Zoom indica em Livros

Leandro Karnal: conheça 8 livros escritos pelo historiador

Conheça os principais livros da obra do professor e historiador Leandro Karnal.

Leandro Karnal
por Luiza Ramalho - Especialista em Livros e Música.

"Ser louco é a única possibilidade de ser sadio nesse mundo doente."

Mestre das reflexões, o historiador Leandro Karnal, é também um provocador. Com frases certeiras, Karnal é capaz de nos fazer pensar sobre diversos assuntos. Não é a toa que seus livros fazem muito sucesso, afinal, o ser humano gosta de ser instigado a refletir!

Livros, palestras, artigos, vídeo no YouTube: Karnal tem produzido muita coisa nos últimos anos. E o mais importante: seu conteúdo é relevante. Para quem gosta de pensar sobre o mundo contemporâneo, nós do Zoom preparamos uma lista com seus livros mais interessantes, confira!

A sociedade declara: Felicidade ou Morte

Em todos os momentos somos bombardeados com promessas de felicidade e ela pode estar contida em estilos de vida, em produtos, em metas a seguir... Mas será que existe um padrão para ser feliz?

Clóvis de Barros Filho e Leandro Karnal discutem essas e outras questões no livro Felicidade ou Morte. A junção do pensamento filosófico de Clóvis com o pensamento histórico de Karnal resultou em uma obra que busca entender a evolução da ideia de felicidade. Em uma conversa despretensiosa, os autore nos inserem no debate, como se estivéssemos conversando em uma mesa de bar.

Atenção: este não é um livro de autoajuda! Não vai te dar fórmulas para ser feliz, muito menos te guiar em um caminho. É um livro que vai te fazer refletir sobre a sociedade e sobre si mesmo, então se prepare!

Título original Felicidade ou Morte
Autores Leandro Karnal e Clóvis de Barros Filho
Editora Papirus 7 Mares
Número de páginas 90
Idioma Português

Reflexões pessoais em O Mundo Como eu Vejo

Nesta compilação de crônicas publicadas no jornal Estadão, Leandro Karnal reúne seus textos mais importantes. Os temas são variados, desde religião até política, mas o estilo narrativo é o de sempre: uma linguagem leve para tratar de assuntos complexos.

Esta é a segunda compilação de textos do Karnal. A primeira, lançada nos anos 90, quando o professor ainda estava concluindo seu doutorado, pela mesma editora, reúne textos de igual importância, mas que não vêm carregados de toda a experiência adquirida pelo autor nos seus anos de trabalho.

Título original O Mundo Como Eu Vejo
Autores Leandro Karnal
Editora Contexto Trade
Número de páginas 272
Idioma Português

Embarque nas Conversas Com Um Jovem Professor

Em uma sala de aula, qualquer erro pode ser fatal: dependendo das atitudes, o professor pode ficar conhecido como o chato, o bonzinho, o autoritário, o sem graça, dentre muitas outras coisas. Ser professor não é tarefa fácil e deve-se pensar muito bem em cada frase dita.

Entrar pela primeira vez em uma sala de aula estando do outro lado dá um frio na barriga. Seria muito mais fácil já saber o que dá certo e o que dá errado no mundo da licenciatura. E é exatamente isso que Karnal pretende fazer no livro Conversas Com Um Jovem Professor.

Ele deixa de lado as teorias (que foram exaustivamente aprendidas no mundo acadêmico), para mostrar a prática, o dia-a-dia em sala de aula. Ao expor seus erros, Karnal nos apresenta o que funcionou e o que não funcionou durante a sua carreira como professor. É um livro imprescindível para quem pretende se aventurar nas salas de aula.

Título original Conversas Com Um Jovem Professor
Autores Leandro Karnal
Editora Contexto
Número de páginas 144
Idioma Português

Crer ou Não Crer, eis a questão

Um belo dia, um padre e um ateu começaram a conversar sobre religiosidade. Uma conversa que demonstrava o profundo respeito que tinham um pelo outro, apesar de suas divergências. Desta conversa, originou-se o livro Crer ou Não Crer, com Leandro Karnal e Padre Fábio de Melo na linha de frente do debate.

Muito mais do que discutir sobre a religiosidade, o livro Crer ou Não Crer nos ensina que podemos aprender com as pessoas que pensam diferente de nós mesmos. O padre e o ateu nos dão uma lição que, para o religioso ou para o cético, vai permanecer pela vida toda: saber ouvir.

Não se sinta mal se em alguns momentos você se sentir mais próximo de Deus com as falas do Karnal, isso acontece mesmo. Depois de toda a conversa, o leitor nem se espanta quando lê a última palavra do historiador: Amém.

Título original Crer ou Não Crer
Autores Leandro Karnal e Padre Fábio de Melo
Prefácio Mário Sérgio Cortella
Editora Planeta do Brasil
Número de páginas 192
Idioma Português

Uma dura realidade: O Inferno Somos Nós - Do Ódio à Cultura de Paz

Subvertendo a famosa frase de Jean Paul Sartre, "o inferno são os outros", Monja Coen e Leandro Karnal discutem sobre o poder do autoconhecimento sob o título O Inferno Somos Nós.

Seremos capazes de transformar uma cultura de ódio e violência em uma cultura de paz? Precisamos aprender a desarmar a bomba-relógio que existe dentro de nós e segurar nossos impulsos de raiva contra o que é diferente. Os ensinamentos budistas, representados pela figura da Monja Coen, nos ajudam a entender que, para chegar em uma cultura de paz, precisamos passar pelo individual, pelo autoconhecimento.

É um livro curto, fácil de ler, mas que carrega em si assuntos profundos e um grande poder de reflexão. Ele nos ajuda a entender como podemos transformar o ódio em compreensão, como desconstruir a violência e transformá-la em paz.

Título original O Inferno Somos Nós - Do Ódio à Cultura de Paz
Autores Leandro Karnal e Monja Coen
Editora Papirus
Número de páginas 112
Idioma Português

A diversidade da fé brasileira no livro Santos Fortes

A fé do brasileiro rende ótimos estudos e discussões. No livro Santos Fortes, Leandro Karnal e seu parceiro historiador Luiz Estevam de Oliveira Fernandes, fazem uma análise interessante sobre a trajetória de santos populares e de santos "fora do altar".

Para entender a sociedade brasileira, é preciso entender a relação dela com a santidade, que é muito forte, independente de qualquer fé (ou falta dela). No livro, os historiadores falam sobre anedotas dos santos que já estão no imaginário popular, bem como construir uma memória do sagrado para constituir uma memória brasileira.

Sem floreios e com bom humor, nós conhecemos biografias e hábitos religiosos que nos ajudam a refletir sobre a relação dos brasileiros com a fé. Mesmo para quem não segue nenhuma religião, é um livro muito interessante.

Título original Santos Fortes
Autores Leandro Karnal e Luiz Estevam de Oliveira Fernandes
Editora Rocco
Número de páginas 216
Idioma Português

As relações de ódio em Todos Contra Todos: O Ódio Nosso de Cada Dia

A intolerância é contrária a uma sociedade civilizada. O ódio presente na sociedade e, principalmente, no âmbito político, está cada vez mais presente no Brasil e no mundo. As redes sociais, apesar de serem ferramentas pensadas para unir a população, são facilitadoras na hora de destilar esse ódio que antes estava contido.

Publicado em 2017, quando borbulhava a dicotomia política no Brasil, Todos Contra Todos é um dos livros mais provocativos de Leandro Karnal. Nele, somos levados a refletir sobre o ódio que sentimos pelo diferente. O autor nos provoca de forma primorosa: com uma linguagem leve, mas um conteúdo denso, que nos faz pensar em várias esferas da nossa vida em sociedade. Mais que um livro interessante, Todos Contra Todos é um livro necessário.

Título original Todos Contra Todos - O Ódio Nosso de Cada Dia
Autores Leandro Karnal
Editora LeYa
Número de páginas 144
Idioma Português

A modernidade líquida presente em O Dilema do Porco Espinho - Como Encarar a Solidão

"A solidão é um sentimento universal". Nós temos muitas semelhanças com o porco espinho: ele busca calor, se agrupando com outros de sua espécie, mas os espinhos provocam dor, e eles acabam se repelindo. Pense em quantas vezes isso aconteceu com você, quando a busca pelo acolhimento resultou em dor.

Neste livro, publicado em 2018, Leandro Karnal faz uma análise minuciosa da solidão, utilizando desde os escritos bíblicos até as tecnologias que temos disponíveis hoje em dia. Ele traça um panorama sobre a solidão no cinema, na literatura, na arte e na filosofia.

Novamente aqui, as redes sociais aparecem como personagem principal da solidão no mundo atual. Apesar de termos maiores possibilidades com elas, acabamos nos afastando da realidade, e convivendo cada vez mais com nós mesmos.

E fica a questão: você trabalha bem com a sua solidão?

Título original O Dilema do Porco Espinho - Como Encarar a Solidão
Autores Leandro Karnal
Editora Planeta do Brasil
Número de páginas 192
Idioma Português

 

Se a frase "penso, logo existo" é como um lema pra você, as obras de Leandro Karnal são necessária na sua vida. A leitura de seus livros vai abrir um leque de conhecimento e aprofundamento em certos assuntos, tudo isso com uma linguagem leve e instigante.

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em livros