Review Galaxy Tab S6 Lite: testamos o tablet Samsung com caneta eletrônica

Suporte à S Pen é destaque do Galaxy Tab S6 Lite. Descubra se vale o preço de R$ 2.999.

Ana MarquesEditor(a)

Publicado e atualizado 7 min. de leitura.

O Galaxy Tab S6 Lite é a nova aposta da Samsung para o segmento de tablets. Com ficha técnica intermediária e preço de lançamento de R$ 2.999, o aparelho é uma espécie de versão "econômica" do top de linha Galaxy Tab S6, e se destaca por trazer de fábrica a caneta eletrônica S Pen – ótima pedida para quem trabalha com gráficos, ilustrações ou mesmo quem sente falta de fazer alguns rabiscos para esboçar ideias.

Mas será que o Galaxy Tab S6 Lite vale a pena? Ele é melhor do que o Galaxy Tab S5e, modelo intermediário da geração passada? Dá pra aposentar o notebook e usá-lo como máquina de trabalho principal?

Galaxy Tab S6 Lite com caneta S Pen. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Galaxy Tab S6 Lite com caneta S Pen. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

Para tirar todas essas dúvidas, testamos o tablet Samsung por algumas semanas. Os resultados da análise você confere em nosso review completo, a seguir.

Leia também: Testamos o Galaxy Note 10 Plus, celular da Samsung com S Pen

Avaliação do Zoom:

Prós:

  • Compatível com a S Pen (já vem na caixa)
  • Capa (Book Cover) inclusa
  • Boa qualidade de áudio (alto-falantes AKG)
  • Tela grande com boa resolução
  • Entrada para fones de ouvido (P2)
  • Bom desempenho (para funções do dia a dia)

Contras:

  • Não suporta o modo DeX
  • Tela LCD peca em contraste e brilho

Tela e design

Painel LCD deixa a desejar em contraste, mas tem boa definição de imagem

O Galaxy Tab S6 Lite me deixou bastante dividida no quesito "Tela". Por um lado, temos aqui um display grande, com boa resolução, que proporciona bastante conforto para assistir a vídeos, visualizar páginas de artigos e revistas, e até mesmo para escrever, desenhar ou pintar, usando a S Pen.

Por outro, o display não conta com a tecnologia Super AMOLED – trata-se um painel TFT LCD. Se você não está tão familiarizado aos conceitos, deixe-me explicar o que isso significa na prática: os contrastes não são tão intensos e os pretos acabam tendo aquele tom mais acinzentado.

Tela do Galaxy Tab S6 Lite tem tecnologia TFT LCD. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Tela do Galaxy Tab S6 Lite tem tecnologia TFT LCD. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

Não tenho muito o que reclamar em termos de cores – até que elas são equilibradas (considerando a tecnologia utilizada), mas ao assistir shows ou séries com fotografia mais escura, o preto menos "profundo" me incomodou.

Esse fator, junto aos reflexos sob luz intensa (que denunciam que o brilho da tela não é dos melhores), acabam deixando aquele sentimento de que a experiência poderia ser melhor.

Tela do Galaxy Tab S6 Lite peca em contraste e brilho. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Tela do Galaxy Tab S6 Lite peca em contraste e brilho. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

O Galaxy Tab S6 Lite já chega de fábrica com uma capa, no estilo "livro", que ajuda a proteger o dispositivo contra arranhões no dia a dia. Ela também serve para prender a caneta eletrônica ao tablet, já que conta com uma parte magnética, posicionada na dobra central.

Por fim, é possível usar essa case para posicionar o aparelho em diversos ângulos – o que é bacana para consumir filmes, séries ou shows de forma confortável.

Capa do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Capa do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

O Tab S6 Lite proporciona boa experiência quando o assunto é áudio. Ele conta com a tecnologia Dolby Atmos, que promete um som "em 360º", para uma sensação imersiva – que se dá mais ao usar fones de ouvido. Mas os alto-falantes são bons o suficiente para que você consiga ouvir a sua série ou o show do seu artista favorito sem fones.

Por falar em fones, esse modelo conserva a entrada padrão P2 (3,5 mm).

Produtividade

A S Pen é uma "mão na roda" para fazer anotações e desenhar

A caneta eletrônica é a grande estrela do Galaxy Tab S6 Lite – trata-se da mesma S Pen presente na versão mais cara do tablet. Ela tem suporte a 4.096 pontos de pressão e sua ponta é bem fina, o que confere boa precisão para criar ilustrações ou trabalhar com escrita.

S Pen suporta 4.096 pontos de pressão. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
S Pen suporta 4.096 pontos de pressão. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

Em 99% dos casos consegui apoiar parte da mão sobre a tela enquanto escrevia, sem que nenhum risco acidental fosse criado. A experiência toda é muito confortável, e até os sons emitidos simulam a escrita em uma folha de papel.

Por meio da S Pen, você consegue também usar atalhos para captura de tela, seleção inteligente e pode até converter o texto manuscrito em digital.

Escrevendo no app de notas da Samsung com a S Pen do Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Escrevendo no app de notas da Samsung com a S Pen do Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

A parte negativa fica pelo que não chega a esse modelo. O Galaxy Tab S6 Lite não suporta o modo DeX, que permite transformar o tablet em uma espécie de desktop, abrindo aplicativos em janelas flutuantes em uma área de trabalho.

O mais frustrante é que esse recurso está disponível no Galaxy Tab S5e, que é considerado seu antecessor, então é como se a Samsung tivesse tirado um recurso já disponível em aparelhos nessa faixa de preço.

"Tudo bem, então é só comprar o antecessor", você pode pensar. Mas não é tão simples, já que o Tab S5e não vem com a S Pen. Então, basicamente, a Samsung quer que você escolha entre a caneta ou o modo DeX, o que acaba estragando parte da diversão. É claro que se você estiver disposto a investir mais de R$ 4 mil, o Galaxy Tab S6 convencional contemplará todos esses recursos.

Desempenho

Boa fluidez, mas pouco indicado para tarefas muito exigentes

O processador do Galaxy Tab S6 Lite é o Exynos 9611, um chip fabricado pela própria empresa, presente também no Galaxy A51, um dos smartphones mais populares da marca em 2020.

Apesar de lidar muito bem com as tarefas do cotidiano, esse não é um processador topo de linha, então não é recomendado para tarefas extremamente exigentes, como alguns softwares de edição e games mais pesados.

Apps na tela do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Apps na tela do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

Ainda assim, para praticamente todos os apps mais comuns, não há do que reclamar. Durante o período de testes, foi possível utilizar o Chrome, com 3 abas abertas, ouvir música no Spotify e movimentar cartões no app do Trello sem nenhum problema com travamentos ou desligamentos repentinos. Também executei o jogo Free Fire sem problemas com queda de fps.

Para quem gosta de números, temos aqui memória RAM de 4 GB. O armazenamento é de 64 GB (achei pouco para o preço e para os padrões atuais – uns 128 GB cairiam bem). No entanto, há espaço para expansão via microSD de até 1 TB.

Bateria e conectividade

Autonomia para uma jornada de trabalho, com uso moderado

A bateria não trouxe surpresas, nem positivas, nem negativas. Ela tem capacidade para 7.040 mAh, o que na prática dá para um dia inteiro de uso moderado.

A Samsung promete até 13 horas de reprodução de vídeos, mas se você for passar a tarde inteira maratonando uma série na Netflix, com o brilho no máximo, vai precisar recarregá-lo após alguns episódios. A boa notícia é que há suporte a carregamento rápido.

O Galaxy Tab S6 Lite é vendido em um único modelo com suporte a Wi-Fi e 4G, então você não precisa se preocupar em ficar desconectado ao sair de casa, basta utilizar um chip de operadora para acessar os dados móveis.

Câmeras

Nada muito além do necessário

Para fechar a análise, temos o conjunto de câmeras desse tablet que contempla apenas um sensor frontal, de 5 MP, e um taseiro, com 8 MP. Eles atendem bem às necessidade gerais de câmeras em um dispositivo como esse: com a traseira, é possível escanear documentos e fazer registros do dia a dia, sempre com auxílio de iluminação adequada, é claro. A frontal tem boa qualidade para realizar videochamadas.

Foto tirada com câmera traseira do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)
Foto tirada com câmera traseira do Galaxy Tab S6 Lite. (Imagem: Ana Marques/Zoom)

Um ponto bacana é que as câmeras são compatíveis com Realidade Aumentada, e têm um atalho que permite fazer desenhos tridimensionais sobre objetos, nada que seja extremamente útil no dia a dia, mas dá para se divertir vez ou outra fazendo rabiscos em objetos ou nos seus amigos.

Custo-benefício

Vale a pena comprar o Galaxy Tab S6 Lite?

O Galaxy Tab S6 Lite é um excelente produto e não há concorrência para ele na mesma faixa de preço, no mercado nacional. Seu rival mais próximo é o iPad de 7ª geração. No entanto, no Brasil, o dispostivo da Apple, com as mesmas configurações de memória interna e suporte a 4G sai por praticamente o mesmo preço do Tab S6 convencional.

Nesse contexto, o maior concorrente do Galaxy Tab S6 Lite é seu próprio antecessor, o Galaxy Tab S5e, que tem uma tela melhor, consegue maior autonomia de bateria e ainda tem suporte ao modo DeX. No entanto, ele não conta com a S Pen.

A conclusão é: se você busca um tablet para desenhar, escrever à mão e aproveitar bastante os recursos da caneta eletrônica como facilitadores de tarefas do dia a dia, o Galaxy Tab S6 Lite é um ótimo negócio, no final das contas. Ele também é uma boa pedida para consumo de conteúdo audiovisual. Mas se você busca um dispositivo para usar como principal máquina de trabalho, e pretende deixar o computador de lado, fica difícil indicar esse modelo.

Compare preços

Encontre as melhores ofertas para o Galaxy Tab S6 Lite no Zoom