TVs LG NanoCell 2020: marca lança modelos 4K e estreia do 8K no Brasil

É a primeira vez que a LG disponibiliza uma TV 8K no Brasil e ela chega com a tecnologia nanocristal; confira detalhes.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

Finalmente, é chegado o momento do Brasil receber as novas TVs LG NanoCell 2020 – e um modelo 8K da marca. Embora mundialmente tenham sido lançados 12 modelos, a empresa anunciou hoje, em evento online, que o mercado brasileiro, até o momento, vai receber cinco opções cujos tamanhos variam entre 49 e 86 polegadas.

Saiba mais: Nano Cell vs QLED: o que são e qual a melhor tecnologia de tela?

Segundo a fabricante sul-coreana, a tecnologia presente na tela desses modelos garante a reprodução de cores mais profundas, por meio de nanocristais de um nanômetro aplicados diretamente no display do aparelho, ao contrário dos pontos quânticos, que utilizam uma película de nano partículas em cima da tela - como é o caso das QLEDs.

Durante o evento, a LG explicou que, por conta de uma limitação do 8K nativo, ou seja, ainda não existem conteúdos que estão sendo filmados e transmitidos com essa resolução aqui no Brasil, ela optou por trazer o modelo 8K com tecnologia NanoCell com painel de 60Hz para ter o preço mais competitivo, já que ainda é um mercado novo no Brasil. O que explica, também, o fato de não chegarem com uma OLED aqui, que são TVs com preços mais caros por conta da tecnologia de ponta.

Apesar de hoje ter sido o lançamento oficial da marca, as TVs já podem ser encontradas em diversas lojas e, inclusive, aqui, no Zoom.

Tela IPS com nanopartículas reproduz imagens próximas à realidade

Ao contrários das OLEDs da marca, que conseguem reproduzir a iluminação através da própria tela, as NanoCristais utilizam de retroiluminação, aquela que aparece atrás do painel, para conseguir formar as cores de maneira mais precisa e próxima à realidade, como acontece com as LCD. Por isso, inclusive, que ela é considerada uma linha de LCDs premium, melhores que as LEDs 4K da marca, mas abaixo das OLEDs.

Essas nanopartículas funcionam como filtros, deixando passar apenas as cores mais puras, conhecidas como o padrão RGB.

Tecnologia NanoCell entrega uma gama de cores mais puras. (Imagem: Reprodução/LG)
Tecnologia NanoCell entrega uma gama de cores mais puras. (Imagem: Reprodução/LG)

Outro ponto interessante é que, por ter painel IPS, ela chega com um amplo ângulo de visão, sendo possível assistir os conteúdos estando até mesmo a 60 graus da TV e, mesmo assim, consegue reproduzir cores 9.8 vezes mais precisas em relação aos displays VA.

Com relação ao contraste e iluminação, as TVs 4K chegam Local Diming, enquanto a 8K chega com Full Array Local Diming, que trabalha muito melhor em pequenas zonas, que faz com que o vazamento de luz seja menor de uma área para outra.

A tecnologia 8K implementada implementada em dois modelos da LG são os primeiros e pioneiros a ganharem a certificação 8K em uma NanoCell, já que ela traz, além da resolução, contraste mais definido, para não ter imagens granuladas, brilho, nível alto de entrega de cores e HDMI 2.1, mais rápido e aceita reprodução de conteúdos em resoluções maiores, como 4K e 8K.

LG apresentou os detalhes dos modelos 8K hoje, em evento online. (Imagem: Reprodução/LG)
LG apresentou os detalhes dos modelos 8K hoje, em evento online. (Imagem: Reprodução/LG)

Processadores ainda mais inteligentes

As inovações, contudo, não ficam restritas à tecnologia nanocristal presente na tela. Embora a NANO81SNA, modelo de entrada e disponível para compras no Brasil, conte com processador Quad Core, que não é uma novidade, as demais TVs LG NanoCell ganharam atualizações.

A smart TV LG NANO86SNA, por exemplo, dispõe do processador α7 3ª Geração 4K. Entre os diferenciais dessa tecnologia está o Deep Learning, capaz de reconhecer a qualidade da fonte original e, ainda, otimizar os conteúdos reproduzidos. Seja imagem ou áudio, a inteligência artificial da LG vai adequá-los também ao ambiente em que o aparelho se encontra.

Além disso, esse novo processador ainda é capaz de reconhecer, de forma automática, o gênero do conteúdo reproduzido e ajustá-lo conforme os recursos utilizamos em cada um deles, como no modo Futebol, por exemplo.

Enquanto isso, o NanoCell 8K – cuja resolução, pela primeira vez, é disponibilizada pela marca no País –, nos modelos NANO95SNA, NANO96SNA e NANO90SNA, dão um passo além e apresentam o processador α9 3ª Geração.

O processador α9 3ª Geração 8K garante pretos mais profundos e melhores contrastes nas cenas mais escuras (Imagem: Divulgação/LG).
O processador α9 3ª Geração 8K garante pretos mais profundos e melhores contrastes nas cenas mais escuras (Imagem: Divulgação/LG).

Mais moderno, o algoritmo dessa smart TV refina o conteúdo HDR, com ajustes de brilho que transformam cenas escuras em contraste e pretos mais profundos. Já o AI Sound Pro identifica vozes, efeitos e frequências para otimizar o som de acordo com o gênero de áudio. ​

Ainda de acordo com a fabricante sul-coreana, as novas TVs LG 2020 NanoCell suportam os principais formatos HDR. Incluindo, entre eles, o Dolby Vision, HDR 10 e HLG, bem como Dolby Atmos. O objetivo, desta maneira, é garantir uma verdadeira experiência cinematográfica em casa.

Inteligência artificial de ponta

Por meio ThinQ AI é possível conectar as TVs NanoCell com outros dispositivos inteligentes da casa (Imagem: Divulgação/LG).
Por meio ThinQ AI é possível conectar as TVs NanoCell com outros dispositivos inteligentes da casa (Imagem: Divulgação/LG).

E é claro que a LG não deixaria de investir em uma inteligência artificial capaz de se integrar a outras tecnologias. A plataforma ThinQ AI, por exemplo, garante o suporte às principais assistentes virtuais: a Alexa, da Amazon, e a Google Assistente.

Há, ainda, a possibilidade de comandá-las por voz diretamente no controle remoto Smart Magic e integrá-las a outros dispositivos inteligentes da casa.No caso dos modelos 8K, o controle por voz é Hands Free, ou seja, ele pode ser feito sem a ajuda do controle remoto.

Enquanto isso, o sistema operacional da LG, o webOS 5.0, permite que o usuário tenha acesso aos principais aplicativos e serviços de streaming, como Netflix, Prime Video, Apple TV, Globoplay, entre outros.

TVs LG Nanocell 2020 são ótimos modelos para os gamers

TVs LG NanoCell são ótimas opções para os gamers. (Imagem: Reprodução/LG)
TVs LG NanoCell são ótimas opções para os gamers. (Imagem: Reprodução/LG)

Assim como as OLEDs da marca, os modelos lançados hoje também trazem recursos bem bacanas para quem curte uma jogatina. O primeiro deles é a tecnologia Freesync, HDR voltado para games, HDMI 2.1, que permite jogar na resolução 4K e na 8K e a tecnologia Eye Comfort, que reduz a emissão do LED azul, causando menos cansaço visual para quem fica muitas horas na frente da TV.

Leia também: