Galaxy M10 vale a pena? Analisamos preço e ficha técnica do celular Samsung

O Galaxy M10 é um celular da Samsung que chama atenção pelo preço baixo. Confira a análise de ficha técnica e veja se ele vale a pena.

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

O Galaxy M10 é um celular intermediário da Samsung que faz parte da linha Galaxy M – lançada com o intuito de substituir modelos da família Galaxy J no mercado nacional. Indicado para quem quer design atraente e moderno, mas não pode pagar muito em um smartphone mais avançado, esse modelo chegou em 2019 como o mais barato da família, com preço de R$ 899. Por conta disso, desperta a atenção, mas também a curiosidade: será que o M10 vale a pena?

Em dúvida sobre como comprar celular? Saiba o que considerar na hora de escolher um modelo

Para tirar todas as suas dúvidas, nós analisamos a ficha técnica do Galaxy M10, e o resultado você confere a seguir. A gente já adianta que atualmente pode ser um pouco difícil encontrar o M10 à venda no Brasil, visto que se trata de um lançamento de dois anos atrás. Por isso, recomendamos que você dê uma olhada também nas listas de melhores intermediários e de celulares que se destacam pelo custo-benefício. Para quem gosta de aparelhos da Samsung, a dica é conferir os modelos mais baratos da marca.

Ficha técnica do Galaxy M10

  • Tela TFT de 6,2 polegadas HD+ (1520 x 720 pixels) com notch em forma de gota
  • Processador Exynos 7870 octa-core de até 1,6 GHz
  • Memória RAM de 3 GB
  • Armazenamento de 32 GB (expansível com microSD de até 512 GB)
  • Câmera dupla traseira de 13 MP (f/1.9) grande-angular + 5 MP (f/2.2) ultra wide
  • Câmera frontal de 5 MP (f/2.0)
  • Bateria de 3.400 mAh
  • Sistema operacional de fábrica: Android 8.1 Oreo
  • Dual chip
  • Internet: 4G, 3G e Wi-Fi
  • Sem leitor de impressão digital
  • Reconhecimento facial
  • Dimensões: 155,6 x 75,6 x 7,7 mm
  • Peso: 163 g
Galaxy M10

Tela e design

Como o Galaxy M10 chegou com a missão de ser um smartphone barato e com bom custo-benefício, a Samsung precisou economizar tanto no design quanto na tela. O visual do M10 se adequa aos padrões mais modernos, com bordas finas e notch (aquele recorte na parte superior da tela), porém você encontrará um corpo de plástico brilhante, em vez de metal ou vidro, que são materiais mais sofisticados.

Já o display deixa a desejar em relação a outros modelos da linha por não trazer tecnologia Super AMOLED. O painel, neste caso, é PLS TFT, que consome mais energia e não tem cores tão vivas quanto as telas Super AMOLED.

O tamanho agrada os usuários que consomem vídeos ou jogos no smartphone: são 6,2 polegadas, o que garante conforto para visualizar as informações. No entanto, a resolução HD+ pode fazer com que as imagens apareçam com serrilhados.

Galaxy M10
Galaxy M10 tem tela com resolução apenas HD+ (Foto: Divulgação/Samsung)

Vale a pena notar que a Samsung resolveu incluir a saída de som do Galaxy M10 na parte traseira, coisa que fazia anos atrás e que pode ser um problema para quem gosta de ouvir música com o smartphone deitado na mesa, por exemplo. Para economizar, a companhia também usou uma porta micro USB no lugar do USB-C, que está cada vez mais popular.

Já imaginou como serão os celulares do futuro? Veja na nossa reportagem especial tudo que as fabricantes estão preparando para os próximos anos.

Câmeras

Apesar de ser um smartphone de baixo custo, a Samsung oferece duas câmeras traseiras no Galaxy M10. A principal tem sensor 13 MP com abertura de lente f/1.9, enquanto a secundária usa um sensor de 5 MP e abertura de f/2.2.

Galaxy M10
M10 traz lente ultra grande-angular (Foto: Divulgação/Samsung)

A principal é a que você usará no dia a dia, já que oferece imagens com maior nível de nitidez e cores balanceadas. Já o sensor secundário é ultra grande-angular e será perfeito para aqueles momentos que você quiser fazer uma foto em grupo ou apenas incluir mais de uma paisagem em uma imagem, mas não deve entregar bons resultados à noite.

Já na parte frontal encontramos uma câmera de selfies de 5 MP com abertura f/2.0. Ela consegue oferecer boas fotos em condições de luz favoráveis, mas nada que vai chamar muito a atenção. Principalmente quando o Modo Retrato está ativo, as imagens ficam menos nítidas e o recorte do recurso não é muito preciso. Dessa forma, em alguns casos é possível que você termine com uma orelha borrada ou parte do casaco, por exemplo.

Procurando celular com câmera boa? Veja a lista com os melhores modelos da atualidade.

Desempenho

O desempenho do M10 não é ruim para a faixa de preço. Ele conta com um processador Exynos 7870 com oito núcleos de processamento e 3 GB de memória RAM. Com isso, ele é uma boa opção para quem precisa de um smartphone que não vai travar em tarefas básicas ou multitarefa, desde que seja com poucos aplicativos abertos ao mesmo tempo.

Galaxy M10
Galaxy M10 tem memória RAM de 3 GB (Foto: Divulgação/Samsung)

Se você gosta de jogos, conseguirá rodar alguns dos títulos mais famosos. No entanto, lembre-se de reduzir a qualidade quando for jogar games mais pesados, como Asphalt 8 ou PUBG Mobile. Em jogos mais leves, você não encontrará problemas e conseguirá rodá-los sem qualquer engasgo ou travamento.

O Galaxy M10 tem 32 GB de armazenamento, quantidade que atualmente não parece muito. De qualquer maneira, é possível expandir a memória com um cartão microSD de até 512 GB para guardar fotos, vídeos e outros documentos.

Leia também: Celular Motorola barato: modelos por até R$ 1.000 em 2021

Bateria e recursos extras

O M10 conta com uma bateria de 3.400 mAh, que é suficiente para oferecer uma longa autonomia, considerando a ficha técnica mais simples do aparelho. Por contar com uma tela com resolução HD+, o smartphone promete ficar ligado durante muitas horas e ultrapassar até mesmo a marca de um dia de uso moderado.

O Galaxy M10 peca por não trazer leitor de digital, tecnologia presente na maioria dos aparelhos concorrentes e que possibilita praticidade no desbloqueio de tela e de apps. Para compensar, a fabricante aposta no reconhecimento facial (vale lembrar que esse método não é tão seguro quanto o usado em celulares mais caros, como o Galaxy S10)

Bateria do M10 tem 3.400 mAh de capacidade (Foto: Divulgação/Samsung)
Bateria do M10 tem 3.400 mAh de capacidade (Foto: Divulgação/Samsung)

Procurando celular com bateria de longa duração? Confira os intermediários com maior autonomia.

Preço e custo-benefício: o Galaxy M10 é bom?

Com preço sugerido de R$ 899, o Galaxy M10 é uma opção interessante para quem não quer gastar muito em um smartphone, mas curte o visual dos celulares Samsung. No entanto, se você procura a melhor câmera, desempenho e bateria em aparelhos de baixo custo, esse modelo pode te decepcionar.

Além disso, o M10 não é mais encontrado com facilidade e está indisponível para compra aqui no Zoom. Por isso, vale a pena apostar em modelos mais atuais que têm ficha técnica semelhante. A família Galaxy A tem boas opções nessa faixa de preço, como o Galaxy A01, que também tem câmera dupla e tela HD+, ou o Galaxy A11, que traz 3 GB de RAM e 64 GB de armazenamento.

Outros bons smartphones básicos de marcas famosas são o Moto G8 Play, com bateria de 4.00 mAh, e o LG K51S, que tem câmera quádrupla. Se você ainda estiver em dúvida, vale conferir nossas seleções com os melhores celulares por até R$ 1.200, até R$ 1.000 e até R$ 800. Para quem está disposto a gastar um pouco mais, vale conferir os aparelhos de destaque em 2021.

Leia também: