Produtos e novidades em Modelismo

Microsoft desenvolve drone para caçar mosquitos e combater epidemias

Veja como um projeto de drone da Microsoft pretende proteger nossa saúde.

Drone Microsoft
por Cris Santos - Especialista em Bebê/Criança.

Cheios de tecnologia, os drones têm chamado a atenção nos últimos tempos. Esses veículos aéreos não tripulados podem ser usados nas mais diversas ocasiões, como por exemplo: durante um evento esportivo, um drone pode ser usado como suporte de uma filmadora, sendo capaz de fazer a cobertura do evento com imagens de um ângulo diferenciado.

No meio de uma catástrofe, o drone também pode ser útil. Você se lembra do acidente em Fukushima, em 2011, lá no Japão? Então, naquele momento, os drones foram utilizados, na tentativa de recolher lixo radioativo. Como é um veículo não tripulado, não colocava em risco a vida das pessoas.

Pelo visto, o drone pode ser usado ainda para muitas outras situações. E você já pensou em como um drone pode até mesmo evitar epidemias e proteger a nossa saúde? Pois é, a Microsoft, marca tão tradicional no mundo da tecnologia, como smartphones e videogames, tem um projeto de usar drones a favor da Medicina.

O objetivo é desenvolver veículos não tripulados que sejam capazes de colher mosquitos que transmitem doenças. Após capturados, os mosquitos passariam por análises: se alguns desses mosquitos realmente fossem transmitir doenças, o drone conseguiria prever isso, combatendo a epidemia em humanos.

Por enquanto, o drone da Microsoft é apenas um projeto...

Isso mesmo. Estamos falando aqui de um projeto. Um projeto bem interessante, é verdade, mas tudo ainda é bem novo. Nesse início, foi desenvolvido um dispositivo que colhe os insetos – e esses insetos seriam transportados por meio de drones, até chegarem aos cientistas.

Levando para o nosso dia a dia, inclusive aqui no Brasil, dá para ter uma ideia do quanto o uso da tecnologia poderia contribuir com a Medicina. Basta imaginar a epidemia de dengue que atinge várias regiões do País ou também imaginar locais mais inóspitos, como no meio de uma floresta.

Coletar mosquitos não é uma tarefa muito fácil

Um dos desafios da Microsoft certamente será capturar apenas os mosquitos, no meio de tantos outros insetos. E o outro ponto é este: após caçar os mosquitos, o próximo passo seria analisar cada um desses pequenos organismos. Mas aí estamos falando de centenas, milhares de insetos... então todo esse estudo precisa ser bem calculado, para nada dar errado.

Como a gente já avisou, por enquanto esse projeto está só começando. Mas bem interessante a gente saber essa proposta da Microsoft. Afinal, imagine receber um aviso antes de o verão chegar, informando que a população precisa se proteger da dengue? Bem melhor prevenir do que remediar, concorda?

O artigo foi útil?
Sim
Não
Obrigado!