Produtos e novidades em Livros

Filme Cidades de Papel: do livro para as telas do cinema

Depois do sucesso de A Culpa é das Estrelas, Cidades de Papel é mais um livro de John Green que vira filme.

Filme Cidades de Papel
por Luiza Ramalho - Especialista em Livros e Música.

Se você curte o mundo dos livros, sabe que o escritor John Green faz muito sucesso, não é mesmo? E não importa se você já leu suas obras ou não, pois uma coisa é certa: esse autor tem alguns dos livros mais buscados na atualidade. Você pode perceber isso ao entrar em uma livraria, onde suas obras estão em posição de destaque. Mas aqui mesmo no Zoom a gente consegue perceber isso: os livros de John Green também são muitos buscados!

Se você gosta do trabalho de John Green, a forma como cada página de seus livros prende a nossa atenção, deve estar na expectativa para a chegada não do livro, mas do filme Cidades de Papel, certo?

Depois de A Culpa é das Estrelas, chegou a vez de Cidades de Papel

O livro A Culpa é das Estrelas se tornou um best-seller. Quando vários leitores, em vários cantos do mundo, se emocionaram com a história, a obra ganhou um fôlego extra... e foi parar nas telonas do cinema. Conclusão: o filme A Culpa é das Estrelas foi o longa mais visto no Brasil em 2014.

E que tal assistir a mais um filme adaptado de um livro de John Green? É isto mesmo: está chegando a estreia de Cidades de Papel. Será no dia 9 de julho!

John Green veio ao Brasil divulgar o novo filme

Olha só que legal: esta semana o escritor chegou ao Rio de Janeiro junto com o protagonista do filme, o ator Nat Wolff, para uma entrevista sobre o filme Cidades de Papel (Paper Towns).

E a gente pode comemorar o fato de a cidade do Rio ter sido a escolhida para a divulgação do filme. Durante essa divulgação, John Green deixou claro para o público presente que os livros e filmes realmente fazem muito sucesso no Brasil, e lançar o longa Cidades de Papel no nosso País foi uma forma de agradecimento.

Saiba mais sobre Cidades de Papel, mas sem spoiler!

Cidades de PapelPara a gente aqui no Zoom, a graça do filme... é não contar quase nada sobre ele! Porque vamos combinar, né? Se tiver um spoiler aqui, e a gente revelar algo que você não sabe, que frustração. Então pode ficar tranquilo, pois vamos falar, sim, sobre Cidades de Papel, mas deixando todas as novidades para a hora que você for assistir.

De acordo com John Green, durante a produção do filme, foi fundamental conservar o conteúdo principal do livro. Ou seja: se você leu e curtiu a história de Cidades de Papel, é bem provável que o longa também agrade você. Green destacou também a personagem Margo (vivida pela modelo Cara Delevingne) como uma jovem real, e não um milagre. Para completar, o autor não deixou de fora o valor da amizade e do amor, que também vão estar presentes no filme.

Conhecendo melhor Nat Wolff, o protagonista do filme

Você se lembra do Isaac, o melhor amigo de Gus, em A Culpa é das Estrelas? Então, quem deu vida ao personagem foi Nat Wolff, ator americano de 20 anos. Agora, em Cidades de Papel, Wolff foi escalado para ser o protagonista Quentin Jacobsen.

Será que o ator gostou de ser o escolhido para protagonizar o longa? Segundo o próprio Nat Wolff, foi como se tivesse ganhado na loteria. O ator ainda elegeu Cidades de Papel como o seu livro preferido de John Green. Com tantos elogios assim, a produção realmente parece ter acertado na escolha.

Cidades de PapelApesar de jovem, Nat Wolff já acumula 17 filmes na sua carreira. Sobre o trabalho no filme Cidades de Papel, o protagonista destacou a amizade no elenco. Já John Green também elogiou o protagonista, deixando claro que o trabalho foi criado em harmonia.

Entre as personagens do filme, o que chama a atenção foi a escalação da modelo britânica Cara Delevingne, no papel da misteriosa Margo. Para fãs do livro, isso pode gerar até uma curiosidade a mais para assistir ao filme. Afinal, como vai ser a atuação de Cara em um papel tão importante para o longa? Aqui a gente pode se surpreender, e de forma positiva, sabia? Para John Green, Cara Delevingne realmente conseguiu compreender a personagem Margo. Para os espectadores, isso significa que podemos ver uma boa atuação da modelo, atriz e cantora britânica (sim, Cara também canta!).

Cidades de Papel ou A Culpa é das Estrelas?

É claro que as duas obras têm a essência do autor John Green. Mas cada livro – e cada filme – tem a sua própria história. Cidades de Papel foi publicado em 2008. Já A Culpa é das Estrelas chegou ao mercado literário depois, em 2012.

A Culpa é das Estrelas emocionou jovens e adultos de vários países, inclusive o Brasil. No livro (que depois virou filme), podemos ver um drama romântico: no meio de uma grave doença, a narrativa ganha suavidade, mostrando uma bonita história de um jovem casal.

Já Cidades de Papel é outra história. Ou seja: não é uma continuação de A Culpa é das Estrelas, tá? Nesse novo filme, Margo é uma personagem enigmática que vai levar Quentin e seus amigos para uma série de aventuras. Essa obra tem ritmo eletrizante, sem deixar de lado o humor.

John Green: um escritor consagrado entre o público adolescente

John Green consegue falar com os adolescentes, mesmo. Prova disso é que seus livros se tornaram best-sellers e, o público dessa faixa etária, adora falar sobre o autor.

Mas John Green também sabe falar com o seu público ao oferecer grandes livros de romance. Isso acontece se a gente observar a maneira dele atrair esse público. Green está conectado à internet, ativo, por exemplo, no Facebook e no YouTube.

As suas obras, no entanto, abordam situações bem realistas. Histórias assim podem agradar o público jovem. Nessa fase da vida, o adolescente está vivenciando novas situações, muitas descobertas... tratar isso nos seus livros, e agora filmes, só aproxima o autor do seu público.

Ah, mas John Green vai além do papel de escritor. Em Cidades de Papel, Green teve a função de produtor-executivo. Ele realmente está empenhado em levar suas obras ao público, e vamos combinar que atinge não só jovens, mas também os adultos.

Dia 9 de julho é a estreia do filme Cidades de Papel

Não se esqueça: está chegando o dia da estreia do longa Cidades de Papel. Depois do sucesso de público que foi o filme A Culpa é das Estrelas, esse novo filme já está sendo aguardado com expectativa.

E será que o filme vai ser bom? De acordo com o próprio John Green, o filme consegue ser melhor do que o livro. É aguardar pra ver!

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em livros