Pulgas de gato: como tirar pulgas de gato?

Pequenas e incômodas, as pulgas podem fazer mal à saúde do felino; confira como tirar pulgas de gato

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

Compartilhe:

Pequenas e incômodas, as pulgas podem ser uma dor de cabeça para os gatos e os tutores. No animal, elas geram coceiras, estresses, desconfortos e podem até causar problemas de pele ou transmitir doenças graves. Já para o tutor, elas são um pesadelo: além de infectar o felino, as pulgas podem infestar casas ou apartamentos, que vão necessitar de limpeza e higienização adequadas. Por isso, para saber como tirar pulgas de gato, é necessário entender primeiramente como identificá-las no bichano.

Observe os hábitos do pet: ele está se coçando intensamente? Se lambendo frequentemente? É possível encontrar áreas vermelhas no corpo do animal? Se as respostas forem "Sim", é possível que o gato esteja com pulgas em seu corpo e pelo. Você também pode procurá-las pela pelagem do bichano ou nos cômodos da casa ou apartamento. Encontrou os parasitas? Então, dê um Zoom, entenda como tirar pulgas de gato e se livre dessas pragas indesejadas de uma vez por todas!

Leia também: Antipulgas para gatos: qual o melhor remédio antipulgas para gatos?

Entenda como tirar pulgas de gato! (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Entenda como tirar pulgas de gato! (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Como surgem as pulgas em gatos?

As pulgas de gato podem surgir tanto dentro quanto fora de casa

Veja como surgem as pulgas de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Veja como surgem as pulgas de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Engana-se quem pensa que, por não ter acesso às ruas, o gato não deve contrair pulgas. Os próprios tutores podem acabar trazendo pulgas ou ovos de pulgas de gato da rua para dentro de casa, seja por meio da roupa ou do sapato. Infelizmente, isso é mais comum do que se pensa.

As pragas também podem aparecer após consultas com o veterinário ou idas ao pet shop, por exemplo. Esses ambientes são mais propícios a sofrer com infestação de pulgas.

De qualquer forma, uma coisa é clara: o felino precisa ser protegido mesmo não saindo de casa. Uma vez que as pulgas começam a atacar o pet, imediatamente elas se instalam e, entre 24 e 48h depois, começam a se reproduzir e a depositar cerca de 25 a 50 ovos por dia.

Os ovos das pulgas de gato geram larvas que vão se desenvolvendo até virarem pulgas adultas, e o tempo médio desse ciclo é de 5 semanas. Portanto, quando o tutor começar a enxergar pulgas no ambiente, é provável que o animal já esteja com a praga há pelo menos 2 meses no corpo.

Por isso, se você observar o seu gato com sintomas como apatia, falta de apetite, quedas de pelo, coceiras, lambeduras excessivas ou mudanças de comportamento, atente-se e procure já um veterinário de confiança para saber exatamente como proceder.

Como tirar as pulgas de gatos?

As pulgas de gato conseguem ser removidas com a ajuda de antipulgas

Confira como tirar as pulgas de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Confira como tirar as pulgas de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Se você está aqui para saber como tirar pulgas de gato, é fundamental entender que existem alguns métodos para travar a luta contra esses parasitas. No entanto, o recomendado é que a primeira decisão a se tomar seja contatar o veterinário do seu felino, pois somente ele pode recomendar o melhor tratamento.

Dito isso, produtos antiparasitários são indicados nessas situações, e o remédio antipulgas para gato é o método mais convencional para tratar essas pragas. Em formato de pipeta, coleira, spray, comprimido e até shampoo, o ideal é escolher com base na idade, peso e personalidade do animal. Alguns gatos, por exemplo, têm dificuldade em ingerir comprimidos, assim como outros detestam banhos.

O tempo de durabilidade do efeito de cada remédio também é um ponto considerável, uma vez que existem antipulgas para gato com duração de 4 semanas ou até mesmo 3 meses. Esse efeito começa a valer a partir da ingestão do medicamento, já interrompendo o ciclo de vida e a reprodução das pulgas – essencial para contê-las o mais rápido possível.

Além disso, é importante destacar a necessidade da higienização dos cômodos após o bichano apresentar infestação por pulgas. Afinal, pulgas de gato são pragas e se disseminam e se reproduzem não apenas nos animais, mas também no ambiente. Elas podem infestar o seu lar e se esconder em vários lugares: cantinhos de parede, piso ou móveis.

Os felinos, inclusive, podem deixar de frequentar áreas da casa que se mostram infestadas por pulgas na tentativa de evitar os parasitas e se livrar da coceira que eles causam. Por isso, é necessário pensar em um controle estratégico, higienizando adequadamente os cômodos da sua casa após uma infestação por pulgas. Não se esqueça que existem produtos apropriados para isso.

Como evitar as pulgas em gatos?

As pulgas de gato podem ser evitadas com uma boa higiene em casa

Entenda como evitar as pulga de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Entenda como evitar as pulga de gato (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Para evitar que as pulgas de gato sequer infestem o pet, é preciso que a medicação antipulgas seja utilizada como método de prevenção. Isso porque não é necessário que o felino esteja com pulgas para tomar o remédio antipulgas. Ele pode usá-la como método preventivo contra essas pragas.

Aliás, é prevenindo que doenças mais sérias que as pulgas de gato podem ser evitadas, como é o caso da micoplasmose, conhecida como doença da pulga. Ela é causada por uma bactéria, podendo levar à anemia e até a morte. Logo, é fundamental manter o seu bichano protegido desses parasitas.

Também é possível seguir algumas recomendações, como evitar o acesso do animal à rua, manter uma boa higiene em casa e, principalmente, nos acessórios do felino, e fazer visitas regulares ao veterinário de confiança. O especialista pode ficar de olho nas pulgas e outros parasitas, além de fazer um check-up regular na saúde do seu pet.

Qual o melhor remédio de pulgas para gatos?

O melhor antipulgas para gatos deve levar em conta idade, peso e personalidade

Conheça os melhores antipulgas para gatos (Imagem: Reprodução/Shutterstock)
Conheça os melhores antipulgas para gatos (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Como já dito anteriormente, o remédio antipulgas para gatos é uma das melhores opções para prevenir e tratar esses parasitas no corpo do felino. Atualmente existem antipulgas para gatos filhotes ou adultos, para gatos pequenos ou grandes e em formatos de comprimido, spray, pipeta e coleira.

No entanto, antes de escolher a medicação antipulgas ideal para o seu bichano, é interessante analisar a idade, o peso e a personalidade do gato, assim como o fabricante, o tempo de duração e a forma de aplicação de cada remédio. Separamos três dos remédios mais conhecidos e utilizados por tutores no mercado. Conheça!

Revolution: antipulgas para gatos em formato de pipeta

Da marca Zoetis, o Revolution é um antipulgas para gatos em formato de pipeta, ou seja, seu uso é administrado pela pele. Sua eficácia é a regular, que dura até 30 dias após a aplicação, e promete quebrar o ciclo das pulgas de gato logo após o primeiro uso. Ele também pode ser usado em fêmeas lactantes e gestantes.

Além disso, o Revolution contribui para a desinfestação das pulgas no ambiente, que vão morrendo após terem contato com o produto. Existe uma versão única para gatos, que engloba felinos de pesos entre 2,6 e 7,5kg, sem variações que atendam a pesos fora desta faixa.

Para aplicar o Revolution, é indicado remover a tampa da pipeta e administrá-lo diretamente na pele, na região do dorso do bichano (entre a nuca e as escápulas). É um remédio de valor um pouco mais elevado, mas a unidade da pipeta acaba saindo mais em conta caso você compre o kit com três ampolas, por exemplo.

Comfortis: antipulgas para gatos com sabor mais agradável

Diferentemente do Revolution, o Comfortis é um antipulgas para gatos em formato de comprimido mastigável. Sua eficácia dura o período padrão para remédios do tipo, cerca de 30 dias após a primeira ingestão, e sua ação já começa a valer após 30 minutos da ingestão.

Além disso, o fabricante declara que o comprimido é palatável, ou seja, contém um sabor que agrada os felinos. Nem sempre é fácil fazer os gatos ingerirem comprimidos. Por isso, esta é uma boa opção para bichanos que encanam com este tipo de remédio.

O Comfortis oferece três diferentes embalagens, que variam de acordo com o peso do seu bichano: entre 1,9 e 2,6kg, entre 2,8 e 5,4kg e, também, entre 5,5 e 11kg. Portanto, na hora de adquirir o seu antipulgas, preste atenção ao peso do animal para comprá-lo corretamente.

Frontline: antipulgas para gatos disponível em pipeta e spray

Outra opção no formato de pipeta, o Frontline é um antipulgas para gatos da marca Merial. No entanto, o fabricante também conta uma versão em spray, sendo uma opção igualmente eficaz para felinos. Ambos os produtos são versáteis e têm a aplicação relativamente fácil, que dão a liberdade para o tutor escolher qual tipo prefere.

Um diferencial do Frontline Spray é que ele é recomendado especialmente para bichanos que têm livre acesso às ruas e ambientes externos, pois protege-os dos parasitas com mais intensidade e por até 45 dias. Para aplicar, é recomendado pulverizar o remédio em toda a pele e pelos do animal, conforme as instruções que constam na embalagem do produto.

Já o Frontline Plus, que é a versão em pipeta, oferece proteção contra ovos e larvas de pulgas de gato – essencial para combater as pulgas que estão no ambiente e não somente no corpo do gato, ajudando na desinfestação da praga na casa ou apartamento. A ação do Frontline Plus é prolongada por até um mês, e os efeitos começam a aparecer nas primeiras 48h após a aplicação.

Leia também: