Homem imprimindo depois de saber o preço de impressora

Preço de impressora: como avaliar se o custo-benefício está bom?

O preço de impressora pode variar de acordo com uma série de fatores e algumas dicas podem ajudar na hora da decisão de compra

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 8 min. de leitura.

Compartilhe:

Quando o assunto é preço de impressora, muitas pessoas possuem inúmeras dúvidas, não é mesmo? Seja para compor seu home office ou até mesmo no ambiente corporativo, esse dispositivo é sempre um aliado. Entretanto, é sempre bom destacar que uma escolha equivocada pode comprometer esse objetivo!

De maneira prática, a escolha da impressora para o tipo de demanda de cada usuário não é algo tão simples como parece. Isso tem muita relação com as tecnologias usadas para a impressão: jato de tinta e laser, por exemplo.

Mesmo que a grande maioria das pessoas estejam habituadas com o uso desse dispositivo na suas vidas, é natural que o conhecimento mais técnico não seja completo. E é justamente aí que mora o perigo, acredite!

Mas, calma! Esse é um problema que está prestes a ser solucionado! Para te dar uma boa ajuda nós preparamos um guia bem prático e direto ao ponto. Vamos falar de tudo um pouco: melhores marcas, recursos, o que diferencia os preços e muito mais.

Preço de impressora: comece a avaliar os critérios de escolha!

Impressora branca com vidro do scanner semi aberto em escritório
Diversos critérios podem impactar no preço de impressora (Fonte: Shutterstock)

Quando se trata de entender se o preço de impressora realmente vale a pena ou se faz sentido pelos recursos que ela entrega, é preciso começar a avaliar suas escolhas por outro prisma. Na verdade, uma soma de variáveis deverá ser considerada para atestar que a sua compra foi bem sucedida. E, já adiantamos que são diversos pontos – mas, com esse guia ficará mais fácil organizar suas ideias, não se preocupe.

Por isso, resolvemos segmentar essas questões em tópicos, que incluem velocidade do dispositivo, os tipos de papéis que fazem sentido para sua demanda diária, tipo de tinta e se a impressora é sem fio ou não. Vamos lá?

Velocidade da impressora

Esse ponto é fundamental, principalmente se você refletir acerca da demanda mensal de impressões que pretende ou costuma fazer. Quando você avalia a velocidade, tenha em mente que a medição se dá pelo número de páginas por minuto – para não gerar confusão, alguns fabricantes informam esse dado com a sigla “ppm”. Vale ainda considerar a frequência das impressões e até mesmo os tipos de trabalho que são realizados.

Alguns profissionais podem precisar de um volume maior e, um bom exemplo disso são escritórios. Supondo que um ambiente corporativo decida por uma impressora com elevada qualidade, mas lenta, certamente isso irá prejudicar a rotina de trabalho, concorda?

Dá até para imaginar a fila de funcionários diante da impressora querendo pegar um documento. Portanto, é impensável!

Mas, se trazermos essa realizada para o ambiente doméstico, a coisa muda um pouco de figura. Nesse caso, é comum que a quantidade seja bem menor, além de corresponder a demandas pontuais. Aqui, portanto, a velocidade não precisa ser um critério tão valorizado assim.

  • Tome nota: tenha em mente que ultrapassar o volume correspondendo à capacidade da impressora escolhida pode acarretar custos. Afinal, o dispositivo poderá ficar exposto a mais manutenções.

Avaliação do tipo de papel

O critério de avaliação é basicamente o mesmo do tópico anterior em relação ao tipo de trabalho em questão. Aqui, é interessante optar por uma impressora que seja capaz de lidar com diferentes tipos de papel. Afinal, um dispositivo versátil e que poderá lhe atender em vários momentos distintos também reflete um bom custo-benefício.

O papel mais comum é sempre o A4, mas não existe uma regra para que uma impressora aceite diferentes gramaturas e formatos. Inclusive, há modelos no mercado que lidam perfeitamente com papéis de ofício, por exemplo. Por outro lado, o preço de uma impressora tende a ser menor se o padrão for apenas A4.

Com fio ou sem fio?

Certamente, ao pensar sobre o preço de impressora você pode entrar em uma zona de conflito: impressora com ou sem fio? O fato é que não existe pior ou melhor nesse quesito, mas sim a comodidade. Afinal, embora o preço da impressora sem fio seja mais elevado, existem as facilidades dessa escolha. É uma maneira de dizer adeus ao emaranhado de fios conectados ao seu computador e a facilidade de imprimir de qualquer lugar.

Por outro lado, se o critério continua sendo a velocidade, a impressora com fio pode ser mais ágil. Mesmo que as tecnologias estejam cada vez mais avançadas e competitivas para entregar velocidade, isso é algo importante para ter em mente. Ambientes corporativos, onde muitas pessoas usem os dispositivos, podem se beneficiar mais dos modelos com fio.

O fato é que a impressora sem fio agrega flexibilidade, sem contar a facilidade de instalação e configuração. Outro diferencial é que elas são compatíveis com smartphones e tablets. Ou seja, em um mundo cada vez mais conectado, faz todo sentido!

Preto e branco ou colorida?

Se a sua intenção é realizar a impressão de documentos simples como é o caso de planilhas, por exemplo, os modelos preto e branco podem ser suficientes para suprir sua demanda. Sem contar que o preço de uma impressora nesses moldes tende a ser mais em conta.

Mas, se a necessidade em questão consiste na impressão de gráficos, logos e outras opções com recursos visuais detalhados, a impressora colorida é mais indicada.

Os diferentes tipos de impressoras: por onde começar?

Preço de uma impressora preta, com dispositivo sobre uma mesa
O preço de uma impressora está relacionado ao tipo do dispositivo (Fonte: Shutterstock)

Agora que você já sabe os critérios iniciais para entender o preço de impressora e o custo-benefício envolvido, é hora de dar um passo ainda maior. Isso porque, existem modelos com propostas bem diferentes que podem impactar ou não em seu custo mensal.

Portanto, não se trata apenas de economizar na compra do dispositivo em si, mas também refletir como será a manutenção dele. Para exemplificar melhor, podemos pensar acerca da impressora a laser, que possui um custo mais elevado. Por outro lado, é um modelo com alta capacidade de impressões com o uso de apenas um toner.

Já o preço de impressora a jato tende a ser menor, mas esbarra justamente no volume baixo de impressões por cartuchos. Por isso, é sempre válido considerar todos os critérios para compor sua decisão!

O que é e qual o preço de uma impressora a laser?

Esses modelos estão comumente presentes em ambientes de escritórios, mas isso é alvo que vem mudando nos últimos anos. O fato é que seus valores tornaram-se acessíveis com o passar do tempo, possibilitando sua aquisição para uso doméstico também. O modelo, geralmente, conta com resolução de 1200x1200 dpi, ou seja, uma boa qualidade.

Vale ainda mencionar que esses modelos também dispõem, em média, de capacidade para impressão de 20 páginas por minuto – em alguns casos, até mais se o modelo for preto e branco. Entretanto, as impressoras coloridas não decepcionam nesse ponto, com capacidade para documentos de no máximo 2400 dpi.

No mais, o preço de impressora a laser, ainda mais colorida, é um pouco mais salgado – as marcas bem avaliadas podem ser obtidas por um valor inicial de R$740, aproximadamente.

Se a sua intenção é imprimir fotos, por exemplo, recomendamos que opte pelo modelo jato de tinta ou impressoras para essa finalidade exclusivamente. Inclusive, falaremos sobre isso mais adiante!

Confira abaixo as principais vantagens da impressora a laser:

  • Maior velocidade de impressão
  • Menor custo por página
  • Vida útil do toner é superior
  • O preço de impressora a laser agrega um bom custo-benefício

O que é e qual o preço de uma impressora jato de tinta?

Por sua vez, é justo também avaliarmos o preço de uma impressora jato de tinta e suas particularidades! Em primeiro lugar, esses são os modelos mais comuns e procurados do mercado. Vale mencionar que a tecnologia do jato de tinta é presente em diferentes dispositivos: impressoras domésticas e também equipamentos de porte superior.

Atualmente, essa opção entrega uma capacidade de imprimir aproximadamente de 12 até 15 páginas por minuto (preto e branco) e de 10 até 13 páginas por minuto em cores. Entretanto, é possível também encontrar modelos que dobram essa capacidade, mas isso tende a variar conforme o tipo de documento e sua resolução.

Para obter de fato um bom custo-benefício do preço de impressora para esse modelo, recomendamos que você prefira as que são alimentadas com tanque de tinta. Elas possuem reservatórios recarregáveis e isso gera um melhor controle de gastos. Mesmo sendo modelos com valor mais elevado, é importante pensar no gasto de insumos que virá posteriormente, ok?

Confira abaixo as principais vantagens da impressora a laser:

  • Melhor variedade de toners, resultando em uma impressão de qualidade superior
  • Aceita diferentes tipos de papel
  • Mais indicada para quem usa a impressora com menor frequência

Impressoras fotográficas: vale a pena ter uma?

Se a ideia é dar um upgrade no seu álbum de lembranças, pode ser que a sua pesquisa seja justamente compreender qual o preço de impressora fotográfica! Entretanto, é bom reforçar que elas não são muitos versáteis, ou seja, você irá realmente apenas imprimir fotos!

Sua qualidade é bem superior e, é até mesmo possível que ela supere a qualidade dos serviços profissionais que podem ser encontrados por aí. Mas, quanto mais qualidade, maior também é o investimento. Soma-se a isso os custos de abastecimento e ainda manutenção que podem ser bem salgados.

A hora da verdade: multifuncional ou comum?

O preço de impressora multifuncional tem bom custo-benefício
O preço de impressora multifuncional agrega melhor custo-benefício (Fonte: Shutterstock)

Depois dessa avalanche de informações, ficará mais fácil escolher a impressora ideal para suas necessidades. Mas, ainda temos que dar um pequeno passo para confirmar que essa escolha será de fato assertiva! Ou seja, saber qual preço de impressora agrega melhor custo-benefício: o modelo comum ou multifuncional.

  • Impressora comum: sua função é, basicamente, imprimir! Simples assim. Por isso, não espere dela outros recursos como digitalização ou cópias. São boas opções para quem realmente quer investir um valor bem menor (é possível encontrar modelos no valor de R$200). O grande problema aqui é que atualmente existem poucas opções no mercado.
  • Impressora multifuncional: se a sua ideia é saber o preço de uma impressora multifuncional, certamente quer um produto mais versátil e eficiente. São modelos capazes de realizar impressões, digitalizações e cópias com comandos simples e práticos. A variedade de valores e possibilidades também é vasta e são modelos que se adequam perfeitamente a diferentes realidades.

Quais as melhores marcas de impressoras?

Impressora HP preta com papel saindo pela bandeja de impressão
O preço de uma impressora HP é atraente, assim como outras marcas bem avaliadas no mercado (Fonte: Shutterstock)

Nós sempre falamos não apenas do preço de impressora como também todas as propostas mais buscadas no mercado. Automaticamente, isso nos faz chegar também às marcas mais bem avaliadas! E, isso não quer dizer que são as mais caras, sabia? Na verdade, há opções para todas as necessidades e orçamentos!

Bons exemplos são a Canon, HP, a Brother, Samsung e também a Epson – todas, sempre marcam presença constante em nossos reviews de produtos e destaques. Aliás, para facilitar ainda mais, selecionamos alguns conteúdos sobre cada um desses fabricantes.

  • A impressora Brother também merece o devido destaque e, por isso, selecionamos uma lista com 9 modelos.