O Kindle vale a pena? Veja os benefícios e desvantagens

Fizemos uma análise rápida para saber se o Kindle vale a pena ou não em 2020.

Maria Paula BrunoEstagiária

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Compartilhe:

O cenário: uma viagem para descanso de uma semana. O maior peso na mala: os 4 livros que você quer muito levar junto. Todo mundo que tem o hábito da leitura sabe como a mobilidade é um problema complicado às vezes. É medo de amassar a capa, fazer orelha no livro, esquecer de levar e... é pesado, né?

No meio disso, surge o Kindle. O leitor digital que promete acabar com todos esses problemas. Mas afinal, o Kindle vale a pena? Pensando nisso, fizemos essa análise com as vantagens e desvantagens do aparelho. Abrir mão do papel é uma grande mudança e nós podemos te dar uma força. Dê um Zoom e confira aqui embaixo se comprar o e-reader vale a pena ou não em 2020!

O Kindle vale a pena?

Kindle sem luz 8ª geração com nota sinalizada no texto. Modelo SY69JL. (Imagem:Maria Paula Bruno/Zoom)
Kindle sem luz 8ª geração com nota sinalizada no texto. Modelo SY69JL. (Imagem:Maria Paula Bruno/Zoom)

Atualmente, existem alguns modelos no mercado. Então, temos uma boa variedade de preços para uma escolha adequada. Já as vantagens, primeiro, é possível ter milhares de livros na palma da mão. Além disso, quando a falta de tempo é um problema, basta acessar sua conta na Amazon e comprar qualquer um dos títulos para ler na mesma hora. Vale ressaltar que os preços são sempre mais baixos do que as versões físicas.

Se você não gosta de ler no celular... fica tranquilo! A experiência não é parecida. Os modelos mais básicos não possuem luz, então a vista não fica tão cansada. A textura da tela é também pensada para aproximar a experiência dos livros, não é um display comum. Sem contar a diferença na organização das páginas, aprimorada para ser mais agradável. Apesar disso, a interface, bastante simples, pode ser confusa às vezes.

Mas afinal, vale a pena? Se você lê bastante, não tem tempo para ir até uma livraria, carrega os livros para cima e para baixo e tem dinheiro sobrando para investir, a resposta é sim. É possível gastar menos em uma versão mais simples e ter quase todos os benefícios. Talvez, o único ponto de alerta seja que essa é uma experiência diferente da que se tem com os livros físicos, mas as vantagens podem compensar.

Prós:

  • Mobilidade e transporte;
  • E-books mais baratos que as versões físicas;
  • Livros sempre tem desconto e promoções;
  • Bateria dura dias;
  • Rapidez e praticidade para adquirir livros;
  • Tecnologia pensada para a experiência ser próxima de um livro físico.

Contras:

  • A compra demanda cartão de crédito e exige fidelidade à fabricante;
  • Não tem a mesma memória afetiva que um livro físico;
  • O layout pode parecer complicado pela simplicidade;
  • Nem todos os livros tem versão em e-book.

Qual Kindle comprar?

Kindle Paperwhite, Kindle sem luz e Kindle Oasis são os modelos existentes no mercado. (Imagem:Jackson Ruckar/Reviewed)
Kindle Paperwhite, Kindle sem luz e Kindle Oasis são os modelos existentes no mercado. (Imagem:Jackson Ruckar/Reviewed)

Com diferenças tecnológicas entre as versões, o preço varia bastante. O modelo mais simples é o Kindle sem luz. Foi o primeiro a ser lançado e possui diferentes gerações com melhorias nos lançamentos. Depois, vem o Kindle Paperwhite também com algumas gerações desde sua primeira versão. Em seguida, o Kindle Voyage, que saiu de linha, e, por fim, o mais moderno, o Kindle Oasis.

Kindle

O primeiro lançado pela Amazon foi o Kindle regular, que atualmente está na sua 10ª geração. O modelo não tem iluminação incluída, não é a prova d'água e é o de menor resolução da lista. Possui opção com 4gb ou 8gb, comportando entre 8 e 10 livros na biblioteca. Para quem está procurando entrar no mundo dos leitores digitais, é a sugestão ideal. O layout ainda é um pouco complicado, porém é intuitivo. Nele é possível descobrir se a experiência agrada ou não por um bom preço.

Kindle Paperwhite

Já o Kindle Paperwhite é mais leve, mais fino e introduziu a iluminação embutida, com 4 LEDs. O sistema antirreflexo da tela permite exposição ao sol e luz sem incômodos. Já possui tecnologia a prova d'água e conta com melhor resolução. É possível encontrá-lo com 8gb ou 32gb. É um investimento um pouco mais alto, porém, dependendo do uso, compensa.

Kindle Oasis

Kindle Oasis, modelo mais avançado e recente da Amazon. (Imagem:Divulgação/Amazon)
Kindle Oasis, modelo mais avançado e recente da Amazon. (Imagem:Divulgação/Amazon)

O mais caro e mais recente Kindle lançado, o Kindle Oasis é para os que já amam o leitor digital e querem investir em tecnologia. É o modelo de maior resolução, com o diferencial da temperatura ajustável da luz. Possui tecnologia à prova d'água, está disponível com 8gb e 32gb e conta com botões para a virada de página - diferente dos anteriores. Atualmente, pode ser encontrado por R$ 1.299.

Kindle para PC

Page do Kindle para PC, caso não possa comprar o dispositivo. (Imagem:Captura de tela/Maria Paula Bruno)
Page do Kindle para PC, caso não possa comprar o dispositivo. (Imagem:Captura de tela/Maria Paula Bruno)

Por fim, se a compra do dispositivo ainda não é uma certeza, é possível usar o app do Kindle (Android/iOS). Dá para baixar o Kindle para PC, notebook, celular e tablet. A experiência não vai ser a mesma, porém te dará acesso aos e-books. Há possibilidade de marcar citações ou trechos interessantes, pesquisar um termo no dicionário ou jogar direto para pesquisa no navegador.

A página principal do Kindle para PC dá acesso à biblioteca, com os livros já comprados ou baixados anteriormente, e mostra a opção Kindle Store. Nela o usuário é redirecionado para o site (onde precisa entrar na sua conta da Amazon) com as opções de compra. Aqui, é possível, também, baixar os gratuitos pelo Kindle Unlimited ou Prime Reading, caso possua uma assinatura.

Leia também: