Oster Prima Latte II sobre bancada, com parede ao fundo e selo "Avaliado por Especialistas" na imagem.

Cafeteira Oster Prima Latte II: multifuncional, mas muito barulhenta

Conheça mais sobre a cafeteira Oster que prepara bebidas de quatro formas diferentes

Ariel Cristina BorgesRedatora

Publicado e atualizado 9 min. de leitura.

Compartilhe:

A cafeteira Oster Prima Latte II é uma das que mais chamam a atenção no catálogo do Zoom. Além de muito bonita, ela é uma cafeteira expresso multifuncional: você pode usar com cápsulas, pó de café, café em sachê e, até mesmo, moer os grãos em casa (usando um moedor que deve ser adquirido separadamente) para preparar as bebidas que você desejar no dia a dia. Com reservatório para leite, esse eletroportátil também pode ser usado para fazer lattes e cappuccinos tão bonitos quanto os comprados em cafeterias em casa.

Para descobrir se a cafeteira Oster Prima Latte 2 é tão boa assim na prática, o Zoom comprou uma e eu testei em casa. Aqui embaixo, falo todas as minhas impressões sobre ela. Dá só uma olhada antes de decidir se investe ou não nessa cafeteira de café expresso!

Quer saber como nós avaliamos as cafeteiras por aqui? Dá uma olhada no nosso playbook!

Prós e Contras

  • Prós: Peças resistentes, reservatório para leite e preparo com café em pó, cápsulas, sachês e grãos moídos;
  • Contras: Ruído excessivo, temperatura do café, pouca variedade de bebidas.

Veja as melhores ofertas da Cafeteira Oster Prima Latte II aqui:

O que vem na caixa da Cafeteira Oster Prima Latte II:

Os acessórios da cafeteira Oster Prima Latte II são bem resistentes e duradouros (Foto: Reprodução/Zoom)
Os acessórios da cafeteira Oster Prima Latte II são bem resistentes e duradouros (Foto: Reprodução/Zoom)
  • Cafeteira;
  • Reservatório de água;
  • Reservatório de leite;
  • Porta-filtro para café em pó, moído e sachês;
  • Porta-filtro para cápsulas;
  • Filtro para expresso curto;
  • Filtro para expresso longo;
  • Filtro para cápsulas;
  • Colher medidora com empurrador.

Ficha Técnica da Cafeteira Oster Prima Latte II:

A Oster Prima Latte II entrou na lista de melhores cafeteiras do ano: dá uma olhada e descubra quais são os outros modelos!

Acabamento da Oster Prima Latte II

Mesmo que alguns detalhes dessa cafeteira de café expresso tenham me deixado um pouquinho decepcionada, o material está longe de ser um deles. A parte eletrônica da cafeteira é muito bem acabada em aço inox, o material ideal para não ser prejudicado com o vapor do preparo das bebidas com o tempo. Por causa disso, os botões também têm um acabamento que não vai ser prejudicado. Os reservatórios de leite e água são as peças mais frágeis por serem de acrílico, mas esse é o material padrão para esse tipo de peça em várias cafeteiras, provavelmente por serem leves e fáceis de limpar.

Os filtros e cachimbos para uso na cafeteira também são muito resistentes, feitos no que parece ser aço inox também. Os cabos dos cachimbos, peças que concentram a força necessária para o encaixe antes do preparo do café, também é bem firme e facilita a usabilidade da cafeteira. A Oster é uma das principais marcas premium do mercado e justifica esse posto na parte da construção de seus produtos - mesmo que deixe um pouquinho a desejar em outros aspectos.

Ah, e tem mais um detalhe: se você quer uma cafeteira Oster vermelha, pode realizar esse desejo com a Prima Latte II. O modelo usado no nosso teste foi o preto, mas ela também pode ser encontrada com outro esquema de cores.

Capacidade

Os dois reservatórios da Oster Prima Latte II têm um bom tamanho para preparar diferentes bebidas (Foto: Reprodução/Zoom)
Os dois reservatórios da Oster Prima Latte II têm um bom tamanho para preparar diferentes bebidas (Foto: Reprodução/Zoom)

Outra grande vantagem dessa cafeteira Oster é a sua capacidade. Ela é grande e tem dois reservatórios: o da frente, de leite, tem 600ml de capacidade. Ele deve ser usado no preparo de cappuccinos e lattes. O de trás, de água, é maior e comporta 1,5L (a marca não dá essa informação exata no site ou no manual de instruções, eu medi em casa).

A quantidade de bebidas que cada um deles rende em sua capacidade maior vai depender dos sabores escolhidos. Em café expresso curto, por exemplo, tem uma média de 40ml. Um latte longo, por sua vez, consome mais leite do que café. Ainda assim, os dois reservatórios são grandes o suficiente para atender grupos de diferentes tamanhos e bem fáceis de reabastecer quando houver a necessidade.

O café expresso curto tem, em média, 40ml (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)
O café expresso curto tem, em média, 40ml (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)

OBS: uma vantagem do reservatório de leite é que ele pode ser colocado na geladeira, ou seja: se você não usar toda a bebida de uma vez, pode guardar no refrigerador para conservar e voltar a utilizar quando quiser.

Usabilidade

Assim que eu tirei essa cafeteira Oster da caixa, confesso que imaginei que ela seria impossível de mexer. Grande parte dessa confusão, certamente, vem do fato de que eu não tenho tanta familiaridade com cafeteiras, já que não costumo tomar muito café no dia a dia. Uma lida no manual e alguns vídeos no YouTube depois, todas as dúvidas tinham ido embora.

Na hora do uso, o porta-filtro deve ficar com o cabo para a frente, como nessa foto (Foto: Reprodução/Zoom)
Na hora do uso, o porta-filtro deve ficar com o cabo para a frente, como nessa foto (Foto: Reprodução/Zoom)

Encaixe das peças

Os reservatórios são bem fáceis de encaixar. O de leite, que tem a vaporização e a espuma, depende de uma alavanca para o desencaixe: basta levantar e puxar para o lado que ele solta. Uma dica: eles dois devem ser encaixados enquanto a máquina estiver desligada, ok? Por aqui, coloquei o de leite depois de ter ligado e junto com o encaixe, ele soltou um pouquinho de leite vaporizado e fez uma sujeirinha. Antes de começar a usar, espere as duas luzes azuis do painel pararem de pisca - a de cima corresponde ao reservatório de água e a de baixo, ao de leite. Se você só for preparar um expresso, a máquina pode ser usada sem o reservatório de leite, ok?

Na hora de encaixar qualquer um dos dois cachimbos na máquina, o passo a passo é simples: seguindo a indicação dos cadeados que está na frente dela, você vai encaixar o porta-filtro com o cabo na lateral esquerda da cafeteira e trazê-lo para a frente, até que a ponta dele (com o O da Oster) fique alinhada com o painel do eletro.

Preparo das bebidas

O encaixe da cápsula é feito primeiro no filtro e, depois, no cachimbo que vai na cafeteira (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)
O encaixe da cápsula é feito primeiro no filtro e, depois, no cachimbo que vai na cafeteira (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)

Para usar a essa cafeteira Oster com cápsulas (ela é compatível com as da Nespresso), você vai precisar do filtro para cápsulas e do cachimbo maior. Encaixe a cápsula no filtro (como mostrei na foto aí em cima) e, depois, no cachimbo maior. Para cafés em , moídos ou sachês, você vai usar um dos outros filtros e o outro cachimbo. Nesse caso, escolha se você quer o expresso curto ou longo (o filtro maior faz o café mais forte), coloque o café e empurre com a base da colher medidora para ele ficar bem comprimido.

Para preparar bebidas com leite você só vai precisar garantir que o reservatório tenha quantidade suficiente para elas e selecionar a quantidade de espuma desejada no seletor que fica na frente dele. Ele tem três posições: a primeira, no lado esquerdo, deve ser usada para a limpeza do aparelho. A do meio é a de menos espuma e a da extremidade direita, a de mais espuma.

O seletor de espuma da Oster Prima Latte II também pode ser usado para a limpeza interna do aparelho (Foto: Reprodução/Zoom)
O seletor de espuma da Oster Prima Latte II também pode ser usado para a limpeza interna do aparelho (Foto: Reprodução/Zoom)

Depois de tudo ajustado, coloque a xícara ou caneca e escolha o preparo desejado. A cafeteira Oster Prima Latte 2 tem botões para expressos curtos e longos, cappuccinos curtos e longos e lattes curtos e longos. Além dessas receitas pré-programadas, ela também tem dois botões em que você pode controlar a quantidade de café e de espuma para preparar as bebidas como preferir. Na hora do uso, enquanto você só precisa apertar os primeiros uma vez, os outros dois devem ser acionados para iniciar e finalizar o preparo, ok?

Um ponto de atenção que foi, justamente, o que mais me decepcionou durante os testes dessa cafeteira é o barulho que ela faz na hora de vaporizar e esquentar o leite, Na hora de preparar apenas expressos o ruído é considerável, mas ele aumenta muito com os lattes e cappuccinos, a ponto de ser impossível preparar um desses de manhã cedo sem incomodar os vizinhos dependendo de onde você more.

Limpeza

Com tantas peças, já era de se esperar que a hora de limpar essa cafeteira Oster não ia ser das mais práticas - mas também não é impossível. Os filtros e cachimbos podem ser lavados em água corrente (depois que as partes metálicas esfriarem, ok?), assim como os reservatórios. A parte de baixo dos três filtros também solta para que a lavagem seja mais eficiente.

Para a limpeza da parte interna do reservatório de leite, é necessário colocar água no recipiente, girar o seletor todo para a esquerda e apertar o botão de autolimpeza da máquina. Depois disso, você também pode usar o botão de espuma manual para passar água nas partes internas dele e tirar todos os resíduos de leite que ficam por aqui.

Bebidas

Uma das principais vantagens de alguns modelos de cafeteiras expresso é a possibilidade de preparar bebidas variadas, mas a Prima Latte II é para os amantes do café, já que só prepara, mesmo, doses de expressos, lattes e cappuccinos. As opções podem até aumentar no preparo de cápsulas, mas como ela só é compatível com os modelos da Nespresso e a marca só tem diferentes sabores e aromas de café, o quadro continua o mesmo. Ou seja: se você está buscando uma cafeteira que também dê a possibilidade de preparar chás e chocolates, esse não é o modelo mais indicado.

Esses são os tamanhos dos lattes longo e curto (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)
Esses são os tamanhos dos lattes longo e curto (Foto: Acervo Pessoal/Ariel Cristina Borges)

Além disso, ela tem um ponto negativo determinante: a temperatura das bebidas que não levam leite deixa a desejar. Quem gosta de café bem quente diria, até mesmo, que os expressos e cafés de cápsula saem frios da Oster Prima Latte II. Os lattes e cappuccinos, por serem feitos com o leite esquentado no vapor, saem bem quentes (e talvez, o preço a pagar pela temperatura é o excesso de ruído no preparo que eu comentei aí em cima).

Nós também fizemos a análise de ficha técnica da Oster Prima Latte - Dá uma olhada nela!

Custo-benefício

Não se engane: a Prima Latte II não é uma cafeteira ruim. A Oster é conhecida pela qualidade de seus produtos e isso também aparece nela. Porém, na hora de analisar os preços, fica claro que ela é um investimento muito grande e, por isso, é comum que as expectativas também sejam muito altas. A variedade baixa de bebidas no "catálogo" do aparelho e das cápsulas compatíveis com ele é um ponto negativo. O ruído no preparo dos cappuccinos e lattes, também. A limpeza não chega a ser um ponto negativo, mas já era de se esperar que não fosse tão prática por causa da quantidade de peças que o aparelho tem.

O investimento é válido se, mesmo sabendo disso tudo, você não se importar e desejar uma cafeteira premium, que pode ser usada para incrementar a decoração da sua cozinha. Além disso, é bom que ela caiba no seu orçamento - não vale a pena entrar em parcelas e fazer sacrifícios para ter uma em casa.

Produtos Similares

A Nespresso Latissima Touch também é uma cafeteira premium indicada para os amantes de café e que tem a qualidade das cápsulas Nespresso garantindo o sabor das bebidas. Ela tem reservatório de água e leite, reservatório para cápsulas usadas e receitas pré-programadas para cafés Ristretto, Expresso, Lungo, Cappuccino, Latte Macchiato e Latte.

Um modelo mais barato e muito eficiente é a cafeteira Dolce Gusto Mini Me, que é usada com cápsulas da Nescafé (marca da Nestlé, assim como a Nespresso). Ela é bem menor e compacta e muito mais simples de usar do que a da Oster. Esse modelo da Dolce Gusto é uma boa opção para quem quer mais variedades de bebidas e praticidade no preparo e na limpeza.

Conclusão

A cafeteira Oster Prima Latte é um investimento alto e que deve ser feito com a consciência de que, provavelmente, ela não será a única solução para o preparo de bebidas da sua cozinha. Tendo isso, a temperatura do café a produção de ruído em mente, a decisão ou não pela compra fica a seu critério - mas fica claro que, dependendo do seu objetivo, é bem possível encontrar modelos muito mais baratos que vão entregar um resultado mais satisfatório.

Notícias Relacionadas: