Clubhouse: o que é e tudo que você precisa sobre a rede social

Clubhouse: entenda como funciona a rede social de conversas por voz que ficou conhecida pelo uso de celebridades.

Aline BatistaRedatora

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

O Clubhouse é uma rede social que permite apenas conversas por voz. O aplicativo ganhou popularidade no início de 2021 após a participação de alguns famosos, como os empresários Elon Musk e Mark Zuckerberg e o diretor de televisão brasileiro Boninho. Na ocasião, o app estava disponível apenas para iPhone (iOS), mas agora já é possível baixar o Clubhouse para Android.

Um dos motivos para o sucesso é o fato de que é preciso convite para entrar no Clubhouse, o que torna o serviço mais exclusivo. Além disso, a rede social só permite chats de voz e não é possível digitar as mensagens, como em outros apps. A seguir, entenda o que é Clubhouse, como funciona o aplicativo e como conseguir convite para entrar.

Clubhouse: o que é? App permite apenas conversas por voz (Foto: Shutterstock)
Clubhouse: o que é? App permite apenas conversas por voz (Foto: Shutterstock)

Neste artigo, você vai encontrar os tópicos abaixo. Se quiser ler um deles especificamente, basta clicar em cima:

  • Clubhouse: o que é
  • Como funciona o app
  • Lançamento do Clubhouse para Android
  • Requisitos e como baixar o Clubhouse app
  • Como entrar no Clubhouse
  • Polêmicas do app
  • Aplicativos rivais

Clubhouse: o que é?

O Clubhouse é uma rede social baseada apenas em conversas por voz, ou seja, o app não oferece recursos para mensagens de texto ou compartilhamento de imagens. O serviço foi lançado em abril 2020 e, em maio, já tinha cerca de 1.500 usuários e estava valendo cerca de US$ 100 milhões, de acordo com a CNBC. No final do ano, em dezembro, o Clubhouse app somava cerca de 600 mil usuários.

Como os famosos emplacaram o Clubhouse

A popularidade mundial da rede veio em fevereiro de 2021, após a divulgação de que o empresário Elon Musk, fundador da Tesla e SpaceX, e o presidente-executivo do aplicativo de Robinhood, Vlad Tenev, conversaram no Clubhouse. Além deles, outros famosos, como a apresentadora Oprah, o cantor Drake e o ator Ashton Kutcher também marcaram presença na rede social.

Aqui no Brasil, o interesse aumentou depois que Boninho, diretor Big Brother Brasil, entrou no Clubhouse para interagir com fãs do programa. Outras celebridades brasileiras que também entraram no Clubhouse app foram os apresentadores Luciano Huck e Celso Portioli.

Clubhouse: o que é? App se tornou famoso pela participação de celebridades (Foto: Shutterstock)
Clubhouse: o que é? App se tornou famoso pela participação de celebridades (Foto: Shutterstock)

Clubhouse: como funciona?

O Clubhouse oferece diversas salas de áudio temáticas e o usuário pode entrar naquelas com as quais mais se identifica. É possível encontrar chats sobre tecnologia, entretenimento, política, esportes e diversos outros assuntos. O app, inclusive, sugere salas que têm a ver com os temas de interesse do usuário.

Nos grupos, o microfone fica aberto, como se fosse uma ligação tradicional. Todas as pessoas podem falar, mas o moderador do chat também pode fazer esse controle e definir quem vai falar e quem vai escutar. Por exemplo, se o dono da conversa quiser, pode fazer uma espécie de podcast onde apenas determinadas pessoas vão falar (os "speakers") e os demais ficarão ouvindo (os "listeners").

Clubhouse app permite encontrar pessoas e tópicos para seguir (Foto: Arte/Zoom)
Clubhouse app permite encontrar pessoas e tópicos para seguir (Foto: Arte/Zoom)

Além disso, o usuário pode criar uma sala e convidar apenas seus amigos para participar. Outra possibilidade é adicionar um evento com hora marcada e uma descrição definida ao Clubhouse. Vale ressaltar que as salas aceitam até 5 mil pessoas simultaneamente e que o app funciona apenas em inglês.

Clubhouse: Android liberado

No início do ano, quando estourou pelo mundo, o Clubhouse estava disponível apenas para iPhone, o que colaborava com a ideia de exclusividade. Como o Android é o sistema operacional mais usado no mundo, os usuários logo trataram de pedir uma versão para a plataforma. Em maio de 2021, o app ficou disponível para Android também.

Ainda assim, os usuários dependem de convite para entrar, como veremos em detalhes a seguir. Por isso, não basta apenas fazer o download do Clubhouse no Android.

Clubhouse app está disponível para iOS, mas também ganhou versão para Android (Foto: Shutterstock)
Clubhouse app está disponível para iOS, mas também ganhou versão para Android (Foto: Shutterstock)

Clubhouse app: requisitos mínimos

O Clubhouse app deve rodar com facilidade na maioria dos smartphones, visto que se trata de um aplicativo leve, sem grandes exigências para o download. No caso do sistema Android, é preciso ter a versão 4.4 ou superior. O app ocupa apenas 23 MB no armazenamento, então, você não precisa ter um aparelho com muito espaço na memória.

Já no iPhone, é precioso ter iOS 13 ou superior e pelo menos 77 MB disponíveis para o download.

Download do Clubhouse

Abaixo, veja os links para baixar o Clubhouse no Android e no iOS:

Como entrar no Clubhouse

O Clubhouse ainda está em teste beta fechado, mesmo após o lançamento da versão para Android. Isso significa que é preciso ter um convite para conseguir entrar no app, como aconteceu com o Orkut no início dos anos 2000. De acordo com a empresa, eles estão trabalhando para disponibilizar o aplicativo para todos em breve. O primeiro passo foi a liberação do serviço para Android, em maio de 2021.

Por isso, para conseguir convites para o Clubhouse, não basta apenas baixar o app. Você pode pedir uma indicação diretamente para algum amigo que já esteja no aplicativo. Cada usuário tem direito a dois convites e é responsável pelas suas recomendações. Ou seja, se alguém violar os termos de uso, a pessoa que a indicou também pode ser banida.

Outra possibilidade é baixar o app e criar uma conta no Clubhouse para entrar em uma espécie de lista de espera. Então, é só aguardar que algum amigo que já esteja no aplicativo aprove a sua entrada. Dessa forma, ele não gasta os convites e você ainda vai conseguir acessar a rede social.

Ação para criar uma sala no Clubhouse app (Foto: Arte/Zoom)
Ação para criar uma sala no Clubhouse app (Foto: Arte/Zoom)

Polêmicas do Clubhouse

Uma característica interessante do Clubhouse é que o aplicativo não possui registros ou formas de armazenar as conversas. Ou seja, você só vai saber da discussão enquanto estiver ativo no Clubhouse. Essa particularidade gerou questionamentos sobre as políticas de uso do aplicativo, uma vez que usuários podem praticar discursos de ódio ou preconceitos aproveitando que as gravações não ficarão guardadas. Por outro lado, o app divulgou uma série de boas práticas que devem ser seguidas na plataforma e se comprometeu a banir quem infringir as regras.

Outra polêmica levantada por algumas pessoas é sobre a síndrome FoMO (sigla em inglês para Fear of missing out). Por conta dessa falta de registros das conversas no Clubhouse, o app pode acabar revelando uma ansiedade dos usuários, que muitas vezes ficam com medo de perder ou ficar por fora do que acontece nas redes sociais.

Clubhouse: o que é? App se envolveu em polêmicas na internet (Foto: Shutterstock)
Clubhouse: o que é? App se envolveu em polêmicas na internet (Foto: Shutterstock)

Alternativas ao Clubhouse

Se você ainda não conseguiu um convite para o Clubhouse, mas quer experimentar o recurso de salas de áudio, existem outros aplicativos que oferecem funcionalidades semelhantes. É o caso do Telegram, que tem uma função de chats de voz para usar qualquer grupo ou canal. Além disso, é possível criar links para que outras pessoas entrem nas conversas e um dos usuários pode atuar como moderador.

Depois do sucesso do Clubhouse, o Twitter desenvolveu o Twitter Spaces, que cria salas de áudio ao vivo na rede social. Até 11 pessoas podem ser "oradoras" e interagir na conversa, enquanto os demais ficam como ouvintes. O Discord também se inspirou no Clubhouse para lançar o "Stage Channels", que podem ser acessados nas Comunidades. Um anfitrião controla o chat de áudio, enquanto os oradores falam e a audiência escuta.

Quem também entrou na onda das salas de áudio foi o Spotify. O aplicativo anunciou em junho de 2021 o Greenroom, um novo app que permite apenas interação por voz. Entenda como funciona o Spotify Greenroom.

Aproveite para conhecer também o TikTok e o Kwai, redes sociais de vídeos curtos que são sucesso atualmente.

Celulares e fones de ouvido para usar o Clubhouse

Se você estiver em busca de um celular novo, vale dar uma olhada na lista de melhores smartphones de 2021. Aproveite para conhecer também os smartphones com melhor custo-benefício de 2021. Para quem quer economizar, a dica é conferir os melhores intermediários. Todos eles vão rodar o Clubhouse bem, visto que se trata de um aplicativo leve, assim como outras redes sociais. Nesse caso, basta ter um convite para acessar.

Para quem gosta de conversar no Clubhouse, a dica é conferir a lista com os melhores fones de ouvido para celular, que tem opções com microfone e em várias faixas de preço. Se você quer mais mobilidade, vale apostar em um fone Bluetooth para usar o aplicativo. Aproveite para ver os melhores fones TWS, que são totalmente sem fio, e os melhores headphones Bluetooth.