa função, se usados em excesso, podem deixar os cabelos rígidos e sem maleabilidade, ok?

Cronograma capilar para os fios que ficam no meio - mais nutrição

Se o seu cabelo ficou ali naquele limbo, sem boiar ou afundar, ele tem média porosidade. Também é um fio saudável, mas que precisa de mais nutrição para fugir do frizz e ganhar mais definição. O cronograma ideal seria:

  • 1ª semana: hidratação - nutrição - hidratação
  • 2ª semana: hidratação - hidratação - nutrição
  • 3ª semana: hidratação - nutrição - hidratação
  • 4ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução

Cronograma capilar para os fios que afundam - mais reconstrução

Se o seu cabelo afundou, a má notícia é que ele tem alta porosidade e precisa de atenção especial. Foi o meu caso quando fiz as luzes. Para corrigir o problema dos fios ressecados, sem brilho e elásticos, dê foco na reconstrução com um cronograma como esse:

  • 1ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução
  • 2ª semana: nutrição - hidratação - nutrição
  • 3ª semana: hidratação - nutrição - reconstrução
  • 4ª semana: hidratação - hidratação - nutrição

Quais produtos é preciso ter para criar um cronograma capilar?

Agora que você já sabe como fazer o cronograma capilar em casa, é hora de se preparar com os produtos de cabelo que vai precisar para reconstruir, hidratar e nutrir as madeixas. A parte boa é que existem opções para todos os bolsos, viu? Por exemplo, uma opção de bom custo-benefício é a linha de cronograma capilar Skala.

A marca já tem kits específicos para tipos de fio, mas também vende os potes de creme de tratamento separadamente. O Creme Skala Óleo De Argan, por exemplo, é um ótimo aliado para a etapa de nutrição por ter óleo de argan na composição. Além disso, tem um preço que cabe no bolso. Por sinal, caso queira, clique aqui e confira nosso artigo sobre o cronograma capilar skala e saiba mais!

Por outro lado, seguindo uma linha um pouco mais cara, existem opções como a máscara de nutrição Invigo Nutri-Enrich da Wella. Ela é uma das mais indicadas por profissionais para quem quer um bom creme nutritivo para cabelos secos, ressecados ou com química. Se puder e quiser investir, vale bem a pena!

No entanto, é importante destacar que você vai precisar de produtos específicos para hidratação, nutrição e reconstrução separadamente. Para saber quais produtos comprar, uma boa dica é ficar de olho na composição. Isso porque:

  • produtos para hidratação costumam conter aloe vera, extratos botânicos, pantenol, álcoois graxos, glicerina e outros.
  • produtos para nutrição costumam conter óleos, como os de coco, abacate, argan e flores, ou até mesmo manteigas, como a de oliva, murumuru e karité.
  • produtos para restauração costumam conter queratina, cisteína, arginina, ceramida e creatina.