Melhores Mangás: conheça 10 obras que você precisa ler

Confira a nossa lista se quiser ficar por dentro dos mangás que todo nerd precisa ter na estante.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

Compartilhe:

Os mangás são histórias em quadrinhos japonesas que conquistaram muito espaço e respeito no mundo geek! Lidos de trás para frente, como manda a tradição, as obras dão origem aos animes, que são adaptações dessas histórias para a televisão.

Diante de tanto sucesso, escolhemos 10 melhores mangás que todo nerd de coração precisa ler! Dá um Zoom!

Death Note - Black Edition é o mangá para nerds mais sombrios

Death Note é um mangá que cativou o público e tem atravessado gerações. Publicado de 2003 a 2006 na famosa revista japonesa Shonen Jump, a história contada é realmente muito interessante. Se você pudesse escolher quem vai morrer e quando, o que você faria? Esse é o dilema de Light, o humano que encontra o Death Note, ou Caderno da Morte, que foi lançado na terra pelo Deus da Morte, Ryuk. Basta escrever o nome de uma pessoa no Death Note para que ela morra 40 segundos depois.

Light acaba se tornando um justiceiro, eliminando qualquer pessoa que faça mal ao bem estar social. Com tantas mortes acontecendo, a polícia começa a suspeitar e coloca seu melhor detetive para investigar o caso, conhecido apenas como L. O embate entre os dois é de tirar o fôlego e nos coloca a reflexão: seria Light um herói ou um criminoso como aqueles que elimina?

O sucesso da série de mangás não é à toa: os personagens são complexos, bem construídos e as reviravoltas na trama prendem o leitor. O mangaká de Tsugumi Ohba nos envolve em uma história cheia de embates filosóficos que fica ainda mais instigante com as ilustrações de Takeshi Obata. Um prato cheio para celebrar seu orgulho nerd!

Ficha técnica do mangá Death Note:

  • Autor: Tsugumi Ohba
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 2680
  • Ano de primeira publicação: 2003

Fullmetal Alchemist une magia e ficção científica em um mesmo mangá

Um dos maiores clássicos da cultura pop oriental foi roteirizado e ilustrado por uma mulher: Hiromu Arakawa. Fullmetal Alchemist conta a trajetória dos irmãos Edward e Alphonse Elric, que tentaram ressuscitar sua mãe por meio da alquimia, mas não foram bem sucedidos. A forma como a autora consegue misturar religião, ficção científica e magia é o que dá o tom da obra e a torna tão clássica.

Os traços desse mangá são tão bem feitos que conseguimos ler os pensamentos dos personagens, só pelas suas expressões. E a autora consegue passar, através dos desenhos, toda a ambientação de cada cena, seja ela mais sombria, mais cômica ou até mais feliz. Se você é nerd com orgulho, tem que conhecer essa preciosidade.

Ficha técnica do mangá Fullmetal Alchemist:

  • Autor: Hiromu Arakawa
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 192
  • Ano de primeira publicação: 2002

Akira é o mangá de cultura cyberpunk diretamente do oriente

Se você sempre se perguntou como a cultura japonesa chegou no ocidente, Akira é a resposta. Marco da cultura cyberpunk oriental, em Akira conhecemos Kaneda e Tetsuo, dois motoqueiros arruaceiros que tocam o terror em um mundo pós-apocalíptico. Após se envolverem em um acidente, os amigos acabam descobrindo segredos do governo e entrando em uma trama cheia de mistérios e experimentos bizarros.

O mangá, que começou a ser publicado em 1982, ainda é muito atual. A escrita de Katsuhiro Otomo é tão envolvente quanto seus desenhos, por isso conquistou e continua conquistando tanta gente. O autor nos propõe reflexões sobre o poder, a corrupção e os problemas sociais. Tudo isso, claro, com muita ação e pancadaria!

Akira é mais que um simples mangá, é uma referência no mundo Nerd! Ideal para comemorar o Dia da Toalha.

Ficha técnica do mangá Akira:

  • Autor: Katsuhiro Otomo
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 362
  • Ano de primeira publicação: 1982

One Piece é o mangá ideal para quem busca diversão

Com os Piratas do Chapéu de Palha, a diversão é garantida! One Piece é um dos maiores sucessos da cultura oriental! Nele, acompanhamos Monkey D. Luffy, um pirata em busca do tesouro perdido. Apesar de ele ser o protagonista, os outros personagens da turma também são super cativantes e engraçados. Cada um com seu jeitinho, eles formam uma trupe que é difícil não se apaixonar.

O autor e ilustrador Eiichiro Oda, quis construir um universo que pudesse ser compreendido em qualquer parte do mundo (e foi bem sucedido nessa missão, não é a toa que One Piece já vendeu mais de 430 milhões de exemplares pelo globo). Um mundo cheio de personagens que fogem das convenções humanas, como os sereianos, os gigantes e os anões. O próprio protagonista tem um super poder bizarro: seu corpo se estica todo, como se fosse de borracha.

Ficha técnica do mangá One Piece:

  • Autor: Eiichiro Oda
  • Editora: Panini
  • Número de páginas: 192
  • Ano de primeira publicação: 1997

Attack on Titan e a briga de titãs que virou anime de sucesso

Mais uma história que se passa em um mundo pós-apocalíptico. Mas, desta vez, os humanos estão confinados em cidades cercadas por muros para impedir a entrada dos titãs, seres gigantescos capazes de fazer um estrago! É quando um dos titãs consegue quebrar uma muralha que a ação começa.

Os personagens são colocados em situações extremas, e a evolução da narrativa nos ajuda a entender como cada um reage a essas situações. Com personagens bem desenvolvidos e complexos, fica difícil fazer um recorte bem definido do bem e do mal. A carga dramática que cada um carrega é impressionante e conseguimos sentir a atmosfera sufocante do mundo que nos é apresentado.

As ilustrações não são o ponto forte desse mangá, pelo menos nos primeiros volumes. Mas a história é tão bem desenvolvida que vale a pena dar uma chance. Hajime Isayama, autor e ilustrador, já disse em entrevistas que precisou aprimorar seu desenho conforme a história evoluía.

Ficha técnica do mangá Attack on Titan:

  • Autor: Hajime Isayama
  • Editora: Kodansha Comics
  • Número de páginas: 208
  • Ano de primeira publicação: 2009

The Ghost in The Shell mostra o futuro apocalíptico oriental

A estética cyberpunk virou obra de arte nas mãos de Masamuni Shirow, autor e ilustrador do mangá The Ghost in The Shell. Ele conseguiu construir um universo que virou referência para obras super importantes da ficção científica, como Matrix.

No mangá, acompanhamos a história da Major Motoko Kusanagi, uma andróide que ganhou cérebro humano. A narrativa se passa em um futuro distópico, cheio de tecnologia, mas com uma sociedade à beira do colapso.

A história é multifacetada, envolvendo política, religião, filosofia e tecnologia, tudo isso discutido no meio de muita ação. Apesar da seriedade dos assuntos tratados, a narrativa abre espaço para alívios cômicos, deixando tudo um pouco mais leve.

Ficha técnica do mangá The Ghost in The Shell:

  • Autor: Masamuni Shirow
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 352
  • Ano de primeira publicação: 1989

Battle Angel Alita é um mangá de Cyberpunk puro

Junto com Ghost in the Shell e Akira, Battle Angel Alita é um dos principais mangás futuristas. A história de Yukito Kishiro ficou tão famosa que até virou filme, lançado em 2018. A trama também se passa em um universo pós-apocalíptico e usa referências do cyberpunk para a construção da narrativa. Acompanhamos Alita, uma ciborgue que perdeu a memória e está em busca de reconstruir seu passado.

Alita é uma personagem forte, inteligente e que luta por si mesma. A forma como a história consegue misturar cenas de ação com cenas emocionantes é um dos motivos da grandeza da obra. O trabalho artístico também não fica atrás: Kishiro consegue construir cenários ricos em detalhes, que nos inserem naquele mundo de fantasia. É puro orgulho geek batendo na sua porta!

Ficha técnica do mangá Battle Angel Alita:

  • Autor: Yukito Kishiro
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 448
  • Ano de primeira publicação: 1990

Vagabond (Vol. II) oferece um passeio pelo Japão Feudal

Takehiko Inoue, inspirado pelo romance épico de Eiji Yoshikawa, conta em Vagabond a história de um dos mais importantes samurais do Japão, Miyamoto Musashi. Se você é fã de histórias grandiosas, não pode perder essa aqui! Ela começa logo após a Batalha de Sekigahara, uma das mais sangrentas do país, em 1600 d.C. Para quem gosta de aprender sobre o Japão Feudal, Vagabond é um deleite!

O mangá apresenta uma história envolvente, com uma arte impecável. Os traços realistas são bem diferentes do que os de costume no gênero e dão um tom mais maduro à saga. A narrativa não fica pra trás: os diálogos são super envolventes e a jornada do nosso herói nos prende de tal maneira que, ao acabar o primeiro volume, já queremos passar logo para o próximo!

Ficha técnica do mangá Vagabond:

  • Autor: Yukito Kishiro
  • Editora: Panini
  • Número de páginas: 248
  • Ano de primeira publicação: 1999

Cavaleiros do Zodíaco é um clássico na TV e nos quadrinhos

Quem foi criança nos anos 90 provavelmente riscou o VHS de tanto assistir Cavaleiros do Zodíaco. O anime virou febre quando foi trazido para o Brasil e não poderia ser diferente com o mangá, ainda mais na edição de luxo que a JBC publicou, para alegria dos fãs. Ideal para os mais nostálgicos, mas também para os novos nerds que estão chegando e podem ter o prazer de conhecer essa história encantadora.

A obra prima de Masami Kurumada nos leva para um mundo de fantasia, onde acompanhamos a jornada dos cavaleiros que receberam a dura missão de defender a reencarnação da Deusa Atena. Liderados por Seyia, os cavaleiros precisam lutar contra outros deuses do Olímpo e livrar a terra de sua dominação.

Ficha técnica do mangá Os Cavaleiros do Zodíaco:

  • Autor: Masami Kurumada
  • Editora: JBC
  • Número de páginas: 240
  • Ano de primeira publicação: 1985

Naruto é o mangá que deu origem ao anime clássico do carismático Uzumaki

A Equipe 7 está a todo vapor! Naruto, Sakura e Sasuke são adolescentes que não se encaixam na sociedade, mas estão em busca de seu lugar ao sol. O universo divertido e envolvente, criado por Masashi Kishimoto, é dividido em 72 volumes (já se prepara, pois a história é longa).

Naruto é um mangá cheio de personagens diferentes e histórias de superação! O sucesso foi tão grande que, além dos 72 volumes, foram publicados também spin-offs (aquelas histórias paralelas, que usam o mesmo universo para contar a história de outros personagens).

Acompanhar o crescimento do garoto ninja que pretende se tornar Hokage (líder máximo da sua vila) do ponto de vista do mangá, é uma experiência única! Recomendamos para todos os nerds orgulhosos! Mas fique de olho, a versão Gold é a mais atualizada atualmente e é difícil encontrar os primeiros volumes.

Ficha técnica do mangá Naruto:

  • Autor: Masashi Kishimoto
  • Editora: Panini
  • Número de páginas: 192
  • Ano de primeira publicação: 1999

Leia também: