Redmi 2 vs Moto G 3ª Geração: qual é melhor?

Comparamos o Redmi 2 e o Moto G 2015 para te ajudar a fazer a escolha certa.

Redmi 2 vs Moto G 3ª Geração: qual é melhor?
Ricardo BergherEditor(a)

Publicado e atualizado 4 min. de leitura.

Dois smartphones super aguardados, o Xiaomi Redmi 2 e o Motorola Moto G 3ª geração, enfim, chegaram ao mercado para engordar a nossa lista de aparelhos com bom custo/benefício.

Primeiro lançamento da marca chinesa no Brasil, o Redmi 2 promete tirar o sossego de marcas como a Motorola, que para não ficar para trás, fez upgrades para a 3ª geração do Moto G ficar ainda mais competitiva.

Agora, para saber se o melhor é o Moto G ou o Redmi 2, basta conferir o nosso comparativo entre os dois celulares e escolher aquele que vai oferecer o desempenho ideal para o seu dia a dia.

Para ficar mais simples, escolhemos para comparar a versão do Moto G 3ª geração que tem 16GB de armazenamento, 1GB de RAM, não tem TV digital ou capinhas coloridas.

Motorola Moto G

3ª Geração

Motorola Moto G 3ª geração

XiaomiRedmi 2

Xiaomi Redmi 2

Tela5 polegadas (HD)4,7 polegadas (HD)ProcessadorQuad core (1,4GHz)Quad core (1,2GHz)Memória RAM1GB1GBConectividade4G, 3G e Wi-Fi4G, 3G e Wi-FiSistema operacionalAndroid 5.1 (Lollipop)Android 4.4 (KitKat)Dual chipSimSimArmazenamento16GB8GBAceita cartão de memóriaSim (até 32GB)Sim (até 32GB)Câmera frontal5MP2MPCâmera traseira13MP8MPFilma emFull HDFull HD

Telas HD nos dois aparelhos, densidade maior no Redmi 2

Começando pelas dimensões, o Moto G 3ª geração, por ter tela 0,3 polegada maior que o Redmi 2 é naturalmente mais espesso, mais alto, largo e pesado, mas não tanto assim.

A tela é que pode fazer diferença. Apesar dos dois terem resolução HD, o smartphone Motorola, por ser um pouco maior, apresenta uma densidade de 294 pixels por polegada (ppi), enquanto o da Xiaomi (Mi) tem 312 ppi, saindo na frente.

Para proteger o display de arranhões e quedas, o Moto G 3ª geração é equipado com Gorilla Glass, e o Redmi 2 vem com AGC Dragontrail.

Moto G 3ª geração leva pequena vantagem no desempenho

A performance é outro quesito em que fica um pouco difícil dizer se o melhor é o Moto G 2015 ou o Redmi 2. Mas, aqui, o Moto G 3ª geração ganha alguns pontinhos a mais.

Os dois aparelhos comparados são smartphones quad core, equipados com o processador Qualcomm Snapdragon 410, além de terem 1GB de RAM e virem com a unidade de processamento gráfico (GPU) Adreno 306.

No entanto, a velocidade do processador do Moto G 3ª geração é ligeiramente superior a do Redmi 2: 1,4GHz contra 1,2GHz.

O sistema operacional sem modificações do Moto G 2015 também faz com que o aparelho seja mais fluido que o Redmi 2, que por sua vez traz a interface MIUI 6, bastante parecida com a do iPhone.

Vale ressaltar ainda que o Moto G 3ª geração vem com a versão 5.1 (Lollipop) do Android. Já no Redmi 2 o Android é o 4.4 (KitKat) mas, apesar de não ser o sistema operacional mais recente, a Xiaomi atualiza sua interface frequentemente.

Internet 4G para navegar rapidinho no Moto G e no Redmi 2

Um dos incrementos que a 3ª geração do Moto G traz é o acesso à internet 4G em todas as versões do aparelho. E no Redmi 2 não é diferente, já que ele também é um smartphone com 4G.

Mas o celular da Xiaomi conta com uma vantagem, que é a possibilidade de usar o 4G nos dois chips, enquanto o Moto G, assim como a maioria dos aparelhos, só deixa você usar o 4G em um dos dois slots.

Curte fotografar com o smartphone? Escolha o Moto G 3ª geração

A Motorola ouviu os usuários do Moto G e melhorou as câmeras do aparelho para a 3ª geração. Agora, o aparelho conta com um sensor de 13MP na parte de trás e ainda filma em Full HD. E na frente são 5MP, fazendo do Moto G 3ª geração um celular bom para selfies.

Seu concorrente aqui, o Redmi 2, fica um pouco para trás quando o assunto é a câmera. Ele também é um celular que filma em Full HD, mas fotografa com até 8MP com a câmera traseira e com até 2MP com a frontal, o que não é ruim, mas não chega a ser um destaque no aparelho.

Na hora de escolher entre o Moto G e o Redmi 2, avalie seu orçamento

Você deve ter percebido que o Moto G 3ª geração é superior ao Redmi 2. Mas ele também é mais caro, e isso pode ser um dos fatores decisivos na hora da compra.

Se você quer um celular com câmeras boas, que seja fluido, e não se importa em pagar um pouco mais para ter esses benefícios, o Moto G 3ª geração pode ser a melhor opção.

Porém, se o orçamento está apertado ou você não faz mesmo questão de fotografar com o celular, o Redmi 2 apresenta uma boa relação custo/benefício. Para você ter uma ideia, as câmeras do Redmi 2 têm a mesma quantidade de megapixels das do Moto G 2ª geração, e o desempenho também pode ser equiparado, só que ele custa menos que o aparelho da Motorola quando foi lançado.

Ou seja, o Moto G 3ª geração apresenta um conjunto melhor de configurações mas, por outro lado, o Redmi 2 tem preço mais em conta e desempenho que aguenta a maioria das atividades. E então, qual você prefere?

Agora que você sabe mais sobre o Moto G 2015 e o Redmi 2, pesquise por outros produtos no Zoom e aproveite para comparar os preços.