CES 2020: Samsung Sero, a TV que funciona na vertical, deve chegar ao Brasil neste ano

Aparelho oferece a possibilidade de ver os vídeos feitos pelos smartphones na sua posição original

CES 2020: Samsung Sero, a TV que funciona na vertical, deve chegar ao Brasil neste ano
Ricardo BergherEditor(a)

Publicado e atualizado 2 min. de leitura.

A smart TV projetada para a Samsung para o público jovem, acostumado com os stories do Instagram ou do Facebook, pode chegar em breve ao Brasil. A empresa planeja para 2020 o lançamento global da The Sero, a primeira TV que também funciona quando posicionada na vertical. E é claro, o mercado brasileiro está nos planos da gigante sul-coreana.

Nós noticiamos em 2019 a criação da The Sero, que foi lançada como uma espécie de teste apenas na Coréia do Sul. Pelo visto, a experiência foi boa por lá e agora a Samsung está levando essa aposta diferente para os outros mercados. Confira os detalhes!

Leia também:

The Sero conta com uma base na qual a TV gira da horizontal para a vertical (Divulgação Samsung)
The Sero conta com uma base na qual a TV gira da horizontal para a vertical (Divulgação Samsung)

Espelhamento fácil para uma nova forma de consumo de conteúdo

Na foto acima você vê a The Sero já virada para a posição na vertical, mas se o usuário quiser usá-la da maneira tradicional, basta virar o aparelho sobre a base para a posição horizontal.

O pareamento com o smartphone promete ser bem fácil, via NFC, o Near Field Communication, uma tecnologia que permite ao usuário interagir com outros equipamentos, simplesmente aproximando o celular, sem a necessidade de fios.

Samsung The Sero chega com tela OLED de 43 polegadas

A The Sero é uma smart TV OLED de 43 polegadas, com resolução em 4K, som surround 4.1 e alto-falantes de 60 watts. Além disso há um microfone embutido que permite a utilização da Bixby, a assistente pessoal da Samsung, para controlar diversos comandos do aparelho.

Gostou da novidade? Então se prepare, porque ela não deve custar pouco. Embora o preço da versão global não tenha sido anunciado, na época do lançamento na Coreia do Sul era de US$ 16.000 (cerca de R$ 65.000 em conversão direta).

Leia mais: