Produtos e novidades em Celular e Smartphone

iPhone XR vale a pena? Veja os prós e contras do celular da Apple

Smartphone é a aposta mais econômica entre os lançamentos da marca em 2018.

iphone xr vale a pena
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

O iPhone XR é o celular mais básico lançado pela Apple em 2018, mas isso não faz desse aparelho um telefone necessariamente básico – o preço e as especificações estão aí para provar isso.

Anunciado mundialmente em setembro ao lado do iPhone XS e do iPhone XS Max, esse celular é a opção com menor preço da nova geração, e tem algumas desvantagens em relação aos modelos mais avançados, como a tela e a ausência de câmera dupla.

Mas, ainda assim, sai na frente da maioria dos smartphones à venda atualmente em termos de desempenho e câmeras. Não é à toa que, segundo um estudo feito pela Consumer Intelligence Research Partners (CIRP), ele é o iPhone que mais converteu usuários de Android em 2018.

Se você está em busca de um novo celular, vale a pena ler a nossa análise para descobrir se o iPhone XR é um bom companheiro para o seu dia a dia!

 

Os prós: veja o que o iPhone XR tem de interessante

Design atrativo

O iPhone XR segue a mesma linha de design dos iPhones X e XS. A estética mais futurista marca o aparelho, que conta com tela de bordas mínimas e com o notch – aquele recorte que permite aumentar a área do display na parte frontal sem comprometer as dimensões do smartphone.

Para quem gosta de personalizações, é possível encontrar o aparelho com 6 cores diferentes, na parte traseira: branco, preto, coral, vermelho, amarelo e azul.

Bateria competente

Questão recorrente, principalmente para quem é usuário de iPhone, a bateria é sempre um ponto a ser considerado. No iPhone XR, no entanto, boas notícias: apesar de não divulgar números exatos, a Apple confirmou que o modelo tem duração de uma hora e meia a mais do que o iPhone 8 Plus. Esse ganho pode ser um diferencial e tanto para os usuários, uma vez que tantas funcionalidades consomem muita energia.

iPhone XR com carregador e caixa

Na prática, a bateria do iPhone XR permite autonomia de funcionamento por 15 horas seguidas, em caso de navegação via Wi-Fi. Uma carga de apenas 30 minutos garante o uso da mesma forma por 7 horas (com carregador rápido de 30W ou superior, vendido separadamente). O modelo também tem a tecnologia de carregamento sem fio.

Câmera única de qualidade

Algo que virou febre desde o iPhone 7 Plus é a câmera dupla, que permite fotos com maior qualidade, inclusive com a função do Modo Retrato, que tanto tem feito sucesso. Apesar de não ter duas câmeras, o iPhone XR é bom e se destaca: ele tem a melhor câmera única do mercado, de acordo com testes do site especialista, DxOMark.

O aparelho tem um sensor de 12 megapixels de abertura a f/1.8. Sabe o que toda essa tecnologia representa? Fotos nítidas, de extrema qualidade e com o efeito bokeh, que é justamente a técnica de fotografia que deu origem ao Modo Retrato. O modelo também filma em 4K, tem uma câmera fontal de 7 megapixels e conta com o efeito Smart HDR, para fotos com mais detalhes.

iPhone XS preto tem câmera traseira única

Processador potente

A Apple mandou muito bem no quesito desempenho! O processador do iPhone XR é o A12 Bionic, exatamente o mesmo utilizado nos modelos mais poderosos da marca. Ele é superior à geração anterior, presente em modelos como o iPhone 8 e X. Segundo a empresa, essa melhoria confere desempenho até 15% melhor.

Ah, e vale ressaltar que o A12 Bionic é construído em 7 nanômetros, o que, em linhas gerais, representa menor consumo da bateria e maior velocidade de operação.

Face ID

A câmera frontal do aparelho se destaca também por conta do Face ID. Quanto às funcionalidades, são aquelas já conhecidas: desbloqueio por identificação facial, além de autorização de compras e logins em diferentes contas. O Face ID também permite selfies com o Modo Retrato, já que funciona como um sensor de profundidade, permitindo destacar um objeto ou pessoa do fundo da imagem.

Os contras: considere antes de comprar o iPhone XR por impulso

Tela IPS que consome mais energia

No iPhone XR, a Apple preferiu abrir mão da tecnologia OLED, amplamente utilizada recentemente. A questão é que o display IPS consome mais bateria. Essa é uma questão muito importante, tendo em vista que o celular tem muitas outras funcionalidades que também interferem no tempo de uso.

A empresa justificou o uso da tela de LCD como uma forma de baratear os preços do aparelho.

Ausência da entrada de fone de ouvido (P2)

iPhone XR tem apenas a entrada Lightning para fones de ouvido

A tradicional entrada P2 não aparece no iPhone XR. Isso significa que você não poderá aproveitar algum fone de ouvido que você já tenha com esse tipo de conexão, a menos que tenha um adaptador.

O aparelho vem com os earpods tradicionais da Apple, no entanto, apenas com o conector lightning, a entrada tradicional para carregadores da fabricante.

Preço ainda alto

O preço do iPhone XR ainda é bem alto, tendo em vista que o modelo chegou recentemente ao Brasil. Essa é uma característica comum da Apple, mas os celulares alcançaram um novo patamar de preço em 2018. Os valores atuais variam da seguinte forma, no site da Maçã:

  • 64 GB - R$ 5.199;
  • 128 GB - R$ 5.499;
  • 256 GB - R$ 5.999.

Sem 3D Touch

Tecnologia presente nos últimos modelos, o 3D Touch era um destaque nos modelos da Apple. No entanto, o iPhone XR não deu continuidade a essa função. Na prática, o ato de tocar na tela com diferentes níveis de pressão não possibilita mais comandos inteligentes.

A Apple justifica o preço como motivo para não inserir o 3D Touch no modelo. Era uma das maneiras de baratear o custo do celular ao público.

 

Leia também:

 

Mais sobre o /deumzoom:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone