Melhor Xiaomi em 2020: 9 celulares para comprar no Brasil

Pensando em comprar um celular Xiaomi? Antes de decidir qual é o melhor modelo para o você, veja a nossa seleção.

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 9 min. de leitura.

Em busca do melhor celular Xiaomi em 2020? A fabricante chinesa retornou oficialmente ao Brasil em 2019, e fez bastante sucesso no país devido ao bom custo-benefício (especialmente em produtos importados por pequenos lojistas do varejo eletrônico). Com a alta do dólar, que atingiu em cheio o mercado de eletrônicos em abril de 2020, os preços dos smartphones da Xiaomi ficaram mais altos por aqui – mas a marca ainda tem espaço cativo no coração de muitos fãs.

O Redmi Note 8, por exemplo, ficou entre os celulares mais vendidos do Zoom nos últimos meses, e ele já tem um substituto no mercado nacional, o Redmi Note 9. Se você ainda está na dúvida sobre qual é o melhor para o seu dia a dia, confira a nossa lista com celulares Xiaomi indicados para diversos perfis e em diferentes faixas de preço.

Leia também: Melhor celular custo-benefício em 2020: qual modelo comprar?

Os Melhores Celulares Xiaomi em 2020
1. Xiaomi Mi 9T Pro
2. Xiaomi Mi Note 10
3. Xiaomi Redmi Note 9 Pro
4. Xiaomi Redmi Note 8 Pro
5. Xiaomi Redmi Note 9
6. Xiaomi Redmi Note 8
7. Xiaomi Mi A3
8. Xiaomi Redmi 8A
9. Xiaomi Redmi Go

Celular Xiaomi é bom?

Sim, a Xiaomi é a fabricante de alguns dos melhores celulares do mundo no quesito desempenho, de acordo com testes de benchmark feitos pelo AnTuTu. Os smartphones da marca chinesa também mandam bem em fotos: o Mi 9, por exemplo, superou o iPhone 11 no review de câmera do site especializado DxOMark, referência mundial em análises minuciosas do conjunto fotográfico de celulares.

Vai importar?

Cuidados ao comprar um celular Xiaomi para usar no Brasil

Celulares Xiaomi têm a fama de serem baratos. Isso acontece porque os modelos da marca são popularmente comercializados por meio de importação. O primeiro passo é garantir que o modelo escolhido é desbloqueado e aceita chips de operadoras de telefonia brasileiras.

Outro é entender sua origem, pois somente os produtos distribuídos pela DL Eletrônicos têm assistência técnica oficial e garantia da marca no Brasil. Os demais aparelhos tratam-se de importações feitas por terceiros, e não contam com assistência oficial em território nacional.

Leia mais sobre riscos e dicas na hora de comprar um celular importado para usar no Brasil

Xiaomi Redmi Note 9 Pro é um smartphone intermediário premium lançado em 2020. (Imagem: Framesira/Shutterstock)
Xiaomi Redmi Note 9 Pro é um smartphone intermediário premium lançado em 2020. (Imagem: Framesira/Shutterstock)

Entenda os critérios

Como escolhemos os melhores celulares Xiaomi em 2020

Para montar o ranking "Melhores Celulares Xiaomi em 2020", avaliamos a ficha técnica dos celulares, bem como seu desempenho em testes práticos (feitos no Zoom ou em sites renomados). O preço é um dos fatores para o ranking, mas não o único e, certamente, não o definitivo, já que é algo que costuma variar com o tempo.

Nem sempre o modelo mais recente é o melhor, e nem sempre o preço no momento de compra é o mesmo utilizado como guia na hora da montagem desta lista. Portanto, antes de comprar, leve em consideração o nosso histórico de preços, disponível na página de cada produto.

Ranking em detalhes

Conheça as especificações dos melhores celulares Xiaomi em 2020

Explicamos em detalhes os principais destaques que influenciaram na hora de montar a lista de melhores celulares da marca Xiaomi.

1. Xiaomi Mi 9T Pro

O Mi 9T Pro chegou no último ano como uma versão diferenciada do Mi 9, incluindo algumas melhorias. Seu maior destaque é a câmera frontal “pop-up”, que desliza para trás da tela quando o modo de selfies não está sendo utilizado. O recurso é a solução encontrada pela Xiaomi para melhorar o aproveitamento de tela do smartphone.

A bateria sofre um ligeiro aumento, passando para 4.000 mAh, o que deve ajudar a compensar o gasto extra de bateria para fazer os recursos de câmera do Mi 9T Pro funcionarem. Nos demais quesitos, ele é semelhante ao Mi 9, oferecendo ótimo desempenho e tela Super AMOLED em alta resolução, mas sai na frente por atualmente entregar melhor custo-benefício, já que seu preço está bem mais baixo.

Ficha técnica do Xiaomi Mi 9T Pro

  • Tela Super AMOLED de 6,39 polegadas Full HD+
  • Processador Snapdragon 855
  • Memória RAM de 6 GB ou 8 GB Armazenamento de 64 GB, 128 GB ou 256 GB (sem espaço para microSD)
  • Câmera tripla traseira de 48 MP (f/1.8) + 8 MP (f/2.4) telefoto + 13 MP (f/2.4) ultra-wide
  • Câmera frontal pop-up de 20 MP (f/2.2)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Sistema operacional de fábrica: Android 9.0 Pie

2. Xiaomi Mi Note 10

O Mi Note 10 foi apresentado no final de 2019. O celular se destaca pela câmera com sensor principal de 108 MP, que permite registrar imagens com alto nível de detalhes. Além disso, há mais quatro lentes para maior versatilidade em fotos. São elas: telefoto para zoom óptico de duas vezes, telefoto para zoom óptico de cinco vezes (menor resolução), lente ultra-wide para enquadrar paisagens e arquitetura, e lente macro, para fotografar de muito perto com alta qualidade.

Esse celular tem processador Snapdragon 730G, um intermediário premium da Qualcomm, que atua em conjunto com memória RAM de 6 GB, prometendo ótimo desempenho para tarefas pesadas e jogos mobile.

Ficha técnica do Mi Note 10:

  • Tela de 6,57 polegadas com resolução Full HD+
  • Processador Qualcomm Snapdragon 730G octa-core de até 2,2 GHz
  • 6 GB de memória RAM
  • 128 GB de armazenamento (sem expansão)
  • Cinco câmeras traseiras: Sensor principal de 108 MP (f/1.7) + Sensor de 12 MP (telefoto) (zoom óptico 2x) + Sensor de 5 MP (telefoto) (zoom óptico 5x) + Sensor de 20 MP (f/2.2) (ultra-wide) + Sensor de 2 MP (f/2.4) (macro)
  • Câmera frontal de 32 MP (f/2.0)
  • Leitor de impressões digitais sob a tela
  • Bateria de 5.260 mAh
  • Carregamento rápido (30W)
  • Android 9 Pie

3. Xiaomi Redmi Note 9 Pro

Anunciado em junho de 2020, no Brasil, o Redmi Note 9 Pro é a opção mais avançada da popular linha Redmi Note, e também a mais cara. O smartphone chegou ao mercado nacional com preço do iPhone, mas já é encontrado no varejo online por cerca de R$ 2,5 mil (na data de publicação deste artigo). Para quem está disposto a investir alto, o celular oferece ferramentas profissionais para criação de conteúdo, como a possibilidade de captura de fotos em RAW, fluidez na hora de dar zoom durante um vídeo, entre outros recursos de câmera.

No desempenho, esse telefone também não deve decepcionar, já que conta com o processador intermediário premium Snapdragon 720G e memória RAM de 6 GB. Desse modo, o Redmi Note 9 Pro é uma boa opção para quem quer usar aplicativos pesados, como editores de vídeo ou jogos, e não quer pagar mais de R$ 4 mil em modelos avançados.

Ficha técnica do Redmi Note 9 Pro:

  • Tela: 6,67 polegadas com resolução Full HD+ e proteção Gorilla Glass
  • Processador: Snapdragon 720G octa-core de 2,3 GHz
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB, expansível via cartão microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira: 64 MP (f/1.7) + 8 MP (ultra-wide) (f/2.2) + 5 MP (macro) (f/2.4) + 2 MP (sensor de profundidade) (f/2.4)
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.48)
  • Vídeos em até 4K @ 30 fps
  • Bateria: 5.020 mAh, com carregamento rápido de 30 W
  • Leitor de digitais: sim, na lateral
  • Sistema operacional: Android 10

4. Xiaomi Redmi Note 8 Pro

A linha Redmi é conhecida por celulares intermediários muito potentes e com preços mais "suaves". O Note 8 Pro foi lançado no segundo semestre de 2019, e é um modelo pensado especialmente no público gamer que não pode gastar muito com um smartphone top de linha, mas precisa de alto desempenho e muita bateria.

O smartphone conta o processador Helio G90T, que trabalha com um sistema de resfriamento líquido, o que permite o alcance de máximo desempenho sem superaquecimento do sistema. Outro destaque é a câmera quádrupla traseira que tem sensor principal de 64 megapixels.

Ficha técnica do Redmi Note 8 Pro:

  • Tela de 6,53 polegadas Full HD+
  • Processador Helio G90T (MediTek) octa-core de até 2,05 GHz
  • Memória RAM de 6 GB
  • Armazenamento de 64 GB ou 128 GB
  • Câmera traseira quádrupla de 64 MP (f/1.9) + 8 MP (f/2.2) + 2 MP (f/2.4) + 2 MP (f/2.4)
  • Câmera frontal de 20 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.500 mAh
  • Android 9.0 Pie

5. Xiaomi Redmi Note 9

O modelo convencional da linha Redmi Note 9 também é uma boa opção se você busca um smartphone intermediário com tela grande e bateria de longa duração. O celular tem câmera quádrupla traseira e promete boa versatilidade em fotos e vídeos com uma lente ultra-wide, uma lente macro e um sensor de profundidade, que garante o fundo desfocado no Modo Retrato. Tudo isso além do sensor principal de 48 megapixels, que para o usuário comum entrega resultados bastante agradáveis.

O Redmi Note 9 já sai de fábrica com Android 10 e pode ser encontrado em versões com 3 GB ou 4 GB. Opte pela segunda para evitar travamentos ou lentidão ao executar tarefas em segundo plano ou apps mais pesados.

Ficha técnica do Redmi Note 9:

  • Tela: 6,53 polegadas com tecnologia IPS LCD e resolução Full HD+ (1080 x 2340)
  • Processador: Helio G85 octa-core de até 2 GHz
  • Memória RAM: 3 ou 4 GB
  • Armazenamento: 64 ou 128 GB, expansível via cartão microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira quádrupla: 48 MP (f/1.8) + 8 MP (ultra-wide) (f/2.2) + 2 MP (macro) (f/2.4) + 2 MP (sensor de profundidade) (f/2.4)
  • Câmera frontal: 13 MP (f/2.25)
  • Vídeos em até Full HD (1080p) @ 30 fps
  • Bateria: 5.020 mAh, com carregamento turbo de 18W
  • Leitor de digitais: sim, na traseira
  • Sistema operacional: Android 10

6. Xiaomi Redmi Note 8

O Redmi Note 8 é um intermediário que também visa um público exigente com desempenho e câmera, mas que não quer gastar muito na compra de um novo smartphone. O smartphone pode ser encontrado por cerca de R$ 1,4 mil no varejo eletrônico, e tem ficha técnica para rivalizar com os principais intermediários de marcas populares, como Samsung e Motorola, sem deixar a desejar em recursos, hardware e design.

Não é à toa que o Redmi Note 8 foi o celular mais vendido do Zoom em novembro de 2019, mês da Black Friday. Seu custo-benefício também agrada quem busca por tela em alta resolução e bateria para um dia inteiro longe das tomadas.

Ficha técnica do Redmi Note 8:

  • Tela de 6,3 polegadas Full HD+
  • Processador Qualcomm Snapdragon 665 octa-core de até 2 GHz
  • Memória RAM de 4 GB
  • Armazenamento de 64 GB
  • Câmera quádrupla traseira de 48 MP (f/1.8) + 8 MP (f/2.2) + 2 MP (f/2.4) + 2 MP (f/2.4)
  • Câmera frontal de 13 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Android 9.0 Pie

7. Xiaomi Mi A3

Para quem não gosta da interface MIUI que a Xiaomi usa no sistema Android, o Mi A3 é uma opção com o Android One, versão do sistema que se aproxima ao “Android Puro” visto em modelos Pixel. Esse smartphone também se enquadra na categoria de celulares intermediários premium, com processador Snapdragon 665 e memória RAM de 4 GB ou 6 GB.

O Xiaomi Mi A3 chama a atenção por contar com design moderno, com cores chamativas e revestimento gradiente. A bateria tem 4.000 mAh e também promete boa autonomia. A tela é um ponto fraco: com resolução apenas HD+, ele pode exibir imagens com serrilhados ou pouco nítidas em determinadas situações.

Ficha técnica do Xiaomi Mi A3:

  • Tela Super AMOLED HD+ de 6,01 polegadas
  • Processador Snapdragon 665
  • Memória RAM de 4 GB ou 6 GB
  • Armazenamento de 64 GB ou 128 GB
  • Câmera traseira tripla de 48 MP (f/1.8) + 8 MP (f/2.2) ultra-wide + 2 MP (f/2.4) profundidade
  • Câmera frontal de 32 MP (f/2.0)
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Android 9.0 Pie (One Edition)

8. Xiaomi Redmi 8A

O Redmi 8A é um celular básico, que não conta com leitor de digitais e nem câmera dupla. Trata-se de um smartphone modesto, para quem precisa desempenhar tarefas simples, como uso de redes sociais (sem grandes pretensões com fotos e vídeos), navegação na web e troca de mensagens.

Seu ponto alto é a bateria, que tem 5.000 mAh e deve aguentar até dois dias longe das tomadas, com uso moderado. O Redmi 8A vale a pena quando seu preço está abaixo de R$ 1 mil.

Ficha técnica do Redmi 8A:

  • Tela de 6,22 polegadas HD+
  • Processador Snapdragon 439 (octa-core de até 1,95 GHz)
  • Memória RAM de 2 GB, 3 GB ou 4 GB
  • Armazenamento de 32 GB ou 64 GB
  • Câmera traseira de 12 MP (f/1.8)
  • Câmera frontal de 8 MP (f/2.0)
  • Vídeo em 1080p @ 30 fps
  • Bateria de 5.000 mAh
  • Android 9 Pie

9. Xiaomi Redmi Go

Por fim, o modelo para quem está com orçamento bastante apertado e precisa economizar ao máximo é o Redmi Go, celular de entrada, com especificações muito básicas. Esse é um aparelho para quem só precisa trocar mensagens via WhatsApp, checar e-mail e fazer ligações, já que conta apenas com 1 GB de memória RAM e pode acabar travando com tarefas mais exigentes que essas.

O sistema operacional é o Android Go, na versão 8 (Oreo). Trata-se de um software otimizado para celulares com ficha técnica básica, que conta com vários aplicativos em versões mais "leves", para exigir menos do processador e da memória do aparelho.

Ficha técnica do Xiaomi Redmi Go:

  • Tela de 5 polegadas HD (1280 x 720 pixels)
  • Processador quad-core de até 1,4 GHz (Snapdragon 425)
  • Memória RAM de 1 GB
  • Armazenamento de 8 GB, expansível via microSD de até 128 GB
  • Câmera frontal de 5 MP (f/2.2)
  • Câmera traseira de 8 MP (f/2.0)
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Internet 4G, 3G e Wi-Fi
  • Dual chip
  • Android 8.1 Oreo (Go Edition)