Vale a pena comprar um mixer? 5 vantagens de investir no eletroportátil

O mixer é mais prático do que o liquidificador e reúne diferentes funções em um só produto

Ariel Cristina BorgesRedatora

Publicado e atualizado 3 min. de leitura.

Compartilhe:

O mixer já é popular no mercado de eletroportáteis de cozinha há alguns anos, mas, ainda assim, muita gente se questiona sobre a necessidade de ter ou não o aparelho em casa. A verdade é que, na prática, ele tem uma série de vantagens que vão além da praticidade no dia a dia, mas afinal de contas, quais são elas?

Se você desconfia e gosta de pesquisar bastante antes de comprar para não gastar dinheiro à toa, nós vamos te ajudar: hoje o Zoom listou cinco pontos positivos do mixer de alimentos para você decidir se vale a pena ou não comprar o aparelho na sua casa. Dá uma olhada!

1. Multifuncionalidade

O mixer pode substituir diferentes tipos de aparelhos de uma vez só

O mixer 3 em 1 é o modelo mais popular do aparelho e ele pode ser usado no lugar de um liquidificador, de um processador e de uma batedeira (dependendo do uso). Mesmo quando o modelo é mais simples, como acontece com o mixer 2 em 1, as funções de liquidificador e processador seguem garantidas. Com isso, você consegue preparar bebidas, caldos, sopas, temperos, carnes e uma série de outros alimentos usando só um aparelho.

O batedor de claras, que costuma ser o adicional nas versões 3 em 1 facilita muito o preparo de diferentes receitas que precisam de claras em neve, assumindo o lugar da batedeira nesse momento. Ainda assim, vale o aviso de que, dependendo da textura da massa preparada, o resto dos passos vai precisar ser feito à mão caso você não tenha uma batedeira.

2. Preço

Os modelos de mixer indicados para uso doméstico saem bem em conta no orçamento

Por ser multifuncional, você imaginaria que todos os mixers têm um preço bem elevado, mas a verdade é o contrário: existem modelos bons que em diferentes orçamentos. As versões 2 em 1, por exemplo, tendem a ser as mais baratas e são suficientes se você não pode gastar muito ou já tem uma batedeira em casa e não faz questão do batedor de claras no mixer. Os modelos com a haste de plástico também são mais em conta do que as versões de inox.

Na hora de escolher, analise as funcionalidades e os materiais de acabamento para escolher, exatamente, o que for melhor para você: assim, o investimento vai ser justificado - mesmo que seja um pouquinho mais alto.

Quer saber quais são os principais modelos de mixer de alimentos de 2021? A nossa lista tem para todos os bolsos!

O mixer de mão pode ser usado para preparar diferentes tipos de alimentos (Foto: Shutterstock)
O mixer de mão pode ser usado para preparar diferentes tipos de alimentos (Foto: Shutterstock)

3. Durabilidade

O mixer é um eletroportátil durável - principalmente os de haste de aço inox

Mesmo que sejam mais baratos que os eletrodomésticos, os eletroportáteis de cozinha também são comprados com a durabilidade em mente. Você não pensa em trocar de liquidificador ou batedeira anualmente, certo? O mixer de alimentos pode parecer mais frágil, mas ele também pode ser encaixado nessa categoria. As versões com acabamento em aço inox são, naturalmente, mais duráveis, mas os modelos em plástico, que surgiram no mercado primeiro também não estragam com facilidade.

Mais uma vez, a escolha final entre os dois modelos fica por conta da sua necessidade e do orçamento separado para isso.

4. Praticidade

O mixer de mão pode ser usado de diferentes maneiras com facilidade

Sabe quando você vai fazer uma receita mais complicada, que pede o uso de diversos aparelhos na cozinha em etapas diferentes? O mixer pode assumir toda a responsabilidade deles durante o preparo. A praticidade de trocar um bocal e conseguir outro resultado nos alimentos ajuda muito no fluxo na hora de cozinhar - basta destacar as partes laváveis e deixar a limpeza para o final. Com um mesmo motor para várias finalidades, você só vai precisar da ajuda de um aparelho ao invés de dois ou três.

Pensando em renovar a cozinha com aparelhos baratos? Confira a nossa lista com opções que custam menos de R$500,00

5. Tamanho

O mixer é fácil de guardar e ocupa pouco espaço

Se você tem uma cozinha pequena e pouco espaço de armazenamento, a notícia é boa: o mixer é muito menos espaçoso do que uma batedeira, um liquidificador e um processador grande seriam juntos. Por isso, vale a pena investir e conseguir organizar seus armários de forma mais simples e prática. Alguns modelos inclusive, vão com um estojo para que cada uma das partes do aparelho sejam guardadas com segurança e sem o risco de quebrar. Assim, as lâminas também não arranham as outras peças e a vida útil do aparelho aumenta muito.

Leia também: