Computador Apple vale a pena? Veja prós e contras da marca

Quanto custa um computador Apple? Será que vale a pena investir tanto nele? É o que vamos responder agora mesmo

Filipe SallesRedator

Publicado e atualizado 8 min. de leitura.

Compartilhe:

Você já viu quanto custa um computador Apple? Quando comparamos com outros PCs ou notebooks com Windows, fica notável que o preço de um Macbook é bem mais caro que outro computador com especificações semelhantes, mas fora do ecossistema da Apple.

Mas a empresa da maçã tem um excelente trunfo sobre os computadores com Windows. O macOS é um sistema muito mais enxuto e otimizado. Isso significa que um processador ou placa de vídeo terão mais performance ao serem instalados em um computador Apple do que em um PC Windows, mesmo que ele seja considerado um dos melhores computadores. Isso acontece pois o Windows exige mais recursos dessas peças apenas para rodar o sistema operacional.

Será que o computador Apple vale a pena por causa disso? Dificilmente, mas outros elementos como sua conectividade com aparelhos do ecossistema da Apple e ótimos programas exclusivos fazem a balança pender para a gigante da tecnologia. Sendo assim, confira a seguir alguns detalhes sobre os computadores e Macbooks recentes da marca e veja se ele vale a pena para você!

Leia também no Zoom:

Um computador Apple é o sonho de consumo de muita gente, mas será que ele realmente vale a pena? (Fonte: Shutterstock/Hadrian)
Um computador Apple é o sonho de consumo de muita gente, mas será que ele realmente vale a pena? (Fonte: Shutterstock/Hadrian)

Quanto custa um computador Apple?

Atualmente, a Apple conta tanto com uma linha de computadores de mesa quanto os conhecidos Macbooks. Isso faz uma grande diferença, já que o Macbook oferece maior portabilidade, enquanto a linha Mac Pro de computador Apple para a mesa, o conhecido desktop, possui configurações mais robustas.

Além disso, vale mencionar que a Apple costuma oferecer variadas configurações e acessórios, o que incrementa o preço do computador. Para ter uma base, vamos mostrar o custo do notebook e do desktop em suas configurações mais baixas.

Na área de notebooks, os Macbooks mais recentes são o Macbook Air e o Macbook Pro, esse último com versões de 13 e 16 polegadas. Já o computador Apple de mesa possui três linhas atuais: o iMac, dividido em versões com 24 e 27 polegadas, o Mac Pro e o Mac Mini. Veja abaixo quanto custa a edição básica de cada um deles.

Quanto custa um computador Apple Macbook?

  • Macbook Air: a partir de R$ 12.999
  • Macbook Pro de 13 polegadas: a partir de R$ 17.299
  • Macbook Pro de 16 polegadas: a partir de R$ 30.299

Em relação às especificações, o Macbook Air é o mais "básico" de todos, considerando seu alto preço. Ele vem com o processador Apple M1, memória RAM de 8GB que também é usada para vídeo, ou seja, o M1 traz uma placa de vídeo onboard. Ele também conta com SSD de 256GB para armazenamento. Sua tela Retina é de 13,3 polegadas.

O Macbook Pro de 13 polegadas traz o processador Apple M1 e memória RAM de 8GB, que também é dividida com a placa de vídeo onboard do M1. Seu armazenamento vem por meio de um SSD de 256GB, além da tela Retina, sendo bem semelhante ao modelo anterior.

Enquanto isso, o Macbook Pro de 16 polegadas é o mais robusto. Em suas configurações, o modelo no preço acima notebook Intel Core i7 de nona geração, com placa de vídeo dedicada AMD Radeon Pro 5300M com 4GB de memória VRAM, 16GB de memória RAM e SSD de 512GB, além da já mencionada tela Retina de 16 polegadas.

Prós dos Macbooks

  • Mais portáteis e podem ser usados em qualquer lugar
  • Sistema operacional macOS mais enxuto e que libera mais performance das peças
  • Tela Retina oferece melhores gráficos do que notebooks Full HD

Contras dos Macbooks

  • Especificações inferiores aos computadores de mesa da Apple
  • Preço alto
  • Apenas o modelo mais caro é indicado para jogos ou trabalhos pesados em audiovisual

Quanto custa um computador Apple desktop?

Mais potentes que os Macbooks, isso também significa que esses computadores de mesa são bem caros. Tanto que alguns modelos são indicados para empresas, e não para o usuário final.

Atualmente, essa linha de computador Apple se divide em três: os iMacs, com configurações parecidas aos Macbooks; os Mac Pros, os mais robustos da empresa; e os Mac Minis, fixos porém bastante portáteis. Veja quanto custa um computador Apple de cada linha, em suas configurações mais básicas.

  • Mac Mini: R$ 8.699
  • iMac de 24 polegadas: R$ 17.599
  • iMac de 27 polegadas: R$ 24.249
  • Mac Pro: R$ 79.499

Em relação às especificações, o Mac Mini é o mais simples, tanto quanto os Macbooks mostrados anteriormente. Isso significa que ele possui o processador próprio da Apple, o M1, além de SSD com 256GB e memória RAM de 8GB, com placa de vídeo integrada. Por outro lado, vale mencionar que, mesmo mais barato que um Macbook, é necessário comprar monitores, teclados e mouses compatíveis.

Já os iMac são considerados intermediários e ainda voltados para o uso pessoal. O iMac também tem a vantagem de vir com tela Retina própria, diferente do modelo Mini e do Pro. Além da tela, no entanto, as configurações são iguais aos do Mac Mini mostrado acima. Por outro lado, vale lembrar que esse modelo ainda não chegou ao Brasil.

Enquanto isso, o iMac de 27 polegadas não vem com o processador da Apple, mas um Intel Core i5 de 10ª geração. Semelhante aos outros modelos, ele também conta com SSD de 256GB e 8GB de memória RAM. A diferença aqui fica para a placa de vídeo dedicada AMD Radeon Pro 5300, a mesma usada no Macbook Pro de 16 polegadas.

Enquanto estamos olhando computador Apple de configurações intermediárias para avançada, o desktop Macbook Pro pode ser considerado um monstro. Não à toa seu preço inicial, ou seja, com as configurações mais básicas possíveis e sem nenhum acessório, beiram os R$ 80.000.

Ele pode ser adquirido na versão "torre", mais parecido com desktops convencionais, e no modelo "rack", que costumamos ver em servidores. Seu processador é o Intel Xeon W, mais avançado que os Intel Core. Você pode selecionar entre modelos de oito núcleos até 28 núcleos. O Mac Pro também tem 12 encaixes disponíveis para memória RAM, com capacidade máxima de 1,5TB. A memória RAM mínima dele é 32GB.

Por conta de suas configurações bem robustas, o Mac Pro é um computador Apple específico para empresas que necessitam de muito poder de processamento (Fonte: Shutterstock/Jack Skeen)
Por conta de suas configurações bem robustas, o Mac Pro é um computador Apple específico para empresas que necessitam de muito poder de processamento (Fonte: Shutterstock/Jack Skeen)

O Mac Pro também tem espaço para a instalação de até quatro GPUs e SSDs de até 8TB, com módulo inicial de 256GB. Ou seja, é um modelo avançado para quem trabalha com servidores ou o máximo de tecnologia para computação gráfica.

Prós do Mac Mini e iMacs

  • Opção fixa para o escritório, que não depende de bateria
  • iMacs já vem com monitor próprio
  • Boa configuração para trabalho e estudo

Contras do Mac Mini e iMacs

  • Mac Mini é mais barato, mas é necessário comprar periféricos para que ele funcione
  • Preço alto dos iMacs
  • Configuração do iMac de 24 polegadas é igual ao do Mac Mini.

Confira ofertas do Mac Mini no Zoom!

Confira também as ofertas do Zoom para o já lançado iMac de 27 polegadas!

Enquanto o Mac Mini e o iMac possuem certas semelhanças em relação à configuração, o Mac Pro está em um nível totalmente diferente. Considerando isso, confira os prós e contras do Mac Pro a seguir.

Prós do Mac Pro

  • A melhor configuração que o dinheiro pode comprar com um dos sistemas mais enxutos do mundo
  • Daqui a 10 anos, é provável que esse computador ainda seja considerado poderoso
  • Tanto a torre quanto o rack são fáceis de transportar
  • Vai rodar qualquer programa ou jogo compatível com o macOS

Contras do Mac Pro

  • Preço astronômico
  • Valor engloba apenas a torre. Ainda será necessário comprar monitor, base e periféricos para usá-lo.
  • Periféricos para usar o Mac Pro também exigem muito investimento. O valor total desses periféricos fica em torno de R$ 55.548, além do preço do próprio computador. Vale considerar aqui que todos os periféricos citados são próprios da Apple e indicados para o Mac Pro. No total, o investimento pode superar R$ 135 mil.

Confira as ofertas do Magic Keyboard para o Mac Pro no Zoom!

Gostou do computador Apple? Veja o que usar em conjunto!

Uma das principais vantagens em todos os modelos acima, por conta do macOS, é a conectividade com outros produtos da Apple. Por meio de serviços como o iCloud, por exemplo, é muito fácil espelhar a tela de um celular ou tablet, trocar arquivos entre dispositivos e até mesmo criar um tipo de armazenamento compartilhado na nuvem.

Veja a seguir quais vantagens cada aparelho do ecossistema da empresa pode ter ao se conectar com um computador Apple!

iPhone/iPad

Se você já tem o iPhone e o iPad, chega a ser obrigatório ter um computador Apple. Afinal de contas, será possível trocar arquivos facilmente, além de controlar o celular e o tablet remotamente. O inverso também se aplica aqui, ou seja, poderá acessar o seu computador direto do seu iPhone ou iPad!

AirPods

Assim como você pode usar os AirPods para ouvir músicas do seu celular ou tablet sem se embolar em fios, o mesmo se aplica ao computador Apple. Ou seja, é bem fácil conectar seus AirPods aos modelos mostrados nesse artigo.

Smart TVs, Mouses, Teclados e controles Bluetooth

Além da conectividade com aparelhos da Apple, você também pode usar seu computador Apple com aparelhos de outras marcas, já que ele também conta com conexão Bluetooth. Mesmo que você use um celular Android!

Isso possibilita enviar vídeos que estiver assistindo para a TV, use teclados e mouses que não sejam da Apple ou até mesmo jogar com seu controle Bluetooth. Lembrando que o serviço de assinatura Apple Arcade é compatível tanto com o controle do PlayStation 4 quanto o controle do Xbox One e Series!

Não gostou do computador Apple? Confira alternativas!

Enquanto a conectividade com aparelhos do ecossistema Apple seja uma vantagem compartilhada por todos os aparelhos da empresa, seu alto preço acaba sendo a maior desvantagem. Se você acabou não se interessando por um computador Apple, então é interessante conferir algumas alternativas.

Por isso, vamos indicar dois modelos: um intermediário, com especificações parecidas ao mostrado no iMac de 24 polegadas; o outro será um modelo gamer, já que o Windows apresenta uma compatbilidade com jogos bem maior do que o macOS oferece.

Galaxy Book S

Um notebook bem mais em conta que as opções que a Apple oferece. No entanto, o fato de não ser tão otimizado significa que ele não terá performance ou longevidade tão alta. Por outro lado, sua portabilidade rivaliza e não deve em nada ao computador Apple. Vale considerar que ele também tem tela de toque.

No entanto, o Galaxy Book S é de duas a três vezes mais barato que o Macbook ou o iMac, mas também entregando 8GB de memória RAM e um SSD de 256GB. Seu processador é um Intel Core i5 de 10ª geração, mas ele também não conta com placa de vídeo dedicada, sendo um notebook para trabalho ou estudo.

Acer Aspire Nitro 5 (AN515-54-528V)

Um dos melhores notebooks gamer Acer, esse modelo gamer traz placa de vídeo dedicada GeForce GTX 1650, também com 4GB de memória para vídeo. A memória RAM permanece a mesma que o computador Apple, enquanto seu armazenamento é híbrido, com SSD de 128GB, mas HD de 1TB para guardar programas pesados e jogos.

Sua tela não é retina, mas o Full HD será o suficiente para exibir bons gráficos de seus filmes ou games favoritos. O processador desse modelos também é um Intel Core i5 de 10ª geração, capaz de rodar boa parte dos jogos para PC atualmente.

Computador Apple vale a pena? Confira o veredito!

Tudo na informática é um grande "depende". Para alguns usos, o computador Apple é perfeito, especialmente para quem trabalha com softwares de edição, design e audiovisual, com destaque a computação gráfica. Para outros propósitos, como jogos ou programar, o melhor é contar com um computador com Windows ou Linux mesmo.

Outra vantagem é a durabilidade do computador Apple. Apesar de receber atualizações do sistema macOS apenas por três anos desde o seu lançamento, suas otimizações de sistema permitem que processadores e outras placas ainda sejam bastante funcionais por cerca de cinco a seis anos, caso compre um modelo atual de notebook ou desktop.

Confira também no Zoom: