Redmi AirDots: melhor fone TWS de entrada? Confira nossa análise

Veja a análise completa dos fones TWS “baratinhos” da Xiaomi, os Redmi AirDots

Redação - ZoomEditor(a)

Publicado e atualizado 6 min. de leitura.

Compartilhe:

Os fones true wireless stereo (TWS) estão se tornando populares entre os consumidores que buscam fones sem fio. Entre os vários modelos que temos no mercado, os Redmi AirDots são os mais vendidos. Os fones da Xiaomi se destacam por terem uma boa qualidade e custam pouco, podendo ser encontrados a partir de R$ 129 aqui no Brasil.

Eles são opções de entrada, voltados para aqueles usuários que querem gastar pouco e ter uma boa qualidade de som. Os Redmi AirDots oferecem até 16 horas de bateria no total, possuem microfone integrado e são bem compactos, podendos ser levados para qualquer lugar. Veja abaixo o review completo dos fones TWS da Xiaomi.

Ficha técnica dos Redmi Aids

  • Tipo: Intra-auricular TWS
  • Drivers: 7,2 mm
  • Faixa de resposta de frequência: 20 Hz - 20 KHz
  • Bluetooth: 5.0
  • Bateria: 4 horas por carga
  • Cargas adicionais do estojo: Até 3 cargas completas (12 horas)
  • Proteção contra água: Não
  • Pode ser usado com assistentes de voz: Sim
  • Microfone: Sim
  • Possui botões laterais: Sim

Leia também: Fone de ouvido true wireless: 12 modelos para comprar em 2020

Design

Visual simples e sem detalhes

Todo o estojo e fones são pintados na cor preta (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)
Todo o estojo e fones são pintados na cor preta (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)

Os Redmi AirDots são fones intra-auriculares cujo design vai direto ao ponto. Eles são construídos em plástico, com formato arredondado nos cantos e sem detalhes que chamem a atenção. Os fones contam com pintura na cor preto fosco, sendo que algumas partes usam o preto “piano” para dar certo brilho ao dispositivo.

Eles são confortáveis e encaixam bem na orelha. A Xiaomi envia borrachas de diferentes tamanhos, assim o usuário pode escolher qual se adequa melhor à sua orelha. Eles não contam com proteção contra suor, por isso não recomendamos que sejam usados para atividades físicas, pois, com o tempo, os dispositivos podem estragar facilmente.

Design dos Redmi AirDots (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)
Design dos Redmi AirDots (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)

Em suas laterais, os fones contam com botões que podem ser usados para algumas funções, mas, diferente de muitos fones TWS do mercado, os do Redmi AirDots não são sensíveis ao toque. É necessária pressionar para acioná-los e você escutará um pequeno “click”, mas nada que incomode.

O estojo desses fones é pequeno e compacto, podendo ser levado no bolso sem problemas. Sua pintura é preta fosca igual à dos fones e ele tem um pequeno LED apenas para mostrar o status da bateria.

O estojo dos AirDots cabe na palma da mão (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)
O estojo dos AirDots cabe na palma da mão (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)

Áudio

Um bom áudio para um fone de entrada

Os Redmi AirDots possuem um bom áudio para fones de entrada (Foto: Divulgação/Xiaomi)
Os Redmi AirDots possuem um bom áudio para fones de entrada (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Os AirDots têm drivers dinâmicos de 7,2mm, com resposta de frequência que varia entre 20 Hz e 20 KHz. O áudio deles é bom, com graves definidos e que não “engolem” os médios e agudos, por isso, o usuário consegue escutar muitos detalhes legais das músicas. No entanto, a qualidade não é nada surpreendente, mas cumpre com o esperado para um bom fone TWS de entrada.

O volume é bom e dificilmente distorce o som, mas em alguns momentos as frequências agudas acabam se perdendo, o que tira um pouco o brilho da música. Ele preenche bem a orelha e até consegue fazer um certo isolamento passivo de ruídos, mas nada perto do que a tecnologia de cancelamento ativo de ruídos faz.

Conexão sem fio

Possui conexão bluetooth 5.0

Os Redmi AirDots tem suporte a aparelhos com Android e iOS (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)
Os Redmi AirDots tem suporte a aparelhos com Android e iOS (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)

Os Redmi AirDots usam conexão bluetooth 5.0, que é mais econômica e possui menos latência, além de conseguir parear facilmente com qualquer dispositivo. Depois de pareado uma vez, basta abrir o estojo e retirar os fones que, se a conexão do celular estiver ligada, eles vão se conectar automaticamente.

Apesar do bluetooth 5 ter menos latência que as versões anteriores, este fone ainda tem um delay considerável, que praticamente impede que o usuário assista vídeos no Youtube ou jogue com ele.

É válido ressaltar que os AirDots usam uma tecnologia em que apenas o lado direito realmente se conecta com o celular, recebendo as faixas de áudio e repassando para o lado esquerdo. O lado negativo deste tipo de conexão é que você só pode usar o modo “mono” (escutar música em apenas um dos fones) com o lado direito.

Eles também possuem um pequeno problema de conexão que faz com que apenas um dos lados funcione. Esse bug não acontece com frequência e, para arrumar isso basta realizar alguns passos para resetá-los, algo que leva 3 minutos no máximo. Dá para ver que é um bug dos Redmi AirDots pela quantidade de tutoriais que existem na internet ensinando a fazê-lo voltar ao normal.

Funções extras

Os Redmi AirDots possuem microfone e botões de atalho

Basta um clique nos botões laterais para parar a música que estiver escutando (Foto: Divulgação/Xiaomi)
Basta um clique nos botões laterais para parar a música que estiver escutando (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Os AirDots possuem microfones que, de acordo com a Xiaomi, contam com redução de ruídos para melhorar a comunicação em chamadas telefônicas. Você pode atender o celular sem ter que tirar o aparelho do bolso ou ativar assistentes virtuais como a Siri ou Google Assistente, o que é bem útil para quem tem costume de usar comandos por voz.

Como já falamos no tópico de design, eles contam com botões físicos que realizam algumas ações. Um toque pode pausar ou voltar a reprodução de uma música; manter pressionado ou apertar duas vezes ativa o assistente. Em caso de ligação, um toque rápido atende a chamada, e se o botão for mantido apertado, a chamada é recusada.

Bateria

Até 16 horas de autonomia com as cargas do estojo

O estojo dos AirDots possui um pequeno LED para indicar quando está carregando (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)
O estojo dos AirDots possui um pequeno LED para indicar quando está carregando (Foto: Reprodução/Bruno Rodrigues)

A Xiaomi promete até quatro horas de autonomia por carga e, na prática, o tempo acaba sendo esse mesmo. Quem deseja passar o dia todo escutando música precisará manter o estojo sempre recarregado, pois ele consegue fornecer até três cargas completas ao fone.

Ao todo serão 16 horas fora da tomada, sendo que eles demoram cerca de uma hora e meia para carregar completamente, então você pode programar para colocá-los no estojo na hora do almoço, por exemplo.

É importante deixar claro que o cabo para carregar o estojo não acompanha os fones, então será necessário comprar um cabo do tipo microUSB. Se você está olhando algum anúncio que possui o cabo incluso, tem grandes chances de ser uma falsificação, tome cuidado!

Custo-benefício

Os Redmi AirDots são excelentes fones de entrada e, pela sua faixa de preço, é difícil achar concorrentes à altura, por isso são tão famosos. Eles podem ser encontrados a partir de R$ 129, valor que é bem baixo se comparado a outros modelos. São dispositivos voltados para o uso básico e conseguem fazer esse papel muito bem.

Se você é mais exigente com a qualidade do áudio e funções extras, recomendamos outros modelos como o Edifier TWS1, que tem 8 horas de bateria, ou até mesmo o Galaxy Buds, da Samsung.

*Alerta de flutuação de preços: os preços desta matéria foram coletados em 28/08/2020. Esses valores estão sujeitos a alteração mediante disponibilidade no mercado. Compare as ofertas no Zoom e use nosso histórico de preços para saber qual é a melhor hora de comprar seu novo fone TWS.

Não encontrou o que queria? Confira todos os nossos artigos sobre fones de ouvido.