Zoom indica em Câmera Digital

Como fotografar embaixo d’água?

Dicas para não afundar suas fotos.

por Felipe Brito - Especialista em Tecnologia.

Principalmente para quem mora em regiões litorâneas ou ribeirinhas, a possibilidade de fotografar embaixo d'água requer alguns cuidados para não perder as imagens – ou pior, a câmera digital – em um acidente ou por falta de preparo.

Comum, principalmente entre os adeptos dos esportes náuticos e radicais como o surf, o mergulho ou a exploração de cavernas, as câmeras à prova d'água oferece a possibilidade de obter imagens únicas e muito belas.

Porém, é necessário ter o equipamento certo para que as fotos não afundem. Seja uma câmera digital especialmente produzida para a profundidade ou acessórios que permitam a utilização de equipamentos comuns nessas condições.

Cada necessidade tem diferentes soluções, e nem sempre a bolsa protetora que atende a um nadador será suficiente para proteger a câmera de um surfista, por exemplo.

Câmeras para quem está sempre na água

Apesar de mais caras do que um acessório específico, câmeras como a Nikon Coolpix AW100 já são preparadas para funcionar embaixo d'água e podem ser uma opção bastante válida para quem ainda não tem nenhuma câmera e mesmo assim quer se aventurar pela aventura subaquática.

Elas são robustas e indicadas para esportes mais radicais, onde, provavelmente, se encontrará um volume de água maior.

Fotografando embaixo d'águaMáquinas de fotografar leves e baratas

Para quem não pode, ou não pretende, investir muito na fotografia subaquática, as bolsas-estanque são uma opção muito interessante.

Versáteis o suficiente para aceitar diferentes câmeras – desde câmeras compactas até, em alguns casos, DSLRs –, essas sacolas plásticas de alta resistência oferecem segurança para quem não pretende ir muito fundo, como surfistas e mergulhadores em águas rasas.

Outra possibilidade de uso desses acessórios é a proteção de equipamentos, como celulares e câmeras, contra rigores climáticos, fazendo com que outros tipos de usuários – velejadores, remadores, etc – também enxerguem as bolsas-estanque com bons olhos.

Indo fundo

Já os profissionais que desejam realizar trabalhos embaixo d'água, ou quem precisa de imagens captadas a maiores profundidades, necessitam de um nível de proteção impossível com as bolsas-estanque.

Para eles, a opção é desembolsar bem mais e utilizar a caixa-estanque compatível com a câmera fotográfica que desejam proteger.

Lembre da luz

Apesar de não ser um problema tão sério para quem pretende fotografar próximo à superfície, vale sempre lembrar que quanto mais fundo, pior a condição de luz oferecida pelo ambiente aquático.

Flashes ou luz contínua são normalmente necessários para a captura de imagens embaixo d'água e, assim como a câmera, precisam ser adaptados – ou construídos especificamente – para o funcionamento subaquático.

Ou seja, fotografar embaixo d'água pode ser uma aventura e tanto, além de oferecer oportunidades para fotos únicas, mas como tudo no mundo, tem seu preço. Infelizmente, na maioria dos casos, ele não é tão acessível quanto se imagina.

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em câmera digital