Notebook Acer Aspire Nitro 5 fechado em cima da mesa

Acer Aspire Nitro 5: ótimo notebook gamer barato, mas olho na bateria!

Testamos o modelo básico de notebook gamer Acer Aspire Nitro 5, com Intel Core i5 de nona geração, SSD, 8GB de memória RAM e placa de vídeo dedicada GTX 1650

Guilherme ToscanoEditor

Publicado e atualizado 16 min. de leitura.

Compartilhe:

Nós das editorias de Informática e Games aqui no Zoom gostamos quando temos uma oportunidade como esta: testamos o notebook gamer Acer Aspire Nitro 5 AN515-54-528V, uma opção mais barata para quem quer uma experiência positiva na hora de jogar! Ele tem um processador Intel Core i5 de nona geração, 8GB de memória RAM, armazenamento híbrido com 128GB de SSD e 1TB de HD e placa de vídeo dedicada NVIDIA GeForce GTX 1650.

Com o lançamento da 11ª geração de processadores Intel, as CPUs de nona geração estão um passo mais perto de se tornarem obsoletas, mas ainda não chegaram lá e devem durar alguns anos como boas opções. Portanto, o Intel Core i5 9300H do Acer Aspire Nitro 5 ainda é capaz de oferecer muita velocidade uma boa experiência. Isso também porque é um chip focado em desempenho acima de economia de bateria, como o H no nome dele indica. O SSD e a placa de vídeo também dão aquela força na hora de rodar programas mais robustos.

Quando fazemos review de algum notebook aqui no Zoom, primeiro estabelecemos a qual categoria ele pertence para não sermos injustos na hora de dar a nota. Ele pode ser um notebook básico, intermediário, avançado ou gamer. O Acer Aspire Nitro 5, naturalmente, está entre os notebooks gamer. Para entender melhor os nossos critérios, veja como avaliamos notebooks no Zoom.

Acer Aspire Nitro 5: prós e contras

Prós: o design do produto é bonito, as teclas são grandes e digitar é muito confortável. A qualidade da tela é muito boa, com sua resolução Full HD e painel IPS, que garante cores melhores e mais vibrantes. O sistema é rápido graças ao processador i5 de nona geração focado em performance e ao SSD. O Acer Aspire Nitro 5 roda The Witcher 3, um jogo exigente, na configuração gráfica Ultra entre 40 e 50 FPS, uma ótima taxa para as especificações dele. A possibilidade de atualização é uma grande vantagem, já que é possível expandir SSD, HD e memória e instalar outro SSD.

Contras: o maior contra é a grande diferença entre a promessa do site oficial da Acer em relação à autonomia de bateria, 7h, e o tempo que ele aguentou em uso básico antes de descarregar - nem 3h. O processador Intel Core i5, embora ainda seja bom, já está duas gerações atrás da mais recente da Intel, que é a 11ª. O trackpad não é confortável e o dedo não desliza muito bem, então é recomendável sempre usar um mouse junto com esse notebook.

Review em vídeo

O que vem na caixa

Além da própria máquina, a caixa do Acer Aspire Nitro 5 traz a fonte, o manual e a garantia:

  • Notebook Acer Aspire Nitro 5
  • Fonte carregadora do notebook
  • Manual em português
  • Termo de garantia

Acer Aspire Nitro 5: Ficha técnica

Acer Aspire Nitro 5: Design e acabamento

Ao abrir o notebook Acer Aspire Nitro 5, o teclado imediatamente me chamou a atenção. Ele é retroiluminado em vermelho, cor que se sobrepõe e intercala ao preto que compõe a maior parte do design da máquina. As teclas W, A, S e D, tradicionalmente usadas no lugar das quatro setas para uma melhor experiência gamer, têm detalhes em vermelho que as destacaram das demais.

O teclado retroiluminado do Acer Aspire Nitro 5 é bonito e confortável (Foto: Zoom)
O teclado retroiluminado do Acer Aspire Nitro 5 é bonito e confortável (Foto: Zoom)

Para facilitar a identificação da tecla durante games, o W tem um pontinho em relevo, para o jogador não precisar olhar para o teclado para achar. Um detalhe pequeno, mas que mostra o cuidado que a Acer teve para o design do Acer Aspire Nitro 5 oferecer uma experiência gamer intuitiva e atraente.

As teclas A, S, W e D têm detalhes reforçados em vermelho, já que são muito importantes para gamers (Foto: Guilherme Toscano)
As teclas A, S, W e D têm detalhes reforçados em vermelho, já que são muito importantes para gamers (Foto: Guilherme Toscano)

As setas, por sua vez, também têm marcações mais fortes em vermelho e ainda servem, em conjunto com a tecla Fn, como atalhos para ajustar o brilho e o som do notebook. Além disso, um botão me deixou intrigado: este abaixo, que tem um N estilizado. Para que poderia servir?

As setas também servem como atalhos intuitivos e fáceis de usar para ajustar brilho e som do notebook (Foto: Guilherme Toscano)
As setas também servem como atalhos intuitivos e fáceis de usar para ajustar brilho e som do notebook (Foto: Guilherme Toscano)

O botão que me deixou a própria Nazaré confusa: para que serviria esse N estilizado? (Foto: Guilherme Toscano)
O botão que me deixou a própria Nazaré confusa: para que serviria esse N estilizado? (Foto: Guilherme Toscano)

Essa tecla é um atalho para o NitroSense, uma interface em que o usuário pode ajustar e personalizar configurações de performance do notebook. Nela, é possível aumentar a potência das ventoinhas para manter a temperatura do Acer Aspire Nitro 5 sob controle, mexer nas configurações de processador, placa de vídeo e bateria para maior economia de energia ou maior performance, entre outros detalhes. Nada mau, né?

O NitroSense é um software onde o usuário pode ajustar a performance de processador, bateria e placa de vídeo do Acer Aspire Nitro 5 (Reprodução: Guilherme Toscano)
O NitroSense é um software onde o usuário pode ajustar a performance de processador, bateria e placa de vídeo do Acer Aspire Nitro 5 (Reprodução: Guilherme Toscano)

O teclado é macio e confortável, as teclas são grandes e não fazem muito barulho. Escrever é uma experiência bem agradável no Acer Aspire Nitro 5. Por exemplo, este artigo está sendo feito nele, e meus dedos agradecem pelo conforto! Outro ponto positivo é o numberpad, que eu particularmente prefiro. Nunca gostei de usar os números que ficam na parte superior do teclado.

No entanto, o mesmo não pode ser dito do trackpad. Talvez por ser um notebook gamer, que idealmente faz par com um mouse gamer (aliás, dica: vai conferir os melhores mouses gamer de 2021!), ele não tem a melhor superfície e sensibilidade. O dedo não desliza tão bem. No entanto, os botões e o clique duplo funcionam perfeitamente. Basicamente, dá para usar, mas não é a melhor experiência possível, e pra mim que não gosto tanto de usar o trackpad foi menos ainda. Pelo menos ele é bonito, com os detalhes em vermelho assim como o restante do notebook.

O trackpad do Acer Aspire Nitro 5 é bonito, mas deixa a desejar na experiência para o usuário (Foto: Guilherme Toscano)
O trackpad do Acer Aspire Nitro 5 é bonito, mas deixa a desejar na experiência para o usuário (Foto: Guilherme Toscano)

Os detalhes em vermelho por todo o notebook são simples, mas bem bonitos. Ele é um pouco mais pesado do que os notebooks a que estou acostumado, com 2,7kg, mas isso é facilmente explicado pela maior potência de hardware e a preocupação em ter um bom sistema de refrigeração. Mesmo assim, o laptop é perfeitamente portátil e tem boa mobilidade.

O Acer Aspire Nitro 5 tem ventoinhas na parte de trás e na lateral para dissipar melhor o calor gerado pelo hardware do notebook. E, mesmo usando o NitroSense para colocar a máquina em modo de alta performance, exigindo mais do processador e da placa de vídeo e naturalmente gerando um aumento de temperatura, o sistema de refrigeração seguiu muito, muito silencioso, inclusive quando joguei The Witcher 3, que exige bastante do computador, com gráficos Ultra. Algo que eu nem esperava, sinceramente, e que me surpreendeu positivamente.

Você pode atualizar vários elementos desse notebook. Ele vem com 128GB de SSD SATA 3 e 1TB de HD, com mais um slot de SSD livre. Isso significa que você pode tanto substituir o SSD e o HD que vêm de fábrica por opções melhores quanto adicionar um SSD e manter o hardware original.

Os dois slots SSD - um ocupado, outro livre - têm compatibilidade com discos de até 512GB na tecnologia NVMe (mais veloz) ou SATA 3. Você também pode trocar o HD de 1TB por um de 2TB. A memória RAM é expansível até 32GB.

Acer Aspire Nitro 5: Tela

Já começo avisando que não vi pontos negativos na tela do Acer Aspire Nitro 5. Ela entregou exatamente o que se espera dentro da suas configurações. O tamanho é 15,6 polegadas, uma tela grande, mas não a maior possível. Ainda assim, perfeitamente adequada para uma boa experiência gamer. A resolução é Full HD e o painel é IPS, tecnologia que permite a visualização de cores mais vivas e vibrantes.

Se você viu meu review do Acer Aspire 5, o notebook intermediário da Acer com tela HD, sabe o quanto o painel TN e a resolução baixa me incomodaram. A tela foi, inclusive, o principal ponto negativo que encontrei ao analisar a outra máquina da mesma marca. Todos os problemas que encontrei na tela daquele notebook não estão presentes no Acer Aspire Nitro 5. Como diz o meme futebolístico, a tela do Nitro 5 é "outro patamar" em comparação com a do notebook intermediário.

E, se você não viu a review do outro notebook, separa o link e lê depois minhas considerações sobre o Acer Aspire 5.

A tela do Acer Aspire Nitro 5 tem resolução Full HD e painel IPS, que garante cores mais vivas (Foto: Zoom)
A tela do Acer Aspire Nitro 5 tem resolução Full HD e painel IPS, que garante cores mais vivas (Foto: Zoom)

Continuando, vale sinalizar que a tela tem frequência de 60Hz, que é padrão para a maioria dos monitores, TVs e notebooks. A experiência gamer mais avançada possível exigiria uma taxa maior, como a dos monitores 144Hz. No entanto, vale lembrar que, apesar do Acer Aspire Nitro 5 ser um notebook gamer, ele é básico dentro dessa categoria. Isso é evidenciado pelo seu processador Intel Core i5 de nona geração e seus 8GB de memória RAM.

Logo, uma tela com frequência de 60Hz não pode ser considerada um ponto negativo, é algo normal para um produto na faixa de preço desse notebook. Se você quiser maior frequência ou mesmo qualidade 4K na resolução, vai precisar ter disposição para gastar mais. Isso sem mencionar que é muito raro encontrar notebooks com tela 4K no Brasil. A solução pode ser procurar um monitor com essa qualidade. Nem esquenta que eu te ajudo!

Para finalizar, vale destacar que a tecnologia antirreflexo e a qualidade do painel também garantem que você pode olhar a tela de vários ângulos sem ter prejuízo à imagem que está vendo. Em resumo, é uma ótima tela.

Acer Aspire Nitro 5: Conectividade

Esse notebook também capricha quando o assunto é conectividade. Vamos começar falando das entradas USB. Ele tem quatro no total: três do lado esquerdo, mais avançadas, e uma do lado direito, com tecnologia mais antiga. Os dois slots com detalhe em azul usam tecnologia USB 3.1, que é mais recente e garante maior velocidade na transferência de arquivos.

Do lado delas está a entrada USB tipo C, a mesma usada para carregar telefones celulares e que garante ainda mais rapidez na hora de passar um arquivo para o laptop ou dele para um armazenamento externo. Vale ressaltar que, ao contrário de notebooks como o novo Samsung Galaxy Book S, essa conexão não serve para carregar o Acer Aspire Nitro 5, mas sim para realizar transferências de arquivos.

As entradas em azul são as que têm tecnologia USB mais moderna (Foto: Zoom)
As entradas em azul são as que têm tecnologia USB mais moderna (Foto: Zoom)

Do lado direito, está a entrada USB 2.0, ideal para a conexão de periféricos. Eu, por exemplo, conectei meu mouse nela e ele funcionou superbem o tempo todo, sem nenhuma questão ou mau contato. A entrada para o cabo da bateria também fica do lado direito, do lado da USB 2.0, assim como o combo de fone e microfone. Esse foi outro ponto que me deu trabalho no outro notebook Acer que analisei: nele, o áudio do meu fone não ficou legal em videoconferências do trabalho. Isso não aconteceu aqui. Ele funcionou perfeitamente bem.

O Acer Aspire Nitro 5 também tem entrada Ethernet Gigabit, pensada para que uma possível conexão cabeada do seu roteador ou modem para o notebook tenha a maior velocidade possível. Isso, claro, se você tiver um roteador com essa tecnologia. Não adianta o laptop ser compatível se o sinal vindo do cabo não chega na velocidade adequada. Se você quiser garantir a rapidez da sua internet, pode conferir nossa lista com os melhores roteadores Gigabit para comprar em 2021.

Falando em internet, o notebook gamer Acer é compatível com Wi-Fi 6, uma tecnologia mais veloz de conexão sem fio à web. Como no caso da Ethernet, você precisa ter um roteador ou modem com essa característica para que ela possa ser verdadeiramente utilizada. Ainda assim, é uma qualidade interessante que pode ser a diferença essencial na hora de disputar partidas online nos games, evitando o famigerado lag.

Para finalizar, o Acer Aspire Nitro 5 tem entrada HDMI, o que permite conectar seu notebook a monitores ou TVs tanto para espelhar a tela quanto para ter uma segunda tela no seu uso, e uma trava Kensington que você pode utilizar com o produto adequado para garantir que seu notebook não seja roubado ou tirado de um local de onde você não quer que ele saia. Veja ofertas de travas Kensington aqui no Zoom.

Acer Aspire Nitro 5: Desempenho

O Acer Aspire Nitro 5 é um notebook gamer mais básico, com seu processador Intel Core i5 de nona geração, sistema de armazenamento híbrido com 128GB de SSD e 1TB de HD e 8GB de memória RAM. A placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 1650 com 4GB de VRAM é uma das melhores em termos de custo-benefício, já que não é a mais potente do mercado, mas é muito boa.

Só para comparar, um notebook gamer top de linha provavelmente teria um processador de 10ª ou 11ª geração, possivelmente i7, que é mais potente do que o i5, mais espaço de SSD e 16GB ou mais de memória. Ele até poderia vir com a GTX 1650, mas também teria a chance de usar a RTX 2060. Abaixo, um exemplo, o Dell G3 G3-3500-M40P.

Essa configuração significa que o Acer Aspire Nitro 5 consegue rodar jogos e programas pesados, mas não consegue usar a configuração gráfica dos jogos mais exigentes no máximo sem alguma perda de desempenho. E isso é normal em uma máquina desse preço e configuração, não é um ponto negativo.

Primeiro, vou falar dos detalhes do dia a dia. Quando testo um notebook aqui no Zoom, fico pelo menos uma semana só trabalhando nele. E, como era de se esperar, o Nitro 5 tira de letra as tarefas diárias. O notebook não travou ou apresentou lentidão uma única vez, nem quando abri vários programas simultaneamente e mais de 15 abas do Google Chrome. Cheguei a trabalhar com uma janela minimizada de The Witcher 3 na configuração de gráficos Ultra, a que exige mais da máquina, sem sentir nenhuma perda de desempenho.

Mas o Acer Aspire Nitro 5 é um notebook gamer. Então, a melhor maneira de testar seu desempenho é com jogos. Vamos começar com o próprio The Witcher 3, que citei acima. Se quiser, dá uma conferida primeiro nos requisitos para rodar o jogo para entender como ele exige bastante do hardware do computador. Fiz os testes dentro de dois parâmetros: com e sem o modo de alto desempenho ativado no NitroSense.

Sinceramente, no pequeno período em que fiz a comparação não vi grandes diferenças em FPS. O jogo não travou nenhuma vez. E, na verdade, o Acer Aspire Nitro 5 foi bem no teste. O site oficial da Acer diz que o notebook roda The Witcher 3 nas seguintes taxas de FPS:

  • 102 FPS na qualidade média.
  • 61 FPS na qualidade alta.
  • 34 FPS na qualidade ultra.

Só que, nas próprias configurações do jogo, o limite de quadros por segundo era de 60. Por isso, não posso culpar o notebook por não ter passado disso:

O máximo de FPS nas próprias configurações de The Witcher 3 é 60 (Reprodução: Guilherme Toscano)
O máximo de FPS nas próprias configurações de The Witcher 3 é 60 (Reprodução: Guilherme Toscano)

Primeiro, fiz o teste na qualidade ultra, com todos os recursos gráficos. E, apesar da Acer prometer 34 FPS, a taxa oscilou entre 40 e 50 na maior parte do tempo. Nas cutscenes, as cenas que ocorrem no meio do gameplay para explicar ou avançar a história, chegou a baixar para 31, mas durante a jogabilidade em si sempre se manteve acima de 40. Nas imagens abaixo, o número no canto inferior direito é a taxa de quadros por segundo (FPS).

Mesmo na qualidade Ultra, The Witcher 3 chegou a rodar a 50 FPS, acima dos 34 prometidos pela Acer (Reprodução: Guilherme Toscano)
Mesmo na qualidade Ultra, The Witcher 3 chegou a rodar a 50 FPS, acima dos 34 prometidos pela Acer (Reprodução: Guilherme Toscano)

Na configuração ultra, o taxa mais baixa durante o gameplay foi de aproximadamente 40 FPS (Reprodução: Guilherme Toscano)
Na configuração ultra, o taxa mais baixa durante o gameplay foi de aproximadamente 40 FPS (Reprodução: Guilherme Toscano)

Só nas cutscenes, as cenas em que o jogador não controla os personagens, é que o FPS baixou para 31 (Reprodução: Guilherme Toscano)
Só nas cutscenes, as cenas em que o jogador não controla os personagens, é que o FPS baixou para 31 (Reprodução: Guilherme Toscano)

Na qualidade alta, a taxa ficou entre 55 e 60, próximo ao prometido pela Acer. Só nas cutscenes que ficou abaixo, com 44 FPS.

Em qualidade Alta, The Witcher 3 flutuou entre 55 e 60 FPS (Reprodução: Guilherme Toscano)
Em qualidade Alta, The Witcher 3 flutuou entre 55 e 60 FPS (Reprodução: Guilherme Toscano)

Cutscenes na qualidade Alta geraram uma queda de FPS para 44, mas sem travamentos (Reprodução: Guilherme Toscano)
Cutscenes na qualidade Alta geraram uma queda de FPS para 44, mas sem travamentos (Reprodução: Guilherme Toscano)

Em qualidade Média e Baixa, o jogo rodou o tempo todo a 60 FPS. Portanto, nem vale a pena olhar pra configuração Baixa se você decidir comprar o Acer Aspire Nitro 5. É de Média pra cima!

Na qualidade Média, The Witcher 3 nunca sai dos 60 FPS, taxa máxima das configurações do jogo (Reprodução: Guilherme Toscano)
Na qualidade Média, The Witcher 3 nunca sai dos 60 FPS, taxa máxima das configurações do jogo (Reprodução: Guilherme Toscano)

Em qualidade Baixa, a taxa de quadros por segundo segue estável em 60. Nem vale a pena usar essa configuração (Reprodução: Guilherme Toscano)
Em qualidade Baixa, a taxa de quadros por segundo segue estável em 60. Nem vale a pena usar essa configuração (Reprodução: Guilherme Toscano)

É bom ressaltar que o Acer Aspire Nitro 5 permite atualizações que podem melhorar o desempenho da máquina. A memória RAM de fábrica, que é de 8GB, pode ser aumentada até 32GB, o que evitaria sem a menor sombra de dúvida qualquer possibilidade de travamento no uso desse notebook, mesmo em games ou programas de edição pesados. O SSD de 128GB pode ser substituído por um de 512GB, e ainda tem um slot adicional livre. Fora que a tecnologia do disco que vem com o notebook é SATA III, mais lenta que NVMe, e o slot é compatível com esse padrão mais veloz.

Ou seja: se você quiser investir um pouco mais, pode ter um notebook com mais de 1TB de armazenamento SSD e 32GB de memória. Daria para colocar todos os games ou programas mais pesados dentro dos SSDs, para garantir ainda mais velocidade, e armazenar outros arquivos que não necessitem de tanta performance no HD (que, aliás, também é expansível até 2TB). Essa capacidade de upgrade é uma grande vantagem do Acer Aspire Nitro 5.

Acer Aspire Nitro 5: Bateria

Esse é um ponto onde o Acer Aspire Nitro 5 deixou a desejar. Segundo a página oficial do produto no site da Acer, ele teria até 7h de autonomia, dependendo das condições de uso. O print abaixo é tirado diretamente do site oficial.

Site oficial do Acer Aspire Nitro 5 promete até 7h de autonomia de bateria (Reprodução: Guilherme Toscano)
Site oficial do Acer Aspire Nitro 5 promete até 7h de autonomia de bateria (Reprodução: Guilherme Toscano)

No meu ver, subentende-se que essas 7h deveriam levar em conta o uso de jogos, uma vez que se trata de um notebook gamer. No entanto, fiz o teste apenas com programas básicos como o Google Chrome e o Slack abertos simultaneamente, e a tela no brilho máximo. E, claro, configurei o notebook para uso moderado, não para o modo de alta performance. A bateria durou menos de metade do tempo prometido. Depois de 2h56 com o notebook fora da tomada, o computador recomendou que eu voltasse a carregá-lo antes da bateria se esgotar.

Como games exigem mais do hardware do que programas de navegação na internet, acredito que a bateria se esgotaria ainda mais rápido se eu estivesse jogando. Porém, vale ressaltar dois pontos: o primeiro é que o processador do Acer Aspire Nitro 5, com final H, tem foco em performance, não em economia de energia. O segundo é que, para aproveitar o máximo as configurações de um notebook gamer, a recomendação é normalmente de usá-lo conectado a uma tomada mesmo.

Digo isso porque, apesar da decepção com a autonomia de bateria em relação ao tempo prometido pela fabricante, a conservação de energia não é o foco de notebooks como o Acer Aspire Nitro 5. Ao buscar um notebook gamer ou avançado com especificações robustas de hardware, o normal é que ele gaste mais energia do que um modelo básico e que realize seu verdadeiro potencial em termos de velocidade e capacidade gráfica quando está conectado à tomada.

Acer Aspire Nitro 5: Custo-benefício

Na data em que estou escrevendo este artigo, o Acer Aspire Nitro 5 está custando cerca de R$ 5,5 mil. É um bom preço para um notebook gamer, já que normalmente os valores ultrapassaram a marca dos R$ 6 mil, muitas vezes beirando ou superando R$ 10 mil. Ele é mais barato porque seu SSD é pequeno, com 128GB, o processor é um Intel Core i5 de nona geração, e não um i7, e sua placa de vídeo, a NVIDIA GeForce GTX 1650, é intermediária, e não top de linha.

Pelo preço, ele entrega uma experiência muito boa. Não só é rápido e não trava, como consegue executar um jogo exigente como The Witcher 3 a taxas de FPS razoáveis dentro das possibilidades. A tela é muito boa e o design é bonito. O Acer Aspire Nitro 5 tem um bom custo-benefício sim, mas se você pode investir um pouco mais pode valer buscar um notebook com um processador melhor, de 10ª ou 11ª geração, ou mesmo um i7.

Produtos similares ao Acer Aspire Nitro 5

Procuramos por notebooks com a mesma placa de vídeo que o Acer Aspire Nitro 5, a GeForce GTX 1650, e com SSD. Abaixo, você vai encontrar duas opções de computador que podem atender às suas necessidades por um preço um pouco mais alto.

O primeiro é o Dell G3 G3-3500. Esse é um notebook com processador Intel Core i5 10300H, com foco em performance e da 10ª geração. Apesar de também ser um i5, como o do Acer Aspire Nitro 5, o fato de ser mais atualizado significa que ele é também mais potente. Portanto, a CPU é superior.

A memória dele também é de 8GB de fábrica e permite atualização. Porém, enquanto o notebook Acer aceita upgrade até 32GB, o Dell só é expansível até 16GB. O armazenamento dele não é híbrido, é apenas SSD NVMe com 256GB de espaço. Isso significa que, se você quiser guardar arquivos grandes ou jogos, pode ser que precise usar um serviço em nuvem ou usar um HD externo ou pendrive. Só que a tecnologia do disco que vem de fábrica - NVMe - é mais veloz do que a do SSD que vem com o Acer Aspire Nitro 5, SATA III.

A tela do Dell G3 G3-3500 também é uma vantagem dele. A resolução é a mesma, Full HD, mas a frequência é maior: 120Hz. Isso gera uma experiência mais fluida na hora de jogar, o movimento tende a ser mais orgânico e suave. A tela do Acer Aspire Nitro 5 é de 60Hz.

A segunda alternativa que trago é o Lenovo IdeaPad Gaming 3i, esse mais poderoso do que o Dell G3 e o Acer Aspire Nitro 5. Isso porque o seu processador é um Intel Core i7 de 10ª geração com foco em performance. Ao contrário do notebook Dell, ele tem armazenamento híbrido. Mesmo assim, vem só com os 512GB de SSD. Se você quiser, pode instalar um HD de até 2TB no slot livre. Além disso, ele permite a substituição do SSD que vem de fábrica por outro de até 1TB e tem um slot livre para outro SSD também até 1TB.

Sua tela, de resolução Full HD, tem a mesma frequência da tela do Acer Aspire Nitro 5, 60Hz, sendo portanto inferior à do Dell G3. A memória RAM de fábrica é 8GB, assim como nos outros dois notebooks, e é expansível até 32GB. Com essa possibilidade de atualização e o processador bem mais robusto, o IdeaPad Gaming 3i é também mais caro que os outros dois modelos citados neste artigo.

Acer Aspire Nitro 5: Conclusão

Rápido, bonito e com boa capacidade de atualização, o Acer Aspire Nitro 5 tem bom custo-benefício e deve atender à grande maioria dos usuários que querem ter uma boa experiência gamer. Consumidores mais exigentes, no entanto, podem preferir gastar mais para terem um notebook com processador mais potente e/ou mais atualizado e uma tela melhor em termos de frequência. Para seu preço, que é barato dentro do universo de notebooks gamer, o Acer Aspire Nitro 5 entrega muitas vantagens. Por isso, decidi dar uma nota 9.