Produtos e novidades em Celular e Smartphone

Qualcomm anuncia novos processadores Snapdragon para celulares intermediários

Snapdragon 665, 730 e 730G prometem turbinar games, câmeras e IA.

Celular
por Ricardo Bergher - Especialista em Tecnologia.

A Qualcomm anunciou três novos processadores para celulares intermediários: o Snapdragon 665, Snapdragon 730 e o Snapdragon 730G. O grande destaque dos componentes é uma melhora significativa para games, câmeras e inteligência artificial.

A expectativa é que os chips integrem os próximos smartphones de marcas populares. O Snapdragon 730 já foi confirmado como coração do Galaxy A80, smartphone com câmera giratória da Samsung, apresentado nesta quarta-feira (10).

 Qualcomm Snapdragon

Snapdragon 665: mais simples e, ainda assim, poderoso

O mais simples entre eles é o Snapdragon 665, que deve ser a opção para os celulares mais baratos, mas que não deve ser subestimado.

Este processador conta com processamento de inteligência artificial, recursos de reconhecimento de imagem e suporte para câmeras triplas, abrindo essa possibilidade para os smartphones de preços mais baixos.

O 665 suporta, por exemplo, sensores de até 48 megapixels, resolução 4K em vídeos e slow motion em HD (720p) a 240 fps, uma boa evolução em relação aos modelos anteriores.

Snapdragon 730: veloz e bonito na foto

O Snapdragon 730 tem na velocidade o seu trunfo. Seu processamento, segundo a Qualcomm, é 35% mais veloz do que o da versão anterior. Em núcleos mais básicos ele apresenta 1,8 GHz, mas em pode chegar a até 2,2 GHz se usar todo o seu potencial.

O 730 também tem inteligência artificial de quarta geração, duas vezes mais rápida que a geração anterior, e conta com suporte para as câmeras triplas, até 48 megapixels e ainda a sensores de profundidade.

Galaxy A80

Snapdragon 730G: experiência avançada para jogos

O mais robusto dos três é o Snapdragon 730G, que conta com o Adreno 618, o que confere 15% a mais de desempenho gráfico quando comparado ao 730. Além disso, ele tem outras características projetadas para agradar aos gamers.

Seu processamento promete ter mais eficiência para renderizar o “HDR de verdade”, presente em muitos jogos mais modernos, e utiliza a biblioteca gráfica Vulkan 1.1, o que reduz o consumo de bateria em 20%.

Há também uma melhora na latência do Wi-Fi, isso significa que o celular vai monitorar de forma mais eficiente qual é a melhor rede para se conectar, mesmo durante os momentos de maior ação do jogo.

Leia também:

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!

Top 5 em celular e smartphone