Lava-louças: como limpar? Como economizar? 4 dicas para usar o eletrodoméstico da melhor forma

Separar os itens da maneira correta e higienizar a lava-louças com frequência são algumas dicas

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Compartilhe:

Quem tem uma lava-louças em casa já conhece suas vantagens. Ela é um equipamento que gasta 80% menos água, deixa a louça mais limpa por usar água quente e economiza 300 horas de seu tempo por ano em relação à lavagem manual. Além disso, usuários atestam que a diferença na conta de luz não é tão significativa quanto o que se poderia imaginar.

Mas você pode não estar aproveitando todos os recursos que ela oferece. Algumas informações vão ajudar a fazer uma lavagem mais eficaz e até economizar água e energia. Dê um Zoom e veja dicas preciosas para aproveitar melhor sua lava-louças!

Descubra como limpar e organizar a lava-louças! (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Descubra como limpar e organizar a lava-louças! (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Quais são as melhores lava-louças do mercado? Veja as indicadas pelo Zoom!

1. Separe os itens corretamente para uma otimização do espaço da sua lava-louças

Organizar o espaço interno da lava-louças é fundamental para a melhor eficiência do aparelho. (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Organizar o espaço interno da lava-louças é fundamental para a melhor eficiência do aparelho. (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

O ideal na hora de arrumar as louças é que nenhum item fique encostado no outro. Dessa forma é possível evitar que algum quebre com a vibração causada pela água em alta velocidade. Tenha atenção especial com os objetos pontiagudos - nunca coloque as pontas de facas para cima, por exemplo - e objetos de plástico que, por serem leves, devem ficar bem seguros para não se deslocar durante a lavagem.

O espaço na arrumação deve ser suficiente para a água alcançar todos os lados das louças. Aliás, se você ainda está pensando por que comprar uma lava-louças , primeiro preste atenção se seus pratos e travessas são compatíveis com o tamanho do modelo e se ele dispõe de grades e cestos removíveis, o que facilita muito na hora da limpeza e arrumação.

Falando em arrumação, descubra a melhor maneira de organizar a geladeira.

2. Certos itens não devem ser lavados na lava-louças!

Uma lava-louças vai ajudar e muito na tarefa de deixar uma pia vazia, mas não vai livrá-lo de ainda ter que lavar alguns itens manualmente. As panelas esmaltadas, por exemplo, começam a soltar esmalte após algumas lavagens. Tábuas e talheres com cabos de madeiras também devem ficar longe das máquinas, pois a mistura de calor e água faz com que a madeira dilate e até se quebre.

A recomendação serve para para louças delicadas, como taças, copos e porcelana, já que o calor pode provocar rachaduras e quebrá-las. Além disso, lembre-se que os detergentes líquidos, sabão em pó ou tabletes usados são próprios para máquinas, sendo mais fortes do que os tipos comuns.

Então, por serem abrasivos, podem danificar os objetos mais delicados e finos. Mas vale destacar que há modelos no mercado que garantem a lavagem segura desse tipo de louça, como a Electrolux LV14X, que tem programa delicado para taças de cristal e outros itens sensíveis.

3. Alguns truques também podem ajudar a economizar energia

A lava-louças tem baixo consumo de energia - com o padrão de consumo energético "A", tem, em geral, um consumo de apenas 1.2 kWh. O maior gasto é na hora da secagem. Então, que tal não utilizar essa função e deixar tudo secar naturalmente?

Outra boa dica de economia é usar a máquina somente quando ela estiver cheia de louça. Se realmente for necessário lavar pouca louça, opte sempre pelos programas mais curtos. O número de serviços que o modelo oferece é uma característica importante na hora da compra.

Numa casa com poucas pessoas, uma lava-louças de oito ou 10 serviços são as mais indicadas porque evitam um funcionamento abaixo da capacidade. Se muitas pessoas participam das refeições, o ideal é um modelo de 14 serviços.

E não esqueça que, comprovadamente, ela economiza muita água. Enquanto na pia a água escorre direto para o ralo ao se lavar item por item, sem possibilidade de reaproveitamento, na máquina a água circula, lavando tudo de uma vez só.

Para mais dicas de economia de energia com os eletrodomésticos, dê uma olhada no nosso artigo!

4. Saiba como limpar a sua lava-louças

O ideal é passar os pratos e copos na água corrente antes de inseri-los na lava-louças. (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
O ideal é passar os pratos e copos na água corrente antes de inseri-los na lava-louças. (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Uma dica importante para que a lava-louças não fique tão suja no dia a dia é remover todos os restos de comida antes de colocar as louças dentro dela. Se puder passar os pratos na água corrente é melhor ainda - há modelos com o programa pré-lavagem que já tira o grosso da sujeira. Ainda assim, é possível que resquícios fiquem grudados em algumas partes dela - não deixe acumular!

Faça limpezas superficiais diárias e, pelo menos uma vez ao mês, uma lavagem profunda, que não é nada complexa. Comece retirando todas as partes removíveis da lava-louças e as coloque de molho em vinagre. Paralelamente, encha uma tigela com vinagre, coloque-a dentro do eletrodoméstico e ative o ciclo de lavagem mais longo. Não esqueça de tirar o filtro, embutido na prateleira inferior, para limpá-lo também. Na parte externa, basta um pano úmido.

Outro cuidado que se deve ter é deixar que a lava-louças seque completa e naturalmente toda vez que for acionada. Para isso, deixe-a aberta por uma hora - o suficiente para evitar que fungos e bactérias se proliferem.

Já para a parte externa, se a sua lava-louças é de aço inox, veja como limpar a superfície da maneira correta e evite arranhões.

Leia também: