Ative seu cashback
Entrar

Essencialismo - A Disciplinada Busca Por Menos - Mckeown, Greg - 9788543102146

O preço está bom

Abaixo ou igual a média dos últimos 40 dias.

O valor médio é de R$ 31,99

Compare preços em 6 lojas

Ordenar por

Detalhes do produto Essencialismo - A Disciplinada Busca Por Menos - Mckeown, Greg - 9788543102146

Detalhes do produto

Informações Básicas

ISBN9788543102146
ISBN-108543102146
TítuloEssencialismo - A Disciplinada Busca Por Menos
AutorMckeown, Greg
EditoraSextante / Gmt
Ver ficha técnica completa
Detalhes do produto

Informações Básicas

ISBN9788543102146
ISBN-108543102146
TítuloEssencialismo - A Disciplinada Busca Por Menos
AutorMckeown, Greg
EditoraSextante / Gmt

Avaliação dos usuários

4.8

13957 avaliações

Exibimos as avaliações mais relevantes da Amazon

Menos, porem melhor!

Recomendo

O essencialista: Define prioridades, não aceita tudo o que lhe oferecem, sabe que quanto menos coisas fizer melhor vai ser a qualidade, explora as oportunidades antes de as escolher, elimina tudo o que não é essencial para sua vida, avalia como está sendo gasto o seu tempo para não usa-lo com coisas triviais, como redes sociais, diz muito mais não, do que sim, essas são algumas idéias que eu entendi do livro. Mas porém, temos que ser delicados em algumas decisões, por exemplo no trabalho e família, ao dizermos não para tudo e todos, vamos ser considerados individualistas e egoístas, assim temos que ser extremamente delicados para tais respostas, mas o autor explica muito bem isso no livro, vale a pena a leitura. Recomendo também o livro " A única coisa".

Gabriel Donato

Autoajuda cabecinha

Não Recomendo

Eu vou lhe dizer uma coisa: li esse livro porque um colega do trabalho me indicou, dizendo que sua vida mudou depois de terminada a leitura. Falou tanto do livro que fiquei curioso e quando chegou a promoção da Amazon baixei no kindle, às vezes faço isso com livros que sei que não irei nunca mais na vida reler. É o caso desse livro, Paulo? É sim, cara. É o caso desse livro. A não ser que você curta aquele tipo de pensamento que só os estadunidenses são capazes de ter. Do tipo que fala, fala, fala e não diz nada que qualquer matuto desses interiores do Brasil não saibam mais e melhor. Se você não for mais inocente, amigo/a, então deixe esse livro prá lá e vá meditar que o ganho será muito maior. E de graça.

pcésare

Menos porém melhor

Recomendo

Menos porém melhor é a definição mais adequada para essencialismo. Trata-se de uma obra que tenta abordar sobre os benefícios que uma vida mais "clean" nos proporciona. Ao longo da leitura, o autor nos oferece várias áreas das quais podemos nos tornar mais essencialista: - deixar de ir em reuniões que não agregam; - deixar de possuir coisas que não utilizamos; - deixar de executar atividades na qual não somos MUITO bons; - deixar de ter hábitos que não nos faça ser pessoas melhores... Pra mim o principal recado que ele quis passar está na frase: "Se não priorizar sua vida, os outros farão isso por você". Ele ainda conclui que "se tivermos convicção total e absoluta de fazer alguma coisa, devemos dizer sim. Qualquer coisa menos do que isso recebe uma resposta negativa" Confesso que depois que terminei de ler, me senti inspirado pra fazer uma limpeza nas minhas coisas. Papéis, roupas, livros, etc, tudo o que eu não usava há algum tempo foi removido. Em minha opinião, o ponto fraco do livro foi que o conteúdo carece de evidências científicas para comprovar a tese do autor. A maioria que são citadas podem ser encontradas na obra Rápido e Devagar, do Nobel Daniel Kahneman. Trata-se, portanto, de uma obra quase que 100% empírica

Diego Andreasi

Um livro que é um roteiro de como buscar o essencial! Um valor que só se obtém com disciplina!!

Recomendo

Esta é uma obra que merece ser revisitada frequentemente, tanto que foi uma que marquei fortemente várias passagens. O essencialismo é um valor que só se obtém com bastante disciplina! Inicialmente, deve-se eliminar tudo que não é essencial em busca de nossos propósitos, pois isso dissipa nossa energia a ponto de não realizarmos adequadamente nossas atividades. Vou destacar os principais pontos que poderão estimular você a adquirir este livro: 1. Devemos pensar no que escolher para fazer menos, porém melhor! Apenas o que realmente importa! Para tal meta, devemos SEMPRE abrir mão de algo! Dessa forma, sempre precisamos dizer NÃO e ir removendo obstáculos de nossas vidas para facilitar a condução do dia-a-dia. No decorrer, obtém-se alegria pela tomada de atitude pois estaremos fazendo coisas certas e no controle de nossas ações. Uma excelente definição é: "perder para ganhar, pois não podemos ter tudo nem fazer tudo!" pois certos tipos de esforços (ex: menores) geram maiores recompensa que outros! O problema é que o não essencialista acredita que quase tudo é essencial! 2. Para gerar foco precisamos escapar da rotina inadequada! Isso é uma ferramenta de PRODUTIVIDADE valiosa! Isso inclui cuidar de nosso maior patrimônio - nós mesmos (mas o autor inclui em conjunto a importância de nossos familiares)! O autor inclusive deixa claro através de confirmações científicas que costumamos acreditar na falácia de que quando menos dormimos e mais aproveitamos, estaremos sempre um passo a frente. Claro, isso pode e deve ser realizado por todos durante um período breve de nossas vidas. Mas, é comprovado que dormir traz benefícios para saúde, estimula a criatividade e é necessário para melhor produtividade e poder de decisão (essencialismo). 3. O pode de dizer NÃO! Podemos ficar arrependidos por uns minutos ao dizer. Contudo, dizer sim a algo que no fundo não queríamos pode nos trazer arrependimentos por até anos! 4. Ao ler este livro a frase "Peço desculpas. Se tivesse mais tempo, teria escrito uma carta mais breve!" fará outro sentido para o leitor. 5. Ao tornar-se essencialista, a ROTINA correta deve ser considerada uma das maiores ferramentas da produtividade, pois remove obstáculos! O cérebro acaba por simplificar e a atividade vira um HÁBITO despendendo menos energia e sua atividade mental pode ser conduzida para outra atividade. É ser multifoco despertando e disparando gatilhos mentais mais facilmente. E não ser multitarefa! Por fim, essencialismo pode ser utilizado como uma ferramenta ou como filosofia de vida. Neste último caso, a pessoa pode atingir o que almeja levando uma vida mais essencialista.

Thiago de Santana Santos