Entenda antes de comprar em TV

Como comprar sua TV 3D?

Veja o que é importante saber antes de investir na TV 3D.

por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

Como comprar uma TV 3DComprar uma TV de boa qualidade costumava ser uma tarefa simples. Bastava ir a qualquer loja, observar por alguns minutos a qualidade de imagem, alterar algumas configurações mais básicas e, por fim, escolher o modelo com melhor imagem e recursos mais relevantes.

Porém, a coisa muda completamente de figura quando o assunto é TV 3D.

Apesar de encher os olhos, é preciso ter um pouco de cautela e levar em consideração alguns pontos importantes antes de adquirir a sua.

E é isso que apresentaremos a você a seguir:

Como assistir 3D?

A primeira coisa que precisamos saber é que o conteúdo 3D ainda é pouquíssimo disponível, tanto na TV por assinatura, quanto nos canais abertos. Sua principal "fonte" de conteúdo será, seguramente, os filmes em Blu-Ray. Para isso, você precisa de um Blu-Ray Player 3D, ou seja, compatível com mídias que transmitem imagens em 3 dimensões. Os aparelhos de Blu-Ray comuns não transmitem conteúdo 3D!

Óculos 3D vem junto?

Esse fator pode fazer toda a diferença na sua compra. Os óculos 3D ainda são produtos caros e que, somados ao preço da televisão 3D, podem aumentar substancialmente o preço final. Principalmente se você tem uma família grande ou recebe muitos amigos em casa. Procure modelos que já acompanhem pelo menos um par de óculos. Com certeza você sentirá uma boa economia no seu bolso.

Óculos para a família inteira, e não só para você

Normalmente, os óculos inclusos no pacote são feitos para adultos e jovens em geral. Caso você seja o único usuário, tudo bem, mas se a família for um pouco maior, é preciso tomar alguns cuidados básicos. Geralmente, óculos projetados para o uso em adultos ficam desconfortáveis em crianças, e vice-versa. Alguns modelos apresentam hastes reguláveis, o que pode melhorar a experiência no fim das contas. Confira as especificações do modelo escolhido.

A conversão de 2D para 3D é interessante, mas não faz milagres

Alguns televisores contam com um sistema que converte imagens em 2D para o formato 3D. A ideia parece ser interessante no início, mas não deve ser levada como ponto principal na compra de uma TV 3D. Apesar de apresentar uma simulação, o efeito 3D obtido pela conversão está longe de oferecer a mesma qualidade de um conteúdo feito com esta finalidade. A profundidade em relação ao efeito "original" será a principal diferença percebida. Em todo o caso, é um recurso bacana, principalmente para crianças.

LCD, LED e a tal taxa de atualização

Existe uma diferença notável entre televisores de LCD com iluminação padrão e aqueles que utilizam o sistema de iluminação com LEDs. Não só o contraste sofre influência, mas também a taxa de atualização das imagens. Esta medição indica quão rápido um quadro de imagem é exibido por uma TV 3D. Para filmes e programas tradicionais, a influência deste parâmetro não faz muita diferença, mas a história é outra quando o assunto é 3D. O ideal é que o televisor apresente a maior taxa de atualização possível. As TVs mais novas, e também mais caras, são capazes de apresentar taxas de atualização de até 480Hz (Hertz), mas também é comum encontrar televisores com taxas menores, indo de 120Hz a 240Hz, o que já é satisfatório para uma boa exibição do 3D.

Conexões: quanto mais, melhor

Não adianta muito ter uma boa televisão 3D se não é possível montar um bom centro multimídia pela falta de conexões. Antes de comprar, verifique que tipo de entradas a TV possui. Conectores de videocomponente e videocomposto são ideais para aparelhos antigos de DVD e receptores de TV a cabo sem suporte a imagens de alta definição. Mas se você pretende utilizar aparelhos de Blu-Ray 3D ou videogames de última geração, é preciso ficar de olho nas entradas HDMI. Neste caso, quanto mais, melhor, mas seu posicionamento também é importante. Se o seu objetivo for pendurar a TV em uma parede, lembre-se que o ideal é que o aparelho tenha entradas laterais, para que os cabos não fiquem ''espremidos'' na parte traseira do televisor.

E lembre-se: tamanho nem sempre é documento

Comprar uma TV 3D bem grande é o sonho de qualquer louco por tecnologia, mas é preciso tomar alguns cuidados neste sentido. Antes de comprar, considere também o tamanho do local onde a TV será instalada. O ideal é que para TVs grandes, como as TVs de 50 polegadas ou mais, o espectador fique em uma distância mínima de 4 metros do aparelho. Ficar mais próximo do que isso não só pode prejudicar a forma com que você observa as imagens em 3D, mas também acaba causando um cansaço maior à sua vista. Confira qual a distância ideal para cada tamanho de TV. 

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em tv