Para algumas pessoas, cozinhar é um grande prazer. Mas até os chefs mais empolgados concordam que aquela louça em cima da pia depois de uma refeição é desagradável. Ficar livre dessa tarefa chata é um dos grandes atrativos de comprar uma lava-louças.

Mas se você tem dúvidas se faz, ou não, esse investimento, mostramos algumas vantagens e desvantagens de ter uma lavadora de louças em casa.

Vantagens de ter uma lava-louças em casa

Claro que a primeira coisa que ocorre é a economia de tempo, pois enquanto a lava-louças cuida dos pratos e panelas, você descansa ou faz outras coisas pela casa.

    Muitas lavadoras, como modelos de marcas tradicionais, como as lava-louças Electrolux, contam com opções de programas para atender às necessidades do dia a dia. Por exemplo, as lavagens pesadas dão conta de panelas, tabuleiros ou travessas de vidro, enquanto a lavagem rápida é ideal para aquela louça não tão suja, como copos e pratos do café da manhã.

    Uma opção encontrada em alguns modelos de lava-louças é a pré-lavagem, para que você possa juntar a louça de um dia inteiro na máquina e lavar tudo junto, sem deixar a pia bagunçada ou cheiro de comida na cozinha. Essa é uma boa ideia para casas com menos volume de louça, que pedem um modelo menor, como uma lava-louças 6 serviços, e não exige que a máquina funcione muito abaixo de sua capacidade.

    Aliás, o número de serviços da lava-louças é um ponto a ser muito observado. Se muitas pessoas participam das refeições, o ideal é um modelo maior, como uma lava-louça de 12 serviços. Mas casas com duas ou três pessoas podem se virar muito bem com uma menor. Vale lembrar que o gasto de água e energia acompanha o tamanho da lava-louças.

    Água quente da lava-louças deixa a louça ainda mais limpa

    Como a louça já sai quase seca da máquina, prontinha para usar ou guardar, você também economiza o tempo de secar tudo antes de colocar no armário. Fora que normalmente as lava-louças usam água bem mais quente que usada na pia, então deixam seus pratos e panelas mais limpos que só com água e sabão.

    As lava-louças podem usar detergentes líquidos, em pó ou tabletes, mas é essencial que eles sejam próprios para uso em máquinas, pois são mais fortes do que os tipos comuns. Isso porque as máquinas pulam a etapa de “esfregar” a louça: elas jogam água e sabão e esperam um tempo para a sujeira e a gordura diluírem.

    Já o líquido secante impede que as louças fiquem manchadas ou com aquele efeito “embaçado”, muito comum em vidros, por exemplo.

    Como aproveitar melhor sua lava-louças

    Como todo eletrodoméstico, o uso da lava-louças pede alguns cuidados que garantem o bom funcionamento. Por exemplo, é necessário que o excesso de comida seja eliminado antes da louça ir à máquina (não precisa “enxaguar”, mas apenas raspar os restos de comida).

    Outro fator importante é a forma como a louça é arrumada dentro da lava-louças, pois deve haver espaço suficiente para a água alcançar todos os seus lados. Então, também é bom ver se seus pratos e travessas são compatíveis com o tamanho da lava-louças escolhida. Muitas têm as grades e cestos removíveis, como alguns modelos de lava-louças Brastemp, para que fiquem mais versáteis.

    Gasto de água e energia são muito questionados na hora de optar por comprar uma lava-louças, mas alguns modelos são bem econômicos nos dois fatores. Aliás, dependendo da máquina, ela gasta até menos água para lavar a mesma quantidade de louça na pia. Já a diferença na conta de luz não fica tão grande quanto o esperado.

    Então, se você está pensando em comprar uma lava-louças, leve em conta a rotina da sua casa e os recursos que cada modelo pode oferecer, para que você escolha o melhor custo-benefício.