Produtos e novidades em Outros Acessórios para Áudio e Video

Óculos 3D da Epson: tecnologia contribui com a inclusão de deficientes auditivos

Novos óculos 3D da Epson para deficientes auditivos podem chegar aos cinemas do País.

Óculos 3D Epson
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

O que você vai fazer no fim de semana? Já pensou em ir ao cinema assistir à estreia de algum filme? Boa sugestão, não é mesmo? Mas você já parou para imaginar como a diversão do cinema pode ficar mais restrita para os deficientes auditivos? Sim, porque não importa ter uma tela gigante e imagens bem nítidas, sendo que o som de vários filmes também revela muito sobre a obra.

Pensando nisso, a Epson apresentou recentemente aqui no Brasil um produto bem legal: são seus novos óculos 3D, o Moverio BT-200.

Se você tem em casa uma TV 3D e já usou algumas vezes óculos 3D para assistir a vários conteúdos em três dimensões, ou mesmo se você curte muito ver um filme 3D nos cinemas, já sabe o potencial que essa tecnologia oferece. Mas a Epson, com muita inovação, foi além: com o Moverio BT-200, a fabricante desenvolveu um produto capaz de beneficiar deficientes auditivos. E sabe como? Com os óculos, é possível se divertir com conteúdo na TV, canais On Demand e também durante uma sessão no cinema.

Entenda como funcionam os novos óculos 3D da Epson

Com os óculos Moverio BT-200, o deficiente visual vai ter outra experiência ao assistir a vários conteúdos. Isso porque esses óculos da Epson transmitem legenda e interpretação em libras.

Para garantir boa usabilidade, o Moverio BT-200 vem com botões e também um trackpad multitouch. Com isso, é possível, por exemplo, alterar o tamanho da legenda – tudo para ver os conteúdos com conforto. Os óculos 3D contam, ainda, com Wi-Fi e Bluetooth. Mas como o produto passa a transmitir legenda e interpretação em libras? Para isso é preciso ter o app MovieReading no tablet ou no celular. Com a integração entre esses dispositivos, o recurso para deficientes auditivos passa a funcionar.

Para você saber mais sobre as especificações dos óculos 3D da Epson, o wearable tem processador dual core de 1.2GHz, memória RAM de 1GB e sistema Android, na versão 4.0.4. O armazenamento interno é de 8GB, mas pode ser expandido para até 32GB, por meio de um SD Card. Para completar, os óculos apresentam uma bateria – uma caixa que precisa estar conectada aos óculos o tempo todo.

E a Epson não deixou de fora algumas tecnologias, como a possibilidade de compreender gestos de cabeça, por meio de giroscópio e acelerômetro. O Moverio BT-200 tem display 3D, câmera e microfone integrados.

O objetivo da Epson, com esses novos óculos 3D, é oferecer uma nova tecnologia a várias empresas, o que pode incluir os cinemas brasileiros. Legal, né? Acontece que, por enquanto, não há uma previsão para essa novidade chegar às sessões de cinema, já que o processo não é tão simples assim: empresas precisam de uma norma da Ancine (Agência Nacional do Cinema), que pretende adotar ações inclusivas para deficientes nos cinemas do País.

No entanto, vale lembrar que a Epson parecem ter acertado, no objetivo de levar essa nova tecnologia aos cinemas. Isso porque os seus óculos não precisam de uma grande mudança nas salas de cinema. É basicamente colocar os óculos no rosto, usar o app do tablet ou do celular e pronto.

Bom saber que a Epson se empenhou, ao desenvolver óculos não apenas inovadores, mas que usam a tecnologia para incluir os deficientes auditivos na cultura e no entretenimento.

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!