YouTube Shorts: o que é e como usar o rival do TikTok

YouTube Shorts finalmente leva ferramenta de clipes de curta duração para a principal plataforma de vídeos da internet.

Redação - Zoom

Publicado e atualizado 5 min. de leitura.

Compartilhe:

Chegou ao Brasil no início de junho de 2021 o YouTube Shorts. A ferramenta da plataforma de vídeos mais famosa do mundo trouxe uma ideia parecida com o TikTok e os Reels do Instagram. Como o próprio nome "Shorts" indica, os usuários poderão gravar vídeos mais curtos e dinâmicos. Eles terão até um minuto de duração.

Após passar pelos primeiros testes de lançamento na Índia e nos Estados Unidos, o YouTube começou a expandir a ferramenta. Os usuários brasileiros já podem começar a usar o Shorts. Ele chega aos poucos para os smartphones Android e iOS no Brasil e deve ser liberado para todos nas próximas atualizações do aplicativo.

Neste texto, vamos te explicar esses detalhes sobre a nova ferramenta do YouTube:

O que é YouTube Shorts

O TikTok, rede social chinesa, começou a se popularizar em todo o mundo nos últimos anos. A plataforma revolucionou a forma de publicar e assistir vídeos nos smartphones. Logo, o Instagram se viu obrigado a acompanhar essa tendência. Assim, nasceu a ferramenta "Reels". A ideia era que as contas pudessem gravar e postar vídeos curtos na rede.

Leia também: tudo sobre o Tik Tok e um guia sobre o Kwai, rede social chinesa de vídeos

Não demorou tanto para o YouTube se adaptar aos vídeos curtos. Por isso, o YouTube Shorts muda um pouco a cara do site. A ideia é que os donos de canais na rede possam começar a criar vídeos de até 60 segundos usando os seus smartphones, em formato vertical como nas outras redes.

YouTube Shorts: vídeos curtos e edição básica

Saiba tudo sobre o YouTube Shorts e como funciona a nova ferramenta de vídeos curtos (Divulgação/YouTube)
Saiba tudo sobre o YouTube Shorts e como funciona a nova ferramenta de vídeos curtos (Divulgação/YouTube)

Seguindo o formato de vídeo mais dinâmico que faz sucesso, o YouTube Shorts permite aos usuários subirem clipes de curta duração nas redes. Ele tem ferramentas de edição básica de vídeo, como adição de textos e legendas e a utilização de filtros e efeitos de cores. Os usuários podem gravar pela plataforma ou então subir um clipe de até 60 segundos que já está na galeria do celular.

O que diferencia o Shorts das outras redes é a possibilidade dos usuários usarem trechos de outros conteúdos do YouTube para divulgação de canais. Dá para fazer colagens e mixes de áudios, música e vídeos de outras contas.

Para que um conteúdo possa ser compartilhado assim, é necessário que o canal do vídeo original tenha dado autorização para esse tipo de uso. Caso contrário, as regras de direitos autorais serão infrigidas. É possível também usar trechos de músicas da biblioteca do site em vídeos de até 15 segundos de duração.

O YouTube Shorts está disponível para smartphones Android e iOS. As próximas atualizações do aplicativo vão começar a aumentar o alcance dessa nova ferramenta para que todos os usuários tenham acesso em até quatro semanas depois de seu lançamento no Brasil, na primeira semana de junho.

YouTube Shorts: como usar

Aprenda como usar o Youtube Shorts (Divulgação/YouTube)
Aprenda como usar o Youtube Shorts (Divulgação/YouTube)

Primeiro, é necessário que o aplicativo tenha recebido a nova atualização para usar a ferramenta de vídeos de curta duração do YouTube. Caso o seu smartphone ainda não tenha o recurso, fique tranquilo. O site garante que nas próximas semanas todos os usuários terão acesso ao Shorts.

Para ver os vídeos dessa sessão, o YouTube reserva um espaço exclusivo para o formato na página inicial. Os usuários poderão ver uma biblioteca que vai compilar esses vídeos já na home do site. Eles também aparecerão entre na lista de relacionados que aparecem enquanto um clipe está sendo reproduzido.

Quem já é usuário do TikTok vai reconhecer a forma como os vídeos do YouTube Shorts estarão disponíveis na aba dedicada exclusivamente aos clipes da ferramenta. A experiência é muito similar ao layout de navegação da rede social chinesa. Existe, por exemplo, a rolagem infinita para passar de um vídeo para o outro.

Quer aproveitar o máximo do Youtube? Você pode baixar as playlists do YouTube diretamente no seu celular, e nós já te ensinamos como é fácil baixar um vídeo do YouTube no smartphone.

Gravando vídeos no Youtube Shorts

Você pode subir um vídeo da sua galeria ao YouTube Shorts como se estivesse adicionando um vídeo normal ao seu canal na plataforma. Mas a novidade é que dá para gravar um clipe direto do aplicativo, como nas outras redes sociais. Confira o passo a passo:

Passo 1. Abra o aplicativo do YouTube em seu smartphone ou tablet. Faça o login do seu canal.

Passo 2. Clique em "Criar" (+) no centro da parte inferior. Escolha a opção "Criar um Short" na aba.

Passo 3. Escolha entre gravar um vídeo de 15 ou até 60 segundos. Lembre-se que vídeos criados com música da biblioteca do YouTube ou áudios de outros conteúdos só poderão ter 15 segundos de duração.

Passo 4. Para gravar, basta segurar o botão central de captura. Solte-o quando quiser parar ou espere que o vídeo chegue ao limite do tempo escolhido.

Passo 5. Clique em "Concluído" para abrir a ferramenta de edição básica do Shorts, faça as melhorias que achar necessário e siga em "Próximo" para adicionar os detalhes do clipe.

Passo 6. Escolha um título de até 100 caracteres ao vídeo e depois clique em "Enviar" para subir ao YouTube Shorts.

Dá para ganhar dinheiro com YouTube Shorts?

Segundo a própria ferramenta, os criadores de conteúdo do YouTube Shorts ainda não participam da receita levantada pelos anúncios exibidos durante os vídeos da ferramenta. No entanto, o YouTube criou o "Fundo do YouTube Shorts" para os canais recebam uma recompensa financeira pela criação dos vídeos curtos.

Esse fundo te 100 milhões de dólares. Eles serão distribuídos para os criadores de conteúdo que publicarem os vídeos mais envolventes no YouTube Shorts. Esse formato de monetização está em teste pela plataforma nessa fase inicial, mas o YouTube afirma estar estudando soluções de anúncio e monetização para o longo prazo.

Para criar conteúdo na internet que tenha qualidade de produção profissional, é indispensável ter um smartphone com uma boa câmera que capte boas imagens em foto ou vídeo. Celulares como o Motorola Moto G100, o iPhone 12 Pro Max e o Samsung Galaxy S21 Ultra ganham destaque pelos seus conjuntos fotográficos pontentes que dão cara profissional às imagens.

Esses três modelos também estão na lista de melhores celulares para comprar em 2021. Nela, você pode ver smartphones dos básicos aos tops de linha para apostar nesse ano. Em busca de um celular? Você pode criar um Alerta de Preço e receber notificações quando ele chegar no valor que deseja pagar. Veja como abaixo!