Wacom One CTL-472 em fundo cinza ao lado de selo "testamos"

A Wacom One CTL-472 é o básico muito bem feito

Testamos a Wacom One CTL-472, que, ainda que não seja extraordinária, dá conta do recado

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Compartilhe:

Como uma forma de facilitar diversas atividades feitas pelo computador, as mesas digitalizadoras vêm cada vez mais ganhando espaço no gosto popular. Entre os modelos mais populares, está a Wacom One CTL-472, uma mesa que tem como sua principal característica um excelente custo-benefício e simplicidade, se tornando extremamente convidativa para usuários de primeira viagem.

Como dito antes, a Wacom One CTL-472 é uma mesa digitalizadora básica. A princípio, isso pode parecer um demérito; na verdade, talvez seja um dos grandes diferenciais do produto em questão.

A razão pela qual dizemos isso é uma só: a Wacom tem plena noção de que essa não é uma mesa top de linha e, sabendo disso, é possível focar seu esforços em entregar excelência nos pontos que realmente importam.

Ainda que seja uma experiência feijão com arroz para seus clientes, é um arroz com feijão extremamente bem temperado e rico no que se propõe.

Para testar a mesa, usamos o Ilustrator e Photoshop, buscando avaliar a sensibilidade da caneta, as pressões necessárias para diferentes possíveis traços, além do tempo de resposta da mesa. Adiantamos logo que o modelo obteve êxito em todos esses aspectos, fazendo com que nossa nota não pudesse ser menor do que 9.

Prós/Contras

Prós: Essa é uma das partes mais fáceis na hora de escrever o review da Wacom One CTL-472. A mesa é extremamente responsiva e intuitiva na forma de se usar, além de ser um modelo extremamente leve e pequeno, algo que facilita em sua mobilidade.

Contras: Você deve estar pensando por que, com tantos elogios, demos um 9 e não um 10. O motivo é simples: a falta de botões. A ausência dessa ferramenta faz com que seja necessário um certo tempo para se habituar a esse fato durante a utilização da mesa.

Alce em floresta nevando
Ilustração feita no Wacom One CTL-472 pela designer Isabel Marlasca (Foto: Mosaico)

A Wacom One CTL-472: ficha técnica

A mesa Wacom One CTL-472

Como dito antes, a Wacom One CTL-472 é um modelo pequeno. No entanto, o pequeno tamanho da mesa não afeta sua usabilidade, tornando ainda assim facil de acomodar diversos acessórios como o mouse comum, o teclado e o próprio notebook.

A área ativa, onde a caneta é reconhecida, mede 152,0 x 95,0mm, tamanho idêntico ao modelo da Wacom Intuos CTL 4100, mesa também testada por nós.

Ou seja, o que muda de um modelo para outro são os botões. Essa, como é superbásica, não tem botão nenhum.

"Confesso que nunca fui muito fã dos botões, nunca usei muito (lembrando que eu não sou uma pessoa que usa a mesa pra tudo), então sua ausência não foi algo que me incomodou tanto. Mesmo sem eles a mesa me atendeu superbem, embora eu entenda que algumas pessoas possam sentir um pouco mais sua falta do que eu", disse nossa designer Isabel Marlasca, que usou a Wacom One CTL-472 por algum tempo.

Um fato curioso, é que a mesa só vem na cor vermelha, algo que não afeta em nada seu uso e que nem é um problema, mas que é necessário pontuar.

A caneta

Homem caucasiano segurando caneta de mesa digitalizadora Wacom
A Wacom One CTL-472 tem ótima performance (Foto: Wacom)

O ponto de destaque da caneta está em sua leveza. Pesando apenas 9g, a caneta da Wacom One CTL-472 permitiu um movimento mais fluido durante todo o processo de teste.

Ela também conta com dois botões que exercem a função de movimento de scroll, ou rolagem de tela, podendo serem configurados de acordo com gosto de cada um que a utiliza. Falando no movimento de scroll, sua performance é ótima, passando para a tela exatamente o movimento exercido pelo usuário. O mesmo pode se dizer sobre o clique duplo e o reconhecimento das diferentes forças aplicadas na ponta.

A caneta acompanha também três pontas-padrão extras para possíveis reposições.

A instalação

A instalação não vai ser problema para você. A Wacom disponibiliza em seu site os drivers e um passo a passo extremamente didático, mesmo quem ainda não tinha sistema dela instalado no PC. Em linhas gerais, funciona assim:

  1. Acesse a página de recursos de produtos da Wacom.

2. Selecione seu modelo. No nosso caso, Wacom One CTL-472.

3. Escolha o drive ligado ao sistema operacional do seu computador e faça o download.

4. Execute o drive e siga as recomendações feitas.

Depois de reiniciar o notebook, a mesa já operava normalmente.

É necessário, no entanto, apontar que essa mesa digitalizadora Wacom One CTL-472 não conta com compatibilidade para celular e nem com licenças de teste para softwares de criação ou ensino, algo que pode frustrar alguns usuários.

Veredito

Mesa em fundo cinza
A Wacom One CTL-472 é uma ótima mesa de entrada (Foto: Wacom)

De forma geral, o nosso veredito (assim como a mesa em questão) é simples.

A Wacom One CTL-472 é uma ótima mesa para quem quer começar a se aventurar nesse mundo, tendo uma tecnologia impressionante uma vez que se trata de um modelo básico.

Como dito no começo desse review, nossa nota para a mesa digitalizadora é 9.