TV TCL P715 centralizada, com selo "Avaliado por Especialistas" na imagem.

TCL P715: TV 4K de entrada com comando de voz

Confira análise completa da TCL P715, TV 4K de entrada da marca lançada em 2020

Yulli DiasFormada em Jornalismo pela PUC-Rio, é fascinada pelo universo da tecnologia, cachorros e pão de queijo. Atua nas editorias de TV e Casa Inteligente.

Publicado e atualizado 8 min. de leitura.

Compartilhe:

A TCL P715 é uma TV 4K de entrada lançada em 2020 e que chegou como irmã mais velha da P8M, modelo já bem popular entre os usuários do Zoom. O grande diferencial da P715 é o fato de contar com tecnologias de ponta, como a resolução 4K, a plataforma de inteligência artificial e o comando de voz, por exemplo, por um preço justo. Juntos, esses recursos justificam a nota 8 do modelo.

Para fazer esse review, testamos a TCL P715 de 50 polegadas, mas é possível encontrá-la também nos tamanhos de 55, 65 e 75 polegadas. Vale ressaltar, ainda, nossos critérios de avaliação, que incluem o acabamento, imagem, áudio, entre outros pontos relevantes. Para entender melhor como avaliamos as TVs por aqui, confira nosso artigo explicativo. Dê um Zoom!

Prós e contras da TV TCL P715

A TCL P715 reúne recursos muito interessantes, como a resolução 4K, a plataforma de inteligência artificial e o comando de voz hands free - ativado apenas pela fala, sem depender do controle remoto. Além disso, o sistema operacional Android TV garante a compatibilidade com todos os apps famosos.

Já como ponto negativo, o Wi-Fi do modelo não é dual band e, portanto, não suporta a rede 5GHz. Outro detalhe fica com a imagem, que não surpreende em qualidade pela ausência de outros tipos de HDR, como o HDR10+, por exemplo.

Confira as melhores ofertas para a TCL P715 aqui no Zoom:

Ficha técnica da TCL P715

Design e acabamento

Aparelho leve e fácil de ser manuseado

Começando nosso review pelo design, temos aqui um ponto muito positivo a favor dessa TV TCL. Primeiro de tudo, vale ressaltar que ela chega com design elegante, já que suas bordas são em mental e deixam o ambiente mais sofisticado, enquanto a parte de trás é construída em plástico fosco.

As bordas são bem finas e é possível ter maior imersão no conteúdo que está sendo exibido, o que é um ponto bem positivo para o aparelho. Com tamanho de 1265 × 145 × 775 mm na versão de 50 polegadas e pesando apenas 10kg, ela é extremamente fácil de manusear e, na minha opinião, isso foi o que mais me chamou atenção no design, já que a montei sozinha e com muita facilidade - o que não acontece com a maioria das TVs.

Imagem

Resolução 4K mostra cenas com detalhes e boas cores

A imagem da TCL P715 é satisfatória e reproduz cenas com brilho e contraste acentuado. Com resolução 4K, é possível ver todos os detalhes da cena, principalmente em ambientes mais escuros. Já em locais mais claros a tela acaba apresentando alguns reflexos e imagens com tons de preto podem não ter tantos detalhes, o que é normal acontecer em aparelhos que não tenham telas OLED ou QLED, por exemplo.

Imagem da TCL P715 é satisfatória. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Imagem da TCL P715 é satisfatória. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Ela chega, também, com alguns recursos que ajudam a melhorar ainda mais a qualidade da imagem, como a tecnologia HDR, capaz de exibir cenas com mais detalhes e cores mais vivas, e o Micro Diming, que faz o controle da iluminação das imagens por zonas na tela, garantindo melhor contraste e brilho. Essas otimizações são sutis no dia a dia, mas é perceptível como a imagem da televisão tem cores bem definidas. Porém, vale ressaltar que em muitos concorrentes é possível encontrar outros tipos de HDR capazes de deixar as cores e os contrastes das imagens ainda mais acentuados.

Para finalizar esse tópico, a TCL P715 chega com 4k upscaling, ou seja, ela é capaz de otimizar o conteúdo produzido em qualidade inferior, como Full HD ou HD, o mais próximo do 4K.

Sistema

TCL P715 chega com comando de voz hands free

Bom, o quesito desempenho é outro ponto que chama a atenção para essa TV TCL. Primeiro, vamos começar com o sistema operacional. Ela chega com Android TV, que é bem intuitivo e para quem já está familiarizado com os smartphones Android, não vai ter problemas com a usabilidade desse aparelho. Mas, de qualquer forma, a interface é bem simples e é possível achar na tela inicial diversos apps que já chegam pré-instalados, como Netflix e Globoplay, por exemplo.

Com a ajuda da inteligência artificial, o sistema operacional consegue entender o seu uso ao longo do tempo e te sugerir conteúdos que sejam atrativos para você dentro de cada aplicativo instalado na televisão. Isso é bem interessante, pois já é possível encontrar essas sugestões na página inicial do aparelho.

Sistema operacional Android TV é intuitivo e inteligente. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
Sistema operacional Android TV é intuitivo e inteligente. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Além disso, essa TV TCL também chega com suporte à Google Assistente, capaz de realizar diversos comandos como aumentar ou baixar o volume, trocar de canal, te informar a previsão do tempo e até mesmo desligar o aparelho. E é aqui que vem a jogada da marca para inovar: ao contrário de todos os lançamentos das outras fabricantes até o momento que chegam com comando de voz via controle remoto, a TCL chega com o comando hands free em um modelo 4K de entrada, ou seja, não é necessário mais utilizar o controle inteligente da marca para falar com a assistente virtual do Google.

Para começar a comunicação basta falar "Ok, Google" e perguntar alguma coisa que ela vai te responder. Só é preciso ficar atento que, para ligar essa função, você precisa acionar um botão que fica na parte traseira do aparelho. Testei essa televisão no quarto e, muitas vezes, o barulho externo atrapalhava um pouco a comunicação com a assistente e ela não entendia muito bem o que eu estava dizendo... porém, quando estava tudo silencioso, ela funcionava normalmente.

Caso você prefira continuar usando apenas o controle remoto para dar os comandos, não tem problema. Você pode desligar o botão traseiro que ativa o hands free e comandar a TV através do controle, que continua tendo microfone embutido e botão específico para falar com a assistente. Podemos considerar isso como um ponto bem positivo, pois se não existisse essa forma de ligar e desligar o hands free, a Google poderia ser ativada a qualquer momento, atrapalhando a experiência com o aparelho.

Caso tenha outros dispositivos que tenham suporte à Google Assistente em casa, como o Google Nest Mini, por exemplo, é possível controlar a TV através deles. Ou até mesmo criar rotinas em que você dá apenas um comando para a televisão e ela já liga a pipoqueira, abre a Netflix e até mesmo diminui a luz do ambiente - lembrando: todos os aparelhos precisam ser inteligentes.

Áudio

TCL P715 chega com aúdio satisfatório para ambientes medianos

A TCL P715 chega com Dolby Audio imersivo de 2 canais com 10W de potência cada e que reproduz som com clareza e sem ruídos. Testei o modelo de 50 polegadas em um ambiente pequeno, e o áudio respondeu muito bem. Mas, é possível que em locais muito grandes a potência não seja suficiente. Nesses casos, uma opção é investir em uma soundbar para potencializar o som.

Conectividade

Quantidade de portas HDMI e USB é satisfatória para uma TV de 50"

No quesito conexões a TCL manda bem, já que chega com 3 portas HDMI - sendo 2 delas HDMI 2.0 (mais rápido), 2 entradas USB 2.0 e bluetooth, para parear fones de ouvido, caixas de som, notebooks e outros aparelhos. O único ponto considerado negativo aqui é que a wi-fi não é dual band e acaba só tendo a frequência de 2.4GHz - hoje já é possível ter acesso a rede de 5GHz, que é mais rápida tanto para navegar quanto para fazer downloads de conteúdos e apps.

TCL P715 tem boa quantidade de conexões para uma TV 4K de entrada. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)
TCL P715 tem boa quantidade de conexões para uma TV 4K de entrada. (Imagem: Yulli Dias/Zoom)

Passando para o controle remoto, uma das coisas que mais chamou a atenção é ele ser bem pequeno e minimalista. Ele chega com botões específicos para a Netflix, Globoplay e para a assistente virtual do Google. Para muitos, esse formato agrada e vai funcionar muito bem, mas não ter os botões numéricos podem vir a atrapalhar a experiência a longo prazo na hora de mudar de conteúdo.

Além do controle, é possível também mexer na televisão através do celular, seja ele iOS ou Android. Ao baixar o aplicativo MagiConnect da TCL, ele vai simular o controle remoto do aparelho, sendo possível ligar e desligar a TV e pesquisar conteúdos com um teclado que vem incorporado, por exemplo. Além disso, com esse app é possível também espelhar a tela do smartphone na TV.

Custo-benefício

E ai? Vale a pena essa TV 4K de entrada?

A nossa resposta é: sim, vale a pena! Principalmente se você quer um aparelho grande, funcional, com recursos inteligentes e com ótimo custo-benefício. O destaque do modelo realmente fica para o comando de voz hands free e para a tela 4K com bordas finas.

Porém, vale ficar de olho, pois se você deseja um aparelho que tenha mais funções, como Modo Game e outros tipos de HDR para melhorar ainda mais a imagem, por exemplo, existem outros modelos que estão valendo muito a pena e que estão batendo o preço com essa TCL P715, como a Samsung TU8000 e a LG UN7310.

Acessórios: a soundbar é uma boa aposta

Como mencionamos, a P715 da TCL conta com 20W de potência sonora, o que, dependendo do nível de ruído externo, pode não ser suficiente para cômodos maiores. Então, se quer melhorar a experiência com a TV, investir em uma soundbar pode ser interessante. Dois bons modelos que, inclusive, testamos e aprovamos são a Samsung HW-T555 e a TCL TS7010. Veja os reviews abaixo:

Produtos similares

Dois modelos que chegam com a mesma proposta da P715 são a Samsung TU8000 e a LG UN7310. Ambas contam com tela LED, resolução 4K e inteligência artificial. As diferenças ficam com o sistema operacional, com os otimizadores de imagem - presentes em maior número nos modelos da Samsung e LG - e com os recursos extras - também mais completos nas concorrentes.

Conclusão

Em resumo, a TCL P175 cumpre o que promete e une resolução 4K, bom sistema operacional e plataforma de inteligência artificial. Tudo isso, por um preço justo e inferior ao das concorrentes mais próximas. A única ressalva fica com a imagem, que não surpreende. Portanto, se este é o aspecto principal para você em um aparelho, existem opções mais completas no mercado.

Notícias relacionadas