Parte frontal do Moto G 5G

O Moto G 5G Plus é um celular da Motorola que chama atenção por oferecer conexão 5G, embora a tecnologia ainda não esteja em funcionamento no Brasil. O smartphone é um dos mais avançados da família Moto G e, apesar de pertencer à linha de intermediários da fabricante, chegou ao país no final de 2020 com preço mais elevado, de R$ 2.999. Atualmente, o telefone já sofreu uma redução em seu valor e custa cerca de R$ 2.300.

O principal atrativo do Moto G 5G Plus é a Internet 5G, visto que o recurso costuma estar presente apenas em aparelhos premium. O problema é que a nova geração da rede móvel ainda não está disponível no Brasil, tornando inútil, por enquanto, o que seria o grande diferencial do smartphone. Obviamente, quando essa rede estiver disponível, será um ponto a favor do dispositivo para quem tiver optado por comprá-lo. O telefone também se destaca pelo bom desempenho e pela bateria de longa duração, mas a câmera deixa a desejar nas fotos noturnas.

Parte frontal do Moto G 5G em cima da caixa do celular e em cima de uma mesa de madeira
Moto G 5G Plus é o primeiro intermediário com conexão 5G (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Nós testamos o Moto G 5G Plus por sete dias e vamos contar todas as nossas impressões no review a seguir. Para fazer esta análise, levamos em consideração os seguintes critérios: design, tela, áudio, câmera, bateria, desempenho e custo-benefício. Além disso, vale ressaltar que esse aparelho está na categoria dos intermediários, aqueles que oferecem boas especificações, mas têm preços mais amigáveis.

Leia também: Como avaliamos celulares? Entenda em detalhes nossos critérios para reviews

Prós e contras do Moto G 5G Plus

Infográfico com os prós e contras do celular

Prós

O Moto G 5G Plus tem um bom conjunto de hardware, com memória RAM de 8 GB e armazenamento de 128 GB. Essas especificações garantem bom desempenho e experiência fluida com o sistema. Outro ponto positivo está na bateria de 5.000 mAh, com carregamento rápido, que aguenta quase dois dias de uso moderado. Além disso, o smartphone tem tela com taxa de atualização de 90 HZ, que deixa as transições mais suaves, e design elegante, apesar de ser de plástico.

Contras

O Moto G 5G Plus foi o primeiro celular intermediário compatível com internet 5G no Brasil. No entanto, esse tipo de rede móvel ainda não está disponível no Brasil e só deve começar a funcionar no segundo semestre. Por isso, o principal diferencial do aparelho ainda não faz muito sentido. Além disso, o smartphone decepcionou um pouco nas câmeras, visto que deixa a desejar nas fotos noturnas.

Veja as melhores ofertas do Moto G 5G Plus:

Review em vídeo

Veja também o Review em 1 Minuto no nosso canal do YouTube para conhecer mais detalhes do Moto G 5G Plus:

O que vem na caixa do Moto G 5G Plus

O Moto G 5G Plus vem com alguns acessórios, como fone de ouvido e capinha de silicone, que é ótima para proteger o celular. Veja o que vem na caixa do smartphone:

  • Carregador de 20W;
  • Cabo USB-C;
  • Fone de ouvido estéreo;
  • Capa Protetora;
  • Ferramenta para remover chip;
  • Kit de manuais
Foto do celular ao lado dos itens que vem na caixa, todos em cima de uma mesa de madeira
Acessórios que acompanham Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Ficha técnica do Moto G 5G Plus

Imagem é infográfica com ficha técnica do celular

Design do Moto G 5G Plus tem cor vibrante

De cara, o Moto G 5G Plus já chama a atenção pela cor vibrante, que muda conforme a luz bate na parte de trás do smartphone. Nós testamos o modelo na cor Azul Oceano e, apesar de ser de plástico, podemos dizer que o design é bem bonito. O aparelho tem uma textura bem sutil e as câmeras traseiras foram agrupadas em um módulo quadrado, com o flash LED duplo disposto ao lado, na vertical.

Um ponto negativo, no entanto, é que a traseira espelhada tem facilidade para sujar e ficar com marcas de mão. Por sorte, o telefone vem com uma capinha transparente, que ajuda a protegê-lo sem esconder o visual colorido. De qualquer forma, o modelo se mostrou resistente e não sofreu arranhões ou outros danos durante o período de uso.

Mão segurando Moto G 5G Plus, exibindo parte traseira do celular e com uma mesa de madeira ao fundo
Traseira do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Em relação ao design, um ponto de controvérsia está na parte frontal. Para aproveitar melhor o aparelho, a Motorola optou por bordas finas e por um furo duplo na tela, já que o celular tem duas câmeras de selfie. À primeira vista, o visual é meio estranho, mas depois você se acostuma com aqueles dois furinhos e eles acabam não interferindo na experiência de uso.

O Moto G 5G Plus tem um formato mais esticado, graças à tela com proporção 21:9 e 6,7 polegadas. Apesar de ser mais estreito, o display grande compromete um pouco a pegada. As telas cada vez maiores tem se tornado um padrão na indústria, mas manusear o aparelho ainda pode ser um incômodo para quem tem mãos pequenas.

O leitor de impressões digitais fica no botão liga/desliga, na lateral direita do dispositivo. Essa posição é prática quando você segura o smartphone e, no geral, a experiência é boa. Entretanto, se você está com o aparelho apoiado em uma mesa ou se tem mãos pequenas, provavelmente, iria se dar melhor com um sensor sob o display. Além do botão com o leitor de digitais, o Moto G 5G Plus traz o botão de volume na lateral direita e um botão à esquerda para acionar a Google Assistente

Parte lateral do Moto G 5G em cima de uma mesa de madeira
Destaque para leitor de digitais na lateral do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Um ponto positivo do smartphone é que a Motorola manteve a entrada para fone de ouvido no padrão P2, que já se tornou incomum nos aparelhos mais caros. Assim, ele dispensa adaptadores e você ainda pode recarregar enquanto ouve música, por exemplo.

Além do celular, a caixa do Moto G 5G Plus vem com uma capa de silicone transparente, cabo USB-C, carregador TurboPower com potência de 20 W, fone de ouvido e chave para abrir a gaveta do chip. O modelo está disponível nas cores Azul Oceano e Lilás Prisma. Vale ressaltar que o aparelho não tem certificação IP. Então, é melhor deixá-lo longe da água.

Tela do Moto G 5G Plus tem resolução Full HD+

O Moto G 5G Plus tem tela de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels). O painel é do tipo IPS LCD, que costuma trazer cores vibrantes e mais saturadas, mas é possível ajustar o tom por meio das configurações. O brilho não é um ponto forte do display, mas, de qualquer forma, dá para usar o celular em ambientes externos sem grandes problemas. Além disso, a tela consegue aproveitar bem a parte frontal do aparelho e oferece bom ângulo de visão.

Mão exibindo parte frontal do Moto G 5G Plus com mesa de madeira no fundo
Moto G 5G Plus tem tela com proporção 21:9 (Foto: Aline Batista/Mosaico)

No entanto, o grande destaque do display do Moto G 5G Plus é a taxa de atualização de 90 Hz, que faz toda diferença. Pela primeira vez, a Motorola trouxe o recurso para um aparelho intermediário, que costuma ter apenas 60 Hz. Graças ao recurso, o smartphone consegue ter transições mais fluidas e suaves, o que melhora a usabilidade e a experiência com jogos. Vale ressaltar que, por padrão, ele vem no modo automático, mas é só alterar nas configurações para que o dispositivo fique sempre em 90 Hz.

Outro ponto positivo é o suporte à tecnologia HDR 10, que promete maior fidelidade de cor e contraste. De forma geral, a tela do Moto G 5G Plus oferece uma experiência bem agradável. O display é ótimo para assistir a vídeos e também se destaca durante os jogos. A proporção 21:9, que é mais estreita, não chega a fazer diferença. Para ficar melhor, só faltou um brilho mais alto.

Mão exibindo parte frontal do Moto G 5G Plus com mesa de madeira no fundo com foco nas câmeras frontais
Tela do Moto G 5G Plus tem bom aproveitamento da parte frontal (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Áudio do Moto G 5G Plus possui entrada P2

Em relação ao áudio, o Moto G 5G Plus não é um exemplo de potência. O celular traz apenas um alto-falante na parte inferior e não atinge volumes muito altos. Em relação à qualidade, o áudio está dentro da média e não distorce as músicas. Os audiófilos podem reclamar um pouco, mas a experiência para usuários comuns tente a ser boa no dia a dia.

Como já mencionamos, um ponto positivo é a entrada P2 para fone de ouvido. O celular, inclusive, acompanha um fone intra-auricular, com três pares de ponteiras. O acessório tem bom volume e consegue isolar os ruídos externos de forma eficiente.

Parte frontal do Moto G 5G Plus com fone de ouvido com fio conectado e em cima de uma mesa de madeira
Moto G 5G Plus mantém entrada P2 de fone de ouvido (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Moto G 5G Plus conta com quatro câmeras

Chegamos em um quesito em que o Moto G 5G Plus deixa a desejar. Embora tenha quatro câmeras traseiras, a experiência com fotos no celular não é das melhores, principalmente à noite. O smartphone traz um sensor principal de 48 MP, com tecnologia quad-pixel, que combina quatro pixels em um único pixel maior para criar uma foto com 12 MP de resolução. Além disso, o telefone tem uma lente ultra-wide de 8 MP, uma lente macro de 5 MP e um sensor de profundidade de 2 MP, para fazer fotos com modo retrato.

Parte traseira do Moto G 5G Plus com foco no conjunto traseiro de câmeras
Moto G 5G Plus tem conjunto de câmera traseira quádrupla (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Na prática, o celular apresenta bons resultados e situações com iluminação adequada. Seja em um ambiente externo ou em uma sala bem iluminada, o telefone vai garantir fotos com cores equilibradas e nitidez.

Imagem de um aquário no meio de um shopping tirada com a câmera do Moto G 5G Plus
Foto feita de dia com lente ultra-wide do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Por outro lado, as imagens produzidas com a câmera ultra-wide têm qualidade levemente inferior. Além disso, como acontece com esse tipo de lente, é preciso ficar atento a possíveis distorções no ambiente. Já câmera macro, com seus 5 MP, é suficiente para registrar fotos de objetos próximos. O sensor de profundidade também dá conta do recado nas fotos com fundo desfocado. Outro ponto positivo é o editor de imagens nativo do software de câmera, que permite fazer alguns ajustes nas fotografias.

foto de uma flor tirada com uma das câmeras do Moto G 5G Plus
Foto feita de dia com a lente macro do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

No entanto, a situação muda quando falamos de fotos noturnas ou em lugares pouco iluminados. Nessas condições, as imagens produzidas pelo Moto G 5G Plus perdem a nitidez e tendem a ficar granuladas.

Foto de um bolo tirada com câmera do Moto G 5G Plus
Foto feita em ambiente interno com o Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

O celular oferece um recurso chamado Night Vision, que utiliza inteligência artificial para melhorar os detalhes das fotos em ambientes com pouca luz. A ferramenta se torna indispensável nessas situações, pois ajuda a melhorar um pouco as fotos. Ainda assim, o resultado decepciona e, às vezes, o efeito fica um pouco exagerado. Vale ressaltar que não é possível usar o Modo Noturno com a lente ultra-wide, apenas com o sensor principal.

Foto de uma rua tirada de noite
Foto feita com o Moto G 5G Plus à noite (Foto: Aline Batista/Mosaico)
Foto de uma rua tirada de noite com modo noturno
Foto feita com o modo Night Vision do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Já a câmera frontal do Moto G 5G Plus conta com duas lentes: a principal de 16 MP e a ultra-wide de 8 MP. Essa característica é interessante porque o celular permite fazer selfies com ângulo aberto, de 118°. Assim, você consegue incluir mais pessoas na imagem e dispensa o uso do pau de selfie.

O resultado das fotos com a câmera frontal é semelhante aos da câmera traseira: as imagens são satisfatórias em ambientes claros, mas ficam granuladas em lugares escuros. Da mesma forma, é possível usar Night Vision para tentar deixar o resultado melhor. Um ponto que vale ressaltar é o recurso de embelezamento da câmera frontal, que pode ser legal para uniformizar a pele do rosto, por exemplo. No entanto, é preciso ficar atento porque ele tende a deixar as pessoas com uma aparência mais artificial.

Duas selfies de uma mulher tiradas com o Moto G 5G Plus
Selfies feitas com a câmera frontal do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Em relação à gravação de vídeos, o smartphone da Motorola grava em até 4K com a câmera traseira e em Full HD com a câmera frontal. Obviamente, a qualidade dos vídeos produzidos com a traseira é melhor, mas de forma geral, em boas condições de iluminação, as gravações são satisfatórias e a estabilização eletrônica é eficiente. Além disso, o celular oferece recurso de câmera lenta com até 240 frames por segundo.

Parte frontal do Moto G 5G Plus com foco no conjunto duplo de câmeras frontais
Detalhe dos furos das câmeras frontais do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Bateria do Moto G 5G Plus é potente

Se o Moto G 5G Plus deixa a desejar na câmera, no quesito bateria, ele é ótimo. O componente tem capacidade de 5.000 mAh, um número alto em relação aos concorrentes, e ainda é compatível com carregamento rápido de 20 W.

A promessa da Motorola é de bateria com duração de dois dias com uso misto. Surpreendentemente, em nossos testes, ele durou quase isso. O smartphone aguentou mais de um dia e meio de uso moderado, com acesso a redes sociais, reprodução de músicas via Spotify e de vídeos no YouTube e Globoplay, além de cerca de meia hora de jogos. Em relação ao tempo de carregamento, o aparelho leva cerca de 1 hora e meia para completar a bateria.

Mão segurando Moto G 5G Plus e exibindo parte de baixo do celular
Entrada USB-C para carregador do Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Desempenho do Moto G 5G Plus é excelente

Em relação ao desempenho, o Moto G 5G Plus é excelente. O modelo conta com processador Snapdragon 765, um octa-core com velocidade de até 2,3 GHz. Embora o chipset não seja top de linha, dá conta do recado e trabalha muito bem em conjunto com a memória RAM de 8 GB. Durante nossos testes, o dispositivo não apresentou falhas ou travamentos e rodou todas as aplicações com eficiência, inclusive, jogos como PES 2021 e Asphalt 9.

Mão segurando Moto G 5G Plus e exibindo parte frontal do celular com mesa de madeira ao fundo
Moto G 5G Plus se destaca pelo bom desempenho (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Ainda em relação à ficha técnica, o smartphone traz uma GPU Adreno 620 e armazenamento de 128 GB. Para garantir que não vai faltar espaço para guardar seus arquivos e apps, o aparelho aceita cartões de memória de até 1 TB. Vale ressaltar que é preciso escolher entre usar dois chips ou usar um cartão SIM e o microSD, visto que o espaço é compartilhado.

Em relação ao software, o Moto G 5G Plus roda Android 10 e deve receber atualização para a versão mais recente do sistema em breve. A plataforma tem poucas personalizações e oferece uma experiência agradável. Um dos pontos positivos é o botão para acessar a Google Assistente. O recurso facilita a interação com a assistente pessoal, dispensando o uso de comandos de voz. Outro recurso interessante é o Painel Gamer, ativado automaticamente durante os jogos e que facilita o acesso a algumas configurações.

Mão segurando Moto G 5G Plus e exibindo parte lateral do celular com mesa de madeira no fundo
Botão para acessar a Google Assistente no Moto G 5G Plus (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Agora, chegamos ao grande diferencial do Moto G 5G Plus: a conexão 5G. Como já comentamos, ele é o primeiro smartphone intermediário compatível com a tecnologia à venda no Brasil. Esse é um ponto positivo, considerando que o recurso está disponível apenas em aparelhos premium até agora.

No entanto, a questão é que o Brasil ainda não tem Internet 5G e esse tipo de conexão deve demorar para ficar disponível para todos. O leilão das frequências pela Anatel está previsto para acontecer ainda este ano, mas depois será preciso esperar a implementação da infraestrutura para 5G. Além disso, você precisará trocar de chip e contratar novos planos com a sua operadora. Inclusive, é bem provável que o Moto G já esteja um pouco ultrapassado quando a Internet 5G estiver, de fato, acessível aos brasileiros. Por isso, se você pensa em comprar o aparelho apenas pela conectividade 5G, vale repensar a compra, visto que esse não é um recurso indispensável atualmente.

Preço e custo-benefício

O Moto G 5G Plus chegou ao Brasil no final de 2020 pelo preço sugerido de R$ 2.999. O valor é alto para um intermediário, mas ele já pode ser econtrado na faixa de R$ 2.300. De forma geral, o aparelho oferece um bom conjunto e se destaca principalmente pelo ótimo desempenho e bateria de longa duração, sendo uma boa opção para quem gosta de jogar ou trabalha com multitarefas no celular.

No entanto, o 5G não deve ser um fator decisivo na hora da compra. Por isso, a nossa recomendação é que você compre o smartphone apenas se o conjunto de especificações fizer sentido para você.

Também vale dar uma olhada nas listas com melhores celulares para comprar em 2021 e aparelhos que se destacam pelo custo-benefício. Para quem gosta dos smartphones da fabricante, a dica é conferir os melhores celulares da Motorola e os modelos por até R$ 1.200 em 2021. Não deixe de conferir também a seleção com os melhores celulares de 2020, já que muitos deles estão mais baratos e ainda valem a pena.

Está em busca de um celular com bateria de longa duração? Veja os modelos com maior autonomia e os intermediários que se destacam pela boa bateria.

Mão segurando Moto G 5G Plus e exibindo partes lateral e traseira do celular
Moto G 5G Plus com a capa que acompanha o produto (Foto: Aline Batista/Mosaico)

Acessórios disponíveis

Embora o Moto G 5G Plus venha com capinha de silicone, é interessante investir também em uma película para deixar o celular mais protegido. Além disso, se você preferir uma case personalizada, pode encontrar diversos modelos em oferta aqui no nosso site. Outro acessório interessante é uma capinha à prova d'água para que você possa usar seu smartphone na praia ou piscina com mais tranquilidade.

Além disso, você pode contar com a ajuda de alguns dispositivos para melhorar a experiência fotográfica do Moto G 5G Plus. Para isso, uma dica é apostar em um tripé e um ring light. Aproveite para conferir também o que não pode faltar no seu estúdio de selfie em casa.

Por fim, outro acessório que sempre é bem-vindo é um fone de ouvido Bluetooth, que garante mais mobilidade ao usar o aparelho. Por isso, vale dar uma olhada nas nossa lista com os melhores fones Bluetooth e as opções de headphones Bluetooth por faixa de preço. É possível encontrar boas opções em diversas faixas de preço.

Produtos similares

Se você ainda não tem certeza sobre a compra do Moto G 5G Plus, vale dar uma olhada em outros intermediários que devem ter desempenho tão bom quanto, mas estão mais baratos, como o Galaxy A71, e o Redmi Note 8 Pro. Ambos têm 6 GB de memória RAM, 128 GB de armazenamento e câmera quádrupla de 64 MP.

Para quem curte aparelhos da Apple, uma boa opção é o iPhone SE 2. Se você não se importa em gastar um pouco mais, vale conferir o Galaxy S20 FE, que nós testamos e recomendamos, ou o Galaxy Note 10, que conta com especificações premium e já teve boa queda de preço. O Moto G100, lançado recentemente, também é uma boa opção, com ficha técnica de ponta e o novo recurso Ready For para transmisão de conteúdo.

Mais uma vez, vale fazer uma ressalva sobre a câmera: o componente deixa a desejar, principalmente nas fotos noturnas. Então, se essa for uma característica que você valoriza muito, é melhor repensar a compra. Nesse caso, recomendamos que você dê uma olhada na nossa lista de smartphones com melhores câmeras em 2021, como o Motorola Edge Plus. Não deixe de conferir também as seleções com os melhores intermediários atualmente e os aparelhos que se destacam pelo custo-benefício.

Nota final e conclusão

Em uma escala de 5 a 10 (onde 5 representa aparelhos medíocres, em que não vale a pena investir, e 10 significa um smartphone incrível, sem pontos negativos), a nossa nota final para o Moto G 5G Plus é 9. Nessa gradação, encontram-se produtos excelentes, com poucas desvantagens. Dependendo das características que você procura em um smartphone e do quanto está disposto a pagar, consideramos que vale a pena investir no modelo.

Moto G 5G Plus com nota 9 e os dizeres "7 dias de teste"

De forma geral, o Moto G 5G Plus oferece ótimo conjunto, com bom desempenho, tela de qualidade, bateria de longa duração e design moderno. O único ponto negativo é a câmera, que deixa a desejar em fotos noturnas. Além disso, por enquanto, o 5G não deve ser levado como um fator decisivo para a compra.

Quer economizar na compra de um celular novo? Crie um alerta de preço que nós te avisamos quando ele estiver mais barato!

Aproveite e confira outros reviews de celulares que testamos: