Redmi AirDots 2: bom custo-benefício e poucas mudanças no fone Xiaomi

Fone da Xiaomi tem preço baixo e design confortável, mas deixa a desejar nos graves

Aline BatistaEditor(a)

Publicado e atualizado 11 min. de leitura.

Compartilhe:

O Redmi AirDots 2 é um fone de ouvido da Xiaomi do tipo true wireless, ou seja, totalmente sem fio. O modelo costuma fazer sucesso por ser um dos mais baratos nessa categoria. No entanto, justamente por conta do preço mais baixo, ele deixa a desejar em qualidade de som e duração de bateria. Além disso, trouxe poucas novidades em relação às versões anteriores, AirDots e AirDots S, o que pode causar dúvidas nos usuários sobre a compra.

Para te ajudar a decidir, nós testamos o Redmi AirDots 2 por alguns dias e vamos contar as nossas impressões a seguir. Neste review, levamos em consideração os seguintes critérios: design, qualidade de áudio, bateria e conectividade, recursos extras e custo-benefício. Se você quiser saber mais detalhes do fone da Xiaomi, confira também nossa análise de ficha técnica.

Leia também: Como avaliamos fones de ouvido? Entenda em detalhes nossos critérios para reviews

Redmi AirDots 2 é um fone da Xiaomi com foco em custo-benefício (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 é um fone da Xiaomi com foco em custo-benefício (Foto: Aline Batista/Zoom)

Antes de comprar o Redmi AirDots 2, se você quiser conhecer outras opções de fones de ouvido, vale dar uma olhada nas nossas listas com os melhores modelos Bluetooth e com os melhores do tipo true wireless. Além disso, não deixe de conferir também os fones mais vendidos no Zoom.

AirDots 2: prós e contras

Fone da Xiaomi tem bom custo-benefício, mas peca nos graves

Prós: O grande trunfo do fone da Xiaomi é o custo-benefício. O AirDots 2 é um dos fones true wireless mais baratos e entrega um conjunto de especificações razoável para o preço. Além disso, outra vantagem está no design, que é bastante confortável e encaixa bem no ouvido.

Contras: Por ser um produto barato, o Redmi AirDots 2 acaba deixando a desejar na qualidade de som, principalmente nos graves, e na duração da bateria, que aguenta apenas quatro horas de reprodução contínua. Outro ponto negativo é que a fabricante trouxe poucas melhorias e recursos novos em relação às gerações anteriores.

Veja as melhores ofertas para o Redmi AirDots 2 aqui no Zoom:

AirDots 2: o que vem na caixa

Fone da Xiaomi não vem com cabo carregador

O Redmi AirDots 2 traz apenas o básico na caixa, ou seja, o fone e o estojo carregador. Além disso, ele vem com três pares de ponteiras em tamanhos diferentes para melhor ajuste na orelha. O acessório de tamanho médio já vem instalado no fone, mas você pode remover e trocar pelos outros. No entanto, a Xiaomi decepcionou por não incluir o cabo micro USB para carregar a case. O AirDots 2 vem com:

  • Estojo carregador
  • Três pares de ponteiras
  • Manual do usuário
Redmi AirDots 2 não traz cabo micro USB na caixa (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 não traz cabo micro USB na caixa (Foto: Aline Batista/Zoom)

Xiaomi AirDots 2: ficha técnica

Design leve é um dos destaques do fone da Xiaomi

Xiaomi AirDots 2: design

Fone da Xiaomi é confortável e encaixa bem

O Redmi AirDots 2 tem praticamente o mesmo design do AirDots original e do AirDots S. Nesse sentido, a Xiaomi não fez mudanças no fone de ouvido, que mantém o visual intra-auricular. Nem sempre esses modelos são os mais confortáveis, visto que entram no canal auditivo. No entanto, o dispositivo foi uma grata surpresa: ele fica bem encaixado no ouvido e não causa incômodos. Além disso, o acessório é leve, e cada fone tem apenas 4,1 g. Por isso, você nem sente que está com ele na orelha.

Redmi AirDots (à esquerda) e AirDots 2 (à direita) são praticamente iguais (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots (à esquerda) e AirDots 2 (à direita) são praticamente iguais (Foto: Aline Batista/Zoom)

Outro ponto positivo é que o AirDots 2 vem com três pares de ponteiras de tamanhos diferentes na caixa. Dessa forma, você consegue trocar o acessório e encontrar o que melhor se ajusta à sua orelha. O design ainda ajuda no isolamento de ruídos externos, já que o fone não traz recurso de cancelamento de ruídos ativo, mas fica bem encaixado dentro do ouvido.

Como é um modelo mais barato, o fone traz botões físicos para controlar a reprodução das músicas, ao contrário de produtos mais caros, que vêm com sensor de toque capacitivo, como os Galaxy Buds, da Samsung. Na prática, isso não chega a ser um problema durante o uso: basta apertar o botão levemente para reproduzir ou passar a música, pressionar duas vezes seguidas para ativar a assistente de voz ou três vezes para ligar o Modo Gaming.

Detalhe do botão do Redmi AirDots 2 (Foto: Aline Batista/Zoom)
Detalhe do botão do Redmi AirDots 2 (Foto: Aline Batista/Zoom)

Tantos os fones Redmi AirDots 2 como o estojo têm construção em plástico preto, com acabamento fosco, e luzes de LED que indicam o status da bateria. A case é pequena e pesa apenas 82 g, característica que facilita o transporte, já que ela pode ser levada no bolso da calça, por exemplo. Além disso, o fone tem certificação IPX4, que o torna resistente a respingos de água e suor.

AirDots 2: qualidade do áudio

Fone Xiaomi tem áudio aceitável, mas falta reforço nos graves

Chegamos em um ponto em que o Redmi AirDots 2 pode decepcionar algumas pessoas. A ficha técnica do fone da Xiaomi é boa, com drivers dinâmicos de 7,2 mm e resposta de frequência de 20 Hz – 20 KHz, valores que estão dentro dos padrões. No entanto, na prática, é possível perceber que o fone deixa a desejar nos graves, apesar da promessa de reforço nessa frequência. De forma geral, o produto tem áudio equilibrado, mas usuários que valorizam graves mais potentes, certamente, vão sentir isso.

Redmi AirDots 2 deixa a desejar nos graves (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 deixa a desejar nos graves (Foto: Aline Batista/Zoom)

Aqui, é uma questão de alinhamento de expectativas. Por se tratar de um fone barato, é natural que ele não tenha as melhores especificações. Por isso, não dá para esperar a mesma qualidade de modelos como AirPods Pro e o Galaxy Buds Pro, que são mais caros e completos. De qualquer forma, os usuários menos exigentes não devem ter problemas com o Redmi AirDots 2. O fone tem volume alto e não distorce as canções. Entretanto, se você é audiófilo e valoriza muito a qualidade da música, é melhor procurar outra opção.

Quanto às ligações, o AirDots 2 oferece boa qualidade. É possível ouvir com clareza o que a outra pessoa está falando. Além disso, o fone da Xiaomi recebeu melhorias no microfone em relação à geração anterior, o que garante que a pessoa do outro lado vai te entender bem.

AirDots 2: bateria e conectividade

Em relação à bateria, cada fone Redmi AirDots 2 tem capacidade de 43 mAh e a case conta com 300 mAh. A fabricante promete até quatro horas de reprodução contínua com uma única carga. Além disso, o estojo carregador garantes mais 12 horas de música, ou seja, mais três recargas completas.

Case do Redmi AirDots 2 garante mais 3 cargas ao fone (Foto: Aline Batista/Zoom)
Case do Redmi AirDots 2 garante mais 3 cargas ao fone (Foto: Aline Batista/Zoom)

Durante nossos testes, a bateria do fone da Xiaomi surpreendeu e aguentou durante 4 horas e 35 minutos. O aparelho começou a emitir um alerta sonoro quando chegou em 10%, mas ainda resistiu por uns 30 minutos. No entanto, seria interessante que a fabricante oferecesse uma autonomia maior, que aguentasse, pelo menos, entre seis e sete horas. O Edifier TWS1, por exemplo, é um modelo barato que aguenta até 8 horas de reprodução.

Em relação ao tempo de carregamento, o estojo leva cerca de duas horas para carregar completamente, enquanto os fones atingem 100% de bateria após uma hora e meia dentro do estojo.

Um ponto negativo do Redmi AirDots 2 está no carregamento via micro USB, que já está ultrapassado. Atualmente, as fabricantes vêm adotando o padrão USB-C, que oferece uma conexão mais rápida. Além disso, o grande erro da Xiaomi é não colocar um cabo micro USB na caixa. A fabricante costuma fazer isso em seus fones para reduzir os custos. No entanto, esse não é um acessório caro e seria muito bem-vindo se já viesse com o produto.

Redmi AirDots 2 vem com Bluetooth 5.0, que é mais estável (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 vem com Bluetooth 5.0, que é mais estável (Foto: Aline Batista/Zoom)

Sobre conectividade, o Xiaomi AirDots 2 se destaca por vir com Bluetooth 5.0, padrão mais atual que oferece mais estabilidade. Aliás, esse é um dos principais pontos de melhoria do modelo em relação ao AirDots original e ao AirDots S. A versão lançada em 2020 se conecta ao celular pareado com mais facilidade, basta abrir o estojo carregador.

Além disso, é possível usar apenas um lado do fone enquanto o outro permanece na case carregando. Durante nossos testes, não tivemos problemas relacionados à configuração e pareamento, que costumavam ser relatados por donos da versão anterior. O fone da Xiaomi tem alcance de até 10 metros em um ambiente livre de obstáculos. Em nosso caso, foi possível mudar de cômodos dentro de casa se causar interferências no som.

Redmi AirDots 2 tem design intra-auricular e vem com três pares de ponteiras (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 tem design intra-auricular e vem com três pares de ponteiras (Foto: Aline Batista/Zoom)

Xiaomi AirDots 2: recursos extras

Fone da Xiaomi é compatível com assistentes de voz

O Redmi AirDots 2 não traz variedade de recursos por ser um fone barato, com foco em custo-benefício. Ao contrário dos modelos mais caros, o modelo não tem cancelamento de ruído ativo, modo ambiente, carregamento sem fio ou aplicativo para alterar as configurações, por exemplo.

Nesse sentido, o principal destaque do Redmi AirDots 2 está no Modo Gaming, novidade lançada no AirDots S. A função promete diminuir a latência durante os jogos, ou seja, evitar atrasos no áudio durante as partidas. Para ativar, basta pressionar o botão três vezes seguidas. No entanto, na prática, não sentimos muita diferença entre o recurso ligado ou desativado.

Leia também: Melhores jogos para Android: confira as opções para jogar em 2021

Redmi AirDots 2 é compatível com assistentes de voz (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 é compatível com assistentes de voz (Foto: Aline Batista/Zoom)

Outra ferramenta interessante do Redmi AirDots 2 é a compatibilidade com assistentes de voz. Ao apertar o botão do fone duas vezes, você ativa a função no seu smartphone e pode executar diversas ações por meio de comandos de voz, como checar sua agenda, fazer pesquisas no Google ou até controlar a música em reprodução. Durante nossos testes, o recurso rodou muito bem com a Google Assistente do Android, mas também deve funcionar com a Siri no iPhone (iOS).

Xiaomi AirDots 2: preço

Fone da Xiaomi é uma das melhores opções no quesito custo-benefício

O Redmi AirDots 2 foi lançado globalmente no mês de junho de 2020. O modelo da marca chinesa chegou ao Brasil alguns meses depois pelo preço de R$ 279,90. Atualmente, na loja da Xiaomi, ele é vendido com o nome Mi True Earbuds Basic 2 por R$ 229,90. No entanto, se você der um Zoom, vai encontrar o AirDots 2 por valores bem mais amigáveis, na faixa de R$ 140 (preço coletado em 06/04/21).

Redmi AirDots 2 é opção para quem procura um fone barato (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 é opção para quem procura um fone barato (Foto: Aline Batista/Zoom)

Como já falamos, antes de comprar o Xiaomi AirDots 2, é preciso alinhar as expectativas. Um fone de ouvido que custa menos de R$ 150 nunca vai trazer os mesmos recursos dos modelos tops de linha, que ultrapassam a casa dos R$ 1.000. Por isso, você deve ter certeza das características que procura em um fone de ouvido e do quanto está disposto a pagar.

O Redmi AirDots 2 é, sem dúvidas, uma das melhores opções no quesito custo-benefício. O modelo oferece um conjunto de especificações satisfatório, sem grandes destaques, por um preço bem acessível. Por isso, é ideal para quem busca seu primeiro fone true wireless e não quer gastar muito.

No entanto, vale fazer uma ressalva: o AirDots 2 trouxe poucas novidades em relação ao AirDots original e ao AirDots S. Basicamente, as melhorias estão na conectividade, microfone e no Modo Gaming. Por isso, se você tem um dos modelos anteriores, não compensa trocar pelo produto mais atual, a não ser que o seu fone já esteja apresentando defeito. Por outro lado, se você ainda não tem nenhum fone da Xiaomi, vale investir de cara no AirDots 2. Apesar de ser um pouquinho mais cara do que as outras versões, ele traz recursos aprimorados. Então, você vai ter um produto melhor.

Redmi AirDots 2 tem poucas novidades em relação às versões anteriores (Foto: Aline Batista/Zoom)
Redmi AirDots 2 tem poucas novidades em relação às versões anteriores (Foto: Aline Batista/Zoom)

Redmi AirDots 2: acessórios disponíveis

Veja alguns acessórios para turbinar seu fone Xiaomi

Como já falamos, o AirDots 2 não vem com cabo micro USB para carregamento. Portanto, se você não tem esse acessório em casa, vai precisar comprar um. A parte boa é que esse é um produto barato, que pode ser encontrado com facilidade aqui no Zoom.

Outra dica para quem quer comprar o fone de ouvido da Xiaomi é investir em uma capa de silicone para proteger o estojo carregador. Esses modelos costumam ter um gancho e permitem pendurar a case na bolsa ou na calça, por exemplo, evitando que você perca o dispositivo.

Além disso, se você gosta dos produtos da Xiaomi e está precisando de um celular novo, vale dar uma olhada nos modelos da fabricante. A empresa chinesa é conhecida por oferecer bom custo-benefício em seus produtos, por isso, os aparelhos costumam trazer recursos interessantes por preços mais baixos. Veja abaixo algumas das melhores ofertas de smartphones Xiaomi aqui no Zoom.

Redmi AirDots 2: produtos similares

Conheça outros modelos de fone de ouvido Bluetooth

Se você estiver em busca de outros modelos de fones true wireless em conta, vale dar uma olhada nos Philips SHB2505 e Edifier TWS1. Esses modelos também são baratos e devem oferecer qualidade de áudio satisfatória para os usuários menos exigentes. Os próprios AirDots e AirDots S ainda são boas opções de compra, principalmente por conta do preço mais baixo, embora o AirDots 2 seja superior.

Para quem está disposto a gastar um pouco mais, vale conferir o Galaxy Buds Live, que se destacou em nosso review por conta do design diferenciado. Outras boas opções são o JBL Tune 120 e o JBL Live 300. Já se você procura um fone top de linha, a dica é apostar no Galaxy Buds Pro, que tem boa qualidade de áudio, ou no AirPods Pro, que oferece cancelamento de ruído ativo. O Sony WF-1000XM3 também conta com ficha técnica interessante.

Se você preferir um headphone, que oferece graves potentes e bateria com maior duração, vale dar uma olhada na nossa lista com os melhores modelos. Outra dica é conferir os fones sem fio que são destaque atualmente e os melhores para usar com o celular.

Conclusão

Redmi AirDots 2 é nota 7

Em uma escala de 5 a 10 (onde 5 representa aparelhos medíocres, em que não vale a pena investir, e 10 significa um ótimo fone de ouvido, sem pontos negativos), a nota final do Zoom para o Redmi AirDots 2 é 7. Nessa gradação, encontram-se bons modelos, com alguns pontos de melhoria e pontos positivos em equilíbrio.

Não é que o fone da Xiaomi seja ruim, mas o aparelho deixa a desejar em relação por trazer poucas novidades e recursos extras. Além disso, pode decepcionar quem gosta de graves mais encorpados. Por outro lado, o Redmi AirDots 2 é uma opção interessante para os usuário menos exigentes com qualidade de áudio e que buscam por um produto barato para usar no dia a dia. Nesse caso, antes de decidir a compra, avalie quais características mais importam para você em um fone de ouvido.

Notícias relacionadas ao Redmi AirDots 2

Quer economizar na compra de um fone novo? Crie um alerta de preço que o Zoom te avisa quando ele estiver mais barato!

Aproveite e confira outros reviews de fones testados pelo Zoom: